agosto 05, 2010

..................................... Poemas de Verão ( 1 )




olha amor
quando por ti me cruzo
sinto agitados enleios
obrigando-me a dizer-te,
que se te pudesse abraçar
como abraço o teu olhar
quando tu o meu abraças,
nos teus braços me perderia
e em embaraços ficaria
ao sentir os teus abraços !
poema-fotos:poetaeusou

57 comentários:

JB disse...

Eu abracei o seu poema, sem a mínima dúvida!

È extraordinária a sensação do abraço com os olhos... até ao abraço abraçado num só!

Só um poeta consegue fazer sentir um abaraço desta forma, um abraçar de palavras tão perfeito!

Abraço :)

Ana Martins disse...

Que lindo poeta, perfeito para poema de Verão!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Juliana Sphynx disse...

São as coisas simples da vida nos encantando como mais um poema...
=)

Tenha um bom resto de semana!
=D

SAM disse...

Que bonito! Que romântico!


Beijos querido poeta.

Ana disse...

Abracei com muita força este teu maravilhoso poema de amor, acho que pertencemos ao mesmo Clube dos Eternos Romanticos:-)
Será do calor do Verão? Nota-se por todo o lado que o amor anda no ar.:-)
Foi bom abrir o teu Blog e começar o dia com esta maravilha de poesia e imagens.
Tem um dia "super" feliz!!!!
Jinhosssss

gaivota disse...

ai estes embaraços da vidaaaaaaaaaaa
já lá tens o fogacho!!!
andas mesmo TU!
lindo verão, finalmente, e que seja assim, sempre!
pilipares

Filó disse...

Que bonito poema de verão.
Onde se cruzam olhares embaraçados...
Poeta, abraçando este lindo poema, deixo-lhe o meu beijinho amigo

antonio - o implume disse...

Agitados enleios... que bela imagem.

OutrosEncantos disse...

Ah Poeta!
O que o Verão faz....
O Sol...
Os embaraços nos abraços do Mar...
... e o Sal... a marejar o olhar...
Lindissimo!
Adorei!
Imagens,
Poema
E PoetaquetuÉS!
Beijos.

Andradarte disse...

Muito belo e sugestivo..
Abraçar é bom.
Abraço

Lilá(s) disse...

Um poema de verão com um toque bem romãntico! gosto.
Abraços

São disse...

Os teus poemas de Verão são quentes e me agradam.
Porque não tenho eu um Poeta assim?! rrss

Beijinhos, companheiro.

RETIRO do ÉDEN disse...

Nesta madrugada de verão,senti o enlace desse mar e dessa areia...ao ler esse poema de amor.
Forte abraço
Mer

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Ou devaneios de Verão!

abraço

segredo disse...

E como é bom perdermo nos abraçados...

Beijinho de lua*.*

maria teresa disse...

Que maravilhosa dança em que as palavras abraços e embaraços se enovelaram.
Abracinhos

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
abraçar
é sentir um seguro,
cais de abrigo !
,
um mar de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
veraneando as palavras !
,
um mar de luz, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juliana Sphynx
,
a simplicidade
expele vagas de ternura !
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
o romantismo
de cingidos olhares !
,
jino, fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
Amiga,
,
sai romantismo
das tuas palavras
mágico condão
da sensibilidade
livre prisão
das verdes algas
colo encontrado
da sabedoria .
.
marés românticas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Verão finalmente ?
verão, verão, e bem,
no fim do Verão !!!
srsrsrsr,
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
grato amiga,
,
embaraços
são ruborizados cadilhos !
srsr,
,
marés de estima,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
amigo,
enleios,
são enredos clandestinos !
,
abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
nas tuas palavras.
ouço o marejar das marés,
cantando hinos ao sol,
entre o sal das entrelinhas !
,
brisas de carinho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte
,
abraços,
são saudades comprimidas !
,
um abraço fica,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Eu gosto é do Verão
De passearmos de prancha na mão.
Saltarmos e rirmos na praia
De nadar e apanhar um escaldão.
E ao fim do dia, bem abraçados
A ver o pôr-do-Sol
Patrocinado por uma bebida qualquer !
,
In fúria do açúcar
,
Brisas serenas,
Ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Eu não sou poeta, não
Não sou poeta
nas sou um grande sofredor
Eu não sou poeta, não
Não sou poeta
porque só sei falar de amor !
srsrsr,
,
Um mar de poemas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
o Mar
enlaça os poetas,
obrigando-os a escrever
na espuma das marés !
,
marés de paz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
vagabundando nas vagas !
,
abraço,
,
*

Fa menor disse...

abraços
embaraçados
agitados

como se sentirão as rochas quando o mar as abraça?...

Bjos

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
os braços cingidos,
abraçam o mundo !
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
e o mar
desafiou a areia
e de cravo ao peito
quis dançar o vira !
,
dançantes estrelinhas,
deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
indignadas,
com as suas roupas molhadas,
tecidos naturais, á base de
algas, moliços e sargaços,
mas acaba por ceder aos
braços do mar, as ondas !!!
srsrsr,
,
marés de estima, deixo,
,
*

Laura disse...

