agosto 14, 2012

entre a papoila e a gaivota, o amor é ?

o amor
é uma papoila
ondulante
uma seara cantante
o vento
do pensamento,
é um sorriso de criança
que dança
a valsa alada
contradança
amarrada
ás asas de uma gaivota,
e na rota
da imensidão do mar
o marulhar
escuta a minha voz,
entre as ondas gestuais
onde solto os meus ais
ais, muitos ais,
por ti, por mim, por nós !
poema e fotos:poetaeusou

68 comentários:

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Poeta!
O amor é tudo isso... e muito mais quando é um sentimento verdadeiro. O poema enche a alma, apesar dos ais.
Um abraço.
M. Emília

folha seca disse...

Meu caro Poeta (quase vizinho).
Percorrer o teu blog. Ver as fotos, muitas já visualizadas ao natural, ler a tua poesia é sempre um bom momento que me deixa extasiado. Deculpa se nem sempre assino o ponto, mas que dizer? Quando está tudo dito.
Abraço
Rodrigo

São disse...

Quando o Amor me bater à porta (deve ser daqui a trezentas e oitenta e cinco mil reencarnações)eu te responderei.

Um carinhoso abraço

Andradarte disse...

Mais um belo poema e fotos
lindas....
Abraço

Gisa disse...

Adoro teus versos.
Lindas imagens também.
Um grande bj querido amigo

Isamar disse...

Será o amor uma papoila? Talvez na cor mas não tão fugaz nem tão frágil quanto a rubra flor que enche de magia os campos primaveris. O amor perdura...perdura...resiste às intempéries que assolam o coração. O poema é lindo, poeta, e a tua persistência fará renascer em flor...o amor. Com certeza!

Bem-hajas!

Beijinho

Filó disse...

Amor é o voo da gaivota sobre a imensidão do Mar levando no bico uma papoila vermelha embrulhada num sorriso de criança...
Tudo o que possamos sentir com o coração, tais como,a amizade,o carinho,o respeito....são tudo formas de se Amar !!!
Poeta, tu tens o dom de, através das palavras, das imagens e da música fazeres coisas bonitas...é um acto de Amor!!!

Beijinho

LUZ disse...

Olá Henrique,

A rosa que me deu, ainda está viçosa. Veja só!
Adoro papoilas, noutro contexto, campestre, com certeza.

Tenha uma excelente noite, com Afetos e Cumplicidades.

:.tossan® disse...

Viajar é preciso de precisão e amar é preciso de encher o coração de maresia e carinho. Abraço amigo

Lilá(s) disse...

O amor é isso e muito mais, viva o amor...
Bjs

Lia Noronha disse...

abraços carinhsos pr ati.Adorei td por aqui.

poetaeusou . . . disse...


*
Maria Emília Moreira
,
Amiga,
O amor é :
Um favinho de mel !
,
Meladas conchinhas,
Ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
folha seca
,
Amigo,
Eu equiparo as visitas virtuais,
Com os amigos verdadeiros,
E diz a sabedoria popular:
“Os amigos são para as ocasiões”
E, “á moda deste povo nazareno”
>quando dá, dá, se não der espera-se <
,
Um abraço nazareno, fica !
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Querida amiga,
,
Quando eu reencarnar,
Farei de ti,
Um Cristal da Baviera !
Srsrsr,
,
Carinhosas conchinhas,
Deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte
,
É a tua simpatia,
Que assim vê . . .
Obrigado,
,
Um abraço,
Fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gisa
,
Amiga
Versejar a quem gosta,
São como imagens do amor.
,
Versejadas conchinhas,,
Ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isamar
,
Amiga
Amar, é ter no colo
Um pedacinho de céu,
Feito papoila, giesta feita !
,
Estivais conchinhas,
Deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
Querida amiga
Não te cures do mal de Amor, mais
doente ficas, companheira destas estradas !
,
Beijadas conchinhas,
Ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luz
,
Emília
,
as papoilas
são cantatas primaveris
são sinfonias vermelhas
onde as pétalas cintilantes
iluminam purpúreos beijos !
,
um vermelhão de conchinhas,
deixo-te
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan®
,
Meu bom amigo
,
Amar é navegar a ansiedade,
Rumando ao Cais da Tranquilidade !
,
Um abração,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Amiga
O amor é intemporal
Não tem idade, nasce e renasce,
Em qualquer lugar, sem procurar-mos,
E sem que o possamos evitar !
,
Conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lia Noronha,
,
Ruborizado fiquei,
,
Respeitosas conchinhas,
Ficam,
*

Nivea disse...

