agosto 11, 2010

............................ Poemas de Verão ( 4 )





dança comigo
o bailado da vida
escrevendo no palco
a palavra amor,
num passo a três tempos
mendiga-me um beijo
balanceando olhares
nas suplicas etéreas,
e no salão esmeraldino
sobranceiro ao mar
quereres inacabados,
cingidos, apertados,
perdendo o medo,
guardarão segredo
do azulado valsar !
poema e fotos:poetaeusou

66 comentários:

maria teresa disse...

Porquê guardar segredo?
O amor valsado ou não, deve ser partilhado...
Abracinho

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Encontro sempre beleza quando por aqui passo...poema maravilhoso.

beijinhos
Sonhadora

Lilá(s) disse...

Dancemos com poesia e a frescura das imagens.
Bjs

Baila sem peso disse...

Cheguei em dia de salão de baile
com beleza de cor e poesia
que o amor assim pronuncia
em dia de Verão e coração
com passos a três tempos
numa valsa sem medo
adornando o seu segredo...

Lindo meu amigo...
e estou de novo contigo
srsrsrs

pois...ainda não a 100%
pois tenho de dar ao pc mais alento
que ele andou perdido
e só agora acordou
e começa a tomar juizo!
Obrigada pela tua presença
que na companhia faz diferença
e dá uma certa temperança
srsrsr

beijos em valsa que deves ter por fundo...já que ainda aqui não oiço
mas posso adivinhar num sonho profundo...as imagens são um desenho fecundo...

Multiolhares disse...

Belo o salão de baile com que nos presenteias
Beijos nossos

Filó disse...

Neste lindo salão esmeraldino, fui ao baile e valsei ao som de bonitas palavras que fazem deste poema o palco da vida onde se dança com Amor!
Poeta, bonitas fotos que adornam a poesia,apetece mesmo dançar ...

Beijinho amigo

Zélia Guardiano disse...

É música, este teu poema: bailemos todos!
Que prazer enorme é visitá-lo... Quem aqui vem, nunca perde viagem...
Enorme abraço, Poeta amigo!!!

Andradarte disse...

Lindo poema...belo.
Lindo azul das imagens..
Abraço

OutrosEncantos disse...

Maravilhoso video!
Maravilhoso valsar de sentimentos e desejos no salão mareado do teu peito!
Imagens belíssimas e sugestivas no desencadear dos quereres!
E as tuas palavras bailando aqui diante dos meus olhos numa sintonia perfeita.
Ah maravilhoso Verão!
Parabéns Poeta!
Beijo!

TITA disse...

Balanceando olhares...
quereres inacabados...
Que dança nova,que desejo largo...
Obrigado poeta,pela profundidade em que me fazes mergulhar.
Um banho de sons,um abraço silencioso.

antonio - o implume disse...

A palavra amor no rendilhado de uma valsa...

Mariazita disse...

Será o "Danúbio Alzul"? :)))
Muito bonito. Gostei, a sério.

Acerca do teu comentário no LÍRIOS acheigraça falares no "Mostrengo". Quando publiquei a "Senhra de Brabante", com declamação de Villaret, houve um comentador, o Vitor Chuva, que referiu o mesmo, dizendo ser o seu preferido.
Quando voltar de férias publico O Mostrengo.

Até lá, tudo de bom para ti e os teus. Beijinhos com sabor a férias.

RETIRO do ÉDEN disse...

Como gosto de dançar!
Neste voltear de palavras e frases dirigidas a um excelente "hino ao amor"...
Fotos belíssimas.

Esta família agradece a honra da sua visita e comentários.
Assim sendo, dá ânimo para continuar este trabalho essencialmente para ELE e para colmatar os dias menos bons.
Forte abraço
Mer e família

AFRICA EM POESIA disse...

Meu Amigo
É bom passar aqui e ver...
Boa Poesia...

Um beijinho e poesia...




O ARTISTA



O artista pinta...
Põe a poesia em tudo que toca
O desenhar e o pintar...
São realmente o seu saber amar...

E é essa poesia...
Que faz o artista viver...
Que o faz ser feliz
E o faz sentir amado...

É entre tintas e pincéis...
Que ele consegue amar...
E que transmite os seus anseios.
Num bocado de pano ou de tela...

E tudo fica marcado...
Num bocado de tinta...
E entre cores e cores...
O artista sente-se amado!...

LILI LARANJO

Costea Andrea Mihai disse...

beautiful images!!

Cildemer disse...