Com tantos braços e tantos passos, ainda acabamos por nos cruzar numa rua qualquer dessas praias lindas...
Ai poeta eu sou...podes crer, mas se bem me lembro, só fui aí em pequena, uma vez e há anos, outra, passamos quando viemos da praia já nem me lembro o nome...mas gostei,era de noite, amei ver as luzes reflectidas na água do mar e tudo o que é o mar me fascina..Aquele abraço da laura

Multiolhares disse...

Dizem os estudiosos do amor que é no verão que os corações ficam ao rubro
beijos nossos

Anónimo disse...

Abraçar,
Eis o primeiro passo
Para o embaraço
Que é desejar o teu abraço!
Intuindo depois o teu olhar,
Onde apetece mergulhar,
Muito maior é o passo
E é mais forte o abraço,
Mas não desfaço o avançar....
Maria,(a da porta escancarada)
2010/08/05

poetaeusou . . . disse...

*
Laura
,
abraçar, a Nazaré á noite,
é cingir o breu com a claridade,
estreitar o sol com o luar
ajustar a vida ao nosso olhar !
,
estrelinhas douradas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
rubro pensar o teu,
no gosto do luar de Agosto,
eu prefiro Vivaldi,
com as suas quatro estações !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Anónimo
,
os desembaraços
dos nossos braços
colhem afagos
desafogados
estreitam os mares
dos tacteares
passos madraços
feitos abraços !
,
conchinhas escancaradas,
deixo,
,

Pelos caminhos da vida. disse...

Senti-me abraçada por esse belo poema.

O nosso caminho é feito pelos nossos próprios passos...
Mas a beleza da caminhada depende dos que seguem conosco!

(desconheço autoria).

Fim de semana de luz, paz, amor, saúde.

beijooo.

Maria disse...

Amigo adorei o poema, suave como essas ondas que terminam suavemente na areia.
Aproveite ao máximo o fim de semana, viva cada momento com alegria e deixe entrar a felicidade no seu coração.
“Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.” (Oscar Wilde)
bom fim de semana
Bjs do tamanho do infinito
Maria

Cildemer disse...

Tudo lindo por aqui!
Faz-me lembrar uma canção que se ouvia por aí quando eu era garota:
"os teus olhos verdes
são da cor do mar.
Se neles me perco
irei navegar!
São verdes, são verdes.
Tão verdes que são..."

***
Beijinhos e um enorme abraço*******

rouxinol de Bernardim disse...

Não sei se os poemas se as fotos me tocam mais a alma1

enfim a perfeição na sua expressão mais simples!

Saozita disse...

Amigo Poeta, que linda homenagem à mulher em lindos versos.

Tenha um belo fim de semana.
beijinhos

rosa dourada/ondina azul disse...

Neste abraço permanente, sinto a beleza do Verão!


conchinhas,
e pedrinhas,

poetaeusou . . . disse...

*
Pelos caminhos da vida.
,
Obrigado,
,
os passos
escrevem destinos
palavras gestuais
que fazem história !
.
conchinhas floridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
grato
amiga,
,
viver é existir de verdade,
,
marés de luz,
deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
é uma bela canção,
recordo-me de partes
da canção !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim
,
grato amigo,
,
um suave Agosto, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Saozita
,
amiga
toda a Mulher é rainha,
nesta Nazaré matriarcal !
,
Brisas luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
um abraço de Verão,
é um abraço de Vida,
com a Beleza enlaçada,
cingida a economia,
atenuando o sofrimento,
de quem depende dos visitantes,
para ter uma vida condigna ,
,
amiga
fico gratíssimo
quando me visitas, obrigado !
,
conchinhas floridas, deixo !
,
*

antonio - o implume disse...

Não os confessemos...

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume,
,
perdoados ficámos !
,
*

Valvesta disse...

Parabéns, se és
ou se cultivas a idéia de ser papai amado na pureza de um filho.
Um grande abraço
com carinho da amiga.

*

“É o amor que pousou na terra
A face mais bela da poesia
A calmaria pós tempestade
A saudade que não se descreve…

No silêncio és minha prece
E até parece que posso tocá-lo…
Só após teus carinhos me calo
E então me ponho a dormir…

Sou uma criança que ainda te chama
Quer teus conselhos, os brinquedos…
E o beijo de boa noite na cama
Dizer-te do meu amor, do meu orgulho
Por ter tido o melhor PAI desse mundo
E conhecido o valor de quem AMA”
Autor: Rose Felliciano

poetaeusou . . . disse...

*
Valvesta
,
se o Pai, é a Muralha,
a mãe é todo o Castelo !
,
Frágil fortaleza
despida das certezas...
Calma como o mar
na manhãzinha;
A própria poesia
nas mãos do seu Poeta...
,
in-Rose Felliciano
,
conchinhas deixo,
,
*

nelma ladeira disse...

Realmente é um poema quente! Maravilhoso,amei já estou seguindo.
Boa tarde.