agosto 13, 2010

............................ POEMAS NAIF - ( 7 )




se o amor é poesia
eu faço amor
com as palavras,
sílabas em flor
frases dolentes,
carentes . . .
ai as febres do amor
como são perigosas !
são flores e espinhos
picos de cardos
rosas espinhadas
olhos sem rímel
risos meninos
ódios amargos
preces cantadas
favos de mel !
poema e fotos:poetaeusou

68 comentários:

maria teresa disse...

Quero favos de mel e espinhos com rosas...frases dolentes mas não doentes...
Abracinho

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
carentes . . .
era carentes e não doentes
o que arquitectei !
,
acontece,
um canteiro de rosas
com a imensidão do Mar,
deixo-te,
,
*

OutrosEncantos disse...

Que som mais lindo, Poeta...
... a beleza selvagem dos cardos...
... o amor doce com as rosas...
e as palavras também são picos às vezes, e espinhos...
mas o amor a gente não dispensa,
sangram as mãos...
sangra o coração...
mas tudo vale,
por um sabor doce na boca
um brilho estrelar no olhar
... o coração a pulsar...
Bom dia Poeta!
Adorei a beleza sem rímel deste poema!
Beijos!

Isa disse...

E nesse encanto,Poeta Amigo,embalas mais uma vez a alma de quem te lê.
Beijo.
isa.

Fa menor disse...

Debaixo da mais bela rosa se esconde um espinho mais rebelde

ai, eu que o diga, que ainda há dias um me ferrou sem avisar.

É assim também o amor: poesia em sangue.

Bjins

© Piedade Araújo Sol disse...

fazer amor com as palavras...

gostei!

as fotos, como sempre belissimas.

bom final de semana!

beij

São disse...

Favos de mel e rosas quero, espinhos e cardos já sobram ...

Beijinhos.

Filó disse...

Que lindo poema, doce e cheiroso como uma flor
Palavras escritas com Amor..
Olhares simples, cheios de mel!
Poeta, um encanto, uma beleza, não há muitas palavras para descrever...
"As rosas falam de amor silenciosamente, numa linguagem que só o coração entende"(autor desconhecido)

Beijinho amigo

segredo disse...

Para mim o amor e a poesia andam de braço dado:)

Beijinho de lua*.*

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Maravilhoso poema e imagens certas para completar.

se o amor é poesia
eu faço amor
com as palavras,
sílabas em flor
frases dolentes,
carentes . . .

Meu querido poeta, eu também faço amor com as palavras, são o meu alimento.

Beijinhos
Sonhadora

Baila sem peso disse...

é isso sim, poeta...
fazer amor com as palavras
sílabas de todas as cores
de mil e um amores
como a beleza das flores...
e depois oferecê-lo
com mel lavrado de poesia
com a febre com o qual se morria
enquanto a alma o sentia!

Amor de frases quentes
que nos deixam incandescentes
é isso sim, poeta...
:))))

Um beijinho sem espinhos enfeitado de carinhos fresquinhos :)

Secreta disse...

Sim, o amor é poesia. A poesia dos sentires!
Beijito.

Feeling what the other feels disse...

Sons da alma são inaldíveis, mas você poeta me faz ouvi-los cada vez que leio-te. Seguindo!

Cildemer disse...

Amor doce amargo, sempre!
Se assim não for, aborrece:o)

***
Beijinhos, muitos, muitos*******

Agulheta disse...

Amigo Poeta!
Será a mais bela palavra que aqui escreveu...amor
ele tem mel,alguns espinhos,mas a roso que é rosa e bela também os tem.
devemos colher e cultivar como se fosse os tais pingos de mel.
Obrigado amigo pelas palavras amigas e visita,o meu tempo não tem sido nenhum,tem de acalmar o calor.
Beijinho bfs

