junho 21, 2012

fantasiando miaus . . .

amigo, os ratos evoluiram,
 actualmente, usam gravata ...

são felinos
os meus olhares
fantasiando miaus,
deliram quando tu passas
deleitando os meus sentidos,
este estado de ansiedade
é cobiça sem retorno,
tem a força de um presente
que tu não queres aceitar !
poema e fotos : poetaeusou

40 comentários:

Agulheta disse...

Amigo poeta! Tanta verdade neste pequeno poema mas que traduz tão bem o estado da alma.Sim eles abundam em todos os lados,ao encontro do papel.
Beijos deixo

GarçaReal disse...

Teus olhares procuram aquele amor escondido , que não quer aparecer , que se esconde....Felino o buscas....Mas ele está lá.

Amigo , é realmente um jogo de procura


Gostei muito

Bjgrande do Lago cheinho de amizade

LUZ disse...

Olá Henrique,

Eu, praticamente, não tenho deixado comentários nos blogues, que estou a seguir, pelos motivos já conhecidos, mas...ai, eu não consegui resistir a estas fotografias, que são as melhores, as mais bonitas e ternas que alguma vez o seu blogue já teve (peça desculpa ao senhor mar, por mim).
São tão ternos, tão meigos e tão,felinamente, carinhosos!
Entendi, também, a metáfora por si utilizada, com os ratos e as gravatas, mas, eles, os gatos, são o melhor do mundo.
O seu olhar só pode ser felino, de cobiça, perante tal maravilha (estou a dar a volta ao texto).
É preciso esperança e ser persuasivo. Naturalmente, o seu desejo, concretizar-se-á.

Mil miaus de muita luz e estima.

Lilazdavioleta disse...

Tanto os ratos como os gatos são superiores a qualquer " engravatado "

As fotos estão lindas !

Um beijo , Poeta ,
Maria

Filó disse...

O gato e o rato no jogo do esconde...esconde, de olhares e sentires...
Poeta, um Miau muito ternurento...

Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
amiga
Eles á procura do papel
e o povinho, “anda aos papeis” !
,
um mar de conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Amiga
eu diria uma procura
titânica, labiríntica,
titânica, porque se afunda lentamente,
labiríntica, porque cada vez se afasta mais,
e a Saída não existe, sou um navegador,
rumando no mar da frustração !
,
marés de conchinhas,
pilipando no Lago Real,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LUZ
querida amiga,
,
Ofereço-te:
,
ODE AO GATO
,
Os animais foram imperfeitos,
compridos de rabo,
tristes de cabeça.
Pouco a pouco se foram
compondo, fazendo-se paisagem,
adquirindo pintas, graça, beleza !
O gato,
só o gato
apareceu completo
e orgulhoso:
nasceu completamente terminado,
anda sozinho e sabe o que quer.!
,
In – Pablo Neruda .
,
felinas conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta,
,
Minha amiga
,
E,
acrescento,
os colarinhos brancos ,
estão sempre na moda . srsrsrsr !
,
Violáceas conchinhas,
dou-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
Minha amiga,
,
São miaus dolentes,
Dolorosos, chorosos,
Dolorosos, espinhosos,
Constantes pungentes,
srsrsrsr,
,
surfadas conchinhas,
ficam,
*

Lilá(s) disse...

Pelas fotos me apaixonei...
Bjs

ZéPortugal disse...

Poetaeusou,

O som pungente - "fantasiando miaus", é o grito que lhes sobra do seu altivo querer!

Bem Haja. É o meu animal de eleição
Boa Noite.

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Amiga,
Feliz fiquei .
,
Marés de conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ZéPortugal
,
Amigo virtual,
Grito-lhe,
um mar de agradecimentos,
,
saudações,
ficam,
*

Magia da Inês disse...

Olá!
Sabe de uma coisa? É bem pior... os ratos se sentem humilhados perto dessa corja...
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil.
¸¸.º°❤♫♫♪¸¸.°
°º✿⊱╮

OutrosEncantos disse...

tens uma maneira tão terna de fazer as tuas reclamações, poeta :)
mesmo quando chego séria saio sempre sorrindo
adorei estes miaus de hoje :))))
são lindos: o teu minhau e tu :)

beijoooo.

Maria Rodrigues disse...

Brilhante, poema e imagens.
Um domingo maravilhoso e uma boa semana.
Beijinhos
Maria

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Por vezes, a felinidade é tão acentuada, que nem de gravata se atingem desejos.
Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Magia da Inês
,
amiga
e a corja canta:
,
onde está o dinheiro ?
onde está o dinheiro ?
eu quero ser o primeiro,
a chegar ao dinheiro,
onde está o dinheiro ?
,
endinheiradas conchinhas,
ficam
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
Sorri, amiga, sorri,
como é bom surfar,
na ternura dos sorrisos !
,
ternurentas conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Rodrigues
,
Amiga
como me Ego(omam)
as tuas palavras !
,
um crepúsculo de conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa,
,
grande amigo,
,
eram felinos,
os acordes de Armandinho,
felinos foram os fados da Hermínia,
a ágil voz de
Maria Amélia Proença, (Luso)
e o soprano do Fado . . .
Fernando Maurício :
eis,
Aqui, em cada fado, há uma flor
No canteiro da alma de quem canta
Aqui, cada guitarra embala a dor
Quando á noite, a saudade se levanta
Aqui, cada poema é gota de água
Que ás vezes, mata a sede á solidão
Aqui, cada cigarro engana a mágoa
E perfuma, a tristeza e a ilusão 1
Reportório de: Fernando Maurício !
,
Um amigável abraço,
fica !
*

Parole disse...

