janeiro 17, 2011

............ ADEUS AMIGA(O)S, QUE SEJAM FELIZES !

Adeus amiga(o)s
comecei há quatro anos, tempo máximo a que me propus e que
hoje terminou, agradeço todo o carinho, a estima, o respeito,
a afeição, a ternura e a amizade, que me dedicaram !
não voltarei, mas deixo – lhes o meu endereço, antimelga@gmail.com
finalizo como comecei, quem foi o primeiro, o ovo
ou a galinha ? e o galo, qual a sua personagem ?

Tiro o meu Chapéu, aos que me apoiaram inicialmente,
àqueles que ficaram pelo caminho e a quem, durante
esta caminhada, me aceitaram, como companheiro,
nestas estradas virtuais, que muito amo !
***********************************
desisti
de lavar as palavras
aguando passos perdidos
na calçada dos poemas,
sílabas nuas
nas frases feitas de trapos
legados que me caíram
nos sonhos que idealizei,
não ouvirei mais
as desgastadas canções
e musicas por demolhar,
lágrimas sem rosto
da fonte amarga
escondida no olhar,
serei a ardósia da memória
caudal do rio que há em mim,
procurando a foz . . . onde nasci !
poema-fotos-poetaeusou

150 comentários:

tossan® disse...

Não!!! A gente se encontra em uma nova folia. A sua poesia é muito forte, mais do que você... Te aguardo amigo. Abraço

Sonhadora disse...

Querido Poeta

Estou triste e emocionada, vou ter saudades.
Mas se tem de ser...vou guarda-lo com carinho...num cantinho do meu coração.

Beijinho
Sonhadora

Carminda Pinho disse...

Então poeta, que é isso?!!!
Adeus é uma palavra muito forte, amigo. Um até já, um volto logo...está bem que a vida não é só isto, mas adeus?!!! Ná! Não acredito! Eu vou passando...
Até logo!

Beijos

Multiolhares disse...

Nunca digas nunca,
sabes que não sou de acordo teres acabado, mas por vezes são precisos tempos para reorganizar novas palavras, para dar brilho ás velhas, quem sabe neste entre tempo um novo cantinho de fotos, de tantas que guardas que quase rebentas o Pc rsrsr
beijos nossos

Isa disse...

Não acredito!
Espero que seja uma breve paragem,
um "instante"apenas!
Espero o recomeço,com mt amizade!
Beijo.
isa.

© Piedade Araújo Sol disse...

o Poeta nunca desiste, por isso apenas digo.

até já!

um beij

folha seca disse...

Caro Poeta
Agora que o descobri é que vai partir.
Vai ver que (a não ser que haja outros motivos mais fortes)que vai sentir a falta deste espaço.
Abraço

d'Alma disse...

Há poucos "Poetas ou Poetisas" que tivessem o privilégio de serem admirados pelos "Krystais"; uns porque nada dizem e outros porque nada sabem dizer. Também há aqueles que até se esforçam com toda a honestidade do esforço e, depois, há as comunidades do "pé-de-chinelo", que nos confundem por se dividirem numa sequência e consequência dos múltiplos blogues que administram, e onde praticam os mais elaborados elogios, preenchendo-os de uma vaidade meio que "doentia"!... Há muitos blogueiros profissionais no meio, pouco cristalinos e de duvidosa sinceridade, postada nos comentários estereotipados, bem reveladores do principal interesse do blogueiro, ao fazê-lo nos blogues dos outros. Na verdade, apenas mendiga por um comentário em seu blogue!... Acredito que isto seja um vício que cada vez mais se entranha na solidão de quem "optou" por ser solitário. Ora, até neste ponto, “Poetaeusou”, sempre demonstrou que cada comentário era um comentário, respondendo, sempre, a cada um de acordo com o que cada um dizia!... Honestidade e de uma Educação que já pouco se vê por estes caminhos da blogosfera!... Parabéns, entre muitas outras coisas, por isso, caro Poeta!
Quanto a este espaço, "POETA EU SOU", para além da garra, da Vida, da Saudade, do Amor, e de uma dedicação à "musa de eleição", quase como um acto de Fé, é um dos mais sóbrios espaços de uma personalidade muito perto de ser ímpar!... Parabéns, também por isso, caro Poeta!
E Parabéns pelo próximo projecto!... Cá estarei, com meus Krystais, para o seguir e, quem sabe, ultrapassá-lo numas vezes e pregar-lhe uma rasteirita noutras, hehehehehehe...



Abraço e até sempre

Paula Barros disse...

Não diga adeus, diga até breve...o pássaro poeta precisa voar, e nestes voos, ele volta.

Sinto que muitos de nós, inclusive eu, estão nesta fase, de parar, de refletir, de dar um tempo. Não é fácil manter um blog. Visitar e ser visitado. Ler e ser lido.

Muitas vezes não é fácil comentar o que lemos, e quem escreve se sente mal lido, mal interpretado.

Sei que a sua escrita não vai adormecer, sei que o seu olhar para fotografar não vai descansar...um dia você volta por aqui. Não feche o blog, porque nós podemos vir caminhar por ele, colhendo palavras, emoções, apreciando fotos.

Um forte abraço. Até breve.

FlorAlpina disse...

Amigo Poeta,
Adeus é longe demais para mim...
Até já é logo ali...
Mas prefiro dizer até sempre!

Bjs dos Alpes

São disse...

Meu querido Amigo, eu não mereço abrir o computador e ficar estarrecida em frente de um post destes, podes crer!!

Se acabou um ciclo, inicia outro.

Tu sabes que ainda gosto mais da tua prosa do que da tua poesia, que acho excelente.

Portanto te deixo a sugestão e o pedido de começares a partilhar connosco textos de prosa.

Se, por acaso, te cansaste da escrita ( o que duvido), apoio a proposta da nossa querida LUNA: mostra-nos as tuas fotos, que são sempre muito bonitas.

Consequemtemente, recuso-me a dizer(-te) "Adeus".

Uma excelente semana te desejo.

Filó disse...

Poeta,
Meu Bom Amigo
É com muita tristeza e saudade que o vejo partir...sei que um dia voltará, e que seja em breve,pois faz falta a todos seus amigos e são muitos...
Agradeço-lhe todos os belos momentos e únicos, que me proporcionou com tão bonita poesia, músicas e vídeos, que me encheram o coração e muito contribuiram para que fosse uma pessoa mais feliz...

Poeta, seja Feliz..

Beijinho,
ADEUS

Zélia Guardiano disse...

Oh, meu Poeta...
Não diga Adeus!
Diga: Até um Dia...
Assim, quem sabe, será menos difícil absorver o golpe.
É incomensurável o valor da sua presença!
Adeus, não...
Por favor!
Grande abraço da
Zélia

lita duarte disse...

Poeta querido.

Esse mar não será o mesmo sem você.
Já estou sentindo tristeza só em pensar nessa possibilidade.
Não quero que vá. Se for: não deixe de voltar. Sua poesia é única, seu humor é maravilhoso, sua companhia é profunda alegria...

Vou deixar um até breve.

Beijos.

Fa menor disse...

Tudo o que tem um princípio tem um fim, não é?... uma pena!!!!!!!!!

também eu tenho desmotivado algumas vezes, mas o bichinho ainda vai continuando, se bem que não com a mesma força. Os amigos que vão ficando pelo caminho (e outros mudando de rumo, ou ficando distantes) fazem com que me questione. Mas, como sempre me propus fazer destas andanças (mais para mim do que para quem me possa ler) uma 'passagem para o papel' de 'coisas' que não devo reter em mim, enquanto e quando tiver o que exteriorizar (e me apetecer ou necessitar) fá-lo-ei, sem me violentar nem me obrigar a nada.

Obrigada pelo tempo me perdeste comigo: "Foi o tempo que gastaste com a tua rosa que a tornou tão especial." (de O Principezinho)

Quando voltares avisa!

Bjos

Ana Martins disse...

Caro poeta,
mas que notícia triste, não se vá embora, descanse um pouco mas volte, a sua poesia é muito forte, intensa e nós gostamos de a ler.

Beijinho,
Ana Martins

Amor feito Poesia disse...

Já chamei pessoas próximas de "amigo"
e descobri que não eram...
Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada
e sempre foram e serão especiais para mim.

