dezembro 02, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>se eu fosse um barco<<<<<<<<


na foto e no video . . . a dualidade do Mar

video

se eu fosse um barco
retomava os achados
partindo á descoberta
do sonho que em ti perdi,
embarcava os meus afagos
de querenças estreitadas
dissolvendo tuas recusas
no temporal dos teus olhos,
ai ! se fosses a caravela
dos porões inesgotáveis,
os teus gestos de canela
e o caril do meu sangue
apimentavam os desejos
entre a seda esmeraldina
e a pérola que existe em ti.
poema-fotos-video:poetaeusou.

41 comentários:

Pó de Estrela disse...

Ai se eu fosse o mar,
onde navega a tua caravela
balançava devagarinho
acalmava a bolina
para que não se perdessem
nem afagos
nem carinhos
nem a pimenta dos desejos
em seda esmeraldina

beijinhos de Pó de Estrela mareante

gaivota disse...

ai se eu ... fosse ...
ai ai ai, meu amigo zé!!!
este poema está demaissssssss
porque quando o mar corre à nossa porta, acontecem destas coisas, "embarcadas"
lindooooooooooooooo
pilipares

Ana Isabel disse...

Que não haja temporal que afunde a caravela e que o barco encontre aquele sonho tão almejado..

Um abraço

Sol da meia noite disse...

A vida é esse navegar, esse partir à descoberta dos sonhos perdidos.
E há que inventar o modo de os resgatar.

Uma boa noite, amigo.
Um jinho *

Duarte disse...

"Se parece al estruendo de una mascletà" (conjunto de bombas que vão disparando progressivamente até que o som chega ao limite autorizado, como uma explosão, mas tudo isto com um som harmónico, como o desse mar, que passa de sereno ao rugido.)

Versos que deixas cair com uma cadencia artística.

Para mim os aviões, o mesmíssimo JU52!

Um grande abraço, amigo poeta

São disse...

...mas se tu já és um barco a transbordar de poesia e beleza!!

Uma noite de calmas navegações, companheiro.

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, ESPECTACULARES FOTOS...EXCELENTE POEMA...ADOREI...VOTOS DE UM OPTIMO DIA AMIGO!!!
BEIJOS COM AMIZADE,


SUSY

Filó disse...

Lendo este belíssimo poema e ouvindo esta deliciosa música apetece embarcar numa caravela e partir por mares nunca dantes navegados, à procura de bem querenças e de porões cheios de "gestos de canela".
Poeta, este é um dos seus, muito, lindíssimos poemas...

Um beijo amigo

poetaeusou . . . disse...

*
Pó de Estrela
,
á bolina navego
feito mar á vista
vogando as marés
rumando com cuidado
ouço o céu estrelado
cantando aos meus pés
soando a conquista
enchendo o meu ego .
.
cantadas conchinhas,
ficam
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
linda
,
se tu fosses ?
não,
tu és,
a Deusa de Yemanjá,
que acalma as marés,
tu espraias genica
rodopiando a saia
e o soltado cachiné
que lindo te fica
até o mar desmaia
quando danças o vira
o Vira da Praia .
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
e que no cais das quimeras
abarque a realidade,
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
Amiga
,
a vida
é uma constante procura,
parar é não viver, (óbvio)
,
um mar de jinos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
e como é saborosa
a forma como comentas
e que me deixa sem palavras !!!
,
um abraço amigo,
fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
és sempre simpática, Ana,
grato fico,
,
conchinhas luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Amiga
já cantava o Tony de Matos,
navego em mar de calmaria
ao sabor das marés
em verdes águas . . . lálálá,
,
conchinhas, muitas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
Olá Susy,
,
grato amiga,
um mar de jinos, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga,
,
Lembrei
O dr. Rómulo de Carvalho,
ou António Gedeão,
,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim .
,
um jino, dou-te,
,
*

Jacarée disse...

Se eu fosse,um barco... deixaria-me levar nas águas
Naufragaria sem norte nas onda do HORIZONTE
Ai boiava saboreando as ondas, as águas ...o vento as nuvens e o sol ... as vestrelas...
Há noite contaria histórias de embalar...


