setembro 11, 2012

ocasos frustrados . . .


tu és a fagulha, a chama sagrada,
o despudor dourado, do fogo da vida,
és a ressonância dos meus devaneios,
enigmática centelha, dispersando brilhos,
ah se tu soubesses do meu sofrimento,
nos malogrados ocasos, á tua procura,
dissecarias, as esperanças perdidas,
memórias caladas no fogo do crepúsculo,
poentes frustrados . . . em mim encalhados !
poema e fotos: poetaeusou

30 comentários:

helia disse...


Lindo Poema e lindas imagens !

elvira carvalho disse...

Muito bonito o poema, e as imagens são maravilhosas.
Um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema muito bom, embora melancólico.
as fotos, excelentes.
beij

Lena disse...


As esperanças nunca estão perdidas enquanto havera vida....

Estes dias a Nazaré tem sido mesmo assim "a arder".

Beijinhos Poeta !

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido poeta
Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

LOURO disse...

Olá Poeta!

Com esta lua a queimar, o amor está no ar...

Abraço,
Lourenço

Filó disse...

Poema escrito com palavras de fogo guardadas na memória da luz do crespúsculo....

Poeta, lindo poema,como todos...

Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
helia,
,
lindas palavras,
,
respeitáveis conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
elvira carvalho
,
feliz fico,
com as tuas palavras !
,
poemadas conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
Sol
,
quantas das vezes,
a melancolia é o caminha
para a euforia . . .
,
um mar de jinhos,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
como ardeu, hoje, a nossa Praia,
e o tépido Mar, embora picado,
enviava os seus braços as ondas,
abraços temperados de iodo !
,
conchinhas da Praia até ao Sitio da Nazaré,
envio-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*

Sonhadora,
,
Rosa Amiga,
,
acabo de sorver, no virtual,
o teu bolo, gostoso, e um champanhe,
que não fica atrás, do nosso Espumante, srsrsrsr .
,
um carinhoso jinho,
fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
Lourenço amigo,
Ou,
o Amor,
foi um ar que lhe deu . . .
srsrsrsr.
,
aquele abraço .
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
querida e prezada amiga,
,
o teu carinho e simpatia,
faz parte do meu dia a dia,
como sabes !
,
um mar de afectos,
dou-te !
*

MEU DOCE AMOR disse...

Olá :

Bonito poema.

Que o pôr do dol te ilumine.
O amanhecer também é muito belo.

Beijinho doce



Patrícia Moreira disse...

Palavras sentidas a acompanhar imagens tão bonitas...

Maria Emilia Moreira disse...

Imagens e poema em perfeita comunhão. Belo, muito belo!
M. Emília

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
doce amiga,
,
melosos pensares,
tornam belas as alvoradas !
,
adocicadas conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Patrícia Moreira
,
Grato pela visita,
Irei conhecer o teu espaço .
,
Um mar de conchinhas, deixo,
recheadas por uma quadra
e um letrista Nazareno:
,
Bateram á minha porta,
Eu perguntei quem á ?
Uma voz me respondeu,
Sou o Mar da Nazaré .
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Emilia Moreira
,
Grato fico .
Iodadas conchinhas
Deixo,
*

Maré Viva disse...

Poema inspirado e fluente, tal como a beleza das imagens.
Beijo.

MEU DOCE AMOR disse...

Olá;

Mas o que se passa?

Nem fazes visitas...

Assim não vale!

Bejinho doce

Sandra disse...

VOU TE ESPERAR AMANHÃ NESTE CANTINHO BEM ESPECIAL http://sandrarandrade7.blogspot.com.br/
TEM SURPRESA BEM ESPECIAL PARA OS AMIGOS ESPECEIAIS. VENHA VOU TE ESPERAR, NA CURIOSA TANBÉM TEM O LINK PARA A GRANDE SURPRESA, NÃO DEIXE DE VIR. VOCÊ É O MEU(MINHA) CONVIDADO(A) ESPECIAL.
CARINHOSAMENTE.
SANDRA
AMIGOS COMPARTILHAM. PRINCIPALMENTE NESTA DATA BEM ESPECIAL DA MINHA VIDA.
CELEBRE A VIDA.

poetaeusou . . . disse...

*
Maré Viva
,
Amiga,
,
São vivificantes,
As tuas palavras,
,
Conchinhas vivas,
Deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
Doce amiga,
Navego entre Sophia,
(e devagar torne-me transparente,
E no mundo perdida esterilmente)
E Natália,
(êxtase. A eternidade passa perto,
Só eu existo, fantástica … esperando …)
,
explicarei . . .
,
Adocicadas conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sandra
,
Querida amiga,
Obrigado,
Irei surpreender-me !
,
Um mar de conchinhas,
Levo-te
*

GarçaReal disse...


Ah que fotos lindas e belas...Um peço-te uma para colocar no Gota...

O poemas como sempre lindo, belo e envolvente. Sempre a procura daquele amor...

Bjgrande do Lago com amizade

Marlene Maravilha disse...

Tudo bem? Saudades!
Gosto da tua sensibilidade e sei que precisamos viver com ela agucada para poder transmitir aos outros a sensatez do momento.
Nao tenho os meus blogs atualizados, preciso retornar! Estou com o tempo em outras coisas e quando chego a internet é sempre correndo. Coisa para se pensar...
Deus te abencoe! Foi bom passar por aqui, como sempre! Um lindo domingo e uma excelente semana!
beijo

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal,,
Amiga,
Dispõe das fotos que quiseres,
Vou enviar-te várias via mail !
,
Ai, o amor, o amor, . . .
(amor, quando virás ao meu encontro,
Não sei quem tu és, nem sei quem serás ! )
- escreveu um Poeta –
,
Pilipares com som reduzido,
(devido á crise) envio-te !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal,,
Amiga,
Dispõe das fotos que quiseres,
Vou enviar-te várias via mail !
,
Ai, o amor, o amor, . . .
(amor, quando virás ao meu encontro,
Não sei quem tu és, nem sei quem serás ! )
- escreveu um Poeta –
,
Pilipares com som reduzido,
(devido á crise) envio-te !
,
*