julho 30, 2010

.................................. POEMAS NAIF - ( 4 )




espreitei os passos
chegados na tarde
causando ruídos
nas pálpebras das ruas,
andares espantados
nas abas da noite
garatujam desenhos
rabiscos torcidos
furando a calçada,
sarjetas malditas
sugando os destinos !
poema e fotos:poetaeusou

56 comentários:

Amor feito Poesia disse...

Se é triste sentir saudade,
muita saudade de alguém,
maior infelicidade
é não tê-la de ninguém.

(Yde Schloenbach Blumenschein)

Beijos e abraços.....Feliz Noite!

gaivota disse...

esta rua aí... lindas fotos! e os gelados? - pensava vê-los por aqui...
nos passos da noite vão-se escutando muitos palecos, até parece verão!
pilipares

Paula Raposo disse...

Gostei!!

Secreta disse...

Sarjetas que podem sempre ser evitadas...

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Como sempre maravilhoso e profundo, para ler nas entrelinhas.

Beijinhos
Sonhadora

RETIRO do ÉDEN disse...

Lindo poema dedicado à "fauna" nocturna...que se livrem das sarjetas é o nosso desejo.
Foto muito bela para meu gosto...apetece desenhar...
Forte abraço
Mer

Cildemer disse...

Gostei;o)
Adoro passear pelas ruas antigas e estritinhas de qualquer cidade!
E espreitar passos é o que eu vim aqui também fazer!


***
Beijinhos e um felicíssimo fim de semana*******

São disse...

Sim, há destinos , demasiados destinos, sugados por devastadoras sujeiras, ainda mais do que sarjetas.

Deus esteja contigo, amigo.

Justine disse...

As tuas fotos lembram fado,o teu poema é um destino!

maria teresa disse...

Tenho esperanças que nem todos os destinos da fauna nocturna,sejam sugados por sarjetas...há quem as saiba evitar.
Abracinho

Filó disse...

Poeta,

Em quase todos os locais existem sarjetas, havendo umas que sugam e outras não, há que saber contorná-las...
Lindo Pôr- do- Sol!

Beijo amigo

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
só tenho saudade
das coisas boas
que me aconteceram.
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
á miga
sorvi ontem um gelado
de frutas com quilo e meio,
só a jarra é uma riqueza !
até fiz um poema
botar amanhã !
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
Paulinha,
gostei que gostasses !
,
brisas serenas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
basta querer, amiga,
basta querer . . .
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
as entrelinhas
são os tais pormenores
que fazem a diferença !
,
suaves maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
há noites e noites,
como nós sabemos,
,
a minha avó dizia-me
eu imberbe, o que se faz
á noite, aparece de dia !
,
marés serenas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
espreitar passos
á moda da Nazaré,
digo eu . . .
,
marés de encanto,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
as sujeiras do destino,
dos destinos que nos impõem . . .
,
brisas nocturnas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
Fui de viela em viela
Numa delas dei com ela
E quedei-me enfeitiçado
Sob a luz dum candeeiro
Estava ali o Fado inteiro
Pois toda ela era fado .
,> Alfredo marceneiro<
,
cantantes conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria teresa
,
eu tenho a certeza
que a maioria sabe evitar,
porque a noite também é vida !
,
floridas conchinhas, deixo,
,
*

Maria disse...

Amigo, como sempre adorei.
"Poesia são pensamentos que respiram, e palavras que queimam."
(Thomas Gray)
Aproveito para desejar um bom fim de semana
Bjs do tamanho do infinito
Maria

Desnuda disse...

Querido amigo,

há sempre uma preocupação com o destino que pessoas dão as suas vidas. Belíssimo poema e fotos que falam por si.

Carinhoso beijo e lindo fim de semana, poeta.

Eärwen Tulcakelumë disse...

Simplesmente gostei!
Pérolas incandescentes de força e inspiração aqui deixo.

Eärwen

EDUARDO POISL disse...

Como sempre tudo muito lindo aqui.

Mesmo que as pessoas mudem, e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somente compartilhar as mesmas emoções. (Vinícios de Moraes)

Desejo um lindo final de semana com muito carinho.
Abraços

Caminhos Poéticos disse...

Há muito tempo que ela não sorria tão espontaneamente. Há muito tempo que
ela não sentia tamanha vontade de viver, de ser feliz, de fazer as coisas boas
da vida. Não, ela não está apaixonada...ela simplesmente se desapegou das
coisas que não lhe faziam bem. Alegria, alegria...

Aline Machado


BOM FDS.....Beijos meus! M@ria

Mari disse...

