dezembro 26, 2009

>>>>>>>>>>>>>abutres de asas surdas<<<<<<<


Natureza, minha Mãe

video

olhai os rebentos e raízes
dos troncos distribuindo vida
segurando e renovando as ramagens
fonte oxigenada da existência,
homem, quando te convences
que a Terra não te pertence ?
vou arriscar uma pergunta,
os grandes decisores terão filhos ?
e se os têm pensarão neles ?
fartem-se senhores do mundo
nos seus banquetes de células vazias,
abutres de asas surdas
pelo ranger dos cofres que os amarram
em cheiros de pestilenta corrupção,
vegetarão acorrentados ao extermínio
que vêm semeando por onde passam,
digam-me deuses da destruição,
se saberão libertar o pensamento
e voarem na vastidão dos sonhos
que nos querem roubar ?
e que nos poemas que ignoram,
feitos canteiros vadios,
o pólen se perpetua ?
não esqueçam senhores tiranos,
que atrás dos tempos vêm tempos
e que outros tempos hão-de vir . . .
poema-fotos.video:poetaeusou

106 comentários:

Multiolhares disse...

A Terra tem o dom de nos acolher,de nos dar comida, abrigo, de nos proporcionar a sobrevivência, mas nós incautos destruímos quem tudo nos dá sem nada pedir.A terra ensina-nos a conjugar o verbo amar e nós não queremos aprender.

Beijos nossos

Delirius disse...

Fantástico protesto Poeta!
Acreditas mesmo que estão próximos os tempos que hão-de vir?
Que quem criou a Mãe Terra te ouça!
E aos abutres, alguém com coragem para os abater!
Por tudo isso e pela fome e miséria que nos cerca e "ninguém" vê!
Um aplauso Poeta.
Que Dezembro seja um mês diferente para que todos tomem consciência verdadeira dos males que proliferam por aí!
Beijo, Poeta!

RETIRO do ÉDEN disse...

Penso.
Todos somos os culpados pela nossa cobardia de recearmos sermos apelidados de "distúrbio mental/louco ou coisa parecida..."

Assim sendo, eles vivem... e vivem... à pala dos nossos medos e cobardias!

E julgam-se e intitulam-se os "senhores" desta Terra que afinal é de todos.

Filhos....quais quê quem cá ficar que se governe!
É esta a frase feita, que se ouve por aí... esses senhores dizerem e sentirem dessa forma e assim conjugam o verbo "desamor".

Este é um desabafo muito sentido.

Tudo isto... é porque por cobardia minha,não vou até à CSocial dizer o que me vai na alma.
Ser avó e nem sequer sei onde está o meu querido e único netinho...nem vê-lo, nem ouvi-lo vivendo nós, na mesma cidade no mesmo país.
Neste país sem lei que funcione.
E tudo por sermos uns cobardes que não temos força anímica de acabar com toda esta fantochada.
Uns por uns motivos, outros por outros e afinal há motivos comuns que é a nossa TERRA a Mãe Natureza que é "emprestada" a todos nós.

E que DEUS nos acuda.

Lindas palavras e fotos uma delícia.
Forte abraço
Mer

Naty e Carlos disse...

Os fogos anunciam a chegada de um ano novo !
É hora de refazer vossos sonhos ainda não realizados
e acreditarem que irão concretizá-los.
Soltar em olhares solidários e carinhosos para os vossos amigos.
Aprenderem com os erros do ano que está a findar e brindar ao novo ano bem vindo com um sorriso.
Correrem ao encontro daquele amor ainda não perdido
ou surpreenderem mais uma vez o amor já conquistado.
Desejamos a todos vocês um ano repleto de luz, amor, saúde e prosperidade.
Feliz Ano Novo!

Céci disse...

Olá Amigo Poetaeusou.

Novo Ano está a chegar, e com ele que não percamos a fé, a esperança e o amor!

Gostei muito deste teu desabafo!

Bjinhos

Céci

Sol da meia noite disse...

É urgente construir um novo tempo... tempo esse que preserve o que resta dos escombros deste...

Beijinho te deixo, amigo *

Confesso disse...

Poeta... Poeta...
O que mais eu poderia dizer além do que já foi dito?
Protesto em poema, uma leitura deliciosa em reflexão...

Um encanto você!

Beijos confessos...

MEU DOCE AMOR disse...

"...os grandes decisores terão filhos?"...

Tal como os peixes...tal como o ditado...