(Clarice Lispector)

Feliz Semana....Beijos meus! M@ria

Ana Isabel disse...

Adeus?

Não!!

Até sempre..


Forte abraço


Ana Isabel

gaivota disse...

digo... nadaaaaaaaaaaaa
nunca, mais nada!
zé, meu irmão e meu amigo, bem sabes melhor que ninguém... estou contigo, agora e sempre, até porque nos descobrimos e reencontrámos nestes caminhos, com AMIGOS tão comuns e tão nossos, tão intensos e tão importantes...
nunca há longe nem distância, é tudo uma simples passagem...
terá sido uma crónica de uma saída anunciada...pré anunciada, uma passagem apenas, da vida terrena que vamos percorrendo
estarei, irei, ficarei, sei lá!
"cheirou-me", simplesmente...
fico à espera do almoço!!! porque sou destas coisasssssssssssss
piliparessss

OutrosEncantos disse...

adeus adeus....

Mas que é isto?!
Eu não acredito nisto!!!

Não estou em casa, mas quando voltar, vamos ter uma conversa muito séria os dois...
Onde já se viu dizer assim adeus?!

OutrosEncantos disse...

Poeta, estou falando sério, que se passou contigo, para num segundo decidires assim desaparecer das nossas vidas.
Não podes fazer-nos isso. Não podes querido.
Este teu espaço, é-nos imprescindível, e eu sei que a ti também é.
Olha, Amigo, eu queria dizer-te muitas coisas que te convencessem a ficar connosco, mas tu sabes como eu sou em momento de emoção, nunca sei o que dizer.
Assim, numa saudade já a doer, estendo-te as mãos para um abraço, assim...........grande grande e bem apertado e assim quase num segredo: -Não vás embora, fica connosco, Amigo! :)

Desnuda disse...

Querido amigo,

Esta notícia me encontrou com a alma bastante abatida onde as lágrimas rolam pelo meu rosto como se não fosse mais parar...Só sinto o sal no paladar... Preciso do sabor doce das suas poesias - bela companheira, Poeta. Espero, de coração, que seja apenas um até breve. Uma transição oportuna e necessária. Apenas isso.


Meu sempre carinhoso beijo com imensurável admiração e gratidão.

Mariazita disse...

Meu caro amigo e Poeta Zé
Todos os comentadores que aqui se encontram e mais os que ainda virão te pedem para não nos deixares.
A minha voz junta-se à deles: Não desapareças!
Faz um intervalo, maior ou menor, conforme a necessidade, e depois volta.
Entretanto, se aceitas um conselho, enquanto estiveres ausente da blogosfera (que espero seja pouco tempo) digo-te: trata da publicação do teu livro.
Material não te falta, e qualquer auditor te recebe de braços abertos.
Tu incentivaste-me a publicar o meu; agora é a minha vez de te dar um empurrãozinho...
Se quiseres comunicar comigo podes fazê-lo no blog ou por email, que tens em teu poder.

Uma semana feliz. Beijinhos
(E não me despeço...)

antonio - o implume disse...

Assim? Tipo corte no ordenado? Tipo entrada do FMI e não há nada que possas fazer?

E para onde vai toda essa energia que precisa de se soltar? Toda essa dor?

Não aceito. Prontos... amuei.

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

De facto é bom deixar saudades! Consideramos as pessoas, devemos gostar que sejam livres de ser senhores das suas opções.
Desejo toda a felicidade poeta!
Um abraço

Lilá(s) disse...

Poeta! isso não, que saudade já sinto...
Beijinho grande

carmen disse...

Poetaés:

Que que é isto????

Não nos deixe assim, sem a sua poesia sentida e sem suas fotos caprichadas, afinal...

Poetaés, não poetaeras...

Mas continue a nos visitar e dar a graça da sua presença...

E pode escrever poesias lindas de vez em quando, sem a obrigatoriedade de ser semanal, sei lá...

Pense nisto!!!

Amei a sua companhia, ainda que virtual...

Não desapareça assim nas estradas sinuosas desta desta parafernália...
Quero reencontra-lo mitas, muitas vezes... e roubar, no bom sentido, suas fotos lindíssimas!!!

Pelo menos não tire o seu Blog do ar, please...

snif, snif...

bjs

Solange disse...

um jeito de escrever ímpar, que se vai tão de repente pra mim, que te conheço a tão pouco tempo..
teu perfume ficou nas páginas de meu diário..

bjs.Sol

Baila sem peso disse...

Depois da minha longa ausência
hoje que consigo aqui bailar
amigo, diz-me que aconteceu?
Também ando sem tempo
neste caminho meu
mas nunca eu pensei
que fosse caso teu...
li todos os comentários
e eu considero-me novata
nesta linda sonata
que todos te cantam...
não te vou dizer adeus
um até sempre, agora ou já
unicamente e só sairá...

(sabes que tenho andado sem tempo
no meio de muito movimento
mas nunca te esquecerei
amigo de tanto carinho e alento!!!! Guardo o teu canto ao mar, guardo as palavras nuas e as músicas a adornar e aguardo que um dia quando ao rio apetecer, fará as margens transbordar e de novo o poetaser...e acontecer! OBRIGADA por estares aí...dentro das entranhas andam afectos à solta e precisamos por vezes fazer uma pausa...não tarda nada abraçarei a causa...fico sempre angustiada por não poder passear nesta estrada, sempre que me apetece...mas a vida acontece e disso não se compadece)

Um até já, para sempre com um beijo e abraço sempre presente...
e não te esqueças...se eu ainda por aqui andar, faz o favor de me avisar, quando o rio resolver navegar!!!!
Entretanto navegará a saudade
de tanto que foi partilhado
neste cantinho enamorado!

inté amigo Zé!

Lúcia Leme disse...

Que pena!
Não vá!

Bjus

Rosemildo Sales Furtado disse...

Eu nunca fui muito de acreditar no adeus, isso porque às vezes ele é pronunciado por uma questão de momento e, após algum tempo de reflexão, ele simplesmente deixa de existir. É exatamente isso o que eu espero que aconteça, para que nós da blogosfera, não fiquemos com menos um grande mestre na arte da poesia.

Desejo-te um providencial e merecido descanso e um breve retorno, pois, com certeza, essa ṕe a vontade de todos os teus amigos.

Abraços e que fiques na paz de DEUS.

Furtado.

rosa dourada/ondina azul disse...

Poeta,
Que sejas Feliz em todas as tuas vias:)))

Não gosto de "Adeus", mas sei que existem...
Também eu não ando com muito tempo para me dedicar ao Blog. Tenho tantas outras prioridades...

Deixo-te uma "onda" de Amizade e de Carinho,
Rosa dourada

TITA disse...

Poeta,de facto o 17 de Janeiro é terrível.É uma data de perdas ...Tão infinitos e tão breves somos.Agora que te descobri é que te vais?Não sei que dizer.Mas onde quer que estejas faz o favor de ser feliz também.Dá-nos ao menos um sinal de vida.Obrigado por seres quem és.Levanta o teu chapéu,está lá um beijo meu.Saudades ...do futuro.

Vieira Calado disse...

Vou guardar o seu mail,

mas é com muita pena que o vejo acabar com o blog.

Um forte abraço.

M@ria disse...

A lágrima com o brilho do cristal,
banha o teu rosto, a tua história;
a maior força do bem sobre o mal,
traça as honras da tua vitória...

Oswaldo Genofre

Amor & Paz no seu dia...M@ria

Pitanga Doce disse...

O QUÊ??? ESTA BLOGOSFERA JÁ ANDA CAPENGA E AGORA TU VAIS EMBORA? VOLTA AQUI! Ô POETA VEM CÁ, RAPAZ! OLHA, EU PROMETO QUE MANDO VIR O MARTINHO, AQUI, PRA TE CONVENCER!


PELO MENOS VAI PASSANDO PELA ÁRVORE.

beijinhos Pitangueiros.

helia disse...

Oh Meu Deus, não posso acreditar que não vou ter o prazer de continuar a ler lindos Poemas a que me habituei neste espaço!
Mas como a esperança é a última a morrer , espero que isto não seja um Adeus definitivo e por isso eu despeço-me com um ATÉ SEMPRE !
Felicidades e obrigada pelos agradáveis momentos de Poesia que me proporcionou.

