julho 28, 2010

.................................. POEMAS NAIF - ( 3 )




juntei os seixos
do rio que não nasceu
morreu em mim
antes de ser olhos de água,
sem nascentes,
no covil da piedade,
as inférteis margens
desovaram as sobras,
restos de amor
no cascalho que deixaste !
poema e fotos:poetaeusou

64 comentários:

antonio - o implume disse...

Lágrimas secas.

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Pelo menos os riachos, por vezes, locais onde se depositam sobras, é natural que em pensameto, fiquem depositados entre o cascalho depositados restos de amor.

São disse...

Há sempre algum cascalho...

Beijinhos, amigo.

Fa menor disse...

Então, amigo?

imagens tão bonitas num poema triste?

Mas... ainda bem o cascalho pode parir flores!

Bjins

Ana Lucia Franco disse...

Amor que não ocorreu, secura, rio que poderia ser, mas não foi. De tudo restou uma bela poesia!

bjs.

maria teresa disse...

Se restou cascalho restou o nada...
Antes os seixos que foram afagados por rios de lágrimas de despedida.

Mário Rodrigues disse...

...descuidadamente!

Um abraço

lita duarte disse...

Poeta,

Apesar das palavras tristes e profundas, elas são belas.
E o rio é sempre o rio, cheio de água, moradia dos peixes... encantamento pra mim.

Oxalá que os rios sejam preservados.

Beijos.

JB disse...

Às vezes tentamos apanhar as pontas soltas, pedras que vamos encontrando pelo caminho... Esquecemos que nelas resta apenas um passado onde nenhum rio voltará a passar, porque as suas margens ficaram desgastadas, doridas...

Gosto muito da forma como constrói a sua poesia. Há sempre margem para uma profunda reflexão.

Abraço

Andradarte disse...

Bela Poesia e mais belas fotografias,
como sempre...
Abraço

Mariazita disse...

Belíssimas fotos!
Maravilhoso fundo musical. Adoro Barbra Streisand! Que voz, que dicção, que interpretação !!! Tudo nela é perfeito.

O poema, belo, como sempre, apesar dum certo...desencanto.
Sabes que eu gosto da tua poesia...

Beijinhos, com algum cascalho à mistura :)

rouxinol de Bernardim disse...

As fotos estão magníficas e o texto, simples, melódico, faz imaginar um éden qualquer por aí ao nosso dispor neste portugal desconhecido que é bom redescobrir...

Desnuda disse...

Querido poeta,

Bate fundo no coração estes versos...


Carinhoso beijo, querido amigo.

Mar Arável disse...

Naif pois claro

Abraço

RETIRO do ÉDEN disse...

Olá Poeta...
«antes de ser olhos de água,
sem nascentes,»

É muito preciosismo de minha parte, mas a 1ª. foto até parece o "nosso rio"...mas se é ele, tem muitas nascentes de uma excelente água potável...que ficaram submersas.
Quem sabe se essas nascentes interiores não fazem o rio do amor renascer...?
Forte abraço
Mer

AFRICA EM POESIA disse...

Poetaeusou

Este poema e estas imagens
são...
poesia e ...
Magia
O Cascalho
também tem
muitos segredos...


.......

gostei...

De recordar...
Toca o...
telefone...

Maria josé
valério
é uma Grande
cantora.

um beijo

Juliana Sphynx disse...

Tudo muito belo!
Ótima semana!
=D

Amor feito Poesia disse...

... É um sonho esta vida, mas um sonho febril de um instante único. Quando dele se acorda, vê-se que tudo é só vaidade e névoa...

Gustavo Adolfo Becker.

Amo sua amizade.....Beijos & Flores! M@ria

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

Até onde posso vou deixando
o melhor de mim.
Se alguém não viu,
não me sentiu com o coração..."

-Caio Fernando Abreu-

Saudações Poéticas......Beijos!!

Saozita disse...

Olá estimado amigo Poetaeusou, lindas imagens e um poema lindo, mas triste! Quando seca o rio, é porque também secaram as nascentes que o alimentavam, no rio que nasce em ti, outras nacentes irão surgir!

Tenha uma boa semana
Beijinhos

"Cantinho Poético" disse...

Minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite.

Clarice Lispector


Agradeço seu carinho...Beijos!!

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Dos seixos dos rios e de suas areias se constroem lindos castelos,
adorei só tive pena do rio que nem nasceu.
Beijinhos de luz e paz

Filó disse...

Seixo a seixo se vai construindo o leito do rio, que desagua em nós...
Poeta, um poema triste mas belo, suas palavras são sempre bonitas e as fotos igualmente lindas.

Beijinho amigo

poetaeusou . . . disse...

