agosto 16, 2010

............................ Poemas de Verão ( 6 )




não escondas
as marés do teu olhar,
não aspirjas
esses lábios sequiosos,
não silencies
os poemas em dueto,
não modifiques
os êxtases desvairados,
e a tua forma de amar
não a alteres,
guarda-a . . . só para mim ! 
poema e fotos: poetaeusou

62 comentários:

maria teresa disse...

E que dás em troca?:):):)
Abracinho

Baila sem peso disse...

Violinos, espuma branca de maré
e já no teu mar molhei meu pé...
e molhei o corpo todo
e poemei o teu dizer
nas entranhas do meu ser...
que bonito é...
mas não sejas tão desvairado
querendo só para ti
o que para todos é destinado...
poemas de sal são guardados
em conchinhas perfumados
e depois deixam-se na areia
num castelo com forte ameia
para cavaleiro salvar donzela
e depois entregar só p´ra ela
os duetos sequiosos
dos seus dizeres caprichosos...
:D :D :D

isto de poesia de mar
é aonde vai parar!!!
E a vida são dois dias
e a poesia faz parte dela
como o principe e a cinderela :D

e sonhar é um poema
que sempre vale a pena!

Beijinho cheio de amizade em carinho e muito juizinho :D

MEU DOCE AMOR disse...

Ok:)

E quando o olhar é uma maré sequioso pelas palavras de um poeta em amor desvairado?

Bom...isto foi do sol...apanhei muito sol e agora...olha...estou inspirada!

Beijinho doce e obrigada pela visita:))

Já chegueiiii!!!!

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Como sempre maravilhoso poema.
Adorei.

Beijinhos
Sonhadora

RETIRO do ÉDEN disse...

Maravilhoso poema ... é à mãe natureza?
Conseguimos chegar até ao Sul. A água está caldo autêntico...mas com ondulação derivado ao ventinho benéfico que se sente...senão, nem se aguentava o sol.
Por vezes não consigo net como é em Lisboa...paciência.
O areal continua enorme...em largura. Este ano parece estarem mais pessoas que o habitual. Minha mãe, está muito "frágil", mas consegui levá-la até ao mar. Ficou feliz. Nós também, por estarmos todos, ainda juntos. O nosso filho está mais comunicativo e falador.
Tudo milagres de Deus,da Oração e persistência na Fé.
Por ora, ainda nos falta...o nosso mais pequenino...um dia será!
Envio forte abraço ao "dueto" de poetas nazarenos.
Mer e família

Ester disse...

Extasiada vejo...
extasiada fico e viajo
na imensidão magnífica dos significados!...

tossan disse...

Escondido, silencioso e extasiado pelo poema e a primeira foto. Abração

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
o calor
dos meus escritos !
srsrsr
,
marés de estima,
ficam
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
Amiga,
,
este calor desvairado,
que ajuda a imigrar
das Cidades e das Serras
para o Mar
como mandou o Queirós
escrevendo ás Cinderelas
não. não é esse Queirós,
não, não é o das vuvuzelas
é do Primo Basílio e dos Maias
além do Padre Amaro !
sabes,
andam no ar os mistérios
pelos jornais a julgar,
e são casos muito sérios,
são fumos por todo o lado
a atormentarem as gentes
e com tantos atiçadores !
para os políticos são Bin Ladins
para os Juízes são doentes
para os madeireiros uns amores !
vem a propósito de quê
todo este arrazoado ?
é do calor, já se vê
se, até o Benfica está lixado !
e se tudo o dinheiro lava
eu quero ser administrador
seja que empresa for
serei um novo Zél Bava
,
Olha,
amizade e carinho
tenho muito para dar
já não posso afiançar
ao difícil juizinho !
,
srsrsrsr,
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
Linda,
,
é na Maré Baixa,
quando o areal fica á vista,
saciando a sua sede !
,
Amiga,
o iodo fará efeito
a partir de Outubro !
,
já tinha saudade
de te ver nestas estradas !
,
conchinhas floridas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
como sempre
fico grato !
,
um mar de estima
deixo,
,
*

sérgio figueiredo disse...

Que dizer perante as soberbas fotos que dão prazer ao meu olhar e, ás palavras que enchem meu peito de significados...teus.

Um Abraço

Filó disse...

Poeta

Mais um lindo poema de verão, falando de Amor!
Fotos magníficas e belo concerto de violinos.

Beijo amigo

lita duarte disse...

Poeta,

Que imagens fortes.
Que palavras intensas.

Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
desejo-lhes umas boas férias,
em serenidade plena,
folgo com a mudança gradual
do vosso herdeiro e podem ter
a certeza que o Criador, põe e dispõe
quando quer e lhe aprouver e o mesmo
irá acontecer com o vosso príncipe !
Gostei do Caldo Algarvio, é a razão
porque o Algarve não me atrai !
Adoro águas frias, e das nossas, não
vou além de Vila Nova de Mil Fontes
sabes, o meu sonho era banhar-me na
Patagónia, já não dá , srsrsrsrsr !
,
Amiga
tirem o maior partido, das vossas férias,
na certeza que ELE, não vos esquece !
,
um mar de luz, fica !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ester
,
perdido pelo mar
espraio meus êxtases
entre a pele da areia
e as vagas aladas
buscando as quimeras
das minhas frustrações
,
brisas serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
Ah,
se me chamasse tossan,
melhor poeta eu seria !
,
aquele abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sérgio figueiredo
,
Amigo,
,
podes dizer,
que é o Mar da Nazaré !
,
um abraço, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
Amiga,
poemas de verão
“vilionados” pelo Mar !
,
brisas de amizade fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
que feliz me sinto,
,
douradas conchinhas,
deixo,
,
*

Dois Rios disse...