Secreta disse...

Que voltes um dia, se tiveres vontade.
Tudo de bom.
Beijito.

PÉTALA disse...

Poeta
A surpresa da palavra...?
Se calhar era "a Deus"...?
Sim, afinal era a Deus agradeço a inspiração dos momentos...!
Fico feliz com o OVO
Sinal de VIDA e renovação
Espero o tempo da gestação.
Até lá
Aromas de
PÉTALA

Anónimo disse...

Nos comentários à sua desistência, que interpreto como sendo apenas uma pausa para “carregar baterias”, encontrei uma opinião, que de certo modo justifica a minha pouca apetência para o elogio fácil e repetitivo.

“Há muitos blogueiros profissionais no meio, pouco cristalinos e de duvidosa sinceridade, postada nos comentários estereotipados, bem reveladores do principal interesse do blogueiro, ao fazê-lo nos blogues dos outros. Na verdade, apenas mendiga por um comentário em seu blogue!”
Existirão, sem dúvida.
Mas como é que essa coisa se mede?
Será pelo estereótipo da mensagem? Chapa 5 para todos… para não perder tempo?
Se o comentário for mais longo, mais burilado e não repetitivo, será um indício automático que não estamos na presença de um mendigo de comentários para o seu próprio espaço?
Na verdade a questão que se coloca é já muito antiga.
Resume-se nisto:
Se eu encadernar um livro gosto que apreciem o trabalho.
Se fizer uma geleia de marmelo ficarei deliciado com: “isto está uma maravilha”.
Mas quem é que não sente prazer em ouvir um elogio?
Ou que, mesmo sem elogio, lhe comprem o produto do seu trabalho?

Existem muitas razões que justificam, a existência de “blogueiros”, mas creio que em todas elas está presente o desejo de contactar com outras pessoas, seja qual for a motivação. Receber uma visita ou uma resposta, até mesmo alguma crítica acintosa é sinal inequívoco de que fomos escutados.
Afinal porque razão muitas pessoas têm no seu blogue um contador de visitas (hit counter)?

Por essa razão, ao visitar aquele blogue, verifiquei que o contador passou para 785 e voltando subiu para 786 e mais uma vez 787.
O trabalho é valioso. Mereceria uma apreciação.
Não deixei nenhuma nota por temer ser rotulado de mendigo de comentários.
É que eu tenho a mania da perseguição.

Aguardarei o seu regresso, caro “poetaeusou”,
A.M.

d'Alma disse...

Lamento que o "anónimo" que referiu o meu comentário como exemplo para fundamentar algo com pouco fundamento, talvez defendendo um certo tipo de hipocrisia, o tivesse feito a coberto dessa "fraqueza"!...
Lembro-me de "Poetaeusou" pelos Poemas e dedicação ao MAR como Amor eleito e outra tão ou maior dedicação de Amor a um Amor, com certeza maior!... Ficou-me retido na memória esse carácter. Uma outra particularidade que sempre mereceu minha admiração, e espero que continue a merecer, era uma outra educação e atenção para com os seus leitores, só reconhecidos pelos comentários feitos ao seu trabalho que era um dos seus prazeres; a todos respondia, particularmente, o que fazia dele um amigo "especial"! Cada comentário feito por uma pessoa, significava uma pessoa!...
A maior parte dos Poemas de "Poetaeusou", sempre mereceram mais do que um comentário de circunstância obrigatória, pelo que os comentários deveriam demonstrar um pouco mais de respeito pela sensibilidade deste Senhor, no entanto, muitos haviam que cumpriam, apenas o ritual, quase vazio, frio e de certa maneira indiferente!... A” mendicância” do comentário só existe pela existência do mendigo, ainda que haja mendigos que até nesse acto têm uma certa vaidade, demonstrada no respeito pela Obra!
Talvez, isto seja algo de complexo para a sensibilidade de "anónimos", todavia não o é para quem não se esconde atrás de uma qualquer e miserável vassourinha de piaçaba já gasta!
Por outro lado, O caro "POETAEUSOU", não merecia estes "desvios", no seu espaço sagrado!... Assim, lamentando, peço sinceras desculpas ao POETA!
E espero pelo seu novo projecto!...


Questões de Carácter!

OutrosEncantos disse...

Muito bem d'Alma!

Os anónimos são de facto os que mais reclamam de justiças e saberes..., mas sempre de máscara no rosto!
De que se esconderão?!... ;)

Abraço!

Anónimo disse...

Apareci como anónimo para não poder ser acusado de mendicante e logo passo a ser acusado de cobardia?
Sou pessoa que tem por costume assinar o que escreve e responsabilizar-se pelo que diz.
Sou António José Pereira da Mata, e no meu blogue e no blogue dos outros não uso pseudónimos, pelo que qualquer acusação de cobardia me passa ao lado.
Os comentários que aqui tenho feito estão devidamente identificados, só não o tendo sido desta vez pelos motivos que expus.
Parece que fui mal entendido.
Peço desculpa.
António Mata
ajmata20@netcabo.pt
Chega?

retrato disse...

uns que iniciam e outros que terminam, embora eu saiba que ainda irei aprender muito por aqui, neste teu espaço, onde as palavras são a força de um expressar... a beleza da poesia, retrato do teu sentir.

Maria Clara disse...

1º fiquei estupefacta. Depois zangada. Por fim, triste...
Gostei muito de ler os seus poemas e ver as suas fotos.Gostei do seu jeito de responder a quem aqui vem com um toque especial para cada um. Gostei do blog. Habituei-me a vir cá ler ainda que nem sempre comentasse. Vou sentir-lhe a falta. Muito.
Quando voltar, ainda que com outra roupagem, espero que dê um sinal.
Seja feliz e continue a amar todos os sol-pôr que comtemplar.
Mil conchinhas, de estima e admiração
e Sakidila ( obrigada ) pelo privilégio que foi ter conhecido este blog.
O meu kandandu de sempre. Mais que sempre.
Na minha terra quando nos despedimos dizemos, Mungueno, que é como quem diz, até sempre...
A Escolha, é própria dos homens livres.
Seja feliz
uma amiga para o que precisar
clara

Amor feito Poesia disse...

Que Deus enfeite teu dia,
e beije o teu coração.
Para que tudo se acalme,
e tenha um dia de amor,
de esperança no futuro,
e muito calor humano .

Beijos & Flores.......M@ria

Isa disse...

Como vê...volto sempre!
Espero...
Beijo.
isa.

Mariadapaz.com disse...

Poeta que é poeta jamais será esquecido. Seu e-mail foi armazenado aos meus contatos e quando a saudade de suas palavras bater forte, corro e faço contacto. Grande abraço, continue firme.

JB disse...

A cada um de nós cabe decidir (pelo menos aqui na blogosfera ainda somos livres de o fazer...)

Apenas quero dizer que fiquei muito surpreendida e que sentirei muita a falta da sua poesia, pois por aqui o mar trazia sempre histórias para a contar, aromas em forma de sabor e altos voos onde podia voar...

Um poeta não se esquece... e um poeta-amigo fica sempre, para sempre.

Fique bem... Parabéns por estes quatro anos e se voltar, cá o esperarei, sentada numa rocha do mar!

Um grande abraço, envolto nas saudades Em Tons de Azul!:)

Lilá(s) disse...

Voltei, para ter a certeza que era mesmo verdade!!!
Bjs

gaivota disse...

á meu... nã me cansessssssssssssssss
apeteceu-me!!! depois de te ouvir........
loololololllllll
já vôm.............
pilipares

Ana disse...

Lamento ver-te partir! Fazem falta as tuas palavras de (a)mar e as tuas fotos!
Obrigada pela beleza que partilhaste, pela companhia ao longo deste tempo!
Espero que voltes, aqui ou noutro local!
Um beijo com conchinhas ... *

gaivota disse...

num dig' mai'nada...
logo no pavilhão, benfica vs lodi!
torce aí, meu!
pilipares

Fernanda disse...

Amigo querido Poeta das Conchinhas!

Não posso acreditar!
Quem escreve com amor como tu, não se vai embora nunca...
Voltarás.

Fico com o teu e-mail e contigo no coração.
Até breve.
Um abração.

Carmo disse...

Mas que se passa? Estão todos a desistir?!! Mas porquê??

