maio 30, 2009

>>>>>>>>>> hoje, na praia ás 8 horas da manhã<<

vejam esta beleza
video
venham ver o mar
derramando batidos
cocktails de instintos
em espumas surfadas,
despudores revoltos
enrolam nas vagas
sabores incontidos
no palato das marés ,
estreita-me mar,
rascunho enleado
nas sedentas veias,
partilhando amores
no sal dos teus lábios.
Poema-fotos-video:poetaeusou

maio 27, 2009

>>>>>>>>> do nunca . . . por nunca ser <<<<<<<<<


não quero fazer parte
deste palco inventado
resguardando Moliére
na areia do meu tempo,
não sou um ontem perdido
nem um futuro por resolver,
sou a ausência controlada
nas procuras do presente
gritos de infinitos silêncios
nas inquietas mensagens,
sonhos que me alimentam
na mordaça que me impões
do nunca . . . por nunca ser,
entre nós , , , poder ser nunca.
Poema-fotos-video:poetaeusou

maio 25, 2009

>>>>>>>>>>>>>>imateriais metáforas<<<<<<<<<

gostava
de poder ter o poder
infinito
e absoluto do presente
engendrando
e oferecer-te o não saber
no rasto enfadonho da secura,
inundava-te
de profanadas loucuras
searas de atilhos ressequidos
maculados de disfarces semeados
nas areias fertilizadas do deserto,
ordenava-te
que redefinisses o meu norte
na agulha dos vazios invertidos
libertando os enganos da mudança
na luz que és de mim e o meu destino.
poema-fotos:poetaeusou

maio 22, 2009

>>>>>>>>>>>>>> não me vendas, amor<<<<<<<<<


SOLIDÃO

video

sabes amor,
sinto-me um inerte
um poema fechado
pela ASAE dos teus olhos,
não me vendas, amor,
ás amarras movediças
lágrimas devassadas
como este barco sem mar,
não abandones, amor,
estas rugas gritantes
ressequidas no tempo
explosivas revoltas
no receio de perca,
antevendo angustias
na embarcada solidão.
poema-fotos-video:poetaeusou

maio 20, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> janelas <<<<<<<<<


crepuscular janela
video

divago
na janela incompreendida
fechada, mas entreaberta,
na fogueira das quimeras,
vagueio
nos pensamentos profanos,
pela fome atormentado
na distancia das vontades,
deambulo
nas vidraças amansadas
refulgências deslumbrantes
de branqueadas penumbras,
janelas
acelerando encontros
nas mensagens que envio
ao olhar que me quebranta,
poema-fotos-video:poetaeusou

maio 18, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> P E D R A S <<<<<<<<<


pedras degredadas - Peniche

video

tu és as pedras vivas
que beijam meu olhar
memórias escarpadas
em cardumes rochosos,
lembra-me falésia
sustentáculo pedrado
todas as tuas histórias
mas só as de encantar,
quando eu te tacteava
e ás fragas cantava
sentindo os teus afagos
no meu cabelo ao vento,
carícias fermentadas
nas mornas ribanceiras
empedrando sorrisos
em telas deslumbrantes.
Poema-fotos-video:poetaeusou

maio 16, 2009

>>>>>>>>>>>>>> leite creme ventoso <<<<<<<<<


as ondas quebravam uma a uma
eu estava só com a areia e com a espuma
do mar que cantava só para mim -
in - Sophia

video

espuma descalça
calçada nas vagas
enleadas pérolas
prateando enlevos,
babuja molhada
baixelas de brisas
em castelos de mar,
ondulada farófia
argênteas claras
leite creme ventoso
frases amarinhadas
no mar dos teus olhos
poema-fotos-videos:poetaeusou

maio 14, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> SE <<<<<<<<<


entardecido mar
video

se tu me ajudasses
transpirava o negrume
na pele das palavras
com que cubro a noite,
se tu quisesses
tapava os espectros
de assombrados véus
dissolvendo agoiros
em mantos de pranto,
se tu aceitasses
a maçã suculenta
dos meus rituais,
serias a torrente
da fonte profana
soletrando inventos,
poema-fotos-video-poetaeusou

maio 12, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> memórias <<<<<<<<<


fustigo o vento
da minha memória,
gruta esquecida
no pátio do tempo,
lembranças paridas
de cumplicidades gastas
embalam silêncios
nas marés que perdi ,
poema-fotos-poetaeusou

maio 10, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>se nós somos<<<<<<<<<


vogando o tejo

video

se nós somos
a forma inquieta
do todo inventado
da vida sem mundo,
se nós somos
a ausente presença
um cais de partida
de barcos parados,
se nós somos
o disfarce visível
o sotaque sem som
do instinto pensado,
então . . . somo nós dois.
Poema-fotos-video:poetaeusou

maio 07, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>rebentos e rosas<<<<<<<<<


são papoilas vadias

video

as tuas palavras
são verdes rebentos
sussurros secretos
que o vento me traz,
são papoilas vadias
sorrisos dançantes
tangos enfeitiçados
no palco dos espasmos,
as tuas palavras
são jocosos espinhos,
são pétalas trafulhas,
são beijos malandros,
rosados . . . por ti.
Poema-fotos-videos:poetaeusou

maio 05, 2009

>>>>>>>>>>>>> pelo meu olhar abaixo <<<<<<<<<


vou abraçar com o teu olhar, o mar

video

por este mar abaixo
vão teus olhos abraçados
vestidos de marés cheias
abraçando o meu olhar,
na crista do meu abraço
sobem vagas cinzeladas
esculpindo o meu sonho
no buril dos teus abraços,
ai…se te pudesse abraçar
como abraço o teu olhar
quando tu o meu abraças,
nos teus braços me perderia
e em embaraços ficaria
ao sentir os teus abraços,
poema-fotos-video:poetaeusou

maio 03, 2009

>>>>>>>>>>>>>>erguidos luzeiros<<<<<<<<<

**********************************************


Hoje - Festa do Mar - Nazaré

video

incendeia
os erguidos luzeiros
prenhes de afectos
embalando suplicas
ilumina-me
com a voz do teu olhar
a contornar as sombras
das esquinas da vida
Abrilhanta-me
a imensidão ilógica
candentes moléculas
aclarando as quimeras
nos poemas que engendro
poema-fotos-video:poetaeusou

maio 01, 2009

Foi em 1886 - Chicago, que nasceu a nova mulher


e continuam a comer

video

grita mulher Maio
frémito cativo em ti,
macieira libertadora
do espezinhado éden,
só tu, sofrida mulher
poderias agitar as ruas,
subtraindo os teus medos,
mulher de farta vontade
mar de dignidade achada,
estrépito de vaga firme
enfrentando o opressor,
mulher sorriso, saciada,
eterna fonte suculenta,
igualdade desabrochada
cavalgando a liberdade.
poema-fotos-video:poetaeusou