agosto 07, 2010

................................ Poemas de Verão ( 2 )




eu sonhei
no regaço das quimeras,
que o coral do teu olhar, eram búzios surrealistas
onde tu feita sereia, atraíste-me com o teu canto,
entoavas que o areal, eram penas de gaivotas
e que o sol no ocaso, desenhava as tardinhas
incendiando de cores as sombras do infinito,
revelavas os segredos
remexidos pelas dunas, onde os peixes vão dormir
e que as auroras boreais
saíam da casa de água fugindo ao sol da manhã,
foi quando eu descobri
que no leito da solidão, solitário me encontrava,
e surfando a desilusão, convoquei as conchinhas,
para que elas soubessem, do meu tristonho acordar !
poema e fotos:poetaeusou

56 comentários:

gaivota disse...

ouve cá, mès d'agosto, os peixes não dormem...passam pelas brasa!(palavras do nosso amigo Cesso)
isto de vires para a praia ao sul dá-te destas inspirações... areal de penas de gaivotas, ah pois é,
e as conchinhas iam/vão assistindo a estas tristezas!
mais valia termos ido ao slavo...
piliparesssssssss
até amanhã, no sítio do costume

Luís Coelho disse...

"foi quando eu descobri
que no leito da solidão
solitário me encontrava
e surfando a desilusão"

Mais um poema com sonho, magia e mar.

RETIRO do ÉDEN disse...

«e surfando a desilusão, convoquei as conchinhas,»

Este verão está um pouco tristonha a inspiração...mas muito bela.
Fotos lindas.
Forte abraço
Mer

Lídia Borges disse...

O Verão tem coisas destas...

Um dialogismo inefável entre o calor das imagens e o frio da solidão e da saudade que obrigam a sonhar.

Como se o sonho fosse a única forma de vingança sobre a vida, quando ela se faz pouca e ausente.

Um beijo

antonio - o implume disse...

Convoquemos as conchas e demais inertes, onde houve vida ficou a sensibilidade que falta a muitos que se julgam vivos. ;)

Multiolhares disse...

Talvez por isso eu goste de dormir, quantas vezes os sonhos tem mais beleza do que a vida, mas a verdade é essa quando nos fazem nascer é para sonhar e sofrer
beijos nossos

maria teresa disse...

O sonhar e o despertar, retratados num jogo da palavras que emanam tristeza e muita sensibilidade...
Abracinho

Amor feito Poesia disse...

Há pensamentos que são verdadeiras orações.
Em alguns momentos, seja qual for a postura
do corpo, a alma está de joelhos.

Victor Hugo

Afagos na alma.....M@ria

M@ria disse...

"Gosto das pessoas que se enamoram das estrelas... e caem de cansaço, ao voarem em busca da luz."

(Dom Hélder Câmara)

Amor & Paz no seu Domingo!Beijos!!

águia_livre disse...

Bonito como sempre

Passei para desejar um Domingo muito feliz

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
olha,
quem me falar hoje
do Benfica morre !!!
srsrsrsr,
,
até logo, ás 20 h.,
,
pilipares
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luís Coelho
,
surfo o mar e o areal,
não esquecendo a maresia,
nas ilhargas do pinhal
do pinhal de Leiria !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
tens razão,
a inspiração é um estado de alma,
de que escreve e de quem lê !
,
deixo a minha Paz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
se o sonho comanda a vida,
como nos ensinou o poeta,
vamos sofrer entre sonhos
a nossa dualidade !
,
sonhadas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
amigo
o que será a vida ?
a essência da inércia, talvez !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
nada se consegue
sem sofrimento, e não é
causa efeito do pecado original,
mas sim na procura da felicidade !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
amiga
a tristeza que nos rodeia,
expressa na ânsia de alegrias
sem sentido, dos nossos irmãos,
que querem esquecer os problemas
que irão madrugar no desespero
das manhãs de Setembro . . .
as célebres e ruinosas Sextas-Feiras,em que a Juventude acorda na
solidão do areal, com o pilipar das gaivotas em forma de extensão da loucura da noite, deixando os
neurónios ao sabor das marés . . .
é tudo isto que me faz triste, e como não sou uma ilha, também culpado !
,
serenas maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
amiga,
a nossa alma rasteja,
entre as ruelas da vida !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M@ria
,
Dom Hélder Câmara,
uma ilha do bem
na Cristandade Brasileira .
,
marés de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
águia_livre
,
grato fico,
com a Liberdade do teu voo,
por estas paragens !
,
brisas voadoras, ficam,
,
*

Carmo disse...

Querido Poeta, então para acabar com essa solidão, envio-lhe muitas conchinhas.
Bom domingo

sonho disse...

E quem sabe as conchinhas...te façam sorrir...
Beijo d'anjo

sérgio figueiredo disse...

Puxa, Poeta...

Que palavras tenho eu para comentar este teu post que começa, deslumbrante, pelas fotos e enriqueçe, com o amor, expresso em densidade, nas tuas palavras dedicadas, na beleza da tua Sereia?

Só posso dizer que está, maravilhosamente, conjugado com o tom musical.

Puxa... Poeta, que "sonho".

Um Abraço

Filó disse...