Beijos orvalhados
por marés de êxtases.

Beijo, poeta!
Inês

JB disse...

E realmente é impossível esconder o que se sente ao ler esta maré poética!O meu olhar derrama marés de gratidão por ler a sua poesia!É que é de uma profundidade e beleza!

Um abraço, com carinho!

Maria Luisa Adães disse...

poetaeusou

Lindo seu poema ao meu poema "Nascer e Viver"...

Avó, mãe duas vezes e falas na tua avó e na possibilidade de estares em contacto com ela.

Sabes, acredito em ti!

Eu tive uma avó e também recebo sinais dela que entendo muito bem.

Temos esse ponto de contacto. Vamos
falar sobre elas,ou nos vamos calar?

E os teus poemas de amor, quantos pedaços colocas a "Ela" quantos amigo? Quantos?

E eu quando falo do muito que tenho a falar, quantas vezes ela entra comigo, nesse dizer? Tantas vezes, tantas...

Obrigada por te encontrar. Vamos
continuar ou paramos? Tu o vais dizer, ou não dizer. De qualquer forma agradeço.

Maria Luísa

Lilá(s) disse...

Vou guardar essas imagens que me encantam! que ondulação! lindas palavras poeta.
Bjs

Fa menor disse...

Humm!... que egoísta!
:)

Bjins

Insana disse...

Lindo poema.

bjs
Insana

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
orvalho o olhar,
ao ver-te . . . Mar !
,
serenas maresias,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
ruborizado fiquei,
com as tuas palavras,
um mar de agradecimento, deixo,
,
porém, como sabes, as provas, os
textos e principalmente os poemas,
são de quem os lê !
,
conchinhas de gratidão, ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Luisa Adães
.
vamos continuar,
parar é morrer,
embora nestas estradas virtuais,
não existem horas certas,
nada é obrigatório
e qualquer ausência será
sempre sinónimo de presença !
,
grato pelas tuas palavras,
aqui ficam serenas maresias !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
amiga
se te encantam guarda-as !
,
Mares de estima deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
não sou !
sou ?
vou martirizar-me
com um chicote, prontes . . .
srsrsrsrsr,
,
conchinhas floridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Insana
,
Obrigado !
,
brisas serenas,
,
*

MM - Lisboa disse...

Qual musa inspiradora encantada,
leio inebriada os teus poemas,
achando que são a mim endereçados;
Vê lá ao que chegou o pretensiosismo desta leitora assídua :)
Mas não fora esse afinal um dos dotes que
imortalizam o poeta e o tornam tão querido e admirado por todos!
Feliz por poder ler-te e sentir-te!
Obrigada.

Desnuda disse...

Querido poeta,

um apelo atencioso na exclusividade, propriedade dos apaixonados. Belo poema e fotos!

Carinhoso beijo.

TITA disse...

Poeta,não silencio a beleza do poema.Obrigado por "tanto "que aqui há.Mas o que de mais bonito aqui vi, vou guardá-lo só para mim.
Um abraço em maré-cheia.

Cildemer disse...

Sim, sim!
É um poeta muito exigente;o)
Mas talvez que quando se ama é-se sempre exigente. Exigente consigo mesmo e exigente com o outro;o)

***
uma maré de beijos com estrelinhas*******

Cildemer disse...

...com estrelinhas nos olhos*******

Amor feito Poesia disse...

Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.

É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado.

Madre Teresa de Calcutá

Bons sonhos e beijos meus!! M@ria

Flor de Lótus disse...

Guardar minha forma de amar?Parece-me arriscado demais, guardar o meu amor e o que recberei em troca.
Obrigada pela visita lá no meu blog volte sempre!
Beijosss

OutrosEncantos disse...

Este mar em reboliço, extasia-me completamente!

E estes poemas assim, em discurso directo, tão directo.... quebram o coração de quem te lê, Poeta...
hummm...

Beijo meu.

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

Agradeço o carinho de sempre.
Ótima quarta e beijos meus!! M@ria

gaivota disse...

só pra tiiiiii
atão e aqui? com'é qu'é!!!
lindas espumas destes nosso mar!
pilipares

FlorAlpina disse...

Saudades dessas ondas que perduram no meu olhar...

(com alguma pena, de não ter deixado um abraço real...)

Bjs dos Alpes

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma excelente quarta-feira pra vc.

beijooo.

Lilazdavioleta disse...

Lindo , muito .
Mas não para guardar ...
Estamos necessitados de belo .


Beijos ,
Maria

poetaeusou . . . disse...