Quem me manda conchinhas e onde vou beber de excelente poesia???

Poeta, não diga adeus, diga antes que vai de férias e volta em breve.

Um beijo, quero dizer um comboio de conchinhas

Até breve, pois recuso um adeus

Carmo

poetaeusou . . . disse...

tossan®
,
amigo,
vamos foliar !
************************
*
Sonhadora
,
amiga
estás em cada
onda do meu mar !
**************************
*
Carminda Pinho
,
amiga,
já tenho saudades !
**************************
*
Multiolhares
,
Luna,
talvez sim, talvez não !
****************************
*
Isa
amiga,
paragem, já é !
srsr,
****************************
*
© Piedade Araújo Sol
,
amiga
poeta sem voz, sou !
*******************************
*
folha seca
,
Amigo,
já sinto, já sinto !
******************************
*
d'Alma
,
meu amigo,
sou um fruto da Encíclica Vaticano II,
que com a Teologia da Libertação, levou
muito tempo a chegar a Portugal !
Aí bebi a tolerância, o respeito pelo
próximo e aprendi o valor da Liberdade
e como só me ofende quem eu quero,
segue o exemplo “ar e vento é meio sustento”
********************************************************
*
Paula Barros
,
amiga
não, não vou fechar o blog,
poderás visitá-lo, sempre
que queiras, talvez um dia
regresse, sinto-me uma gaivota,
que voa sobre o mar, esperando
fazer “aquele golpe de asa” !
*************************************************
*
FlorAlpina
,
amiga,
que seja até sempre !
***********************************************
*
São
,
amiga,
como eu gostaria de te
obedecer, por enquanto não !
*
Filó
,
amiga
não fiques triste,
de quando em vez irei visitar-te,
e sabes como contactar-me !
*
Zélia Guardiano
,
amiga
no próximo Mundial,
vou visitar-te, srsrsr !
****************************************
*
lita duarte
,
amiga,
não podemos dizer nunca,
veremos !
********************************************
*
Fa menor
,
amiga
Eu sou responsável pela minha rosa...
repetiu o principezinho.
,
**********************************************
*
Ana Martins
,
minha amiga,
por ora não, veremos . . .
********************************************
*
Amor feito Poesia
,
M@ria
há pessoas e pessoas !
*****************************************
*
Ana Isabel
,
amiga,
Oxalá (arabisco)
,
************************************

*
gaivota
,
Linda
estavam previstos os quatro
anos e sabes que é o meu
numero da sorte, srsrsrsr.
**********************************************

*
OutrosEncantos
,
amiga
não me batas, srsrsr . . .
,
****************************************
*
OutrosEncantos
,
amiga
não quero que sofras,
envio-te de quando em vez,
poemas e fotos deste mar
que eu amo!
****************************************
*
Desnuda
,
minha amiga
“não é caso para tanto”
porém digo-te, que eu já chorei,
por ter desistido destas “andanças” !
eu darei noticias !
*****************************************
AMIGO(A)S,
o meu muito Obrigado,
Conchinhas, muitas, deixo-lhes !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
amiga
empurrado me sinto,
o livro será uma realidade,
mas não a curto prazo !
*****************************************
*
*
antonio - o implume
,
posso,
um 24 de Abril . . .
srsrsr,
,
***************************************
*
Daniel Costa
,
obrigado,
meu amigo !
,
****************************************
*
Lilá(s)
,
amiga
não me faças
sentir remorsos !
,
*********************************************
*
carmen
,
amiga,
um conselho sensato,
é de pensar !
*************************************
*
Solange
,
amiga,
sim ?
guarda o diário com carinho !
**************************************
*
Baila sem peso
,
amiga,
,
depois de ler-te
os meus sonhos
terão mais cor
é como ver-te
belos, risonhos
expulsando a dor !
,
***************************
*
Lúcia Leme
,
amiga,
bastas vezes temos que
alterar rumos para manter-mos
a estabilidade emocional !
*******************************
*
Rosemildo Sales Furtado
,
Adeus nem sempre é rotura, pode
ser até sempre ou uma mudança
de rota das nossas atitudes !
***********************************************
*
rosa dourada/ondina azul
,
amiga,
existem rotinas viciosas, aos quais
nos sentimos amarradas e estar com
deleite choca com obrigação . . .
****************************************************


*
TITA
,
amiga,
não levanto o meu chapéu,
não quero que o teu beijo fuja !
,
******************************************
*
Vieira Calado
,
mail ?
,
amigo,
já estava previsto acabar !
não sei se vou resistir . . .
********************************************
*
M@ria
,
saúde e paz,
é o essencial !
,
*********************************************
*
Pitanga Doce
,
Eu vou pra Vila
Pro samba do chapéu de palha.
A polícia em toda a zona
Proibiu a batucada
Eu vou pra Vila
Pro samba do chapéu de palha.
Onde a polícia
A policia é camarada.
,
in-Martinho,
,
**********************************************
*
helia
,
minha amiga,
um Adeus nunca é definitivo,
“ não direi que a este mar
não voltarei “
************************************
*
Secreta
,
amiga
sábio o teu desejo !
,
***************************
*
PÉTALA
,
amiga
um mar de odores, fica !
,
*********************************
*
Anónimo (1)
,
amigo
como sou pela livre iniciativa,
e como toda a Gente é Pessoa …
cada um, engendra como quer !
********************************************
*
d'Alma
,
amigo,
como sabe, este espaço
é democrático, vamos respeitar
o dia de nojo, pré eleitoral, tá ?
*******************************************
AMIGO(A)S,
o meu muito Obrigado,
Conchinhas, muitas, deixo-lhes !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
querida amiga,
,
anónimo, nunca serei,
sabe-me a estranheza . . .
incógnito, desconhecido,
misterioso, obscuro . . .
***********************************
*
Anónimo (2)
,
o mesmo que disse ao d’Alma
,
amigo,
como sabe, este espaço
é democrático, vamos respeitar
o dia de nojo, pré eleitoral, tá ?
*******************************************
*
retrato
,
amigo,
adorei o Retrato,
por ti clicado !
,
****************************************
*
Maria Clara
,
amiga
será que mereço,
estes teus sentimentos ?
,
**************************************
*
Amor feito Poesia
,
M@ria
e saúde, muita !
,
****************************************************
*
Isa
,
amiga,
comovido fico !
,
***************************************
*
Mariadapaz.com
,
amiga
Saudade mata a gente
Quis saber o que é
De onde ele vem
Fui até o centro da Terra
E é mais além,
Procurei uma saída
O amor não tem
Estava ficando louco, louco, louco !
******************************************************
*
JB
,
amiga,
irei pedir ás algas que
decoram as rochas, para se
colorarem de Tons de Azul,
para melhor poderes admirar
o Mar !
,
*************************************
*
Lilá(s)
,
amiga,
e verdade será,
digo eu . . .
,
*******************************
*
gaivota
,
vai, vai e vem,
como ilivador !
,
********************************
*
Ana
,
amiga,
companheira desde
a primeira hora, és !
,
********************************
*
gaivota
,
miga,
sete a quatro, mai nada !
,
*********************************
*
Fernanda
,
amiga,
que as conchinhas
nos cubram de Paz e Saúde !
,
*************************************
*
Carmo
,
amiga,
,
Estão todos a desistir?!! Mas porquê ?
Não sabes ?
fomos requisitados para orientar
a Campanha do José Manuel Coelho !
srsrsrsr,
***********************************************
AMIGO(A)S,
o meu muito Obrigado,
Conchinhas, muitas, deixo-lhes !
,
*

Oliva verde disse...

Não pode ser Poeta!
Vamos ter saudades, muitas, muitas!

Talvez, um dia destes, volte a apetecer!
Esperarei!
Beijinhos

Amor feito Poesia disse...

Faça de teu viver uma magia...
Ofereça sempre uma flor,
Não guarde no coração rancor.

Faça de tua Alma vazia
Um ser de grande esplendor...
Em teu coração, cultives o Amor!

(Poeta Dolandmay)

Feliz Domingo e beijos meus! M@ria

Lilazdavioleta disse...

Poeta ,

não . Não acredito no adeus .
Que apeteça descansar sim , para sempre não.

Se o fôr , muito lamento .
Mas não ficará esquecido .

Um beijo ,tendo esperança que até breve,
Maria

gaivota disse...

