agosto 08, 2012

divagando, entre palavras !

se eu fosse poeta (sem . . .)
exortava o Mar,
para se ajoelhar,
ao pisares a Praia  !
tenho o meu corpo coberto de poemas,
respiro poesia nas aragens do sudeste.
poesia suada nos poros por desvendar,
poesia que nunca li e loteia a minha alma,
poesia não escrita e em mim ficou gravada,
poesia inexistente que nas veias floresce,
poesia sem palavras que alimenta a utopia,
poesia bi-color reflectindo a cor do mar,
poesia infinita sempre em ti inspirada,
brumosa poesia de claros sentimentos,
florida poesia em jardim in – floral,
poesia não sentida nas ilimitadas visões,
poesia sem nexo da coerência concreta,
cristalina poesia dos pântanos da vida,
poesia cintilante no breu esbranquiçado,
poesia misteriosa de claras metáforas,
um verão de poesia no calor do inverno,
poesia sê minha, lê as minhas frases,
poemo-te de noite e és o meu sol,
versejo-te de dia, via láctea tu . . . és,
sabes ? não tenho pele, mas letras tatuadas,
esperando que me digas,
quero despir-te ,
quero ler-te  ,
quero ter-te ...
palavras e fotos:poetaeusou

23 comentários:

Filó disse...

Poeta,

Poeta és porque a tua pele respira palavras doces e lindas...
Teus poros brotam poesia que rega as flores do jardim plantado no teu imaginário, perto do sol e da lua...divagando palavras por entre a imensidão do Mar !
LINDO...
Beijinho

Andradarte disse...

Sempre encantado com os poemas...e extasiado com
as fotos...
Abraço

:.tossan® disse...

Se eu fosse o mar, me ajoelhava ao lado deste poeta e pediria a Deus que o abençoasse e lhe desse uma vida longa, mesmo depois da viagem. Abraço amigo

Ana Martins disse...

Divagar entre palavras, deixa-nos mais soltos e leves.

Bonito poema!

Beijinho,
Ana Martins

Nivea disse...

Olá...!

O poeta diante de si, diante do mundo, o vasto mundo da criação, necessidade latente de comunicação!
Bem sabes,escrever para si mesmo é narcisismo.
Universo construído num poetar de várias décadas(penso eu).

O poeta, a viver na poética e essencial atmosfera dos sonhos lúdicos.
Seus poemas atravessam o tempo a gritar que, a poesia para sobreviver entre as ruínas contemporânea, deve ser mágica.

Desenhaste um auto-retrato da tua alma.
Amei...
Com carinho
N.N

Evanir disse...

Com saudades estou fazendo minha
visita na sua casinha virtual.
Sei, que Domingo não é Dia dos Pais
em Portugal mesmo assim tenha um Domingo feliz .
Que Deus abençoe grandemente sua familia
paz amor e luz.
Convido você a pegar dois selinhos a esquerda
do meu blog.
Estarei sorteando 2 livros meu para Portugal
o endereço dos blogs esta com link no selinho.
basta colocar o selo no seu blog e
fazer inscrição no blog de Portugal
dizendo quero participar do sorteio do livro.
O sorteio será feito em Portugal
no dia 10/09/012 Dia do meu aniversário.
Minha festa esse ano será com minhas amizades virtual.
Conto com seu apoio para essa linda festa .
Beijos no coração,Evanir.

Magia da Inês disse...

°º♡
°.¸♡
º° ♫♡彡° ·.
O que seria do mundo sem poesia e sem poetas para nos encantar?
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil
•.¸¸°♡彡°¸¸.•

TITA disse...

Esta só pode ser a hora do amor...Que dizer poeta?Um abraço.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Poeta

O que dizer deste poema vestido de poesia, deste mar que te corre nas veias e deste amor que cantas num suave murmúrio.
Sempre IMENSO.
Um beijinho com carinho e bom Domingo
Sonhadora

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
Ser poeta é :
Estar no meio da solidão,
E imaginar o aroma das flores !
,
Um mar de conchinhas,
Deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte
,
amigo
O meu poetar, é, apenas,
Um tentativa, de compreender,
Florbela Espanca, Natália Correia Sophia !
,
Abraço fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan®
,
Meu amigo
Acredito que a “viagem” não acaba,
Neste planeta, prolongar-se-á
Para além do infinito !
,
Abração,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
Minha amiga,
É,
Divagar é libertar o pensamento,
Ou
“Kundera”ndo, falando . . . .
(atinge) a (in)sustentável leveza do ser !
,
Divagados conchinhas,
Deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Nívea
,
Amiga,
Como não escrever só para mim,
Se “ela” até ler-me se recusa ???
,
Desenhei um auto-retrato da minha alma, afirmas,
Sim e adivinho uma certeza,
Psicóloga és, (licenciada ou não) anoto . . .
,
Narcisistas conchinhas,
Deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Evanir
,
Grato fico, minha amiga,
E como ser Poeta,
É nadar no mar da Sensibilidade,
Quero participar no sorteio do seu livro,
Participar, simplesmente !
,
Conchinhas,
Lembrando o amor de Pai,
Ficam
*

poetaeusou . . . disse...

*
Magia da Inês
,
Amiga.
ser poeta é,
transformar a discórdia,
num mundo fascinante !
,
um mar de conchinhas,
deixo,
*~

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
Amiga
A hora do amor !
Quais os segundos da escada certa,
ou,
os minutos da titubeada vereda ?
,
Conchinhas muitas
Deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora,
,
Rosa,
Querida amiga,
,
ah, se eu fosse poeta,
as minhas veias sonhariam,
e eu, utopiando . . .
convocava as irmãs gaivotas,
esvoaçando, quais annas pavlovas
para para nos seus pililipares
persuadissem, de Mário Lanza a Pavarotti, a imitarem os sons do marulhar, do MARRRRR !
,
Iodos Nazarenos,
deixo-te,
*

Isamar disse...

O mar ajoelhará sempre que tu lhe pedires, amigo. És uma força da natureza e nenhuma outra força ousará negar um pedido teu.
Lindas fotos,poeta!

Bem-hajas!

Conchinhas mil

poetaeusou . . . disse...

*
Isamar
,
minha amiga,
ai o mar,
frente ao qual
recito a oração matinal,
,
bom dia mar
meu fôlego etéreo
alento esperançoso
promissor olhar
mar da força épica
adamastor ... amante !
,
etéreas conchinhas,
ficam,
*

LUZ disse...

Olá Henrique,

Poema impregnado até às raizes do sedoso cabelo, de metáforas ternas e deliciosas.
"Dispa-se" e o acontecer irá lhe pertencer.

Saudações com Luzes e Luares.

poetaeusou . . . disse...

*
LUZ
,
é bom de ler
o que dizes
ah, se criasse raízes
eu agradecia ao mar
ecoando no quebrar
das ondas deliciosas
ternas metáforas sedosas
na espera, de acontecer !
,
luzentes conchinhas,
,deixo,
*

Suave-Toque disse...

Sempre encantando.
Parabéns.