Lindo!
Lembra-me uma canção de Jacques Brel, grande artista françês que desapareceu prematuramente:

"Une valse à trois temps
Qui s'offre encore le temps
Qui s'offre encore le temps
De s'offrir des détours
Du côté de l'amour
Comme c'est charmant
Une valse à quatre temps
C'est beaucoup moins dansant
C'est beaucoup moins dansant
Mais tout aussi charmant
Qu'une valse à trois temps
Une valse à quatre temps
Une valse à vingt ans
C'est beaucoup plus troublant
C'est beaucoup plus troublant
Mais beaucoup plus charmant
Qu'une valse à trois temps
Une valse à vingt ans
Une valse à cent temps
Une valse à cent ans
Une valse ça s'entend
A chaque carrefour
Dans Paris que l'amour
Rafraîchit au printemps
Une valse à mille temps
Une valse à mille temps
Une valse a mis le temps
De patienter vingt ans
Pour que tu aies vingt ans
Et pour que j'aie vingt ans
Une valse à mille temps
Une valse à mille temps
Une valse à mille temps
Offre seule aux amants
Trois cent trente-trois fois le temps
De batir un roman"

***
Beijos musicantes*******

GarçaReal disse...

A valsa da vida, pode ser dançada a três tempos e o segredo por vezes é o partilhar do amor e do beijo .

Belissimo .

Há muito não ouvia esta valsa que tão bela é.

Bjgrande do Lago com um pilipar valsado

Ana Lucia Franco disse...

Uma valsa irresistível, poeta.

bjs.

Sandra disse...

Venho nesta dança retribuir todo o meu carinho
Agradeço o seu carinho e visita. Sei que ando um pouco ausente. Mas está dificil vir todos os dias. Tenho muitas coisas para resolver. Mas sempre que posso passo para dar um xero em todos..Principalmente em vc. è com muito carinho que recebo vc em minha casa.
Carinhoasamente deixo o meu abraço
"A vida é mais simples do que a gente pensa; basta aceitar o impossível, dispensar o indispensável e suportar o intolerável." (Kathleen Norris)
Volte sempre. Moras em meu coração.
Sandra

Cildemer disse...

****/\****¤¤¤****/\****
**<****>**¤¤¤**<****>**
***\/\/***¤¤¤***\/\/***
¤*¤*¤*¤*¤*¤*¤*¤*¤*¤*¤*¤*

Já que não encontro palavras para dizer o quanto fiquei comovida, deixo duas estrelas!
São elas as làgrimas que invadiram os meus olhos ao encontrar aqui tão lindo presente!

***
Uma maré de xi-corações bem apertados*******

Ps: Peço desculpa aos belgas pelo descuido!!!
Sim, claro o GRANDE Jacques Brel era belga;o)

lita duarte disse...

Poeta,

Que belo!
Tudo em harmonia.:)

Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
também acho !
guardar segredo ?
não,
vamos cantá-lo aos sete ventos ?
,
suaves ventos, ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
belas, são as tuas visitas,
obrigado,
,
um mar de estima,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Fui bailar no meu batel
Além do mar cruel
E o mar bramindo
Diz que eu fui roubar
A luz sem par
Do teu olhar tão lindo
,
In-frederico de brito,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
Tanto riso, oh quanta alegria
baila sem peso feita colombina
está no salão
e eu chorando
pela sua volta
No meio da multidão
,
Srsrsrsr,
,
um mar de estima,
fica
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
cheira a maresia
o salão feito de areia !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
Amiga,
as tuas palavras,
são passos valsados,
por violinos tocados,
no salão da vida !
,
estimadas marés, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Zélia Guardiano
,
Vamos dançar a valsa
Da terra, do fogo, da água, do ar
Vamos dançar a valsa
Da vida, dos bichos, do homem, de Deus !
,
In.Rita Lee
,
Suaves brisas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

-
Andradarte
,
obrigado,
,
um abraço,
amigo, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
vamos valsar o verão,
dançando a vida
no salão
das sinfonias !
,
brisas serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
Nos inacabados solfejos
valso os beijos
no tempo das marés !
,
vagas de carinho,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
enleadas valsas
no labirinto das palavras !
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
amiga
era sim o Danúbio Azul,
agora é o Jacques Brel,
na valsa dos mil contrapassos ,
,
o Mostrengo !
mais um fragmento:
,
e o que viu o Herói
o que descobriu o valente,
que o Mostrengo era um penedo,
que tinha a forma de gente . . .
,
Históricas conchinhas,
deixo
,

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Grato amiga,
dançar é uma dádiva de Deus !
uma prece ao senhor !
uma oblação corporal !
,
serenos ventos,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
AFRICA EM POESIA
,
amiga
artística,
é a tua sensibilidade !
,
vagas luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Costea Andrea Mihai
,
Obrigado,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
amiga,
tens o Brel a cantar
a valsa dos mil tempos,
não sei se te apercebeste !
,
marés musicais,
ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
amiga
a valsa dos afectos,
tacteando a amizade,
nos passos da vida,
,
pililipares de beijos
alagando o lago
de estima e carinho !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Lucia Franco
,
estreitando os sentidos
que nos dá a vida !
,
coloridas conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sandra
,
amiga,
há mais vida
para além da vida virtual
destas estradas,
a que a nada nos obriga !
,
um mar de estima,
aqui fica !
,
*