.
antonio - o implume
,
são as mais chorosas . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
amigo
restos de amor,
nas metáforas desta vida !
,
um abraço,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
imenso amiga,
em pó, em gel, em creme
e em bruto, especialmente !
srsrsrsr,
,
brisas marinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
que imagem bonita,
parir flores, indo !
,
amiga
vou poetar como glosa !
,
férias felizes desejo-te !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Lucia Franco
,
Amiga
a poesia
é o meu grande amor !
,
um mar de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
com o cascalho
a reconstrução
é sempre possível !
,
luzentes conchinhas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mário Rodrigues
,
ou propositadamente !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
o poder económico
é avassalador amiga,
dominam a gesta humana . . .
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
“obrigar” a pensar,
é a missão dos poetas, eu
poetaeusou (…) com reticencias !
,
marés de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte
,
a tua opinião
feliz me deixa,
obrigado,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
é . . .
Barbra Streisand, é o tudo !!!
,
brisas serenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rouxinol de Bernardim
,
imagens de um rio escondido
num dos braços do delta
da Ria de Aveiro !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Desnuda
,
CANTA, POETA, CANTA
VIOLENTA O SILÊNCIO CONFORMADO
DESASOSSEGA O MUNDO SOSSEGADO
ENSINA A CADA ALMA A SUA REBELDIA !
,
In - Miguel Torga
,
conchinhas suaves, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mar Arável
,
e Naif(ando)
seguiremos . . .
,
um mar de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
amiga,
as nascentes interiores são rios
de amor, em todas as vertentes,
no amor á Natureza por exemplo !
,
não são não, estas imagens foram
tiradas perto da Praia da Barra,
junto á Ria de Aveiro, um rio lindo !
,
brisas de Paz, deixo-te !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
AFRICA EM POESIA
,
ou não seja do Sporting,
srsrsrsr,
,
apesar de tudo
boa sorte para logo á tarde
eheheh,
,
marés de estima, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juliana Sphynx
,
belas
as tuas palavras !
para mim . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
sonhos, são o
principio da realidade !
,
suaves maresias,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ANTOLOGIA POÉTICA
,
seja previdente,
atenção aos sinais !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Saozita
,
os olhos de água,
mesmo os das lágrimas,
renovam sempre as nascentes !
,
suaves maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
"Cantinho Poético"
,
carinhos
são palavras da verdade !
,
marés de estima,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
♥.•:****-franciete-****:•.♥
,
existem cativos rios,
nas margens da nossa alma !
,
luzentes conchinhas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filo,
,
obrigado, amiga,
,
estas palavras
escritas por ti,
enchem-me de alegria !
,
brisas serenas,
ficam,
,
*

Clara Margaça disse...

Tem este poema nome de saudade!

Um beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

hoje achei o poeta nostalgico...

as fotos...belissimas.

beij

Caminhos Poéticos disse...

O que importa na vida não é o ponto de partida, mas a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher!

[ Cora Coralina ]

Feliz dia e beijos prá ti! M@ria

gaivota disse...

que ficou por aí... no areal junto aos carapaus... como o sol a 37º na torra!
pilipares

Enigma disse...

Cascalhos de amor é um resto de vida sem razão de ser. Dá para sentir o impacto das palavras, muito forte, intenso e dolorido.

Um sonho, uma estrelhinha e muitos beijinhos no meu amigo Poeta. Kiss!! Kiss!!

poetaeusou . . . disse...

*
Clara Margaça
,
Saudades! Sim.. talvez.. e por que não?...
Se o sonho foi tão alto e forte
Que pensara vê-lo até à morte
Deslumbrar-me de luz o coração!
,
in-florbela espanca
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
é,
a melancolia
do vivido passado .
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
e há caminhos não andados,
que esperam por alguém !
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
á Miga
hoje fui para o molhe norte,
andei um quilometro
com a praia a 50 metros !
,
pilipares !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Enigma
,
a realidade escondida,
são entulhos despejados
no contentor da mentira !
,
um mar de amizade,
deixo.
,
*

Multiolhares disse...

"Ser feliz é não ter medo dos próprios
sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um "não".

É ter segurança para receber uma
crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir
um castelo…"
Fernando Pessoa

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares,
,
Entre o sono e sonho,
Entre mim e o que em mim
É o quem eu me suponho
Corre um rio sem fim.
Passou por outras margens,
Diversas mais além,
Naquelas várias viagens
Que todo o rio tem.
Chegou onde hoje habito
A casa que hoje sou.
Passa, se eu me medito;
Se desperto, passou.
E quem me sinto e morre
No que me liga a mim
Dorme onde o rio corre
Esse rio sem fim.
,
In-fernando pessoa
,
Beijos nossos,
*

KrystalDiVerso disse...

NAIF??!!!...
Isso é AMOR!!!... Claríssimo como Água cristalina!... E um lamento na voz!...
Não há solidez na água que um Homem rasga sem a ferir!... Não há feridas abertas nas águas do rio mas, tão só, no Rio de nossos olhos!...





Abraço

TITA disse...

Poema e imagem,feito miragem...
que sempre nos leva à outra margem de nós.
Belíssimo,como sempre.
Um abraço e uma estrela do mar.

poetaeusou . . . disse...

*
KrystalDiVerso
,
sou Rio errante
partículas perdidas
da lágrima nascido
sem ter aconchego
sou Rio sem tempo
da lógica descrente
um deslizar diferente
entre as margens do vento .
,
saudações, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
as apertadas margens,
do rio que nós somos,
descomprimam-se
com as tuas palavras !
,
brisas serenas,
deixo,
,
*

Lilazdavioleta disse...

No cascalho , procurando com cuidado e paciência , encontra -se, quase sempre , belas pedrinhas .


Agradeço a sua visita , palavras e as conchinhas deixadas .

Um beijo ,
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
quando os nossos olhos querem,
a beleza existe em tudo que é sitio !
,
floridas conchinhas, deixo,
.
*