Borrifes de Jacarée

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarée
,
embalei nas tuas palavras
e na forma que as lavras,
afaguei a linha do horizonte
no encanto do crepúsculo
naufragando nas estrelas
onde a noite abarca os sonhos . . .
,
saudações,
,
*

GarçaReal disse...

Teu barco navega sempre pelas mais cálidas águas...Vai deixando poemas e rimas espalhados na beleza do teu mar.

Lindoooooo

Que o caril do teu sangue apimente momentos de beleza...

Bjgrande do Lago

Secreta disse...

Tantos "ses" existem na nossa vida...
Beijito.

Multiolhares disse...

Os sonhos podem sempre ser resgatados,mesmo entre o caril e canela navegando na caravela do mar esmeraldino, e não existem vagas tão más como o veneno das cobras que o possa derrubar.

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
navega meu Bergantim,
veleiro de vela erguida
espalha tua beleza
nas margens da tua rota .
,
alagados pilipares
envolvendo a garcinha,
espraiando na amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
os ses,
são escolhos
nos caminhos por desbravar,
,
secretas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna,
,
como as cobras,
incluindo as de água,
não gostam do mar,
fico-me com a beleza
das altaneiras vagas,
esperando sempre
que seja uma boa onda . . .
,
beijos nossos,
,
*

Maria disse...

...caravela....inesquecível aquela/
que levou meus doces sonhos/
enquanto içavas a vela/...

Poeta-que-és, há de ouvir estrelas sempre e poetar com elas- porque assim tu és.
bjsss

Céci disse...

OLá Amigo Poetaeusou!

Sejas barco ou caravela navegar nos teu poemas é sonhar com um mar azul em dia de calmaria.

Bjinhos

Céci

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
Lá vai o barco
Pelo mar além
Saudades minhas
Levas também .
,
Conchinhas coloridas
,

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
meu rumo parado
navega nos sonhos
inventando mares
nos cais das nortadas .
,
acalmadas conchinhas,
ficam
,
*

Baila sem peso disse...

se eu fosse uma caravela
deitava ao ar, a vela
navegava pela maresia
numa poção de alquimia
e enamorava de mim
barcos com coração de marfim
com sedas, em chão de porão
enfeitava os meus mastros
especiarias mil, meus olhos
pinturas de verde e anil
e descobria no meio deles
o mais belo puro de sal
que num imaginado temporal
me salvasse as minhas velas
e se enamorasse delas
ai, se eu fosse uma caravela...:)

Bom fim de semana
um beijo à vela em bela caravela
nesse Mar a navegar :)

Sonia Schmorantz disse...

Quem dera ser barco para resgatar todos os perdidos, avançando em mar azul, mesmo que em sonhos...
Lindo poema
abraço

gaivota disse...

á repá, que modes são estes qu'aqui me dêxassssssss
até me sinte embaçada...
piliparessssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso disse...
,
como baila a caravela,
sem peso do adamastor
a vogar é um primor
não existe outra assim
e mesmo uma de marfim
não será, como esta, bela,
,
conchinhas mareantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
sonhos
são gaivotas que esvoaçam,
entre o mar e o céu azul,
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
embaraçada, tu ?
á miga estás com Gripe A.
srsrsr,
,
pilipares,
,
*-

Val Du disse...

Poeta

Ah! quanta coisa boa encontro aqui.


Um mar de alegrias p/ ti.

Beijos.

gaivota disse...

não é embaraçada..........
é embaçada, meu!!!
gripe A, hummmmmmmmmmm, sabes qual é a minha vacina, pois então, praia e mar e os nossos amigos!
mai'nada
piliparesss

poetaeusou . . . disse...

*
Val Du
,
Olha que coisa mais bonita
Mais cheia de graça
é ela menina,
que vem e que passa
Num doce balanço
a caminho do mar.
,
In-vinicius,
,
um mar de jinos,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Há pois é !!!
,
tás embaçada á pariga,
olha, nãme lembriii . . .
,
pilipares,
,
*

Mariazita disse...

Adoro o mar e tudo que com ele se relaciona.
Motivo mais que suficiente para ter gostado imendo deste post.

Bom fim de semana.

Beijo
Mariazita

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
e
gratificado fiquei,
,
brisas serenas,
,
*