maio 21, 2012

quero ser o mar !

            gaivotas pairando
és uma flor ?
quero ser o mar
não quero partir
porque não há chegada,
a ponte do sonho caiu,
e, sem margens,
atravesso o suor
das gaivotas pairando,
pétalas de sorrisos
sugam-me os lábios
salpicando o vento
que me interpela,
és uma flor ?
não, não sou,
quero ser o mar
e sentir o seu vibrar,
simplesmente !
poema e fotos:poetaeusou

43 comentários:

Filó disse...

Apenas Mar...
Sem chegada, nem partida...
Apenas uma gaivota, dando asas ao vento, levando no bico uma flor, espanhando pétalas de sorrisos ....no Mar !

Poeta, Beijinho

CamilaSB disse...

Asas de gaivotas
que elevam sentimentos
mar de poesia
que vibra
no coração do poeta
que sabe (a)mar
a flor...
Lindo! Um beijinho e um :)

LUZ disse...

Boa tarde Henrique,

Eu quero ser flor, sem mar, do mais puro e sincero querer.

Abraço, com muita luz.

elvira carvalho disse...

Quero ser o Mar. Sabe que às vezes ocorre-me o mesmo pensamento?
Só que a mim falta-me talento para o dizer assim.
Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Filó,
minha intima amiga,
uma flor, chamam as gaivotas,
a um escasso peixe,
capturado ocasionalmente . . .
uma minoria .
a maioria agridam-se, junto aos contentores,
e lixeiras ao ar livre, eu sofro, amiga.
,
Conchinhas, deixo.
*

poetaeusou . . . disse...

*
CamilaSB,
amiga virtual,
.
E as Gaivotas
Naqueles Hinos á Alegria
De bailados esvoaçantes
Emitindo gritos sonantes
A todos nós Pililipando
Estamos anunciar vida
Com esta sardinha querida
E em acrobacias voando
Desbravam felizes rotas
,
Asadas conchinhas,
Deixo.

Lilá(s) disse...

Partilho dos teus gosto e quereres...
Bjs

poetaeusou . . . disse...

*
Boa noite Emília,
,
Vamos florear os olhares,
Sei que o Mar, não te atrai,
Faz como eu,
Nos solcacos do Douro,
Na campina Ribatejana,
E na planura Alentejana,
Idealizo o Mar,
Mergulho no ondular das Searas,
Nado nas arvores de Fruto,
Surfo nas vagas das Vinhas !
,
Luzentes conchinhas,
Ficam,
*

Maré Viva disse...

Pois tu já és o mar, na imensidão que a tua poesia encerra, na sensibilidade das palavras, na serenidade ou no turbilhão que deixas na alma de quem te lê!
Um abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
Elvira carvalho
,
Querida amiga,
,
Para expor os desejos,
Não é preciso talento,
Basta apenas os amigos,
Olharem-nos com sentimento.
,
Marés de conchinhas,
Ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
A tua partilha,
Tem o gosto do querer,
Da Lua, vem a maré,
Atracção, da qual é filha !
,
Conchinhas partilhadas,
Dejxo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maré Viva,
,
Se eu fosse o Mar
Ao pisares a areia
Ordenava ás marés
Que se aquietassem,
E na imensidão
Da tua sensibilidade
Abarrotaria o olhar
De serenidade .
,
Serenas conchinhas, deixo,
*

Razek Seravhat disse...

Eu diria:
Poetar é ir mais além.

Mas quem sou eu? Apenas um reles poeta da esquecida periferia...

Portanto,
prefiro a luta ao poema

Ternura sempre!

poetaeusou . . . disse...

*
amigo,
e eu sou quem ?
um pseudo-poeta,
um poetaeusou . . .
(com reticencias),
que se embala nas palavras,
para esquecer,
as frustrações embaladas . . .
,
um mar de ondas,
lutando contra as injustiças !
deixo,
*

Desnuda disse...

Querido Poeta,

A sequência de imagens está perfeita na indicação do belo poema. Como comentar belezas como esta? Sentir, prefiro. Obrigada.

Beijos com carinho

poetaeusou . . . disse...

*
querida desnuda,
,
bem vestido,
é o teu comentário,
logo nu,
o nu da natureza,
na nudez que somos feitos
e
nascidos
,
como te compreendo, (vide)
a minha resposta á LUZ “Emília”,
sabes,
sentir é ver ao longe,
para além . . . de nós !
,
beijadas conchinhas,
ficam,
*

Silenciosamente ouvindo... disse...

Excelente poema e boas fotografias.
Adorei as gaivotas.Bj.
Irene Alves

:.tossan® disse...

Quero ser eu mesmo para apreciar tudo isso e tua poesia também. Abraço amigo

Magia da Inês disse...

¸.•°`♥✿⊱╮
"O mar quando beija a areia... é bonito... é bonito!!!"
O mar pode ser partida mas também pode ser chegada.
Beijinhos.
Brasil.
♥✿⊱╮

Daniel Costa disse...