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
gstei das tuas palavras,
arriscava-me a dizer,
que não há amor
sem sofrimento !
,
cnchinhas floridas,
fcam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
eu vou sonhar,
que estou a embalar o mar,
que estou a embalar o mar,
,
marés serenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
Rosa enjeitada
Sem mãe sem pão, sem ter nada,
Que vida triste e chorada
o teu destino te deu
Rosa enjeitada,
rosa humilde e perfumada
Afinal, desventurada, quem és tu?
Rosa enjeitada!...
uma mulher que sofreu
,
in-josé galhardo
,
conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
Rosa livre, rosa livre
rasgaste o chão do degredo
vermelha do sangue vivo,
dos que viveram sem medo.
,
Um mar de rosas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
vão-se espinhos
vão-se cardos
quero alvéolos de mel
e zumbidos das abelhas
no canteiro do meu jardim,
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
oculto os poemas
até me encontrar
na areia da vida,
tempo inventado
espinhoso cansado
num viver de dilemas !
,
conchinhas floridas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
de braço dado,
com o amor e a poesia,
ouço o som da cotovia !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sonhadora
,
quero feixes de palavras,
alimentando o meu espírito !
,
marés de estima deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
sou trovador
de trovas caladas
poeta sem verbos
dispersos em ti,
engendro poemas
de letras perdidas
invertendo as palavras
nos poemas que desfaço !
,
brisas nocturnas,
,
-

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
quem sente
a poesia
é gente
que respira na maresia,
o futuro, do presente !
srsrsr,
,
um ar de poemas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Feeling what the other feels
.
grato fico,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
e como não há
amor sem sofrimento
toda a razão, tens !
,
vagas de carinho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
Amiga,
estas estradas a nada obrigam,
,
o amor não se sente como queremos,
o amor é uma batalha constante,
não com armas, mas com amor,
o amor, regado com amor,
germinará eternamente !
,
mares de estima fica,
,
*

Maria disse...

Amigo, a sua poesia é absolutamente divinal, tem alma, tem fogo, tem magia.
Bom fim de semana
Bjs do tamanho do infinito
Maria

JB disse...

Este é um dos poemas que me deixa sem palavras!Pois não será também assim o amor?
Amar cegamente, dolorosamente... e levar esse perfume na alma.

Lindíssimo!!!

Um abraço

Multiolhares disse...

Trecho da carta de Paulo aos coríntios
"...O amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz incovenientemente, não procura seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais acaba..."

por isso penso que o amor é doce dádiva onde não existem espinhos, só favos de mel

beijos nossos

intimidades disse...

lindo

Beijos
Paula

Insana disse...

Encantada com suas palavras.

bjs
Insana

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
amiga
deixa-me cantar o amor
na barca do meu regaço
sílabas onde a magia
afogueiam os poemas !
,
um mar de estima,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
meus sonhos
estão cobertos de poemas,
palavras
travestindo o meu sentir,
poesia
que escrevi sulcando o amor
nas margens
labirínticas do meu ser,
,
brisas nocturnas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Carta de Paulo a Timóteo,
,
Tu, porém, seguiste-me de perto no
ensino e no comportamento, nos
projectos, na fé, na paciência,
no amor e na perseverança,
nas perseguições e sofrimentos
que tive. Que perseguições sofri!
Assim, também, todos os que querem
viver com piedade serão perseguidos.
Quanto aos maus e impostores,
eles progredirão no mal, enganando
e sendo enganados.
quanto a ti, desde a infância que
conheces as escrituras elas têm o
poder de comunicar a sabedoria,
a sabedoria que o amor comanda !
,
beijos nossos,
*

Flor de Lótus disse...

Nossa que poema lindo, ahh o amor inspira tanto os poetas a escrever tão doces e lindas palavras de amor,mas pena que realmente o amor tem seus espinhos e é preciso muito cuidado para não se machucar.
Beijoss

poetaeusou . . . disse...

*
intimidades
,
grato pela visita,
,
conchinhas coloridas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Insana
,
as palavras
são de quem as lê,
,
gratificado me sinto
por as leres !
,
brisas serenas, deixo,
*

TITA disse...

E mora em nós esta dualidade...rosa e espinhos,noite e dia,martírio e doação...Belíssimo,como sempre.
Risos meninos,ficam.

Amor feito Poesia disse...

"As coisas tangíveis tornam-se insensíveis à alma da mão. Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão."

(Carlos Drummond de Andrade)

BOM FDS !Beijos de coração prá coração...M@ria

SAM disse...

Poeta,

amor é poesia e assim assim do jeitinho desta bela poesia. O poeta sabe o que diz e faz.


Carinhoso beijo e ótimo fim de semana.