7-4, um resultado, um jogo muito lindo! gostei, cheio de pica! peauenas coisas que passam despercebidas, mas que ok!!!
a teresa (árbitra) é uma amiga! curto bué a pikena!!!
depois lá, logo se vê, mas sempre vão aliviados...
tá um briol que mata, nem sei quando aí vamos!
mantemo-nos em contacto, sempre
piliparesssssss

Magia da Inês disse...

Querido poeta,
Fiquei triste... muito triste.
Muita paz, saúde e felicidade em todos os seus caminhos.
Beijinhos.
Brasil
✿ܓܓ ♫
°º
•*• ♫° ·.

Maria disse...

Amigo, espero que não seja um adeus definitivo, mas apenas um até breve.
Para si, querido amigo, que possui uma maravilhosa alma de poeta fica aqui o meu obrigado por todos os poemas divinais, que tão gentilmente nos ofereceu.
"A poesia está na alma, como o rouxinol está nos ramos." (Alfred de Musset)
Beijinhos
Maria

Laura disse...

Poeta, o meu blogue já fez 4 anos em Novembro, é algo que me ocupa tempo mas é um tempo que me dá alegria e emoção, logo por vezes também canso, penso em fechar as portas das depois! não, e lá vou indo, alegrando-me nos blogues amigos e continuando a sentir-me ocupada.

Boa sorte para a vida e de quando em quando, anda visitar-nos.

Um apertadinho abraço da lauira

Baby disse...

É difícil aceitar...
a saudade vai ficar
no peito da gente
a morar...

E aqui nesta estrada
iremos caminhando
à espera de te ver voltar!

Um abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
Oliva verde
,
minha amiga,
como povo que sou, sinto:
quem parte leva saudades,
quem fica saudades tem !
,
************************************
*
Amor feito Poesia
,
amiga,
mágicas,
são as tuas escolhas !
,
************************************
*
Lilazdavioleta
,
amiga,
confesso que já me encontro
nostálgico, destas estradas virtuais !
,
*****************************************
*
gaivota
,
linda
vamos passar a eliminatória !
,
*****************************************
*
Magia da Inês
,
amiga
e como diz o poeta,
tristeza não tem fim,
felicidade sim !!!
não estejas triste !
,
***************************************
*
Maria
,
amiga,
ruborizado fiquei,
com as tuas palavras !
,
*****************************************
*
Laura
,
amiga,
já estou arrependido,
da minha decisão !
,
*************************************
*
Baby
,
amiga
saudades tenho,
o que me leva a cantar,
,
Saudade, vai-te embora
Do meu peito tão cansado
Leva para bem longe este meu fado
Ficou
Escrita no vento esta paixão
E à noite o vento é meu irmão
Anda a esquecer a tempestade
Também
Quero olvidar esta saudade
Ai de mim, que não consigo
Volta amor, porque é verdade !
,
********************************************
AMIGO(A)S,
o meu muito Obrigado,
Conchinhas, muitas, deixo-lhes !
,
*

Céci disse...

Olá Amigo Poetaeusou!!

Estás a brincar não é???

É que só podes! Como vai s poder calar a caneta, o caderno, o pensamento??? Vai la descansar, arejar, porque tb é preciso, mas volta!
Tal como eu, estaremos todos os que te lêem assiduamente à tua espera!

AIAIAIA A MINHA VIDA!!!! ((*_~)))

Bjinhos

Até já....

Céci

Lia Noronha disse...

Cheguei mesmo no último dia do seu espaço..não acredito!!Abraços carinhosos

Jacarée disse...

Poetaeusou!
Não pode ser... que será de nós sem a sua poesia?
Adeus,
Despedida
Dolorida
Tristeza estilhaça a a'lma...
Silêncio,
Saudade não vão cessar
SAUDADE da poesia
SAUDADE das saudações
SAUDADE das conchinhas
SAUDADE da marsia
SAUDADE da amizade
SAUDADE do carinho
SAUDADE DA GENTILIZA
SAUDADE do espaço
SAUDADE SAUDADE....
Eternas SAUDADES....
SAÚDE E MUITA PAZ...
Um abraço.

Cildemer disse...

****/\****
**<***>**
***\/\/***


¤*¤*¤*¤*¤*¤*

GarçaReal disse...

É com tristeza que te vejo partir...Foste o primeiro a comentar-me quando em tarde bem distante lá coloquei a medo o meu primeiro poema. Eras o poeta que sempre segui, com quem até compartilhei momentos e sorrisos, tristezas e alegria.
Grande Poeta do amor e do mar...Adeus não te posso dizer, pois isso seria esquecer e tal é impossivel.
Fico ainda por estas bandas...Na esperança de te ver retornar.
Os pilipares mantêm-se
Podes sempre deitares-te no Lago e relaxar.Ele é teu.
Se passares em terras de Viriato lembra-te que por aqui voa uma Garça e que aparecerá.

Sem ser de adeus mas sim especial para ti

bjgrande do Lago

migassareal@gmail.com

Lena disse...

Um beijo Poeta da Nazaré !
A Nazaré tão lindamente a tens pintado das tuas palavras e ilustrado das tuas fotos....
Ficou um vazio na blogosfera, sabias ?

mundo azul disse...

_____________________________


Pois eu lhe digo até logo...

Gosto muito da sua poesia, da sua fotografia... É pena se fores pra não voltar!


Beijos de luz e o meu carinho!


________________________

Je Vois la Vie en Vert disse...

Poeta és e poeta sempre serás.

O mundo precisa de poesia e espero que um dia regressas para partilhar de novo os teus escritos.

Eu nem sei quantos anos tem este meu blog - o primeiro alguém maldoso o apagou - decidi recomeçar e não ponho limite à minha vontade de escrever, de compartilhar, de encontrar novos amigos, de perder alguns, de voltar a encontrá-los porque é assim que vejo a vida, no meio dos outros. Não gosto da solidão e ainda tenho tanto para dizer às pessoas, tenho a minha "caixa de rascunhos" cheia de textos que aguardam um pouco de tempo para os traduzir.

Também te desejo muitas felicidades.

Até...outro dia !

Beijinhos
Verdinha

Mário Rodrigues disse...

Apesar de triste, gosto de te imaginar de brisa nos cabelos, a olhar a imensidão do mar e a sentir pequenas contracções do diafragma em expirações incontroladas. São assim. São involuntárias...

Um longo abraço

Um Momento disse...

Cheguei na hora da despedida...Quatro longos anos em que me deliciaste e a tantas outras pessoas com as tuas lindas e sábias palavras sempre t-ao sentidas e profundas... só tenho a agradecer por teres partilhado connosco tanto de ti...Muito obrigado e se um dia pensares em voltar de certeza que nos voltaremos a encontrar neste belo mundo que é o da Amizade!
Um beijo enorme e milhoes de conchinhas para ti cheias de tudo de MUITO BOM!
Obrigado!!!

(*)

gota de vidro disse...

Deixo apenas tombada uma gota de vidro partida com a tristeza da te ver partir....

Bjitos da gota

Teus poemas no eterno ficarão

Marlene Maravilha disse...

Nao acredito!!!!
Enfim...tudo tem um princípio, um meio e um fim!Assim é a vida!
Que sejas feliz também!
Se precisares da minha humildade, sabes aonde encontra-la!
Com carinho deixo-te,mas nao precisas abandonar-me!
beijo

gaivota disse...

mê'moriiiiiiiiiiii, gostei de te ouviriiii
gosto sempre...
tens razão!!! já tinha percebido, desde sempre...
se for aí no s. brás, vamos às chóriças, nem que seja ao suliii
piliparesssssssss

MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Acho que não devias ir.Um descanso faz bem.Mas esperamos o teu regresso sim?Olha eu pouco ou nada tenho andado por aqui.Tenho tido imenso que fazer e estive constipada.

Mas volta,sim?

Beijinho doce:)

uminuto disse...

não gosto de fins...até breve
um beijo

Duarte disse...

As coisas devem ser
tomadas com calma,
como dite a alma,
em cada momento.
Não quero um adeus,
mas sim um até já,
se descansar desejas.
Aparece com outra cadencia...
para que não te queimes.
Sim!...
para enriquecer-nos.
Faz falta que...
como velas ao vento...
saiam esses versos
que necessito.
Sim...
"Amigo del alma"

Um grande abraço, amigo Zé.