-
MM - Lisboa
,
Amiga,
os poemas são de quem os lê !
e a tua assiduidade,
tem a constância de uma musa,
vou deixar-te um segredo,
o maior deleite, para mim,
é escrever o que sinto, nestas
virtuais páginas, tentando divisar,
as reacções de quem as lê !
,
a pretensão é uma virtude, só ao
alcance das personalidades fortes !
,
Amiga,
amei as tuas palavras,
deixo os meus obrigadas,
nas marés da gratidão !
,
*

poetaeusou . . . disse...

17 Agosto, 2010 20:21
*
Desnuda
,
Amiga,
,
dizem que a exclusividade,
é intolerância, não é não !
,
conchinhas floridas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
resguarda-o bem,
mas não deixes de olhar o mar
na fase da maré-cheia
as ondas cobrindo a areia
em imagens de encantar !
,
conchinhas floridas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
amiga
falando á Nazarena, não
devemos ser modestos a pedir,
srsrsrsr,
,
suaves maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
deu para perceber !
,
conchinhas ficam,
,
*

Carmem disse...

Lindo!!!

Bjus

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
Madre Teresa de Calcutá
deixou-nos belos exemplos,
que ainda não foram reconhecidos,
no seu País a sua querida Albânia,
(Não ame pela beleza,
pois um dia ela acaba, disse-nos)
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Flor de Lótus
,
e como tens razão,
é arriscar no escuro,
concordo !
,
suaves conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
amiga,
é a força do mar
ou a beleza natural que me rodeia
clamando em discurso directo !
,
um mar de jinos, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ANTOLOGIA POÉTICA
,
grato
hoje irei visitar-te !
,
floridas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
estou em “obras”
no ultimo andar,
á três meses em espera,
apareceram em Agosto !
,
está cá a Lina !
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
Amiga,
têm que desculpar-me,
foi um daqueles dias terríveis,
arrancaram-me da Praia e
deram-me duas horas para
resolver um problema de um
amigo, daqueles que não se pode
dizer não, porque é amigo, claro !
correu tudo bem e eu fiquei
sem um saboroso gelado, srsrsr.
,
deixo suaves maresias,
extensivas a toda a Família !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida.
,
vagas de estima,
aqui ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
na beleza das cores,
eu quero violáceas,
lavandas, roxos, lilases,
violetas alfazemar o mar !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carmem
,
gratificantes vagas,
deixo-te,
,
*

Baila sem peso disse...

Ora bem, amigo meu
que foi que te deu
nesse arrazoado todo
que de qualquer modo
eu entendi e percebi...
pois é por isso mesmo
que existe este teu cantinho
e mais outro ali e mais além
que fazem do carinho
forma de matar fome d´alguém
que necessita mitigado
neste mundo maltratado
mas onde temos de viver
com todos os malfadados
que não nos deixam em paz
que só da guerra são capaz
dão a fome, dão o horror...
mas não podem apagar
o Amor do interior...
venham Pessoas, Torgas...
e venham Florbelas e Sophias
"...venham enlaçadas de mãos dadas...
ergue-te ó sol de Verão..."

passear nas nossas estradas...
com seu doce coração...
que todos sejam amados e amadas!!!!

Ah poeta da Nazaré!!!...
de vez enquando ficas triste
e eu sei bem como é!...

E para quê administrador?
só se para organizar poemas d`amor!:)

Amizade e carinho e pouco juizinho?
Ai, ai, este senhor!!!!
Vamos lá a ter maneiras!!!
Falta dele pode ser
se for em legítima defesa
que se solte a represa
e sejam inundações
de muitas provocações
que deem frutos aos serões...
que é como quem diz...
soltem-se sonhos de sossego
depois de satisfazer o ego
ao "alindar situações"!

(fácil, não...bem díficil até...
engolir sapos, para suavizar a maré...ai, como isto está...vou já embora senão ainda a alma me chora :))

Beijo pela tardinha já sem o sol a espreitar...vejo nuvens no ar e a noite anunciar...boa noite então e bom serão, com teus amigos do coração!

poetaeusou . . . disse...

-
Baila sem peso
,
ó amiga minha
não me faças de pato
porque gosto de arroz
com o dito escondido
digo-te sentido
que o pato sem pato
alem de um bom prato
lembra-me o chinês
de quem sou freguês
de maneira fortuita
é que a crise é muita
e não há quem a reforme
por isso grande é a fome
e maiores os meus dilemas
no refúgios dos poemas
do Botto e do Cesário
Bocage o grande vário
ao vernáculo mil perdões
mais o amigo Variações
e o Ary resmungão
Poeta castrado não
dizia ele e eu de acordo
no musical do Tordo
que mandou calar o Inteligente
para agora mandarem na gente
políticos alcoviteiros
mostrando ser cavalheiros
assim de forma singela
não passam de meia tigela
pisando á descarada
quem lhes serviu de escada
não aprende de vez
este povo Português
mas o que me deu na Mona ?
olha, antes que venha a Ramona,
vou para praia até á tardinha !!!
srsrsrsr,
,
um mar de carinho,
deixo-te,
,
*