Beijinho doce e desejo de um ano muito harmonioso

gaivota disse...

a terra, mãe natureza, tão mal tratada tantas vezes! e dela vem tudo... a inconsciência de tantos 'homens'!
trocaste os peixeinhos e as ondas pelos cabritinhos e a serra...
fizeste bem!
3ª ou 4ª conversaremos ao vivo!
pilipares

Cildemer disse...

O video com as cabras faz-me lembrar uma aventura tragico-cómica que vivi quando era garota no Sítio.
Un dia, ao saír da escola, num campo atráz da escola, que eu devia atravessar para ir para casa, fui atacada por um carneiro.
Ía eu a atravessar o campo, onde estava pastando um rebanho de cabras, quando tive mesmo a impressão que alguém estava olhando para mim. Rodei a cabeça e os meus ohos bateram nos olhos de um carneiro. Senti logo que o bicho não estava com bons sentimentos e desatei a correr.
O que me valeu foi a pasta de escola que utilisei para me proteger o rabo das cornadas do carneiro. Quando me encontrei fora de perigo é que me apercebi que o pastor no meio do rebanho estava-se arrebentando de tanto rir!
Aí que ódio eu tive desse pastor durante bastante anos!
Obrigada amigo poeta pela lembrança! :-)
Com respeito à natureza, eu também fico desiludida quando vejo que é a ganância de um punhado de homens que cria tanta miséria para toda a humanidade. :-(

Ana Isabel disse...

Não podemos delegar nos outros aquilo que todos nós temos obrigação de preservar.

Muito linda a tua mensagem!
Espero que incomode muita gente!

Um abraço e um grande 2010!

Filó disse...

Uma chamada de atenção com palavras certas e oportunas.
Dado que a esperança é a última a morrer, vamos acreditar que o próximo ano, quase aí, nos traga motivos para continuarmos a sonhar...
Que os senhores, que se julgam donos do mundo,parem e escutem mensagens como esta...e nós Todos, também,precisamos contribuir para um mundo melhor
Todos queremos a mãe da natureza com vida...
Será uma questão de tempo,...tempo que entretanto vai passando...

Poeta, um beijo amigo

Márcia disse...

A natureza tem as cores mais belas, mais sublimes, mais únicas, mais verdadeiras.

Amo a natureza e amei também essas lindas imagens.

Deixo o meu silêncio

São disse...

Magníficas fotos, adoro árvores assim : ficava muitas vezes parada no jardim da Estrela olhando-as.

Que seja muito bom o teu novo ano, amigo meu!

Val Du disse...

Poeta,

Que venha 2010 cheio de poesias.

Beijos.

GarçaReal disse...

Em violeta de amor cheguei...

Não sei se olho os lirios do campo...

Não sei o que 2010 me vai entregar...Sei sim que será um ano de grande viragem...Do desejado? Não sei...

Vou transpôr e esperar o ano

Que esse ano seja o ano de tua vida. Que ele te ofereça aquele sonho escondido e por realizar

A ti amigo de sempre

Bjgrande do Lago num envolver de pilipares

:)

Efigênia Coutinho disse...

AO QUERIDO AMIGO...

Deixe-me te desejar um maravilhoso Ano de 2010, que cada momento de sua passagem neste ano, sejam eternizadas pela presença de muita Luz interior,
com admiração,
Efigênia Coutinho

Mariazita disse...

As fotos são lindas!
O poema, forte, vigoroso, um veemente protesto!
Estou contigo.
A Mãe Natureza merecia muito mais respeito do que aquele que lhe damos - que, nalguns casos, é nulo.
Gostei!

Beijinhos
Mariazita

Canduxa disse...

Amigo,

A natureza se serviu de ti para fazer um comovente apelo ao ser humano.
Um poema maravilhoso!

Natureza...
tua suplica
em silêncio,
faz-me chorar.
Olho-te
com carinho,
para te acalmar.
Grita alto,
aqui tua voz
se faz ouvir.
....
mas,
não esperem
que seja tarde
demais.


Feliz Ano Novo e que ele te traga muito amor e saúde para a tua poesia continuares a partilhar.

Beijinhos coloridos

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Um poema belo, muito certo, em época mais do que certa. Tem mais o mérito, infelizmente, de ser intemporal.
Abraço
Daniel

Lilá(s) disse...