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
amiga,
,
Ai, Ai, não me obrigues !
,
conchinhas
,
*
Lia Noronha
,
olha,
não perdes-te nada !
srsrsrsr,
,
conchinhas,
,
*
Jacarée
,
amigo,
saudoso estou,
o que prova, que quem parte
leva saudades e quem fica
saudades tem !
,
abraço,
,
*
Cildemer
,
amiga,
um inté Nazareno, fica !
,
conchinhas,
,
*
GarçaReal
,
amiga,
as tuas palavras
fazem-me repensar,
o nosso passado virtual, está
incluído na ardósia da memória,
uma frase do meu ultimo post !
saudades tenho, do voo da Garcinha,
alienando os meus sonhos,
nos golpes de asa das Gaivotas . . .
,
pililipares, ficam,
,
*
Lena
,
amiga,
ai Nazaré, Nazaré !
o areal está lindo, e o Sol já
domina o frio, semeando a
Primavera que está ali,
á esquina de uma rocha !
,
conchinhas,
,
*
mundo azul
,
amiga,
então . . .
até logo !
,
conchinhas,
,
*
Je Vois la Vie en Vert
,
Amiga
ou não fosse a vida
um grande poema,
grandioso, abrangente,
da doçura á amargura . . .
,
conchinhas,
,
*
Mário Rodrigues
,
e um mar de perspicácia, és !
hoje aconteceu, cedinho, o Mar
remoinhando o areal, marejava a
amargura da cantata das gaivotas,
pilipando Hinos de Fome, entre
as frotas abatidas . . .
,
um místico abraço, fica !
,
*
Um Momento
,
amiga
foi comum o deleite,
nesta partilha virtual,
entre as margens da Amizade !
já começo a confundir
o Adeus com o até já . . .
,
conchinhas !
*
gota de vidro
,
talvez a tua Cristal Gota,
me obrigue a voltar, srsrsr,
,
conchinhas,
*
Marlene Maravilha
,
a tua humildade !
Marlene
sempre foste Maravilhosa,
obrigado !
,
conchinhas,
*
gaivota
,
á Pariga,
esqueci-me do São Brás
perdi-me no Porto de Abrigo,
a fotar o vai e vem dos Barcos,
não subi o Monte Siano ou Sião !
não foi com medo do Novo Egito
(como escreve sem C a RTP )
“ são tão inteligentes e neutros
aqueles arrogantes menino(a)s
com o nosso Dinheiro, claro “
escorreu-me mesmo da tola, srsrsr.
mas, vou escalá-lo este Mês !
,
pilipares !
*
MEU DOCE AMOR
,
Amiga,
sonha Mar, pensa Mar,
e os vírus emigrarão . . .
como fazem os Jovens !
srsrsr,
,
conchinhas,
*
uminuto
,
tens razão !
deixo, até um dia !
,
conchinhas,
*
*
Duarte
,
Meu amigo del alma,
,
tenho que seguir
o meu estado d’Alma
no vento
e na calma !
,
un fuerte abrazo
*

Baila sem peso disse...

Passei na pressa que me leva
mas quiz saber se tinhas voltado
e encontrei o espacinho ainda parado...
deixo um beijo e um carinho
um desejo do domingo com solinho
e saio sem fazer ondas
bem de mansinho...

até outro dia, meu amiguinho :)

MEU DOCE AMOR disse...

Estou à espera da tua visita

Beijinho doce

João52 disse...

linda poesia,

Saudações poéticas

mariam disse...

Poeta,

... embora dê ideia que faço parte "daqueles que ficaram pelo caminho.." não o é, continuei a visitar as palavras deste seu mar, bem como os blogs de outros amigos(as) do 'blogobairro', que estimo, mesmo sem deixar coment ...
Acho a que todos dá por vezes vontade, de ter momentos de recolha e reflexão, espero que volte, neste ou noutro 'formato' ... sempre criativo... e, que no hiato, se sinta bem.

um sorriso :)
mariam

mariam disse...

".. Acho que a todos..." :)

AFRICA EM POESIA disse...

DANIEL
Foi com tristeza que vi...
Volta quando puderes
Um beijo

mulher lua disse...

Fónix! Mas que vem a ser isto???
Ó poeta nazareno, a gente sabe que um projecto tem princípio, meio e um fim, mas depois, há que mantê-lo de pé e para isso é necessário a manutenção... quanto mais não seja, uma vez por mês... ah ah ah

Veijios mensais, ok?

R.G. disse...

Aguardo o próximo projecto...

Beijo perdido

Canduxa disse...

Oh poeta,
vim hoje visitar-te e encontrei o poema da tua despedida....
apesar de nos últimos tempos não ser tão assídua, contratempos da vida, adorava aqui vir e ler-te.
Desejo-te um mar de coisas boas, de muito amor e encontros.
A tua poesia é linda..és um grande poeta.
Parabéns!

beijinhos de luz do mundo colorido

canduxa

gaivota disse...

o mar já tá na estrada???
tá a partir pedra...
e nã vejo nada!
depois falames!
piliparessssssss

tulipa disse...

GOODBYE MY LOVE
GOODBYE
de
Demis Roussos
Bela a escolha de música para nos dizer ADEUS.

Mas a tristeza no meu coração diz-me que preferia não ouvir a música nesta condição.
Vou ter muitas saudades.
Beijo eterno.

Manuel Estrada disse...

Poeta
Sempre li , em silêncio, estes seus gritos de alma, este seus belos encontros com as palavras .
Nunca me manifestei.
Hoje digo-lhe.Está proibido de abandonar este seu cantinho .Principalmente porque, mesmo no fim, aqui nos quis deixar talvez um dos seus mais belos poemas/mensagem.

Permita-me um abraço

Luis disse...

Meu Bom e Estimado Amigo,
Mais um a dizer-lhe que inicie um novo ciclo pois aceito por bem que esteja cansado deste que vinha tendo, que nós não o estávamos!
Não só não lhe digo Adeus como o espero ver noutro blogue com novas roupagens. Estarei certo? Espero bem que sim!!!
Um abraço muito fortte e até breve.

gaivota disse...

ATÃO!?!?!?!?!?!?
daqui da neve, muito sol, muita neve, calor e frio...
piliparessssssssssss

Duarte disse...

Amigo Zé, dói e entristece o silencio da tua ausência. Mas sê fiel a ti mesmo, já que é o mais importante.
Boa saúde e um abraço de grande amizade

GarçaReal disse...

Passei....
Espreitei......
Esperança deixei....

bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
amiga,
,
Continuo no espaço,
sideralando
na espera de amarar,
no mar . . . do meu retorno !
bjis,
*
*
MEU DOCE AMOR
,
irei amiga,
nesta travessia do deserto,
estou a entrar
na Duna por conquistar
e homenagear
os meus avoengos Fenícios !
,
açucaradas conchinhas,
ficam .
*
*
João52
,
marés de poesia,
deixo,
*
*
mariam
,
voltarei amiga,
nas marés de pólen
que se avizinham !
gosto de sentir o pólen
contrapondo ás maresias !
,
ondas de carinho, ficam !
*
*
AFRICA EM POESIA
,
Amiga
chama-me Zé ! srsrsr
,
conchinhas
*
*
mulher lua
,
Linda,
com esta friagem
talvez uma vez por ano . . .
Já cantava o Zeca,
,
Inverno bato o queixo
Sem mantas na manhã fria
No Inverno bato o queixo
Qualquer dia
Qualquer diiiia !
,
jino,
*
*
R.G.
,
talvez,
com o rebentar da folha !
,
bji.
*
*
Canduxa
,
será que mereço
as tuas palavras ?
,
conchinhas, ficam .
*
*
gaivota
,
o mar,
parece o Khadafi !
,
pilipares,
*
*
tulipa
,
linda
talvez retorne !
,
bjis.
*
*
Manuel Estrada
,
e se eu obedecer ?
,
abraço.
*
*
Luis
,
meu amigo,
estou sempre pronto,
como bom Artilheiro Anti-Aéreo,
que fui ! srsrsrsr.
,
abraço,
*
*
gaivota
,
ATÃO!?!?!?!?!?!?
Foi um Pastor, sabias ?~
,
pilipis.
*
*
Duarte
,
Meu amigo,
apenas espero a senha certa,
do meu imaginário,
que assim reza !
,
já chegou a primavera,
já a esperança nos espera,
nasce uma flor,
e mais outra e outra por fim,
toda a terra se cobre de cor
mais parecendo um jardiiiiiim,
srsrsr.
,
abraço
*
*
GarçaReal
,
amiga,
hibernando estou,
esperando as brisas de pólen,
e das pétalas debruando o caminho,
do retorno, aos meus sonhos !
,
pilipares, muitos !

utopia das palavras disse...

