setembro 16, 2010

...................................... solto pulsares



sopro sorrisos
nos olhos do sol caindo
labaredas de estio
nas tardes dos velhos sonhos,
solto pulsares
nas veias que se dilatam
correntes de puro mel
adocicando o sol-pôr,
sou o termómetro
o mercúrio palpitado
febre resplandecente
madrugando latejares
nas eufóricas alvoradas !
poema e fotos:poetaeusou

60 comentários:

Baila sem peso disse...

e os teus sopros chegaram até aqui
adocicados pelo mel puro da veia
e o sol-pôr que me sorri
vibrando de febre tão cheia
trás nas alvoradas
latejares de sonhos pueris...

muito bonito este teu canto
que todo ele é puro encanto!

meu bailado solto levemente...
um beijinho entregue suavemente...

FlorAlpina disse...

Olá Poeta que é,

Fiquei sem pulso de palavras...
Fraquinha a desfaleçer...

Sem rumo...rumo á alvorada...
Tentando encontrar a palavra nas veias....
voltarei depois se a encontrar...

Bjs dos Alpes

Agulheta disse...

Amigo Poeta!Sem dúvida um bailado de tons de sol e reflexos de mar,onde as palavras sempre me tocam porque são lindas.
Obrigado pelas palavras no blog,e acredito que é bom ter amigos,se eles forem verdadeiros,quando são falsos como "judas" os devemos ignorar.
Beijinho fique bem.

maria teresa disse...

Como adoro as eufóricas alvoradas, sobras de uma febre ardente que me tomou durante a madrugada e me acalmou com o mel adocicado que me correu nas veias latejantes...

gota de vidro disse...

Com fotos destas quem não sente pulsares em amanheceres e sonhos em entardeceres?

Tudo belo , tudo envolvente

Bjitos da gota

antonio - o implume disse...

Não teremos vivido a vida sem essa experiência de um sol caindo, minguando-se no nosso olhar.

Filó disse...

Sopros incandescentes,
Com sorrisos de mel
Adocicado por-do-sol
Sonhos pulsantes nas alvoradas resplandescentes...
Poeta, aqui o coração tem mesmo que pulsar, com este poema doce com palavras de mel e o colorido das cores do fogo...o magnífico Por-do Sol!
LINDAS Fotos e Vídeo.
Beijinho amigo

Hanukká disse...

Dizem que os vinhos envelhecidos são os melhores, ( não sei bem, não conheço bem de vinhos), mas o que sentido em meu coração, me ensinou que com quase meio seculo de vida, o danado aprendeu a amar, de uma forma esplendorosa, como nunca pensei existir, será o vinho do amor, curtido em lagares da paixão, sem fermento, com sabor maior,,, um amor maduro com presa de viver, querendo acontecer, ai consta toda a felicidade de amar, se vem ou vai ao mar, não sei mas já deu um bom paladar ao existir.O silencio calando as emoções é a magia de o ser grande em coração pequeno, o que importa é AMAR!

A vida é mel, é fel, sol lua, doçura amargura, mas é muito amar.
Abraço amigo,Valquiria Calado.

SAM disse...

Poeta,

vendo estas fotos...Que esplendor! Sinto toda esta intensidade de sentimentos pulsarem em mim.

Beijos com carinho.

Lídia Borges disse...

A cor e a luz, fascinantes numa tela escrita com palavras de Verão.

Um beijo

Yoyo Pizy disse...

Olá!
Navegando por esse mundo virtual tão vasto encontrei e amei seu blog.
Certamente voltarei outras vezes.

RETIRO do ÉDEN disse...

Um conjunto de palavras poéticas entrelaçadas em soltos pulsares num ocaso maravilhoso.
Forte abraço
Mer

rouxinol de Bernardim disse...

Fotos e texto em sintonia perfeita!

Osmose da sensibilidade!

Pelos caminhos da vida. disse...

Ganhei o dia com essas fotos hoje.

Fim de semana de luz amigo.

beijooo.

Mário Rodrigues disse...

...em projecção de vida bruta nas ânsias da existência...

tulipa disse...

Belo poema que partilhas connosco.
Imagens maravilhosas que fazem pulsar nas minhas veias o vício da fotografia, do clic...

Esta semana que se aproxima vou finalmente estar a sós, de férias, em silêncio e em sintonia com a profundidade dos meus pensamentos e dos meus actos.
Espero quando chegar poder dizer que "foi óptimo"!!!

BOM FIM DE SEMANA.
BEIJOS de AMIZADE.

Parapeito disse...

que momentos quentes..
Brisas doces****

Maria disse...

Querido amigo, sempre excelente.
Eu sopro um beijo e um abraço bem apertadinho para si.
Bom fim de semana
Maria

gaivota disse...

enquanto soltas e não soltas...
fico assim, nestas fotos lindasssssssssssss
pilipares

Lilazdavioleta disse...

Olá poeta .
Depois de ler sobre todos estes cambiantes solares , salpicados de mel , a alma fica mais quente e doce .
As belas fotos , que já são apanágio deste espaço , que dizer ?
Claro que gosto de todo este conjunto .

Um beijo ,
Maria

MEU DOCE AMOR disse...

Olá:)

Vim pulsar com sorrisos:):):):)

Beijinho doce:))

Vieira Calado disse...

OLá meu caro!

Gostei do seu canto e ilustração.

DEsejo-lhe um bom fim de semana.

Forte abraço

Flor de Lótus disse...