Olá, poeta!

"entre a papoila e a gaivota, o amor é ?"

O amor é...Uma palavra luminosa, traçada por uma mão iluminada, numa página de luz. (K. Gibran)

Parafraseando Gibran:
A palavra..."amor"
A mão..."Deus"
A página...Poeta Henrique.

Por ser a tua poesia revestida de beleza, uma noite estrelada deixo-te.
N.N

GarçaReal disse...


Olá poeta

Tenho andado um pouco ausente e desmotivada.

A inspiração por vezes amortece em mim, o que não acontece em ti, pois basta ler-te para ver a beleza sempre presente no teu poemar.

Entre o vermelho da papoila e o voo da gaivota ...sim ...o amor é...

Pilipando ou voando

Bjgrande do Lago com desculpas pela ausência

Fiz-te um pedido no face...;)

poetaeusou . . . disse...


*
Nívea
,
N.N.
,
Feliz fiquei com a tua escolha,
Kahlil Gibran o meu Libanês, o meu Fenício,
Fenícios, que habitaram o nosso Litoral !
,
FENICIOS, NOSSOS AVOENGOS ?
A nossa História diz que sim
Chegaram por Mar
Algarve, Costa Alentejana
Setúbal, Olisipo (Lisboa)
Ericeira e Peniche
Baia da Pederneira – Nazaré - chegando a Cós
Buarcos e Delta de Aveiro
Alguns, nossos Avós
Líbano, Berço da Cultura Fenícia
Biblos, Tiro, Sidon
Do Mediterrâneo
Fizeram a ponte do Oriente com Ocidente
Sofrido, País dos Cedros
Foram os Persas, Egípcios, Alexandre o Grande
Império Bizantino, Romanos e Turcos-Otomanos
O que atrai o LIBANO ?
E se são nossos avós ?
E sendo um Povo Bíblico
È comum á Cultura Judaica-Cristã
E QUE RAIO DE HISTORIETAS
IMPLANTARAM NOS NOSSOS CÉREBROS
e Albert Einstein ?
Onde ele poria a Guerra neste seu Pensamento ? …
“ Há duas verdades Cientificas
A Estupidez Humana e o Infinito,
Embora quanto ao Infinito, tenha as minhas duvidas”
POIS !!!
,
estreladas conchinhas,
ficam !
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
A tua ausência, é e será sempre,
aqui, uma sublime presença !
,
querida amiga de anos destas vivencias,
se “amortece” é porque “tece(o)amor”
topas ? srsrsrsrsrsr,
sabes vidrado estou, com tanta gota, ahahah,
benfazejo colchicine,
assassino do acido úrico, hehehe,
não, não sou eu, foi o meu pai !
,
Olha,
que belos poemas inspiram a desmotivação !
,
Óh, menina sê bonita,
arrebita, arrebita, arrebita,
não é in, porém nas praias,
é uma festa,
até os peixe-aranhas, fazem greve,
ihihihih,
,
Vou ao face,
não gosto muito, é impessoal .
,
pilipares vermelhos,
nas rubras pétalas das papoilas,
largo, no reallago !
*

São disse...

Uh, meu Amigo, foi a coisa mais bonita que alguém alguma vez me dissse.

Bendito sejas!

Mas vinha para te convidar a passares pelo "são", rrss

Um carinhoso abraço

GarçaReal disse...


Que bom e lindo a amizade longa...Não esqueçamos que foste o primeiro a comentar-me há uns anos...

"Topo" tudo o que disseste...Com voo ou com gota,desde que abrilhantes com papoilas rubras e "gotas" nas pétalas....

Arrebita, arrebita, arrebita....

Pilipando, voando, gotejando me vou...

Ah....

Claro

Bjgrande do Lago e bom fim de semana

☆•.¸.Mildred.¸.•☆ disse...

Entre a papoila e a gaivota, o amor é o oxygénio que precisamos para respirar;o)

***
Um abraço****

Magia da Inês disse...

♡¸.°.¸♫♫♪
Oh poema lindo!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
♡彡♫♪°.¸.•°`

Baila sem peso disse...

poemando dança
com papoila e gaivota
no meio de sorriso de criança...
a tua alma é esperança
na tua praia devota
que as ondas amansa!

...e obrigada pelos R.E.M!
Quando oiço esta canção o coração treme! :)))

(Ando mto afastada destas andanças
Visito alguns cantinhos
mas poucos são esses momentinhos...
o trabalhito não me dá trégua
e agora estando de férias
procuro tirar a almita de misérias e vou tentando visitar quem sempre fica no meu pensar!)srsrsr


meu beijo a bailar
no ondular deste estar
e por hoje sem mais...
que a vida deixe de nos dar
tantos ais!!! srsrsrs

Papoila - BF disse...