Vim matar a saudade e...fiquei triste!
Poeta, foste um companheiro de três anos,partilhámos tanto...tanto mar! E agora?

Tu saberás, mas eu tenho esperança de um dia encontrar por aqui as tuas "conchinhas"!

Beijo Grande

Era uma vez um Girassol disse...

Amigo Poeta, não acredito num adeus definitivo, por isso aguardarei o regresso...

O meu espaço também já conta mais de cinco anos e para ser franca já tive a tentação de te imitar. Mas ainda não encontrei coragem!

De qualquer modo e apesar de não ser uma frequentadora assídua, agradeço a partilha de tantos poemas originais e imagens tocantes e belas.
Sempre o mar...e a sua força!

Um grande abraço e a certeza de que fui pelo menos uma das "madrinhas" deste blogue, acreditando que o "Poeta eu sou" seria um sucesso!!!! Acertei ou não????

Beijinho da flor

Beijinho da flor

São disse...

Venho deixar-te um abraço cheio de saudades, meu poeta.

AFRICA EM POESIA disse...

Senti a tua falta

vim deixarv um beijinho e encontrei saudade
Um beijo
e...


POESIA


A poesia
É magia
Magia linda
Sem idade...
Sem rosto...
Sem cor...

E todos os dias...
O poeta pode olhar...
Pode ver à sua volta...
E fazer dum pequeno nada...
Um mundo diferente...

E fá-lo muitas vezes...
Com loucura...
Porque o poeta...
Põe no papel o melhor de si...
Escreve... sonha... e faz magia...

E pobre daquele...
Que não põe poesia
Naquilo que faz...
E que nem sequer...
Consegue sonhar!...


LILI LARANJO

Ana Paula disse...

Quem sou eu para te pedir para voltares?

Fiquei muito surpreendida quando pesquisava uma poesia que fosse da tua autoria para colocar numa fotografia minha no OLHARES e vim ter aqui a esta mensagem que me deixou sem palavras.

Tenho andado afastada da Blogosfera já há muitos meses por motivos alheios à minha vontade, mas continuo a fazer uns registos fotográficos porque gosto muito e necessito de estar em contacto com a natureza.

A vida é feita de ETAPAS e tu se tomaste esta iniciativa estás no teu direito de encerrar este esaço maravilhoso que fez parte de uma etapa da tua vida, no entanto tenho a certeza que já surgiram outras, tão especiais como esta ou mais ainda!...

Acho que ficou aqui um trabalho maravilhoso que foi e será muito apreciado por todos os que o visitem!

Encerraste com uma magnífica mensagem e eu que não sou nadinha "lamechas" fiquei um "tadito" emocionada, porque não estava à espera amigo POETA.

Fica bem amigo aproveita a vida e faz o que te apetecer e um dia que venhas a Aveiro e quiseres dar uma voltinha de Moliceiro (num dia quentinho claro) eu quero ser a tua guia, ah e pelo caminho até podes escrever uns versos eu levo a folha de papel e a caneta:-)

Fica aqui o meu e-mail eu vou adicionar o teu sim?:-)
aplourenco53@gmail.com

Beijinhos,

Paula Lourenço

Ana Paula disse...

http://olhares.aeiou.pt/para_ti_poeta_foto4445413.html

É teu este amor-perfeito que deixei no OLHARES, espero que gostes.:-)

Deixo-te o meu sorriso:-) e mil beijinhos.

neli araujo disse...

Poeta das Conchinhas....

Achei que irias voltar...

Um dia, quem sabe...

Também eu, já esgotei meu tempo nos blogs...vez ou outra deixo um recadinho aos meus queridos.

Fica bem, Poeta amigo!

conchinhas deixo
*
,
*
,
Neli

GarçaReal disse...

Em rasante voo , com a lágrima tombando, deixo caír votos de bom carnaval, esperançada que em breve possa levar a rima do teu poemar.

Em pilipares carnavalescos deixo

bjgrande do Lago

Paula Raposo disse...

Num outro plano nos reencontraremos! Até...

Maria disse...

Tu, poeta que és, jamais dexarás de ser.
Enquanto viver teu ser/
em ti e em nós,
tua poesia há de viver.

Tomara mude de idéia pois, fará muita falta por aqui.Sentiremos saudades.

Voltei apostar e espero-te por lá.
Beijos no coração.

Alice disse...

Tudo de bom para ti, Poeta...
Volta sempre... da forma que quiseres...

Fica bem...

Papoila disse...

Um Homem como tu estará sempre presente ...nas palavras escritas e no desejo de um dia as voltares a escrever.

Um até já

Fabricante de Sonhos disse...

Ahhhhhhhhhh não!!!!!
Voltaaaaa!

Um beijo mágico e uma ótima semana.

Milla Borges
Twitter: @millaborges

gaivota disse...

deixo-te um beijinhooooooooooo
fugidio!!!
ninguém te vê á ó
x'andar, x'star, x'ozir!!!
dá à costa, meu!
pilipareesss

Jacque disse...

ahhhhhhhhhhh agora essa..... Eu numa depressão... vim aqui fazer um convite e vejo isso ?
Fa outro Blog, com oisas diferentes... Hoje é o dia do Blogueiro...
Vim convidar pra ver meu vídeo Blog SENTIMENTOS
http://sentimentos-jacque.blogspot.com/

Beijo

José Marinho disse...

Tenho pena, mas respeito. Muita saúde e alegria. Abraço.

Mário Relvas disse...

Com um abraço; desculpem mas tenho que dizer isto:

DEFICIÊNCIA IGNORADA NOS "CENSOS 2011"...

Não podia deixar de vir aqui denunciar mais uma situação que é incompreensível. Nos questionários que nos foram entregues para preenchimento de dados relativos aos “Censos de 2011”, muitas são as perguntas, mas nem uma única alínea para se perguntar se algum dos portugueses tem deficiência, muito menos qual o seu tipo. Assim se perde a grande oportunidade de se fazer um censo sobre os cidadãos diferentes de Portugal e qual a especificidade da sua diferença. Mais uma vez estes cidadãos são ignorados…

Mário Relvas

Enigma disse...

Eu vou escrever um sentimento, um sentimento angustiado, um sentimento abandonado. Que seja breve o tempo da partida. Que esse nunca mais, seja até logo, volto já! Saudades...

gota de vidro disse...

Passei....

Deixo um beijo em forma de gota e pilipado.

Continuo a aguardar teu regreso....Fazes falta

bjitos da gota

Pó de Estrela disse...

Poeta da minha alma, passei e fiquei admirada. Estou afastada da blogosfera há muito tempo, porque a minha poeira de estrelar não tem tido nada, portanto não espalho o que não tenho. Voltei ontem ao meu blog, numa de saudosismo, tentando encontrar nas minhas palavras lançadas ao vento da blogosfera, alguma coisa que me prendesse à vida. Hoje, vim visitar os cantinhos que me afagam a alma e encontrei esta tua mensagem... Não vou dizer que vou sentir a tua falta, porque desde há muito tempo que fazes parte dos meus pensamentos diários e vou dizer-te porquê. A minha neta Inês passa a grande maioria dos dias comigo, desde que nasceu há 2 anos, mais ou menos o tempo que te conheço a ti. Uma das canções que lhe canto para adormecer é " O mar enrola na areia" numa versão delicodoce daqui desta tua amiga. Assim que começo a cantar vem-me logo à memória o som das tuas poesias e invariávelmente dou-lhe um beijo e digo: -" Dorme com os anjos doce conchinha"... é o teu encanto que perdura no meu coração tão sofrido e na minha alma tão amargurada e tu meu amigo, estás e estarás sempre, porque soubeste pousar em mim o teu encanto que tempo nenhum apagará.
Doces conchinhas te deixo, embrulhada em papel com restinhos de Pó de Estrela que só as Estrelas muito especiais são capazes de desembrulhar. Até sempre meu poeta de conchas e de mar.