Os sonhos levam-nos ao fundo do mar, onde tudo é bonito e diferente da coisas da terra.
Lá, "no fundo do mar, há florestas de algas, jardins de anémonas, prados de conchas e planícies sem fim de areia branca"...
Mas quando acordamos descobrimos as tristezas que existem nas coisas bonitas da terra...
assim diz a menina do mar!
Poeta um poema muito bonito mas tristonho, sob o brilho deste magnífico sol.( o das fotos...porque hoje não há sol,pelo menos aqui.)
Beijinho Amigo

Magia da Inês disse...

Olá, amigo!
Voltei para rever seu espaço.
Encontro mais um belo poema e fotografias que simplesmente são sonhos...
Boa semana!
Saúde, paz e alegria.
Tudo de bom!!!
Beijinhos.
Itabira
Brasil

poetaeusou . . . disse...

*
Carmo
,
Como a menina do mar
Recebo as conchinhas
São tuas, são minhas
E de quem, no areal, brincar !
,
solidárias conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sonho
,
sorridente fiquei,
com a tua positividade !
,
serenas maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sérgio figueiredo
,
Amigo
,
sonhos
são princípios reactivos,
que escondem a realidade !
srsrsrsr,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
,
In.Sophia Breyner,
,
conchinhas sem sol, deixo,
,
*

"Cantinho Poético" disse...

"A mais bela ponte construída no planeta é a distância entre um olhar e outro."

(Mario Prata)

Beijos na alma......M@ria

poetaeusou . . . disse...

*
Magia da Inês
,
e num dia sem sol,
uma luz invadiu o meu cantinho,
a tua visita, obrigado !
,
conchinhas luzentes, deixo,
,
*

JB disse...

Este seu poema é como se fosse uma história de encantar! E claro nem sempre há histórias felizes, mas que a sua leitura é uma delícia... disso não tenho dúvida!

As fotos encantam qualquer sereia1 :)

Deixo... um pouco de companhia

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim agradecê-lo por falar do texto e indicar o blog, já fui lá conhecer e falei: caso ele seja mesmo o autor do texto que postei colocarei os devidos créditos, e é como vc falou mesmo é bem parecido.

Obrigado.

beijooo.

Vieira Calado disse...

Olá, meu caro!

Passei para ler esta sua mais recente postagem e para lhe dizer
que amanhã começo a enviar livros de quem já tenho os endereços.
Assim que tenha o seu, envio os livros.

Um forte abraço

Fernanda disse...

Querido amigo Poeta das conchinhas!

Neste Verão não devia haver tristeza no ar nem no mar...
Faça o favor de ser feliz, muito feliz!!!

Gostei muito do poema, apesar de nostálgico!

Beijinhos

TITA disse...

Querido poeta,pelo sonho é que vamos...pelo sonho é que somos...e às vezes o sol desenha em nós nada mais que um mero estado de alma.
um abraço envolto em algas.

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
um olhar
é um poema infinito !
,
conchinhas ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
De tão longe veio o mar
Embalando uma sereia
Dizendo sempre a cantar
Pacto terno nessa areia
Saltando da proa a ré
Crianças ouvem cantar
Encanto que vem do mar
É canto, é Nazaré
,
grato
pelas tuas palavras,
,
brisas encantadas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida.
,
Penso que o poema
é uma parte do texto,
ou talvez não . . .
,
maresias nocturnas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
vou enviar o endereço
obrigado,
,
abraço, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,

vou obedecer, obrigado,
,
brisas serenas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
amiga
o estado de alma,
de que nós somos feitos . . .
,
vagas de estima, deixo,
,
*

Lilá(s) disse...

Poemas sempre a meu gosto, na companhia do mar e da sua magia, lindo!
Bjs

Cildemer disse...

Ui ui ui!!!

Com tanta linda poesia
como pode ter a cama vazia?
Parece que essa sereia
tem nas orelhas areia!


***
Beijinhos e uma maré de búzios para chamar a sereia*******

lita duarte disse...

Poeta,

O sol é um encanto.
A sol... solidão é companheira.

Boa semana para você.

Beijos.

Caminhos Poéticos disse...

"Você se torna o que você realmente mentaliza.Você atrai aquilo que você mentaliza. Pensamentos se tornam coisas."

(do filme O Segredo)

Feliz semana......Beijos M@ria

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

"Há três tipos de pessoas na vida: as que querem, as que preservam e as que sabem amar de verdade."

(Autor Desconhecido)

Afagos no coração...Feliz semana!!

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Um belo poema de Verão que de bonito evoca a solidão.
Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
feliz fico, amiga,
,
mágicas conchinhas,
,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
srsrsrsr,
,
os ouvidos
e os olhos !
eheheh,
,
brisas serenas, deixo,
(no próximo post, entram búzios)
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
é . . .
e o Sol,
sozinho anda . . .
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
a mentalização,
é sempre o começo de algo .
,
vagas de estima, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ANTOLOGIA POÉTICA
,
ai o amor,
é tão complicado
o maganão !!!
,
ondas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
solitário
no meio da multidão,
como disse o poeta !
,
um abraço,
,
*

SAM disse...

Poeta,

as fotos são lindas. Amo o sol! O sol não combina com tristeza. Mas é verdade que a tristeza ignora o sol e o poema é lindo.

Beijos, amigo.

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
Amiga,
,
O sol
também sente a tristeza,
e luta, luta tenazmente,
com as densas nuvens,
com e espesso nevoeiro
com, até, os nossos dias não !
,
solarengas brisas, deixo,
,
*