Entre a papoila e a gaivota eu sinto-me completamente em casa. Beijo

poetaeusou . . . disse...

*
São
Amiga,
e eu a pensar, que fosses aceitar,
como uma mera banalidade,
meu Deus porque não me dás
o sexto sentido das mulheres,
ainda estás a tempo, Pá !
,
carinhos de maré cheia,
deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
querida amiga,
,
no “topo” desta amizade
deliciosa sensação.
quer queiramos ou não
há um mar de sensibilidade !
,
arrebitados pilipares,
endossei para o teu Lago !
*

poetaeusou . . . disse...

*
☆•.¸.Mildred.¸.•☆
,
Minha amiga
respirar o amor,
é manter os pulmões aveludados,
,
mil conchinhas sedosas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

,
Magia da Inês
,
amiga
lindas, são quem,
os poemas lê !
,
um mar de conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso,
,
Por onde andas, Senhora minha,
Não te pergunto o que levas no teu regaço porque sei que não rosas, mas sim letras,
Não daquelas acumuladas nas grandes
superficies bancárias, mas das outras, que formam silabas, palavras, textos ou poemas,
de papoilas, de gaivotas,
de crianças, as nossas esperanças,
não falais,
e mesmo dos meus ais,
que procura remedir,
primeiro perguntais,
e só a seguir opinais,
srsrsr, e como assim saíu,
conchinhas de iodo e vários sais,
aqui te deixo,
,
os meus respeitos,
estão incluidos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila-BF
,
querida amiga,
depois do Diluvio,
não foi uma pomba
com um ramo de oliveira, que
o Noé mandou encontrar Terra, foi
uma gaivota com o bico papoilado !
tu assististe e eu lá estava,srsr.
,
bronzeadas conchinhas,
deixo-te,
*

TITA disse...

O amor é..."um pássaro verde,num campo azul,no alto da madrugada".Um abraço grande como o mar.

poetaeusou . . . disse...

*
TITA.
,
minha amiga,
,
o amor é . . . Titar . . .
as tua palavras,
na forma como as lavras,
iris(sando) o nosso Mar !
,
gigantescas conchinhas,
deixo,
*

© Piedade Araújo Sol disse...

gostei muito do poema, e das fotos que estão excelentes, embora a papoila esteja meio desfocada, mas pode ter sido intencional.

um beijo

helia disse...

A papoila é linda e o Amor maravilhoso !
Lindo Poema !

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Poeta

O amor é o luar dos poetas...um veneno suave e uma doce inquietação.
Como sempre adorei e as palavras voaram.

Um beijinho
Sonhadora

CamilaSB disse...

O amor é lindo...
e é tudo isso
que o Poeta canta
de uma forma tão bela
e tocante!
É sempre revigorante, passear a alma, por estes deliciosos versos cor de papoila! Um beijinho, amigo :) BFS

Ana disse...

Voando de regresso à tua poesia !
Beijo *

Maré Viva disse...

Ninguém como um poeta para definir o amor e o transformar numa papoila que uma gaivota leva no bico, para que ao rasar o mar ele possa escutar a tua voz por entre o marulhar das ondas onde lavas os teus ais...

belo, belo o teu poema!

Beijos.

Duarte disse...

Era na Ota.
Também era Agosto.
Sentia muito calor...
que até os pinheiros derretiam...
quando nasceu aquela PAPOILA
entre os já menos verdes trigais.

Aquele abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Sol
,
é uma papoila de Agosto,
sem apoio dos trigais
nasceu nos joios dos ais,
em ventos de contra gosto !
,
um mar de conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
hélia
amiga,
,
a gaivota segue o rumor,
da maré, feita papoila,
vaga urbana ? onda saloia ?
ou tormentas do amor ?
,
respeitadas conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Querida Rosa,
,
Como envenena o luar.
Nos dias de inspiração,
São sílabas de inquietação,
são palavras a voar !
,
Consoantes conchinhas,,
Deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
CamilaSB
,
A papoila, a rubra cor,
Revigora o olhar,
Rivaliza com o mar,
Adocica o amor !
,
um mar de conchinha,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
Como é belo o teu voar,
em bailados gaivotantes,
fazem lembrar os amantes,
cingidos escutando o mar,
,
respeitáveis conchinhas,
deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mare Viva
,
amiga,
,
ouço o marejar
das tuas palavras
e no modo como as lavras
sinto o marulho do mar !
,
conchinhas, muitas,
ficam,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Oi:

Maravilhoso.Simples e belo.

