setembro 14, 2010

................................... troncos escorados




no farol do tempo
o luzeiro dos verbos
entronca palavras
nas braçadas da vida,
troncos escorados
entrançando aprumos
reflectem esculturas
trespassando os lagos,
são espelhos flutuantes
telas enrodilhadas
de verdejantes cores,
belezas cantantes
cores espalhadas
pincelando amores !
poema e fotos:poetaeusou

66 comentários:

Amor feito Poesia disse...

Eu quero um punhado de estrela madura
Eu quero a doçura do verbo viver.

(Caio F. Abreu)

Saudações Poéticas!! M@ria

FlorAlpina disse...

Olá Poeta que é,

São espelhos reflectindo emaranhados de sentimentos...
Com pinceladas de vida na sombra do farol poema...

Bjs dos Alpes

© Piedade Araújo Sol disse...

o poema está muito bom, e as fotos que o ilustram também.

um beij POeta

Isa disse...

Bom dia,Poeta Amigo e querido!
Nós somos esses troncos, q pela vida vão sofrendo as marcas boas e más.
As "escoras" protegem-nos e apoiam na "caminhada".
O Amor e a Amizade ladeiam-nos!
Divaguei? Ñ sei.Foi isto que tirei dos seus versos.
Beijo.
isa.

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Poema simples e belo que legenda muitíssimo bem as duas fotografias que se assemelham na luz que jorram.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 14/09/2010

Filó disse...

A vida pincelada de cores verdejantes, no lago espelhada.
Troncos escorados pelo amor e a amizade...( os afectos)só assim são possíveis os aprumos...
Poeta, magníficas fotos e lindo poema.

Beijinho amigo

OutrosEncantos disse...

... troncos escorados..., a mesma raíz!

Amei esse poema! Lindo!
As imagens, belissimas, de um poema muito sentido!

Beijo, Poeta.

maria teresa disse...

O luzeiro dos verbos, por vezes, confunde-me e troca as voltas ao meu pensamento, emaranha-me sentimentos e restam imagens distorcidas nos espelhos da vida.
Abracinho

Anónimo disse...

Olá, "Poetaeusou"
À porta "escancarada"
Mas sem entrar,(reservada)
De novo aqui estou.
Que dizer da fotografia?
Da beleza da Natureza
E a sensibilidade de quem a captou!?
E das palavras dessa poesia?
Tão dispersa e tão emaranhada
Tão cheia de subtileza....
Quem dera....
Maria Lx.
2010/09/14

Duarte disse...

Com os verbos viver e amar,
se ambos se dão a mão!
acabamos por desestimar
a nunca desejada solidão.


Abraços, amigo Zé

poetaeusou . . . disse...

*
MEUS AMIGO(A)S, PEÇO
DESCULPA DE NÃO OS TER
VISITADO ULTIMAMENTE
AMANHÃ RECOMEÇAREI !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
estrelas maduras,
gostei,
,
brisas floristas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
amiga
a vida é um bem-haja,
e por o ser é alegria e dor !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
como te agradeço . . .
,
um mar de estima,
fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
não divagaste, não,
arquitectaste um belo poema,
com as tuas palavras,
parabéns !
,
um mar de carinho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jorge Manuel Brasil Mesquita
,
é notória a perspicácia !
,
quando gosto das fotos,
que eu click, engendro
invento um conjunto de
palavras, sem qualquer tipo
de pretensão, muitas das
vezes com um pouco de
rebeldia, mostrando um
“poetaeusou”(. . .), com
reticências !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga,
,
afectos,
são
gotículas de perfume,
são
orvalhos da manhã,
são lágrimas
de quem não os tem !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
raízes consolidadas,
são vivências betumadas !
,
marés de carinho,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
é,
há espelhos de água,
que são enleios,
visões embriagantes,
e como as marés da vida,
vão e vêm !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MARIA
,
amiga,
aqui não há reservas,
é um ponto de encontro plebeu,
em que as amiga(o)s , são
condes e duquesas, príncipes
e princesas, e Charles e Camilas,
e a Rainha da Inglaterra, como
disse o nosso desprocurador !
,
srsrsrsr, não faças caso,
que é de nascença !
,
marés de estima,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
solidão como tu lavras,
a seara da melancolia
quero surfar a poesia
semeada de palavras !
,
abraço,
,
*

Andradarte disse...

Belas ..belas....
As fotos e as palavras...
Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte,
,
grato, grato,
,
fico,
,
abraço,
,
*

OutrosEncantos disse...

Poeta, este teu video está tão perfeito...
É como um hino!
Aviso que vou tentar roubar-to ;-), antes que o leves e eu já não possa voltar a ouvi-lo... rsrsrs...***

SAM disse...

Querido poeta,

" Troncos escorados" em versos lindos!

Beijos com carinho.

FERNANDINHA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO ZÉ, QUEM É VIVO SEMPRE APARECE... LINDAS AS TUAS FOTOS E O MAGNÍFICO POEMA... ADOREI AMIGO... UMA NOITE FELIZ...ABRAÇOS DE MUITO CARINHO,
FERNANDINHA

Baby disse...

Encantou-me este poema verdejante, onde as palavras se entrelaçam nos troncos e as esculturas refletem a natureza viva e os lagos são espelhos e a poesia é a mãe que lhe dá a forma, a cor e beleza.
Parabéns, Poeta.

Um abraço.

antonio - o implume disse...

Gostei da sonoridade deste poema, canta-se ao lê-lo.

poetaeusou . . . disse...