A Natureza com seus encantos, belas fotos!
E a arte de poetar só acessivél alguns, sortudo poeta.
bjs

gotadevidro disse...

Gotas de desejos e sonhos realizados em 2010

Bjintos da gota e um Bom Ano

O mar me encanta completamente... disse...

Passeando pelo blog do amigo de uma amiga, vi o seu.
Vim conhecer teu cantinho, gostei muito do que vi, do que li.
Volto depois...
Hoje não vim comentar poeta, embora não tem como não faze-lo, sempre emocionante te ler... Vim desejar que a virada do ano, não seja apenas mais uma data, Mas um momento para repensarmos... Abra seu coração para as alegrias do Novo Ano... Tempo de compartilhar com a família, os amigos, E estarmos com eles, o ano inteiro, a cada momento... Que o abraço aconchegante e o sorriso sincero, seja constante. Sonhe muito... Os sonhos fazem o espírito renascer nos envolvendo com um laço de esperança e renovando a força e a coragem para buscarmos os nossos verdadeiros ideais... No próximo ano, que os seus sonhos lhe sirvam de inspiração para realizar e sentir que a vida é um presente de Deus. Que todos os dias do Ano Novo sejam especiais para você!
Beijo Glória
Salles

Jacarée disse...

POETA
A NATUREZA é a mais sublime aguarela.
É a arte em perfeição a
Terra,....
Genuína, preciosa atraente, estimulante fascinante exuberante.
É a luz que ilumina, que nos sustenta.



Bons SONHOS

Jacarée

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, amigo*
Belo poema!
Que o Homem destrói a si mesmo é fato (Natureza em geral). Nem por isso, todo homem se deve calar, pois há o que dizer.
Ninguém rouba os sonhos dos artistas feitos realidade; de quem escreve, como todas belíssimas poesias que li aqui. E lerei, com certeza.
Obrigada *mesmo* (lindo o poema para 2010, cheio de esperança!)
Maravilhoso 2010*
Beijos,
Renata
(Não é coisa de jovem, não. Como dizem, já percorri metade da vida*)

AFRICA EM POESIA disse...

EATAS 2 árvores são...poesia

Um Novo Ano se aproxima
Eu siga amanhã para Málaga passar o fim de ano e descansar...
Levo o portátil para vos ler...

Feliz Ano NOVO
Do meu livro Magia de Natal deixo



Mais...
...
Mais Inverno
Mais frio
Mais calor
Mais ódio
Mais amor
....
Mais...
......
Mais o quê?
Mais união
Mais respeito
Mais transparência
Mais igualdade
E então..
...........
Teremos a certeza...
Que chegou o Natal!...


Lili laranjo

SAM disse...

Amigo,


você tudo disse neste belo poema que reflete o desejo e a esperança de todos na conscientização do respeito, reverência , gratidão e pela preocupação e zelo que devemos ter com a Mãe Natureza. Obrigada!

Carinhoso beijo e um 2010 repleto de felicidades!

Maria disse...

Oi amigo e poeta-que-és,
...se eu fosse o futuro/inverteria os sentimentos/trocava a cor da saudade/ mudava o tom dos lamentos/
diminuia a distância/e excluia os sofrimentos.
Obrigada pela mensagem.
Beijos de Luz
Feliz 2010

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, BELISSIMO POEMA...UMA BELA MENSAGEM...AS FOTOS LINDAS COMO SEMPRE...VOTOS DE UMA OPTIMA SEMANA AMIGO!!!
BEIJOS COM AMIZADE,


SUSY

"Cantinho Poético" disse...

Fantastico poetaaaaaaaaaaa
Agradeço sua visita. E sua poesia é lindaaaaaaaaa.......Sim...venha 2010 com muita paz, amor e poesia.

Beijos na alma!!

Teresa Durães disse...

a natureza parece que anda esqucida pelo Homem. Os prédios e o alcatrão escondem-na

Branca disse...

Amigo,
Um 2010 de muitas realizações, tto pessoais qto profissionais é o que desejo a vc. Paz e harmonia pra sua vida!!!
Bjinho e fica com Deus!

Nós do blog disse...

Um grande ano para ti.

Abraços.

Chinha disse...

E porque o amor significa alma de poeta... E porque tu estás aí e dás poema em amor e transbordas rimar num canto belo de amar.

Que 2010 seja de beleza para ti belo poeta

Beijino da Chinha ....voando

:)

Andradarte disse...

