dezembro 29, 2009

>>>>>>>>>>>>>meus olhos gritando<<<<<<<<<<


brumas solarengas . . .

video

meu olhar difuso
esquadrinha visões
procura infinita
de alados prenúncios,
buscas incontidas
perscrutando as brumas
emaranham os dias
desnudados de sol,
meus olhos gritando
em discretos mutismos
voarão sem asas
ao encontro da luz.
poema-fotos-video:poetaeusou

dezembro 26, 2009

>>>>>>>>>>>>>abutres de asas surdas<<<<<<<


Natureza, minha Mãe

video

olhai os rebentos e raízes
dos troncos distribuindo vida
segurando e renovando as ramagens
fonte oxigenada da existência,
homem, quando te convences
que a Terra não te pertence ?
vou arriscar uma pergunta,
os grandes decisores terão filhos ?
e se os têm pensarão neles ?
fartem-se senhores do mundo
nos seus banquetes de células vazias,
abutres de asas surdas
pelo ranger dos cofres que os amarram
em cheiros de pestilenta corrupção,
vegetarão acorrentados ao extermínio
que vêm semeando por onde passam,
digam-me deuses da destruição,
se saberão libertar o pensamento
e voarem na vastidão dos sonhos
que nos querem roubar ?
e que nos poemas que ignoram,
feitos canteiros vadios,
o pólen se perpetua ?
não esqueçam senhores tiranos,
que atrás dos tempos vêm tempos
e que outros tempos hão-de vir . . .
poema-fotos.video:poetaeusou

dezembro 22, 2009

>>>>>>Feliz Natividade endosso do meu cantinho<


video

desejo-lhes vendavais de estima
ternura e carinho da prudência
nas tempestades de serena amizade,
auguro a liberdade colorida
aglutinando as telas da pureza
em vagas multicores da gratidão,
vamos cultivar o respeito
nas searas da dignidade e sabedoria
ceifar o joio, que suga a realidade
colhendo a paz, saúde e igualdade,
nos desenfreados trigais da poesia .
foto, video e texto: poetaeusou


dezembro 21, 2009

>>>>>>>>>chegou o Inverno, espalhando calor <<<


olhai o mar de inverno

video

na espera gelada
senti chegar o calor,
canículas por hibernar
no solstício de Inverno,
vejo a friagem de Agosto
desfolhar os arvoredos
congelando labaredas
na quentura dos nevões,
ouço o estio invernoso
na neve das debulhadas,
restolho de quentes folhas
cantando o frio dos trigais
no verão dos meus encantos.
poema-fotos-video:poetaeusou

dezembro 19, 2009

>>>>>>>>>>>>>das ondas secas da vida<<<<<<<


o mar tacteando a areia

video

contemplei
nas grades do teu olhar
a pele das minhas suplicas,
vocábulos inadvertidos
da opressão que detinha,
engendrei
entre janelas ripadas
e as frinchas intemporais,
a prisão dos meus silêncios,
espantalhos ocultando
os fadários que me feriam
nas constelações já extintas,
libertei-me
das ondas secas da vida
travestindo os desencontros,
discrepâncias naufragadas
no banquete dos teus abraços.
poema-fotos-video:poetaeusou

dezembro 16, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>e ás falésias jurarei<<<<<<<<<

falésimar

video

podes vincar o vazio
no desdém que me devotas
esculpindo a tua ausência,
porém nada me impede
de rebentar as amarras
que atam a tua indiferença,
trilharei o meu caminho
soletrando os meus poemas
que tu teimas em não ler,
jamais irei desistir
e ás falésias jurarei,
não vou mais imaginar-te
porque quero a tua presença.

poema-fotos-video:poetaeusou

dezembro 14, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>Primavera quero ser<<<<<<<<













....
primavera

video

quero acordar Primavera,
ser flor, fragrância e cor
pólen de pétalas inventivas
no canteiro dos pensamentos,
quero odores vadios
nos vasos de terracota
amor-perfeito incensado
esposando violetas,
quero seiva inspiradora
clorofilando folhagens
rebentos de arte abstracta
nos jardins do teu olhar .
poema-fotos-video:poetaeusou

dezembro 12, 2009

>>>>>>>>>>>>carpindo as memórias<<<<<<<<<

A gaivota faz hoje anos, Parabens mês de Agosto !!!

pincéis pigmentados
video

nas asas das nuvens
navegam poemas
sílabas desfraldadas
enchendo mensagens,
pincéis pigmentados
partilhando as cores
tracejam nas telas
crepúsculos perdidos,
olha o suco espumoso
carpindo as memórias
torrentes maduras
engrossando o tempo.
poemas-fotos-video:poetaeusou

dezembro 10, 2009

>>>>>>>>>>>>>meu deus das falésias<<<<<<<<


eu quero aloés aos molhos !

video

nas franjas do nada
invento ilusões
estradas vermelhas
de aloés selvagens,
és flor desprezada
pigmento sanguíneo
esverdeando sorrisos
da esperança perdida,
dá-me a tua força
aloé desperto,
meu deus das falésias
protector das areias
nas erosões do tempo,
raízes enérgicas
alapando as escarpas
teias ressurgidas
nos meus labirintos .
poema-fotos-video:poetaeusou

dezembro 07, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>peço-te que mergulhes<<<<<<


ao fim da tarde . . .

video

porque te escondes
na porta fechada
ocultando os medos
nas grades do tempo ?
porque me negas
o direito de te ver
no portão esculpido
do meu desespero ?
peço-te que mergulhes
nos libertos caminhos
trilhando as claridades
que de mim emanam,
são mantos luzentes
cintilando enlevos
enigmas brilhantes
que esperam por ti.
poema-foto-video:poetaeusou

dezembro 04, 2009

>>>>>>>>>>>>ouvir, musicar e ver o mar<<<<<<<


espumado video

video

vem, vem ouvir,
a orquestra de espuma
solfejo volatilizado
pautando as maresias,
vem, vem musicar,
as guitarras de algas
dedilhando rochedos
nas escalas da memória,
vem, vem ver,
lavores de fios de água
de bordados debruados
rendilhando as loucuras
ancoradas nas marés.
poema-fotos-video:poetaeusou

dezembro 02, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>se eu fosse um barco<<<<<<<<


na foto e no video . . . a dualidade do Mar

video

se eu fosse um barco
retomava os achados
partindo á descoberta
do sonho que em ti perdi,
embarcava os meus afagos
de querenças estreitadas
dissolvendo tuas recusas
no temporal dos teus olhos,
ai ! se fosses a caravela
dos porões inesgotáveis,
os teus gestos de canela
e o caril do meu sangue
apimentavam os desejos
entre a seda esmeraldina
e a pérola que existe em ti.
poema-fotos-video:poetaeusou.