maio 14, 2012

Porém . . . digo - te !




entende amor,
não desisti,
afastei-me,
porque te amo,
e quando se ama,
não se “estorva”,
solitária ou não,
pouco importa,
apenas quero-te feliz,
porém, digo-te,
se quiseres,
serei a tua vida
o teu mar imenso
o barco a ti preso
no cais do teu colo
maré de poemas
ardente poalha
enérgico farol,
e,
no cais, á tua espera,
serei o teu sol ,
sabes porquê ?
não quero ser uma quimera,
desejo apenas ser, a tua realidade !
palavras/fotos:poetaeusou. 

20 comentários:

São disse...

Como é possível que essa tua Musa seja insensível a poemas destes?!

As fotos estão muito bonitas.

Bons sonhos, Amigo meu

Filó disse...

Poeta,
É concerteza um dos mais belos poemas que escreveste, e já são tantos....e todos bonitos, mas este, toca bem no fundo...
As fotos...essas, são a tua sensibilidade. Ana Moura canta, o que foi que aconteceu...e eu digo esse mar imenso que parece intransponível..

Poeta, um beijinho

LUZ disse...

Bom dia Henrique,

Ela, aquela que o seu "eu-lírico" criou, já o entendeu há algum tempo.
As mulheres são diferentes dos homens, nem melhores nem piores, só que vislumbram antes de...
Parece paradoxal o que refere no seu poema, porque amar é, sempre, "possuir", e a liberdade continua, mesmo assim, a existir.
Santo Agostinho dizia: "Ama e faz o que quiseres". Pensamento, que demontra, que os amantes são mais do que livres.
Será o melhor e mais ardente amante, mas quimera não quer ser mais.
Desculpe contradizê-lo, mas ser quimera (oásis) é o princípio de uma grande caminhada, e o caminho, como alguém disse, faz-se caminhando. Tudo tem e chega no seu devido tempo.

Tenha uma semana, que será feita por si, pelos seus sonhos, que concretizados ou não, serão sempre sonhos.

Luminosidades de Lisboa, com estima.

CamilaSB disse...

"...se quiseres,
serei a tua vida
o teu mar imenso
o barco a ti preso..."
Olá, Poeta! É muito bonito o seu poema...com gosto a mar, e a ondas de espuma, que abraçam a rocha (que não se comove...)num gesto leve e apaixonado! Obrigada, pelas conchinhas e pelo poema! Beijinho!

helia disse...

Mais um lindo Poema com fotos lindíssimas e o Mar sempre presente!

Mary disse...

Que maravilha, que poema apaixonante, lindo lindo.
beijos

gota de vidro disse...

Que poema de entrega total de um amor que não tem fim.....Mas que belo....

Ainda bem que falhei nesta doença...Pensei que ias dizer que tinhas e que as inalações de mar te aliviavam...ehehheh.

Bjitos saudáveis da Gota

Marlene Maravilha disse...

Lindo!
Quem ama nao estorva mesmo o outro. Entende-o, e deixa o campo livre para que aquele sinta-se feliz. A vida é cruel muitas vezes.
Para as fotos qualquer comentário nao faria jus a beleza! Coisas de Deus!
beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

um dos mais belos poema de amor que li de tua autoria.

as fotos também estão muito belas.

um beij

TITA disse...

Amar na gratuidade...Coisa rara.Intenso e profundo o teu desabafo.Um abraço.

Secreta disse...

Amar tão acima de tudo...que pomos de lado até a nossa própria felicidade.
Beijito.

Lúcia Leme disse...

Lindo!

Bjuxx

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Que linda declaração de amor...sem cobranças...pleno de sentir.

Um beijinho
Sonhadora

Luís Coelho disse...

Parece que nos desencontramos durante algum tempo para depois nos reencontrarmos cheios de vida e novidades.
Obrigado pela tua visita.

A tua poesia é doce.
Vem de dentro de ti
Sabe a mar e a maresia que teima em ficar.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Uma realidade que muitos gostariam de ter. Obrigado pela honrosa visita e pelo amável comentário.

Abraços,

Furtado.

Lilá(s) disse...

Muito ardente poeta, isso sim é amor!
Tão simples e lindo! adorei
Bjs

Parapeito disse...

tao bonito tao imenso como o mar e amar.
Gostei muito
brisas doces ****

:.tossan® disse...

De amor não entendo nada, só sei que amo. Poesia pura meu amigo. Abraço

Flor de Lótus disse...

Lindos versos!E que essa musa venha ao teu encontro!!
Beijosss

Desnuda disse...

Querido Poeta,


E que a realidade o faça sonhar de tão bela! Que seja.


Belo poema.

Beijos com carinho