Feliz 2010 e que a inspiração
se mantenha, para a poesia ea
fotografia
Abraço

helia disse...

Pois"atrás dos tempos vêm tempos
e outros tempos hão-de vir..."
Como é habitual um Poema lindo, mesmo sem Mar, os Poemas são sempre muito bonitos!É uma delícia lê-los
Feliz 2010

Ana disse...

Olá amiguinho Poeta!!!
Adorei este magnífico protesto e a música está em sintonia com o fantástico poema!!!
Enfim esperemos que novos tempos hão-de vir, não podemos deixar de acreditar.
Adorei o plátano já sem folhas e as raízes da outra árvore que não sei o nome, as imagens estão belíssimas!!!
Adorei também o vídeo do rebanho a pastar e o cordeirinho que te veio cumprimentar, ou tu a ele:-)) A natureza é muito bela não é amigo?
Aproveito para te desejar um BOM ANO NOVO com tudo o que te faça muito feliz!!!
Beijinhos doces com sabor a ovos moles de Aveiro:-)
Ana Paula

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Denso e profundo como a fúria que nos assola. Coitados de nós!

Uma passagem de ano agradável pra você e os seus... 2010 taí!

até mais.

Jota Cê

Dois Rios disse...

Irretocável, poeta! Sim, outros tempos há-de vir e quem sabe, corações mais suaves?

Quanto ao seu comentário, eu dira que não és o futuro, mas és poeta, portanto podes pincelar 2010 com teus lindos versos multicoloridos.

Boas Festas!

Beijos,
Inês

Ricardo Galvão de Mello disse...

Amigo voltei, obrigado pela inspiração!

boas entradas!

Deusa Odoyá disse...

Olá meu lindo amigo e poeta.
Desejo a vc. e sua familia, um ano novo com muita paz,amor, luz, fé, fraternidade,docura e muita sabediria.
Seu Texto surge como um grito á mãe natureza.
Belo e puro.
Meu amigo, que no próximo ano possamos estar juntos de novo.
beijinhos doces da amiga.
Regina Coeli.
Fique na paz.

Duarte disse...

A beleza na palavra que esgrimes encheu-me de boas vibrações, neste belo canto à natureza, que tanto amo.
Braços que se erguem e outros que se agarram, movimentos que crescem e decrescem nos equinócios do tempo.
Um forte abraço de boa amizade

Vieira Calado disse...

Bucólico...

Desejo-lhe um

Bom Ano de 2009.

Um abraço.

Ana disse...

Um protesto em forma de poema ! Belo e oportuno ! Que no novo ano o Homem valorize mais a Terra que habita e lhe dá vida!

Feliz 2010, Poeta!
Um beijo.

Marlene Maravilha disse...

Na natureza vejo as mãos de Deus.
Gosto do que escreves, e descreves de uma maneira diferente do normal.
A Deus rendamos graças pelo ano que se finda, e renovemos votos de Feliz Ano Novo!!!
beijo Poeta!

tossan® disse...

Hoje parece que tomei um pouco mais do que devia do tinto maduro.
Então vou dizer que sinto muito orgulho de visita-lo e apreciar a tua poesia que gosto muito. Abraço amigo

Sonia Schmorantz disse...

Receita de ano novo 
de Carlos Drumond de Andrade
 

Para você ganhar belíssimo Ano Novo 
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, 
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido 
(mal vivido talvez ou sem sentido) 
para você ganhar um ano 
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, 
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser; 
novo 
até no coração das coisas menos percebidas 
(a começar pelo seu interior) 
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, 
mas com ele se come, se passeia, 
se ama, se compreende, se trabalha, 
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita, 
não precisa expedir nem receber mensagens 
(planta recebe mensagens? 
passa telegramas?) 
 

Não precisa 
fazer lista de boas intenções 
para arquivá-las na gaveta. 
Não precisa chorar arrependido 
pelas besteiras consumidas 
nem parvamente acreditar 
que por decreto de esperança 
a partir de janeiro as coisas mudem 
e seja tudo claridade, recompensa, 
justiça entre os homens e as nações, 
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, 
direitos respeitados, começando 
pelo direito augusto de viver. 
 

Para ganhar um Ano Novo 
que mereça este nome, 
você, meu caro, tem de merecê-lo, 
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, 
mas tente, experimente, consciente. 
É dentro de você que o Ano Novo 
cochila e espera desde sempre.

