junho 20, 2010

............................. divago atempo no tempo




bambo as escadas na corda tombada
atravessando a ponte da vida sem vida
no circo sem arena, de que me tornei,
ao alisar degraus fazendo calçadas
evito as portagens que a mim impus
na fuga em frente da estrada sem saída,
procuro as montanhas ao nível do mar
escalada sem tempo no tempo perdido
subindo e descendo á minha procura
procuras diáfanas que escondes em ti,
eu sou a via-rápida, auto-conduzida,
recta infinita, circunvalando meu ego
apenas dispersado pelas tuas recusas,
e na circunvalação da minha amargura
cravam-se espinhos de cravos espinhosos
acessos sem nexo, que alteram destinos,
onde as minhas entradas são a tua saída
desacertando conjugações por ti corrigidas,
banais desencontros que me fazem sofrer
no desencaminho que é o teu viver !
poema e fotos: poetaeuso

54 comentários:

gaivota disse...

divagando ao nada e ao tudo!
final four da taça de portugal, já sabes... sport tv!!!!!!!!!lololololol
andando e ca...tando à moda da praia...
final benfica vs físca, mai' logo
no p.a.
mas "atempo" já ninguém vai!
já vômmmmmmmmmmmmmmmmm
pilipares

Multiolhares disse...

Subimos e descemos a escada da vida
circundamos o nosso ego
ou talvez seja ele que nos circunda a nós, e nesse vai e vem de pensamentos com ou sem nexo, vamos vivendo a trajectória da vida que nos foi imposta e e pensamos ser nós que conduzimos

beijos nossos

Lídia Borges disse...

De encontros e desencontros é feito este caminho que vamos calcorreando.

"Disse um poeta um dia que a vida é a arte dos encontros, embora haja tantos desencontros pela vida.
Eu me encontrei em teus desencontros e
te encontrei em meus desencontros.
Mas nada é por acaso nada é sem razão e no tempo certo, na hora certa fomos libertados das cadeias da solidão..."

Vinicius de Moraes

L.B.

Maria disse...

...Não há tempo perdido, para que poeticamente, escala o tempo.
Na subida se vai ao céu; na descida encontra o mar... e tu poeta_que_és, continuas as escalada do teu belo versejar.

Um mar de sonhos deixo-te.
bjs

Filó disse...

Sobe e desce, a corda bamba da vida.
Se perdermos o equilíbrio, caímos...
Cabe a cada um de nós escolher aquele, que julgamos ser, o melhor caminho, o que, nos conduz aos encontros e desencontros da nossa vida...
Poeta, é um prazer enorme vir aqui ao encontro destes seus poemas sempre lindos !

Beijo amigo

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
vai e vem,
que o Benfica ganha,
srsrsr,
,
pililipares,
,
*

Insana disse...

É uma caminhada .. Bela e Longa.

Passando atrasada para te desejar um feliz dia do Amigo.

Bjs
Insana

antonio - o implume disse...

Subir e descer ou a impossibilidade de um dia sermos sábios.

Canduxa disse...

Vamos subindo,
vamos descendo,
andamos às voltas
enganamos o ego
alimentamos
a felicidade espera-nos
numa dessas subidas.

eu acredito!

Beijinhos poeta

segredo disse...

Quantas vezes somos os proprios degraus k existem na nossa vida...
Beijinho de lua*.*

GarçaReal disse...

Nas subidas e descidas deixamos tombar as certezas e incertezas da vida.
Talvez haja pontos onde se nota o piso mais gasto, talvez mais usado...
Noto uma amargura no escorrer das tuas palavras.
Belissimo.
Gostei imenso

Para ti poeta de sempre

Bjgrande do Lago

Semana boa

GarçaReal disse...

Na subidas e descidas também há o simultêneo da vida
Foi a troca em mesmo horário

:):):)

Bjgrande do lago e com pilipares

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
a vida
com os seus alcatruzes,
vai-nos aspergindo . . .
vai-nos inundando . . .
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
nada é por acaso
não tenho duvidas,
existem sinais, avisadores
e detectá-los é urgente !
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
um belo poema
as tuas palavras !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
e feliz fico,
com a forma prazenteira,
do teu comentário !
,
um mar de poesia
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*,
Insana
,
os trilhos da vida,
têm a sua beleza !
,
conchinhas floridas,
ficam
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
ser sábio,
é aprender a cada momento !
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
é preciso acreditar
que há caminhos não andados,
que esperam por alguém !
,
marés reluzentes,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
é,
é urgente rasar
os nossos escolhos !
,
conchinhas coloridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
eu em vez de amargura
chamaria desconfiança,
por ver a verdade repisada,
esmagada pelas Jornais
pelas Televisões
pelos fazedores de ídolos,
que para além de terem pés de
barro, nunca foram Homens !!!
,
Inundo de verdade o Grande Lago
Real e aprazível das tuas palavras,
em conchinhas pililipantes,
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Fico mesmo triste com palavras assim.Quem te recusa?

Beijinho doce :(

poetaeusou . . . disse...

*
Garça Real
,
coincidências,
sincronizadas . . .
srsrsr,
,
pililipares, ficam,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
eu digo-te,
o mar, o sol, as estrelas,
o TGV, o Aeroporto,
a Lady Gágá e o euromilhões,
e o mundo, amiga,
este e o que há-de vir . . .
,
srsrsrsrsr,
,
conchinhas nocturnas,
,
*

Secreta disse...

Percorremos o nosso caminho com muitos altos e baixos... caminhos por vezes escolhidos por nós, caminhos que por vezes não desejamos...Mas , continuamos ainda assim,a caminhar.

