janeiro 30, 2013

desperdícios que eu choro . . .

despojos do meu penar
sou rede inútil

o meu olhar
são versos de amor,
procurando em ti
a praia dos meus despojos,
desperdícios que eu choro
por não te compreender,
sou rede inútil,
frustrado, por não te pescar,
nas malhas por mim tecidas
e por ti, não entendidas !
poema e fotos:poetaeusou

20 comentários:

Filó disse...

Um olhar de Amor em versos chorados de redes não tecidas, com despojos de mar...na praia imcompreendida...
Poeta, ainda que triste...tudo aqui é BELO....

Beijinho

Secreta disse...

Nunca serás, por certo, rede inútil! O teu amor hás de conseguir pescar.

Beijito.

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
querida amiga,
,
se a desilusão
pagasse imposto,
eu já tinha sido hipotecado,
srsrsrsr
,
jinhos deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
cara amiga,
,
que Iamanjá,
a Deusa do Mar, te ouça,
ou ela só atende,
os irmãos Brasileiros ?
srsrsr,
um mar de conchinhas,
deixo,
*

São disse...

Não és rede inútil, menos ainda despojo!

Se te não compreendem , é porque a sensibilidade lhes escasseia, meu amigo.


Beijos, muitos.

poetaeusou . . . disse...

*
São,
,
minha amiga,
não te melindres, peço-te,
,
a tua sensibilidade/amizade,
transportou-me a Calcutá,
onde sem ser teu hábito,
de hábito te vi vestida ...
sabes,
se os amigos são para as ocasiões,
foi instantânea a tua ajuda,
a tempo de amenizar,
(entre ondas há Garrett McNamara,
Garrett, das Profecias de Bandarra)
srsrsrsrsrsr.
a conjuntura que me depara !
,
alta ondas de saúde,
da minha Praia do Norte,
ficam,
*

Maria Emilia Moreira disse...

Poeta, boa noite!
A tua praia do Norte, bem batida pelos ventos...dá muita inspiração!
Um abraço.
M. Emília

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Emília Moreira
,
O VENTO DO NORTE, DO NORTE SOPRAVA
O NORTE ERA FRIO, O VENTO GELAVA
O RESTO DE ESPERANÇA, DO NORTE SOPRAVA
E A GENTE PARTIA GELADA, GELADA ...
,
Amiga,
as praias da Nazaré,
são belas, como as da Terra,
do Sr-Sra. de Matosinhos !
,
conchinhas,
espumadas de amizade,
deixo,
*

GarçaReal disse...


Oh poeta, mas tu sabes e consegues construír as tuas malhas melhor que ninguém, porque as fazes com laços de amor e com tecidos belos tirados do coração.

Em ti não há despedícios, pois são devorados pela esbranquiçada espuma do mar...

Como sempre.....Excelente

Bom fim de semana

Pilipando e voando

Bjgrande do Lago

Lilá(s) disse...

Mas quem não entende este poeta sempre tão inspirado?!
Bjs

Lia Noronha disse...

Versos que encantam...e formam tramas...abraços carinhosos a ti

francy´s disse...

adoro a forma que você lida com as palavras e as imagens que você coloca com seus poemas.
bjs carissimo tenha um lindo final de semana.

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal,
querida amiga,
equívocos e desamores
turvam-me s inspiração,
as minhas flores,
são letras azedas,
silabas sofredoras,
palavras sem sentido !
,
compreendo-te Florbela Espanca,
amar, amar, perdidamente, É !
,
McNamareanos pilipares,
de sonorizados ecos de amizade,
surfando no LagoReal,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lila(s)
,
talvez a culpa seja minha,
sou pouco incisivo,
jamais,
"forcei a nota" nas minhas intenções,
um defeito meu ? não, penso que não.
,
ondas de estima,
dou,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lia Noronha
,
amiga virtual,
anotaste, que o tramado sou eu ?
srsrsrsr,
,
um mar de felicidade,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
francy´s
,
cara amiga,
quando descrevemos o que sentimos,
quando clickamos "aquele instante"
as palavras e fotos, deixam de ser nossas,
são de quem as lê, de quem as vê,
conforme os vários estados de alma.
digo eu, srsrsr, claro !
maresias de virtuais afectos,
ficam,
*

Lia Noronha disse...

Querido amigo adicionastes o meu msn?
lianoronha2010@gmail.com

poetaeusou . . . disse...

*
Lia
,
OK, Tá,
,
conchinhas,
*

Eduardo Aleixo disse...

Poema muito belo, embora triste, de amor, com imagens sugestivas de perda e de saudade. Um grande abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo,
,
tristeza não tem fim,
felicidade, sim !!!
,
como escreveu o Poeta - Vinicius -
,
abraço,
*