*
MEUS AMIGO(A)S, PEÇO
DESCULPA DE NÃO OS TER
VISITADO ULTIMAMENTE
RECOMEÇAREI HOJE !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
rouba amiga, rouba,
além de estar na moda
o Kitaro, até gosta !
,
uum jino
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
amiga,
vamos estacar a beleza !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDINHA & POEMAS
,
amiga,
tenho passado pelos teus
domínios, e têm estado parados !
problemas ?
,
um jino,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baby
,
a poesia é a difusão,
do que vemos e pensamos !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio – o implume
,
e cantando espalharemos . . .
,
saudações,
,
*

Fa menor disse...

Troncos e água
e farol
sejam sempre os teus dizeres!

Bjins

Amor feito Poesia disse...

Vem do mar esse gosto de poesia
trazido pelo vento nas areias
a embalar a clara luz do dia...

£uma

Beijos poéticos neste dia! M@ria

Mar Arável disse...

Belo poeta

segredo disse...

Sao reflexos da vida...

Beijinho de lua*.*

Lilá(s) disse...

Lindissimas as imagens para um poema tão sentido.
Bjs

Ana Luar disse...

Pincelei de cor todos os meus sentidos e saio devagarinho luminosa com tamanhos sentires.

sérgio figueiredo disse...

As fotos tudo dizem. As palavras enriquecem a beleza da natureza e, convidam ao sentimento do amor neste emaranhado de desejos que se querem vivos.

Um Abraço

Ana Isabel disse...

Palavras com sentido poético e não só..

Excelente a poesia e as fotografias..como sempre.


Abraço

Ana Isabel

Insana disse...

Lindo poela, como sempre..

bjs
Insana

Lua Nova disse...

Imagens e palavras... esse emaranhado nas mãos de um poeta, só pode virar poesia...
Beijokas.

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
e as tuas palavras,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
amiga
deixa-me embalar o mar !
,
brisas serenas,
,
*

Multiolhares disse...

rios de vida onde resvalam pensamentos reflectidos nos troncos firmes das árvores que sempre morrem de pé
beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Mar Arável
,
grato fico,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
a viva, dualidade,
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
ruborizado, fiquei !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Luar
,
surpreso fiquei,
que saudades tinha !
,
um mar de carinho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sérgio figueiredo
,
surrealistas,
as tuas palavras,
obrigado,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
agradecimento eterno,
deixo,
,
marés de estima,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Insana
,
amiga,
,
as fotos,
dão-me inspiração !
,
conchinhas,
,
*

RECANTO DA POESIA disse...

Todos os dias são dias de primavera
Perfume carregado de saudades
Saudades de minhas quimeras!

M@ria

Beijos perfumados na alma! M@ria

poetaeusou . . . disse...

*
Lua Nova
,
emaranho,
os meus poemas,
nas fases de Lua Nova !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
braçadas eternas,
na arvore da vida !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RECANTO DA POESIA
,
quimeras,
são perfumes invisíveis !
,
conchinhas
,
*

gaivota disse...

acho que conheço este tronco... estas águas de um lindo lago que foi cenário da minha meninice e do meu crescimento...
e com algumas escoras...
assim nos "espelhamos"!
pilipares

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
e o Luzeiro ?
ã entrada do Jardim ?
olha, fui ás compras e
ás cavacas, lá se foi o
dinheiro do mês de Agosto !
srsrsr !!!
o Parque está arranjadinho,
tens um grande Presidente !
,
pilipares,
,

GarçaReal disse...

A beleza dos troncos refletidos nas águas transmitema à natuteza a beleza e são abrilhantados por cores luxuriantes.

As fotos lindas e a música bela como se escorresse ao longo dos troncos.

Pilipares refletidos

Bjgrande do Lago

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Lago
bruxuleando as palavras,
águas entroncadas,
nos sorrisos do olhar !
,
ecoados pilipares
na magia do teu lago !
,
conchinhas,
,
*

Baila sem peso disse...

troncos escorados pela vida
aprumos sugerindo esculturas
em espelhos que não refletem
a febre das mágoas em guarida
e o riso, o pranto de figuras
que os amores tanto carecem...

as tuas palavras são belas
nesse verde flutuando
cores cinderelas :)

(cá vim mais um tempinho...
na minha aparente calmaria
mas em grande correria
porque à minha janela
o farol do tempo
anda um pouquito apagado
e eu com pouco alento...
fruto do tempo...
e da minha romaria
pela vida corrida
e demais sentida...

não, nada de mal, não...
é só afazeres que requerem
mais dedicação!...
e o amigo Outono, pois então...):)

entre o rio estranho abaixo e o solto pulsares acima
fico enternecida com a beleza da imagem e o som que com ela rima!

e jinhos pelo teu carinho
que sempre levas ao meu cantinho!

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
raízes criadora de troncos
receptáculos de úteis ramadas
verdejantes braças frondosas
sombras caindo em mantos de amor
doces, espantadas, intimas,
convulsas explosões ardentes
feitas febres senis de mútuo desejo
desprendidas folhas caindo no lago
recordações ausentes, quebradas,
letárgica saudade, suplicando rituais !
,
é pá, estou no sério !
,
conchinhas de ar e vento,
que são meio sustento !!!
,
*

Parapeito disse...

clics mágicos...envoltos em palavras que nos tocam..
belos momentos*****

poetaeusou . . . disse...

*
Parapeito,
,
instantes,
da beleza que me insere,
,
conchinhas
*