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

O amor só por si é poesia, as palavras são um modo de o acentuar embelezando-o, na visão dos poetas.
Abraço

RETIRO do ÉDEN disse...

As fotos estão uma delícia.
Gosto muito desses cardos da praia.
Fico extasiada a vê-los por lá.
Poema lindíssimo...muito forte de sentimentos traduzidos em lindas palavras muito sentidas.

Há quem diga: a Lua de Mel é estar sentado à janela a olhar para a lua e a comer pão com mel...

Forte abraço
Mer

gaivota disse...

picos e espinhos, amrgos como o mel e doces como o fel!
porque hoje é assim...
pilipares

Lilazdavioleta disse...

" As febres de amor são perigosas ", porém todos buscamos esse perigo .

Gosto do poema e das fotos , sobretudo da dos cardos .

Quanto à música de fundo , lindíssima .

Beijos

tulipa disse...

AH...poema magnífico.
Parabéns.
Obrigado pela partilha.

Divulgo aqui a lista dos nomeados com um "Miminho de Verão" e espero que passe por lá para buscá-lo:

Lili Laranjo - http://africaempoesia.blogspot.com/
http://poetaeusou.blogspot.com/
Maria Valadas - http://ecosdepalavras.blogspot.com/
http://mararavel.blogspot.com/
Justine - http://quartetodealexandria.blogspot.com/

Bom fim de semana.
Beijinho.

lita duarte disse...

Poeta!

Que lindo!

Sim, você faz amor com as palavras.

Versos vivos, falados, cantados...

Bom final de semana.

Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Flor de Lótus
,
quem que foi que disse
que amar é tolice
não é não
sensação
bem maior
do que se pensa
irreverente
ao marcar sua presença
vai e vem
nas marés de muitos tons
toda aquele que acha
nas ondas emoções
do amor que vem !
,
in-meu Martinho da Villa,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
a dualidade,
é o espelho da vida,
o pró e o contra
o bem e o mal
a noite e o dia
o trigo e o joio
a tristeza e a alegria
a flor do cardo e os espinhos,
,
marés de amizade,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
Drummond de Andrade,
e a sábia mão do escrever …
,
conchinhas etéreas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
a poesia
semeia amor
no caminho das palavras !
,
brisas de carinhos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Não há ninguém, mesmo sem
cultura, que não se torne poeta
quando o Amor toma conta dele !
,
in – Platão,
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
,
adoro
boroa de milho
com mel caseiro !
,
os cardos das Dunas,
além de lindos,
transmite-nos energia !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Linda,
,
os hoje,
são os grandes problemas,
,
Não há-de ser nada . . .
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
o perigo do amor,
é o mistério “do” amar !!!
,
vagas musicais, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tulipa
,
Amiga,
obrigado pela nomeação,
porém, sabes que a minha
relação com os mimos virtuais,
é um pouco estranha, como
podes ver no meu blog !
,
maresias serenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte,
Amiga,
,
a dimensão das palavras,
só encontra paralelo, no amor !
,
ondas de Paz,
deixo,
*

PoesiaMGD disse...

Vim passar os olhos por aqui. É sempre muito gratificante.
Agora estou em Escritartes.com

Beijo

Juliana Sphynx disse...

Gosto de suas palavras
Bom final de semana
=D

Lídia Borges disse...

São poemas deliciosos estes (Naif).
Há um ritmo tão agradável que põe as palavras a dançar.

Tudo bonito!

Um beijo

in natura disse...

Belo poema,
entre fotos lindissimas!!!
Poetatués. Beijuss

Zélia Guardiano disse...

MA-RA-VI-LHO-SO!!!
Como sempre...
Neste blog espetacular, não há perigo de errar...
Grande abraço, meu querido amigo Poeta!!!

poetaeusou . . . disse...

*
PoesiaMGD
,
que saudades eu tinha,
obrigado por hoje as mitigar,
,
serenas conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juliana Sphynx
,
gostei da tua visita !
,
conchinhas floridas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
amiga
é dos teus olhos !
obrigado,
,
marés de estima, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
in natura
,
grato fico,
,
brisas nocturnas,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

-
Zélia Guardiano
,
Amiga
a tua benevolência,
enche-me o coração,
obrigado,
,
brisas matinais,
deixo,
,
*