Poeteusou

Um poema não o mar, mas este teu, como ele é de encantar almas poéticas a gostar de melodia.
abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Silenciosamente ouvindo …
.
em silencio,
li as tuas palavras,
ouvindo o pililipar das gaivotas,
,
fotográficas conchinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan®
,
tu és e serás,
sempre o mesmo,
na verticalidade e cordialidade !
grato amigo !
,
aquele abraço, fica !
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria da Inês
*
meu mar,
desvairado amor,
espraiando o meu olhar,
ninfas, musas, sereias
em que persisto visionar
ecoando o som das marés !
,
maresias de conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
querido amigo
,
concordo,
a musica e a poesia
são um mar de encantos !
,
aquele abraço de estima,
fica,
*

GarçaReal disse...

Caíu a ponte do sonho, mas tu vais ter que passar e portanto terás que construír nova ponte, procurar novos sonhos e serás então e novamente o poeta do amor e do mar, pois este já vive em ti.

Lindas as fotos

Com amizade enorme

Bjgrande do Lago com conchinhas ou pilipares

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
amiga,
grato fico,
,
É.
meus olhos meninos,
vestidos de sonhos,
cinzelam nova ponte,
nos rios de lágrimas,
que temperam a Vida . . .
,
enormes pilipares,
ressoando no LagoReal,
deixo,
*

ZéPortugal disse...

Poetaeusou,
... e sentir o seu vibrar,
simplesmente", é pouco para quem é imensidão!

Sempre a admirá-LO.
Boa Noite.

poetaeusou . . . disse...

*
ZéPortugal
,
Companheiro destas estradas,
não é, não,
eu, poetaeusou … (com reticencias)
simplesmente .
,
saudações,
*

Fa menor disse...

E tantas vezes o mar revolto no peito.

Bjins



(seguiu encomenda) :)

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Mais uma vez, aqui me faço presente para apreciar mais uma das tuas belas criações.

Abraços e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

poetaeusou . . . disse...

Fa menor
,
o peito,
é o cais dos sentimentos !,
(recebida)
,
um mar de conchinhas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amigo,
,
grato pelas tuas palavras,
bem-hajas .
,
aquele abraço,
fica,
*

OutrosEncantos disse...

"alfazemar o mar", oh Poeta, quem mais se lembraria de um tal dizer?!

sentir o mar...
esta canção é maravilhosa, parece até que Sarah Brightman consegue sentir o Mar, tanto como qualquer português.

este som é maravilhoso, entra pela gente adentro como se fosse o próprio Mar, vindo daí, da tua Nazaré.

obrigada, Poeta, pela tua presença, sempre tão querida e cheia de carinho.

devolvo-te uma conchinha com beijo meu :)))

Baila sem peso disse...

uma flor a boiar
feliz no seu estar
pelo mar a navegar...
pétalas de espuma branquinha
com gaivotas a enfeitar
simplesmente a sonhar!!...

e o sonho comanda
e a poesia manda
e o poeta demanda...

um beijo de luz a dançar
no meio da flor e do mar!

(bom domingo e restantes dias
sempre com alegrias!)

poetaeusou . . . disse...

*
outros encantos
,
amiga adorei,
as tuas palavras,
grato fico,
porém não sou poeta,
nota que o nome blog é,
poetaeusou . . . com reticências !
srsrsrsr
,
envio-te um cheirinho da Nazaré:
,
És a rainha das praias
Amante do pescador
Amor não escondas amor
No amor das sete saias
Vistosas no dar a dar
Elas são ninho de amor
Mas se o luto vier do mar
As marés serão de dor !
( in - imaginário Nazareno)
,
Surfadas conchinhas,
Deixo-te,
,
*

© Piedade Araújo Sol disse...

o mar, fonte de inspiração.

gostei.

um beij

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
estimulado fiquei,
com as tuas palavras,
,
quero
em nome da flor
jardins de vagas
hás marés de amor,
onde as pétalas voando,
plagiam as gaivotas
que pililipam o quebrar das ondas,
os canteiros, ecoam na falésia,
em sons de iodo e maresias,
espraiados no areal !
,
Floridas conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
gratificado fiquei,
,
Ouve,
anda ver o mar
planície azulada
giestas de sal
barcos feitos foices
nas searas de trigo
em espirais de cores.
,
conchinhas douradas,
deixo,
*

fontedasescadinhas disse...

A poesia, o mar e tudo o que nos embala e faz "sonhar". Que feliz estou de encontar mais alguém que gosta da(s) palavra(s) como eu. Parabens pelo blogue, parabens pela poesia. Cump

Secreta disse...

Ser o mar é ser imensidão...
:)
Beijito.

poetaeusou . . . disse...

*
Fontedasescadinhas
,
O mar é na verdade
A minha musa !
,
Grato fico .
,
Para ti ???
,
invento palavras
inertes, paradas,
tertúlias do nada
no tempo esquecido,
cardumes de verbos
reclamando frases
letras soçobradas
no tempo perdido.
,
Saudações, ficam,
(nota não conseguir a
Interligação, para te conhecer)
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,

vem ver o mar
derramando batidos
cocktails de instintos
em espumas surfadas,
despudores revoltos
enrolam as vagas
sabores incontidos
no palato das marés .
,
mareantes conchinhas,
deixo-te
*

Lilazdavioleta disse...

" Caiu a ponte do sonho " ,
tão bonita esta imagem .

Gosto .

Um beijo, Poeta ,
Maria