É profundo o olhar do gato e eu os adoro, o que já não posso dizer dos ratos, de nenhuma espécie.rs... As fotos ficaram lindas e o poema maravilhoso.Gostei!


Beijos.

São disse...

Adoro felinhos!!!

E este fim de semana bem agradável deu para fotografar um gato que se passeava calmamente.


Um abraço enorme, meu amigo.

poetaeusou . . . disse...

*
Parole
,
as tuas palavras,
estimularam o meu ego !
obrigado .
,
Um mar de conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
amiga,
os gatos são fotogénicos,
a começar pelo João Ratão, srsrsr,
,
fotogénicas conchinhas,
deixo-te,
*

:.tossan® disse...

Amigo, além de poeta és criativo! Quem lucra somos nós que te visitamos. Abraço

CamilaSB disse...

O "jogo do gato e do rato" poeticamente bem expresso e "felinamente" bem ilustrado :) Lindo e ternurento! Beijinho com amizade e estima!

Evanir disse...

Muitas vezes achamos que não temos mais o que fazer, que desistir de tudo é mais fácil,
que continuar a lutar seria exaustivo, um fardo por vezes insuportável.
infinitos problemas que atravessam nossa vida quando menos esperamos, nos levam ao desânimo e ao medo,
à noites em claro o cansaço. Acontece com todo mundo, mas às vezes parece que só acontece conosco.
Muitas pessoas acreditam que sou muito forte e que tiro tudo de letra mesmo vivenciando experiências difíceis.
Verdade que sou forte, que luto, que acho forças aonde não existe mais nada.
Verdade também que não desisto fácil, que sou determinada para vencer obstaculos.
Eu fico triste sim, eu choro, eu me desespero, eu me irrito, mas hoje muito menos que
alguns tempos atrás.
As dores me ensinaram a respeitar a vida.
Sei que a passagem pela Terra é curta.
E resolvi fazer o melhor uso possível dos meus dias.
Não me rendo ao pensamento que a vida é só uma sequência de problemas.
Mas, eles existem e podem demorar, mas vêm.
Luto muito, mas nada disso seria completo se eu não tivesse fé.
E se sou forte, é porque sou uma pessoa de fé, e minha força vem de Deus.
Minha tarefa ou minha missão esta quase completa.
Fico imensamente feliz em ter você fazendo parte da minha vida.
tudo que mais desejo é ter sempre a sua amizade
para mim tão preciosa.
Sempre vou te agradecer pelo carinho e amor
que recebo de você.
Hoje vim te deixar um carinhoso beijo
também matar as saudades.
Carinhosamente.
Evanir..

tulipa disse...

estou em dívida contigo,
tens visitado os meus 2 blogues
e deixas sempre um comentário simpático, estou muito grata!

Aproveito pra te dizer que no blog "Momentos Perfeitos" tem um post sobre CINEMA.
Há quase 3 meses
que não ia ao cinema,
mas ao fim deste tempo, a escolha que fiz foi ÓPTIMA.

Vem espreitar
quem sabe o enredo te cative...
Eu ADOREI.

De MIAUS ainda falo
agora dos outros
nem pensar...
Fica bem.
Beijo.

helia disse...

Um Poema muito bonito , desta vez inspirado em "miaus "! Gostei imenso.

Fa menor disse...

Oh!... eu pensei que os ratos usavam lacinhos!!! :)))

poetaeusou . . . disse...

*
tossan®
,
Amigo,
Grato pelas tuas palavras,
palavras que preenchem o meu ego .
,
Abração, fica .
*

poetaeusou . . . disse...

*
CamilaSB
,
Um Jogo de Ternura,
as tuas palavras .
,
agradecimentos em conchinhas,
deixo.
*

poetaeusou . . . disse...

*
Evanir
querida Amiga,
,
Como é reconfortante
a tua missiva, palavras
adocicadas de Carinho e Amor,
obrigado minha Amiga
,
Marés de muito Amor,
deixo-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tulipa
,
Amiga,
Obrigado pelos teu Miaus,
,
Eu também adoro Cinema,
em todas as suas vertentes !
,
Cinematográficas conchinhas,
deixo-te

poetaeusou . . . disse...

*
Hélia
,
Minha amiga,
,
Como são doces,
as tuas palavras,
obrigado.
,
Doces conchinhas, ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
Lacinhos ? não,
Lações, feitas de Acções (ao portador)
,
Lacinhos de conchinhas,
Deixo,
*

Silenciosamente ouvindo... disse...

São eles que governam(?) os ratos
do esgoto...nunca os vimos,nunca
saberemos quem são.
Beijinho,amigo.
Irene

poetaeusou . . . disse...

*
Silenciosamente ouvindo…
,
Ratos pardos, minha amiga,
ou eminências acinzentadas,
ratando e distribuindo o
Capital de um Povo !
,
espraiadas conchinhas,
ficam,

*