Que em 2010 Deus o abençôe com saúde, paz, muito amor e um bom trabalho!
abraço

Chris disse...

Como a Natureza é sábia e sorri da pequenez dos humanos! Será?
Adorei o poema, parabéns.
Que tenhas um excelente 2010!
Um abraço
Chris

rosa dourada/ondina azul disse...

A terra tudo nos dá!


Belo Poema e Fotos!

Feliz Ano de 2010!

Deixo-te uma onda solidária,

Mari disse...

Oie! Feliz Ano Novo e espero que seu 2010 seja repleto de muita poesia e paz!

Beijos com alegria e amor.


**mensagem coletiva*

Estou tendo problemas no meu blog de orações, com um site que se diz cristão, pegando carona, rosa, ligado à pornografia. Peço ajuda de vocÊs se virem, e saibam que eu nunca aceitei propaganda religiosa e é um pop up que por vezes aparece, clicando no meu blog, observei que quando clicava no meu próprio link, aparecia. Peço que reze por mim e que me ajudem a retirar este pop up, com os testemunhos se acaso virem.
Escreva para mim: oracaopura@yahoo.com.br ou deixem recados nos posts, caso vejam, com gratidão e clamando a justiça divina, mari.

Me visite sempre, para investigar comigo!

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
a Terra,
a nossa Casa .
,
beijos nossos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Delirius
,
estes abutres, embora normais
são invisíveis, movimentam-se
em ninhos secretos, porém
visíveis aos olhares, dualidade …
,
Saudações,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
concordo minha amiga,
para quando o Mundo
Novo pertencerá ás Pessoas ?
,
Marés serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Naty e Carlos
,
Amigo
a quimeras e utopias,
já não fazem sentido . . .
para nosso mal !
,
conchinhas reais, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
gostei, que gostasses,
,
gostosas maresias,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
e que se erga
procurando outras metas . . .
,
um mar de jinos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Confesso
,
confessado fico,
quando te visito,
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
quem me ensinou a nadar . . .
,
Favos de Mel,
na praia ao relento,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Adeus óóóó Serra,
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
fizeste-me regredir no tempo
moro perto do Elevador virada
para a encosta do Sitio e lembrei
o Rebanho do Sr. António ou
Porfírio ??? e subia a Ladeira
só para ver os chibos e cabras
com as quatro patas numa
minúscula pedra, em plena fraga,
com um equilíbrio a lembrar um
numero de Circo ou uma tela surrealista .
,
Sorri, com a tua aventura,
,
conchinhas nazarenas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
os Mandões além de Surdos,
não querem ler . . .
só sabem contar, somando …
,
brisas serenas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga
tudo começou
virtualmente no Éden
(segundo diz o Nobel, “este”,
acreditar no Paraíso é hilariante)
e se no principio foi o verbo,
temos que mudar de conjugação,
,
um jino, fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Márcia
,
ou . . .
não fosse a Natureza … Natural,
,
silenciosas conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Jardim da Estrela . .
(Guerra Junqueiro)
tenho poemas, dos anos 70,
feitos no meu Jardim . . Meu
porque o visitava todos os dias,
como “prisioneiro” do campo
de concentração que era o
Hospital Militar e seu Anexo,
tratando como animais os
“voluntários” feridos na
Guerra das Colónias . . .
,
estreladas conchinhas
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Val Du
,
2010 ?
cá o espero . . .
,
brisas sonantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
em fixada
vontade
esperando o ano que vem
ano com fado marcado
como os anos que passaram
e que vamos repetir
teimando em almejar
os proventos desejados
sabendo que os resultados
vão ser o nada ou pior
é a verdade da realidade
áh como gosto de rir
desta vida bem lixada . . .
,
Inundantes pilipares,
de bons fados lagunares,
extensivos á Garcinha,
*

Perla disse...

"atrás dos tempos vêm tempos
e que outros tempos hão-de vir"

Muito bem dito!

Que venha 2010. e que os abutres já estejam todos saciados que não precisem de nos roubar mais sonhos no Novo Ano!

Feliz Ano Novo!

Bjs

Mariazita disse...

Agradecendo as visitas ao meu "Histórias", venho desejar um óptimo 2010.
Que nunca te falte a "veia" para continuares a presentear-nos com a tua bela poesia.

Beijinhos
Mariazita

poetaeusou . . . disse...