OutrosEncantos disse...

Poeta..., sempre especial no teu saber dizer: "... entrar no contra-eu, do nosso . . . eu !" Gostei dessa frase... 'brigada :)

Toda a estrada tem saída...
Nenhum tempo é perdido, porque o tempo é o minuto presente....
os espinhos que nos rasgam a pele não de cravos, sim de rosas...
... ah, o desencaminho do viver!...

Belo o teu poema, não passível de comentar, as imagens..., olhares precisos no sentir do tal minuto, no presente...!

Tuas conchinhas no potinho de vidro alí, naquele cantinho!:))

Beijinho, Poeta.

OutrosEncantos disse...

Fantástica essa versão de "TIME" :))

Bjus.

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
veredas traçadas,
nas curvas da vida,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
encantado eu fiquei,
inalando pétalas de rosas
nos cantos de encantos !
,
encantadas marés,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
OutrosEncantos
,
tempos a tempo
de mudar !
,
brisas serenas,
,
*

Celina disse...

BOA TARDE POETA POETA, UMA SEMANA DE MUITA PAZ PARA VC,AGRADEÇO A CONTINUAÇÃO DOS VERSICULOS, MAIS EU QUERIA ME REFERIR MESMO A SOLIDÃO QUE SENTIMOS NO MOMENTO DE SOFRIMENTO, EU ESCUTEI A MUITO ANOS UMA PALESTRA QUE ME EMOCIONOU QUANDO O ORADOR SE REFERIA A ESTES VERSICULOS, COMENTANDO A ANGUSTIA QUE O MESTRE PASSOU... TODOS NÓS SBEMOS QUE DEUS ESTEVE SEMPRE COM ELE UM ABRAÇO CARINHOSO CELINA.

Celina disse...

QUERIDO AMIGO POETA, SEMPRE ESTOU VINDO POR AQUI, LENDO E PROCURANDO ASSIMILAR O QUE TEM DE BELO, QUE SÃO OS SEUS ESCRITOS, UMA SEMANA DE MUITA PAZ. CELINA.

Jussara Christina disse...

Dando uma passadinha para conhecer vc.
Adorei teu blog! Belíssimo!
Se puder visita meu cantinho tb!
Vou te seguir ... Adoro pessoas inteligentes, observadoras, guerreiras e sensíveis!
Bjs doces!

*´¨)
¸.·´¸.·*´¨) ¸.·*¨)
(¸.·´ (¸.·` *♥ Jussara ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

poetaeusou . . . disse...

*
Celina.
,
Amiga
eu percebi e digo-te,
que com Jesus-Homem
nunca estás só !
Eu sou o caminho, a verdade
e a vida, disse ELE,
,
deixo, a minha Paz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Celina
,
grato amiga,
,
são comuns
os meus sentimentos,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jussara Christina
,
gratificado fico, irei
conhecer o teu cantinho,
,
conchinhas floridas,
deixo,
,
*

Ana disse...

A evitar, a todo o custo, entradas em contramão...

Beijinho

Caminhos Poéticos disse...

"Um amigo vem e segura a sua mão ou te abraça. Não perca essa oportunidade - porque Deus veio na forma da mão, do abraço, na forma do amigo".

(Osho)

Beijos de coração prá coração...M@ria

Fernanda disse...

Amigo Poeta!

Belo poema!
Divagar faz parte da vida, é necessário para se encontar o caminho certo.

Beijinhos

Na casa do rau

Vieira Calado disse...

Olá, meu caro, boa noite.

Gostei da maneira como você explorou o tema!

Saudações poéticas

SAM disse...

Poeta,

caminhar é preciso em nossa trajetória. Navegar também.

Como sempre, belo poema e imagens.


Carinhoso beijo.

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

O que a vida mesmo vivida de forma optimista? Um subir e descer escadas. A própria vida se pode confumdir com uma ecadaria.
O interesante poema vai nesse sentido.
Daniel

Luis disse...

Amigo,
Subindo e descendo, divagando a tempo no tempo, assim vamos indo nós neste vale de lágrimas que se chama Portugal...
Um abração amigão.

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
concordo, concordo,
já lá vão os tempos,
que tudo andava,
á mão de semear, ou não . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Caminhos Poéticos
,
sigo o Osho, abraçando
os seus ensinamentos !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,
vagueando por
caminhos não andados !
,
Ná,
marés serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
amigo
divagando, apenas !
,
saudações, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
navegar é preciso,
nas marés que nos unem,
como escreveu o poeta !
,
maresias floridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
amigo,
as escadarias da vida,
desgastadas de provires . . .
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Luis
,
amigo
neste vale de lágrimas,
recordei um filme do Cantinflas,
no Condes, aos Restauradores,
em que ele no papel de Paquete
nos elevadores de um Hotel,
subindo (ou) descendo, avisava,
,
se va subir, atención,
cuidado con los monederos,
,
pois !
,
Um abraço,
*

Vanda Mª Madail Rafeiro disse...

Gosto deste divagar... simplesmente gosto!

Jacarée disse...

Os axiomas vislumbram a escada... a corda da vida.
Abraço
My Baby

poetaeusou . . . disse...

*
Vanda Mª Madail Rafeiro
,
amiga,
e a divagar
se sobe ao monte da sabedoria !
srsrsr,
,
um mar de amizade,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarée
,
nos adágios da vida,
lobrigam-se os aforismos !
srsrsrsr,
,
saudações amigas,
deixo,
,
*