Sou o mercúrio palpitando, sou a ânsia de quem vai com vontade de ficar, sou o medo, sou as palpitações e o pulso ainda pulsa...
Beijosss

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
encantadas
cantam felizes as gaivotas
voando nas suas rotas
fugindo ao breu das noitadas
golpe de asas
nos bailados esvoaçantes
coreografias dançantes
quando tu, os meus olhos rasas !
,
um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
minha amiga,
palavras, levam-nas o vento,
só interessa o pensamento !
,
conchinhas
já sem barracas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
sem duvida, amiga,
cuidado com os amigos,
e a Sophia, avisa-nos:
,
Vemos, ouvimos e lemos
Não podemos ignorar
Vemos, ouvimos e lemos
Não podemos ignoraaaaaar . . .
,
marés de estima,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
um belo poema,
as tuas palavras,
qual Espanca,
qual Sóror Mariana Alcanforado !
,
um mar de carinho,
dou-te,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gota de vidro
,
belas gotas,
envidraçando
as tuas palavras !
,
conchinhas ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
ou não seja o Sol
o centro da vida !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
de amigável mel ,
são as tuas palavras,
puros favinhos,
,
ondas de carinho,
ficam,
,

poetaeusou . . . disse...

*
Hanukká
,
Amiga,
adorei a sublime prosa
do teu comentário,
,
ofereço-te
,
vou mascarar,
a minha dualidade
quero amar sonhando
e viver sem ter vivido,
quero ser o tudo e o nada
em verão, de quente inverno
flor colorindo a neve
das primaveras sem flor,
eu quero um estio verde
onde o sol nada aloirou
e um Outono cheio de ninhos
no Segredo de Miguel Torga,
eu quero a crua realidade
na duplicidade da fantasia,
alem de mar, quero ser sophia,
e naufragar,
nas duvidas que me dominam !
,
marés de estima
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
amiga,
mais uma prova
que os textos.
as provas e os poemas
são de quem os lê !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
o arco-íris,
das tuas palavras,
são velas douradas
da encantada barca !
,
suaves maresias,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Yoyo Pizy
,
encontraste um porto livre,
volta sempre a este franco albergue !
,
conchinhas floridas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
grato fico,
.
conchinhas,
deixo-vos !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim
,
não sou digno,
das tuas palavras . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida.
,
estou solidário,
com os teus proventos,
,
luzentes conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mário Rodrigues
,
agonias
de sonhos distantes . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tulipa
,
Linda
,
um bom retiro,
no silencio do teu EU,
na contrição das acções
e repulsas que é a nossa vida,
,
aconchegantes conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Parapeito
,
ou instantes acalentados !
,
suaves maresias,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
cingido fiquei,
á tua benevolência,
,
um mar de luz,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
grato fico,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Flor de Lótus
,
és, somos . . . vida !
,
vagas serenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

-
gaivota
,
nha menina
por onde é kandas ?
,
conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
amiga,
um poema
do meu espólio,
ofereço-te,
,
o mel
das tuas veias
são favos de seiva
salpicados verdes
esposando árvores
ramadas vadias
vestidas de ímpetos
perpetuando o pólen
nas esmeraldinas noites !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
sorrisos
são beijos ao vento,
por . . . indefinidos !
,
um jino,
*

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim deixar um Abraço para Você

Abraços significam amor para alguém com quem realmente nos importamos.....
para nossos avós ou nossos vizinhos, ou até mesmo para um ursinho amigo......

Um abraço é algo espantoso... é a forma perfeita de mostrar
o amor que sentimos, mas que palavras não podem dizer.

É engraçado como um simples abraço faz-nos sentir bem...
em qualquer lugar ou língua...
É sempre compreendido...
E abraços não precisam de equipamentos, pilhas ou baterias especiais...
É só abrir os braços e o coração...

Guarde este abraço !

(desconheço autoria).

Bom fim de semana.

beijooo.

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida.
,
abraço,
as muralhas da vida,
nos verdes da esperança
que transportam as memórias,
abraço,
os jardins dos verdes sonhos
esverdeando violinos
nas sonata esmeraldinas !
,
conchinhas,
,
*

Mari disse...

Quantas saudades suas amigo querido!
Nem tenho palavras para me desculpar com vc, com luna, com os amigos deste meu horizonte feliz...
Alguns tempos nos tempos, muitos pulsares.
Enfim, eu que queria a paz somente e um emprego...tenho o emprego sem paz.
Beijos, mari.

Mari disse...

Mas ainda ouso pensar nestes mares, nas alvoradas, no mel e na vida!
Beijos.

TITA disse...

Sopras,soltas e logo és...
Que lindeza tamanha!Um sopro de ternura para ti voa,e a minha gratidão pelas tuas visitas ao meu recanto.Uma estrela solidária te deixo.

Cildemer disse...

São como sete paraísos,
seus adocicados sorrisos,
que em tão lindo sol-pôr
inumdaram meu computador!

***
Beijinhos,
muitos,
muitos*******

tossan® disse...

Me adocicando com seu poema lambuzado de mel e latejado nos olhos do poente. Abraço amigo

Multiolhares disse...

As palavras dançam perante um por do sol
Beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
que surpresa !
e a tua luz
encheu a minha casa,
,
amiga fica bem contigo,
e encontrarás a Paz, porque
a semearás em teu redor !
,
deixo-te a minha Paz !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
minha amiga
,
abraça a vida
e tudo virá por acréscimo !
,
suaves maresias,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
vou,
TITAnear as estrelas,
na infinita gratidão,
que te deixo,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
Adorei
,
vem, vem ver o sol-pôr
traz á praia as sete saias
mas tem cuidado não caias
olha que o mar é traidor !
,
brisas nazarenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan®
,
um favo de mel,
as tuas palavras !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
no baile da despedida
contra-bailando as manhãs !
,
beijos nossos,
,
*