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Como é agradável dançar num contratante verde, que espreita o doce e brilhante azul, que o Verão dá ao mar.
Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
Matilde
Foi o nome de minha mãe,
Matilde é a minha Netinha,
esta Matilde cantou Brel
,
Mon cœur mon cœur ne t'emballe pas
Fais comme si tu ne savais pas
Que la Mathilde est revenue
Mon cœur arrête de répéter
Qu'elle est plus belle qu'avant l'été
La Mathilde qui est revenue
Mon cœur arrête de bringuebaler
Souviens-toi qu'elle t'a déchiré
La Mathilde qui est revenue !
,
Um mar de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
harmonia,
é a consonância,
da coerência !
,
gostei,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
amigo
o verão é a ponte
entre a pele e o infinito !
,
um abraço,
,
*

Cildemer disse...

Tive essa canção toda a tarde na cabeça enquanto trabalhava no jardim!

Mathilde é o nome da minha filha que vai fazer 26 anos no 28 deste mês;o)
Um grande xi-coração às nossas Mat(h)ildes!

***
Beijinhos e mil vezes obrigada pelo carinho*******

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
que coincidência,
a minha neta Matildinha faz
8 aninhos no dia 30 de Agosto !
,
marés de saúde envolvendo
todas as Matildes, ficam !
,
vagas de estima,
deixo!
,
*

gaivota disse...

lindoooooooooooooo
saboroso e apetecível, como outras coisas que eu cá sei!
olh'a qu'inchentes p'aqui tão...
tá mau tempe, as minhas costas andam a reclamar!
pilipares

Laura disse...

Salão esmeraldino...sobranceiro ao mar, mas que palavras lindas, parece que de seguida vamos ver uma pérola sair do mar e abrir-se graciosamente...foi aí que me levaram as palavras que escreveste...belíssima pérola de escrita.

Aquele abraço da laura

mundo azul disse...

________________________________


...que seja assim o bailado do amor!

Gostei demais...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

_______________________________

Ana disse...

Dançando o bailado das palavras do amor! Belo poema!
Um feliz Verão para ti e um beijo *

Cildemer disse...

Sim, uma feliz coincidência, pois as nativas do signo Virgem são carinhosas e muito agradáveis!
As minhas outras filhas chaman-se Amélie e Johanna. Amélie fez 31 anos no 13 de Fevereiro e Johanna fez 18 no 21 do mês passado.
Também tenho um rapaz. Olivier que fez 30 anos no 25 de Março.
E tenho três netinhos. Dois da filha mais velha e um do meu filho que nasceu há duas semanas!

***
Beijinhos, muitos, muitos*******

Cildemer disse...

Esqueci-me de uma pequena virgula!
Não, não foi o meu filho que nasceu há duas semanas;o)

***
Re-bisous*******

Sonia Schmorantz disse...

Lindo este poema! Não pedi licença, mas aviso que eu o estou postando também!!!!
Um abraço

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

"Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que a explique e ninguém que não a entenda."

(Cecília Meireles)


Saudaçoes Poéticas......Beijos!

"Cantinho Poético" disse...

"O importante não é o dia em que conhecemos novos amigos, e sim o dia em que eles começam a fazer parte de nossas vidas."

(Autor Desonhecido)

Feliz Sexta-Feira....Abraços!!M@ria

Caminhos Poéticos disse...

"Ame as suas visões e os seus sonhos como se eles fossem as crianças da sua alma, os planos de suas maiores realizações."

(Napoleon Hill)

Amor & Paz!M@ria

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Á miga,
com essa gentinha kaí tá
e amais com os Fátimeiros,
só vom ápraia segundafêra . . .
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Laura
,
sabe a sal
as tuas palavras
suor filtrado
na maré cheia,
sabem a ostras
as madre-pérolas
bivalves de adorno
aljôfar eterno
pérola infinita !
,
srsrsr
,
marés de estima,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
bailar
é amar a musica !
,
marés de estima,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
amiga
achas ?
vou acreditar . . .
srsrsr,
,
um luzente verão,
fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
eu só tenho
um filho e uma netinha,
e para variar, srsrsrsr,
o meu filho faz a 17 de Julho,
um dia antes da Johanna !
,
Amiga
um mar de carinho,
fica .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
estava claro,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
amiga
podes levar
o que quiseres,
e eu feliz ficarei,
obrigado
,
um mar de estima,
fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ANTOLOGIA POÉTICA
,
como sabia a
cecília Meireles !
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
Amigos,
são favos de mel !
,
marés de carinho,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
quem não sonha,
não pode viver !
,
brisas serenas,
,
*