Muita saudade de você!
Tempos de muita tristeza, perseguição no meu blogger de orações, problemas externos....talvez estejam sugando meu destino. Foi-se meu livro, foi-se minha alegria. O que se passa no mundo? Como sabe estou lutando contra fatos ruins no meu blogger e por fora dele....jamais pensei que depois de tudo que passei para aprender espiritualmente, tivesse que passar por perseguição nas minhas orações. Ainda bem que sei me defender, nisso fui treinada....mas não nego meu pesar, minha tristeza, meus passos pesados, cabeça triste.....como a paz é algo difícil de se conseguir e como a soberba faz do homem a escravidão. Saudades suas, perdão por minha falta, vc e todos os amigos do meu coração estão eternamente gravados na minha alma, afinal, me acompanharam no começo, no meio, viram minha conquista de emprego....e por ironia, sou a minha maior cliente, como Advogada. Que triste não? Cansada de lutar, mas não nasci para desistir. beijos, sua amiga de sempre, dá beijos na amiga Luna!

Lilazdavioleta disse...

Belo poema .

O acontecer na noite tem muito encanto .
As sarjetas ... há - as a todas as horas , temos que saber contorná -las .

Um beijo ,
Maria

GarçaReal disse...

Destino sugado , em sargetas esquecido,talvez perdido ou desamado , na busca de amor perdido que deixou a marca num momento sofrido...Já esquecido?

Bom fim de semana

Pilipares aconchegantes

Bjgrande do Lago

JB disse...

E na verdade há destinos que se acomodam ou simplesmente sobrevivem e se deixam viver em espaços tão apertados!

Saudações poéticas, sempre!

Barbara disse...

Não deixa de ser desafiador olhar para o trecho estreito.
E para espantar os sugadores, o som das conchinhas jogadas ao chão.

Multiolhares disse...

Ruas, ruelas, labirintos escuros,onde vidas por vezes adormecem perdidas nas sarjetas do caminho

beijos nossos

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga,
contorná-las e
destapá-las quando chove !
,
conchinhas coloridas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
amiga
feliz me sinto
obrigado,
,
poemas
são palavras que não mentem,
,
marés de estima,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Desnuda
,
toda a gente é pessoa,
cada pessoa é um ser livre,
porém alertar.
é também cantar a noite !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
amiga,
grato com a tua visita
deixo ardentes marés !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EDUARDO POISL
,
é,
os verdadeiros
amigos, são eternos !
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
a alegria
ajuda a dourar a vida,
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
Amiga,
nas fases negativas da vida, o
grande segredo, será sempre,
resistir ás tentações.
O mundo caminha para a
extinção, a nível do seus
valores, materiais e espirituais,
desbravaram as selvas recônditas,
esquecendo de preservar as ruas
e praças das nossas cidades !
,
Mari
um vendaval de estima, deixo,
,

poetaeusou . . . disse...

*
Lilazdavioleta
,
é mesmo,
sarjetas são sinais vermelhos,
dos nossos excessos !
,
suaves maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Amiga,
o amor tem várias facetas, e
algumas quando perdidas são
sofridas, porém nunca esquecidas !
,
sinfonias pililipantes
inundando o grande Lago,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
JB
,
o destino marca o viver,
convencido estou . . .
,
marés poetadas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Barbara
,
Amiga,
e não é só o
tempo que nos suga . . .
,
conchinhas, ficam,
,
*

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Nas abas do noite, não haverá sonhos, mas poemas de mentes recalcadas.
Abraço

Carmo disse...

Olá Poeta abrangente, que dizer? Maravilhoso!
Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Quando cai a noite na cidade
Há sempre um sonho e há magia
À noite na cidade,
Há sempre um sonho, até ser dia !
,
in-Anabela,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
nas abas da noite,
adensam-se as utopias,
arrastando as frustrações !
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carmo
,
sinto o meu ego abarcar,
a abrangência das tuas palavras,
obrigado,
,
marés de estima !
deixo,
,
*

TITA disse...

Poeta,nas pálpebras das ruas ,mora decerto o teu olhar rasgado e desperto.Soberbo,como sempre.Hoje deixo eu uma estrela-do-mar.

Ana disse...

Espreito os teus passos e encontro poesia !
Um beijinho na noite *

OutrosEncantos disse...

Me perdoa esta ausência amigo Poeta, coisas da tecnologia...:)))
Mas... de novo aqui para te beijar os versos sempre tão plenos de sentires e sabedoria.
Como sempre as fotos de um olhar preciso
E as imagens do poema...
O som suave e belo.
Obrigada pela tua presença no meu canto!
Meu beijo, mando numa conchinha que devolvo :)))

Vieira Calado disse...

Meu caro:

Vou mandar-lhe um mail acerca do meu livro.

Desde já obrigado

Também vou adicionar o seu link aos meus.

Forte abraço

poetaeusou . . . disse...

*
TITA
,
Amiga
fico com os olhos
rasos de gradecimentos !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
nas abas da noite,
escuto as tuas palavras !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
ai esses Magalhães . . .
têm a duração de um ano,
é normal “pifarem” .
srsrsrsr
,
ruborizado fiquei,
com as tuas palavras !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
fico á espera,
,
que continuo um êxito,
espero !
,
abraço,
,
*