Espero por ti.

Beijinho doce:)

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
a (Du) alidade da (arte) ?
não, amigo, tu és Norte, berço da Robustez !
porém, não me lembres a Ota,
não a Tua, mas a minha . . .
oh Ota dos Aeroportos,
da Portela, do figo maduro,
que ao fazer uns apelos,
ao tal ministro dos camelos,
referindo a outra banda,
onde anda tudo de tanga,
defini-lhe uma rota,
para construir a Ota,
revolvendo as Calengas,
entre a Nazaré e as Berlengas !
,
SRSRSRSRSR,
,
Um abraço,
Querido Amigo,
*

© Piedade Araújo Sol disse...

apenas deixo o meu sorris :) e votos de boa semana.

beij

GarçaReal disse...


Passei, reli e esperarei....

Onde andas Poeta?

Em tristes pilipares regresso Garçando

Bjgrande do Lago

gota de vidro disse...

Olá amigo.....Então as gaivotas levaram as belas papoilas?

Olha o mar e o sol belo que hoje brilha....

Bom fim de semana

Bjitos amigos da Gota

Magia da Inês disse...

彡♡` Olá, amigo!

Tudo bem?

Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil ♡彡.
¸.•°`♥✿⊱╮

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
Como é doce,
o teu esperar . . .
e maravilhoso
o teu comentar !
,
Irei !
,
doces conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
Apenas deixo
o meu agradecimento
,
conchinhas, muitas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Querida amiga,
,
navego num mar sem rumo,
ao sabor dos caprichos da procela,
onde eu a pouco e pouco me consumo
na esperança vã da minha estrela,
e sem esperança, querida amiga,
é não ter o que se tem,
ver tanta gente, e nunca ver ninguém,
é ter na vida tudo e não ter nada !
-
e em tristes Ronaldantes,
eu te expliiiicarei . . .
,
alegres pipilipares,
( já que o portas, os coelhantes e segurantes,
nos entristecem e o mosteiro do Jerónimo e
o Google Louça, não passam de palavras)
envio-te na Gaivota de Alexandre O’Neill !
*

poetaeusou . . . disse...

*
gota de vidro
,
Minha Amiga
,
eu sei que as papoilas continuam a descorar,
com a excepção das “saltitantes do meu Glorioso”
porém, não são as gaivotas,
talvez ou de certeza, os Alcatrazes,
amigos dos Tubarões e que em “Alcatraz” deveriam estar . . .
,
Amiga,
como eu me desgotej,
da Gota Úricana,
graças ao Deus Colchichine . . . é assim ?
sacrificando em mim,
as carnes verdes e os mariscos do meu Mar,
,
Gotejos de muito carinho,
Deixo-te , aqui,
,
*

poetaeusou . . . disse...


Magia da Inês
,
Amiga,
,
se eu soubesse magiar,
o código dos teus sinais,
abria um procedente,
seria eternamente,
(em liberdades plurais)
e na forma agradecida,
á Senhora da Aparecida !
,
um jinho de cá !
*

Evanir disse...

Uma das grandes bênções da vida
é a experiência que os anos vividos nos concebem.
Aniversariar é uma amostra das oportunidades que temos de aprender a contar os nossos dias.
mais uma janela e abre diante dos meus olhos,
mais um espinho foi retirado da flor,
restando somente a beleza de tão bela data.
Com fé, na esperança e no empenho por ser melhor a cada dia.
Seguindo pelos caminhos da verdade e do amor.
Um dia encontrarei o mais belo jardim, o jardim que representará a realização
dos meus maiores sonhos.
Com saudades .
desejo um feliz Domingo
venha curtir meu aniversário.
Beijos na sua Alma,Evanir.

poetaeusou . . . disse...

*
Evanir
,
Minha amiga,
,
amei as tuas palavras,
sentidas e profundas,
belas como os canteiros dos jardins !
,
Um Feliz Aniversário,
Curtido na amizade e no amor.
,
Um mar de conchinhas,
Deixo-te,
*

Lena disse...


Belas frases em poema Poeta !
Sempre bom ler-te

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Lena,
,
as tuas palavras,
soaram-me ao Vira da Nazaré,
,
Nazaré sem Vira,
é amor sem ciume
é pura mentira,
é fogo sem lume !
,
conchinhas de rabioso mar
deixo-te,
*