*
Efigênia Coutinho
,
amiga
que a luz nos ilumine
nas marés das benquerenças,
,
Conchinhas serenas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
que a Mãe Gaia,
nos perdoe .
,
coloridas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
Natureza
embriaga-me
com a tua seiva,
suco verde,
fontes
de clorofila
nos vales e montes
de infindável beleza .
,
um verde jino,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Intemporais
os crimes
que se cometem . . .
,
amigo
um abraço, fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
ruborizado, fiquei,
com as tuas palavras,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
conchinhas Nazarenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
O mar me encanta completamente...
,
percuto o horizonte,
e o mar me encanta
completamente
e canta,
o mar, meu berço,
no embalar das marés,
certamente
porque tu és
a dimensão do meu amor,
canteiro mar
meu mar, flor . . .
,
vagas de simpatia,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarée
,
Mãe Gaia
colorida
aguarela de multi-cores,
odores
de inter-continentais olfactos,
jacaréeando perfumes . . .
,
saudações, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO
,
Grato, amiga,
,
vamos por trilhos e veredas,
alertando quem nos quer ouvir,
como há caminhos não andados
que esperam por informação,
vou despertando consciências,
,
conchinhas floridas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
AFRICA EM POESIA
,
estive em Málaga
no passado Setembro,
,
dá um voltita
nos coches a cavalo,
vai visitar o Barco Pirata,
do SéculoXVII
e vai á gran via, ás compras,
lindas, lindas, lindas, é só
levares o Cartão de Crédito.
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
as tuas palavras
são um Hino á Natureza,
,
uma mar de Paz,
deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
vertidas benquerenças,
invertendo a maldade
que grassa nos nossos dias,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
um mar
de carinho, deixo-te,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
grato fico,
gostei do teu cantinho,
,
floridas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
para quando na politica,
as pessoas terão a primazia ?
,
Conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Branca
,
Amiga,
,
marés de Paz,
deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Nós do blog
,
o mesmo em duplicado,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
e porque
com as tuas palavras
arquitectaste um poema,
,
brisas serenas te dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte
,
um mar de saúde,
te deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
deliciosas marés
maresiando 2010,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
A na
,
Paula
passei na tua Aveiro,
na véspera de Natal,
estava linda e eu
munido de ovos moles,
mitiguei a minha saudade !
,
Jinos mareados, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
~*Rebeca e Jota Cê *~
,
Bebo
á fúria de viver,
que nos, escamoteiam,
,
amigas saudações,
ficam
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
palavras mimosas,
lavradas, graciosas !
,
marés serenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ricardo Galvão de Mello
,
que saudades, amigo,
,
aquele abraço, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
Regina
,
as tuas palavras são de
uma autentica rainha
e da Sabedoria, arriscava . . .
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
O nosso rincão é lindo,
900 anos de história,
apenas com um senão,
vai durar mais 9 séculos,
porém, estará na mesma
situação, não duvides . . .
,
aquele abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
nas Paisagens
de Nicolau Facchinetti . . .
,
abraço, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
a Terra,
o nosso refugio, único . . .
,
jinos espraiados, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
A Divina Natureza,
É a nossa Mãe,
Mãe Gaia
Mãe Terra
Á semelhança de Deus ?
talvez . . .
,
Deixo-te a minha Paz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan®
,
amigo
o tinto maduro
amadurece o saber
e a sabedoria, em ti está,
,
aquele abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
Há duas épocas na vida,
infância e velhice,
em que a felicidade
está numa caixa de bolos
,
In- Carlos Drummond de Andrade
,
Brisas serenas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chris
,
acredito plenamente,
somos ínfimos átomos,
perdidos na imensidão
da Natureza !
,
naturais conchinhas,
deixo,
,
*

Cildemer disse...

Talvez o pastor se chamasse Porfírio porque esse nome sempre me diz qualquer coisa.
Dê um abraço ao pastor e ao rebanho se os encontrar por aí:-)

*** obrigada
e amizades ***

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
e pagamos
com a nossa ingratidão . . .
,
conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
Amiga,
acontece amiúde, e é
difícil descobrir quem o faz,
(pode ser um vírus)

,
Deixo brisas serenas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Perla
,
Olha,
assim seja . . .
(mas não é . . . )
,
um mar de carinho, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
ao que é Justo ,
nunca se agradece, srsrsr,
,
Marés Históricas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
penso
que o rebanho já não existe,
vou tentar saber . . .
,
serenadas brisas, ficam,
,
*