Baila sem peso disse...

Não estou enganada pois não?
Hoje foi dia e é noite
de um bebé com doce coração
chorar e rir de emoção
Hoje é mais tempo a passar
de um outro que fez sonhar
em tempos de louca poesia
que já Primaveras movia
Hoje é dia de dar carinho
de tocar música baixinho
dizer ao mar para acordar
e o poeta em si mergulhar
trazendo novas conchinhas
do seu deambular...
Hoje é dia de aqui chegar
e dizer com todo o jeito
com o carinho do meu peito:
Poeta, sê feliz a teu jeito
e leva o dia e a noite a preceito!!!
Um beijo e abraço, amizade saudosa
nesta noite de estrelinha escondida
mas muito, muito sentida
Que o teu mar te possa beijar
e a ternura do seu ar salgado
enfeite um sorriso no teu rosto
pintando lindo quadro, a teu gosto
com todo o teu ser amado!

(Sempre com amizade
ainda que muito distante
destas lides bloguistas
não esqueço a poesia ondelante
que me deixa tanta saudade - Parabéns, sem mais poréns...) :D

gaivota disse...

parabéns... foi ontem, à viva!
e é assim!!! a coisa de facto está pouco bem... vou ter que fazer mais consultas e exames clínicos, coisa de "velhos"!!!!! gostei de ter falado/de te ter ouvido ontem, mesmo de volta sopinha de nabiças que eu tanto gosto! já sabes quando fôr por aí, vamos ao slavo!!!
piliparessssssssssss

Ana Martins disse...

Feliz Páscoa poeta!

Beijinho,
Ana Martins

João Ludugero disse...

Visite meu blog. Se gostar, me siga. Eu gostei daqui, já estou dentro teseguindo. Felicidades.
Hiper abraço,
João
www.ludugero.blogspot.com

OutrosEncantos disse...

há meses que eu não passava por aqui, mas sempre me lembro de ti.
vim deixar-te um beijo e aproveito o momento para dizer-te que entendeste mal o recado que deixei a propósito dos anónimos...
é evidente que não me referia a tí, não é querido Amigo?!
conheço-te como pessoa frontal e de bem. e mesmo que assim pensasse jamais usaria o teu espaço aberto para o dizer.
lembro-me de ti, sim, e tenho saudades dos teus mimos.
deixo meu beijo numa conchinha e meu abraço no teu pescoço :)))
espero que estejas bem, Poeta.

Parapeito disse...

raramente uso a palavra adeus...
um até logo...até amanhã...até á proxima...
As vezes que por cá passei fui sempre com o coraçao feito conchinhas
Até
brisas doces ficam á espera**

Chinha disse...

Bj

Chinha

GarçaReal disse...

Vim espreitar....

Saudades do poeta do mar e do amor!



bjgrande do Lago

JuniorPoltergeist disse...

Gostei muito de seu espaço, espero que goste do meu, da uma passadinha lá se tiver um tempinho, pretendo voltar mais vezes aqui. abraç

PS: estou lhe seguindo.

Nina Pilar disse...

sensacional.adorei
abraços

Vinicius.C disse...

Bom dia Poeta!

Gosto da palavra escrita- gosto do marrom que fica por cima, gosto do amarelado, do amassado, de um gosto de passado.

Gosto de lembrar a fotografia em uma frase dita.

Adorei seu blog!

Quero convida-lo a conhecer o Alma do Poeta- meu blog!

Um forte abraço!

Magia da Inês disse...

ჱܓ
。°✿Olá,amigo!

Passei apenas para lhe dizer

Boa noite!!!

✿•˚。
° 。✿ °° 。Beijinhos.
✿ °° 。Brasil

AFRICA EM POESIA disse...

SAUDADES

Magia da Inês disse...

Amigo, passei para deixar um abraço...
Beijinhos carinhosos.
Brasil
♥ •˚。
°° 。♥。
●/ ♥•˚。˚
/▌
/ \ 。˚。♥

Secreta disse...

Passei por cá na esperança que tivesses voltado...
Um beijito.

Sandra disse...

Até mesmo.
É com muito carinho que venho compartilhar e agradecer o seu carinho e sua amizade.

AMIGOS merecem aplausos, por isso venho lhe aplaudir com muito carinho. Pois os aplausos traduzem, afeto, aceitação e aprovação e além de tudo aconchego.

Desejo a você amigo (a) um dia muito especial..

Que a telinha Virtual possa levar até você o calor um aperto de mão muito carinhoso e abraço afetuoso pelo nosso DIA: DIA DO AMIGO...
venha confeir e buscar o seu carinho.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/

ser amigo é ter no CORAÇÃO a preciosidade de se ter uma grande Amizade.
Tua Amizade é o meu melhor PRESENTE.
AMIGOS SÃO PÉROLAS, É TUDO É SER ESPECIAL...
Muito Obrigada pela sua companhia.
Carinhosamente,
Sandra

São disse...

ABRAÇO COM MUITAAAAAAA SAUDADE

carmen disse...

Poetaés:

Eu fiz um poema pensando em você...

Espero que goste.
Aqui vai:

Ser poeta


O poeta é forjado
no amor e na dor
Cresce, amadurece
durante toda a sua vida,

E tal qual um bom vinho
amassado no vinhedo,
quanto mais curtido, melhor,
mais saboroso se torna.

Ser poeta é uma escolha
É desfiar os sentimentos...
Um mal de amor, uma conquista
Talvez seja até... uma grande sina

( by Carmen, a Musa)

helia disse...

Já passaram tantos meses...E o Poeta não voltou!

São disse...

Gostaria de saber a tua opinião acerca dos meus trabalhos fotográficos, rrss

Um saudoso beijo, amigo meu

GarçaReal disse...

Sempre à espera......


bjgrande do Lago

Solange disse...

matando a saudade...

bjs.Sol

Duarte disse...

Zé, o meu desejo mais sincero é que estejas bem e com saudades de voltar...
Encontrei-te no Brasil em São Paulo, na casa da Lita, mas nem me reconheceste!...
Não penses tanto!...
Aquele abraço, como sempre. de amigo.

poetaeusou . . . disse...

*
Meu grande Amigo,
a minha ausencia estava prevista,
mas esta da Zita é de mestre ...
Não, não fui ao Brasil, logo não
era eu, ou foi uma jogada subtil
de me obrigares a voltar aqui ???
Esperava ir visitar-te a Valencia,
mas cancelei a minha ida num
Cruzeiro da Pullmantur, a razão ?
mal de amor, como diria o Poeta ...
Olha, estou numa de Brasil, a
velha canção (Quem eu quero não me
quer ...Quem me quer, mandei embora ! ) é a vida !!!

Amigo, aquele Abraço, Puro e Fraterno, deixo-te, aqui !!!
*

Duarte disse...

Zé, grande amigo, sabes que comigo não tens que disfarçar e não mudes o nome à rapariga... também gosto dela, é certo, mas deixo-te o campo livre... não quero que te zangues por coisas de amores.

O que fizeres está bem feito, até te dei um tempo prudente de descanso para que te reponhas. Como não apareceste por aqui e não pude ir por aí... não nos vimos. Por aqui podes aparecer quando quiseres, casa tens, como já sabes.

Aquele grande abraço... de amigo

São disse...

Ainda não perdi a esperança do teu regresso!!!!

Saudoso abraço, meu querido amigo.

Maria disse...

Ah!!! não sei se anda passa por aqui, meu querido poeta. Mas,hoje senti muita saudade e passei pra lhe confessar da falta que sinto de ler teus versos.
Aqui, a gente faz amigos que vão e deixam sempre um gostinho de " quero ler-te sempre" E... tu, poeta que és, será eterno em nós.
Beijos no coração

nacasadorau disse...

Olá amigo Poeta!

Vi-te nos Alpes e senti saudades.

Beijo grande.

São disse...

FESTAS ALEGRES, NATAL DE AMOR E PAZ E UM 2012 MAIS FELIZ DO QUE 2011, MEU QUERIDO AMIGO!

APERTADO E SAUDOSO ABRAÇO.