maio 24, 2010

................................. tenho medo de acordar




é amarga
a taça que me consome
alçapão brotando fel
nas entranhas que me ferem,
são sombrios
os caminhos que percorro
escuridão aprisionada
nas cavernas da revolta,
ouço a noite
onde o sol não tem lugar
porque os tiranos se soltam
em alcateias perversas
programando os nossos dias.
poema e fotos: poetaeusou

56 comentários:

SAM disse...

Poeta,

de uma linda forma poética, uma realidade temerosa.

Carinhoso beijo e excelente semana.

Ana Isabel disse...

Eles comem tudo..


Um abraço


Ana Isabel

Lídia Borges disse...

"Alcateias perversas", sem dúvida...


"Pela noite calada
Vem em bandos
Com pés veludo
Chupar o sangue
Fresco da manada"

Os Vampiros
(José Afonso)

Um beijo

HELENA AFONSO disse...

Só os sons arrepiantes dum violino, soltando a melodia estonteante de Aranruez. tocada pela mão angelical duma mulher, nos pode desanuviar e libertar das noites de terror, em que os lobos nos perseguem.....e assim "não ter medo de acordar"!
Adorei o poema,
HELENA

RETIRO do ÉDEN disse...

Por aqui, nós também...
Só que os lobos atacam pela fome e quando ameaçados...agora estes "lobos" atacam em todas as frentes e por tudo e por nada.
Forte abraço
Mer

Jacarée disse...

Por vezes tempos que esperar q os sombriosos caminhos passem....
p poderemos trilhar a noite... soalheira.

Muita força e esperança.

Abraço

Isa disse...

Sonhe, meu Poeta querido!
Deixe-se embalar pelos acordes do violino.
Deixe que o sonho o alimente e...ñ acorde ainda.Os Poetas têm esse dom.
Beijo.
isa.

Fa menor disse...

Sim, a noite cai... e a escuridão tapa-nos as veredas,
mas de manhã virá o sol e nascerão flores nos canteiros!...
e os tiranos alguma vez hão-de sufocar com o acordar do sol mais forte!
Tenho fé num Deus Maior que governa sobre o mundo!

Beijos

Filó disse...

Poeta

E parece que vamos manter-nos às escuras com noites longas e o sol dormindo...porque os lobos vão continuar à solta, atacando no dia e na noite.
Vamos, sim,ter esperança que haja mel em vez de fel, ouvindo esta Linda, Linda música...

Um beijo amigo,

lita duarte disse...

Poeta,

Os perversos são vorazes em seus objetivos.

Ainda bem que não nos conformamos com o rumo do mundo.

Um grande e forte abraço.

Multiolhares disse...

E andamos ás voltas há tanto tempo.

"Só há liberdade a sério quando houver
A paz, o pão
habitação
saúde, educação
In Sergio Godinho

Beijos nossos

Mariazita disse...

Vale-nos o maravilhoso som do violino tocando o "Concerto de Aranjuez".
De resto...infelizmente há razões para ter medo de acordar.
Os tiranos continuam à solta.
Até quando?

Bonito poema, apesar de...trágico.

Beijinhos

antonio - o implume disse...

Perverso é não enfrentarmos essas alcateias com um sorriso no lábios, com a certeza de quem se solta em liberdade a cada sonho.

M. Lourdes disse...

Olá Poeta
O seu poema retrata a realidade do presente.
Esperemos por melhores dias...
Beijinhos
Lourdes

Canduxa disse...

Não tenhas medo de acordar,
a minha luz,
a tua...de tantos outros
está preparada para tiranos
combater.
A nossa luta é a paz.

um raio de sol te deixo, amigo poeta

Ana Martins disse...

Caro poeta,
a realidade ás vezes é tão temerosa que o desejo de não acordar torna-se sufocante, mas não há mal que sempre dure e os tiranos terão o que merecem!

Beijinhos,
Ana Martins

Amapola disse...

Boa noite, poeta.
Parabéns pelo poema.

Um grande abraço.

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

A palavra que um poeta tem sempre a tempo!
Lendo bem, é a noite da tirania, mais medonha que a própris noite, ainda que escura, como breu.
Daniel

São disse...

Poeta , que a beleza do Concerto de Aranjues te ilumine os caminhos sombrios que aqui cantas.

Beijinhos luminosos.

Secreta disse...

Tiranos que tentam roubar a dignidade.

Agulheta disse...

Amigo Poeta! Como dizia o Zeca Afonso,"eles comem tudo e não deixam nada"são bandos de todo o lado.
Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
realidades,
que querem esconder !
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
,
Porque será que nós temos
na frente, aos montes, aos molhos,
tantas coisas que não vemos
nem mesmo perto dos olhos?
,
in-antónio Aleixo,
,
conchinhas.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
Viva a Maria da Fonte
com as pistolas na mão
para matar os Cabrais
que são falsos à nação
ZECA
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
HELENA AFONSO
,
Concerto de Aranjuez
das emanadas fragrância das magnólias,
do cantar dos pássaros e
do jorrar doschafarizes (...)”,
as belezas que um
homem cego dotado poderia apreciar !!!
,
um mar musical,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
estavas certo,
Aquilino Ribeiro !
“Quando os Lobos Uivam”
foi o titulo escolhido . . .
,
brisas de Paz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarée
,
vamos então esperar
pelas noites de Luar !!!
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
amiga,
vou sonhar,
com Um Violino no Telhado,
seguindo a tua sugestão !
,
maresias musicais,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
Amiga,
,
Aos senhores do mundo
Quem lhes deu os Países ?
Quem lhes deu uma facha
sobre a terra?
ou quem lhe entregou
o mundo inteiro?
,
fica a minha a Paz,
,
*

Cildemer disse...

É melhor não acordar
e continuar sonhando
que a vida é um pomar
sem serpentes rastejando!

***
Beijinhos
e uma linda semana*******

Pitanga Doce disse...

Poeta, andam todos assutados. Não és só tu.

abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga,
,
infelizmente é assim,
e assim sendo,
vamos musicar,
o mar, o sol, a vida !
,
conchinhas musicais,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
é,
vamos rumar
a novos cais !!!
,
marés de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Não me digas
que não me compreendes
e não sentes
aquela raiva nos dentes,
que não me compreendes,
,
In-sergio Godinho,
,
beijos nossos
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariazita
,
A cidade de Aranjuez
que beija os rios Tejo e Jarama,
perfumando com o odor dos
Violinos, as Terras de Portugal !
,
maresias musicais, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
antonio - o implume
,
Certíssimo,
Porque não há
machado que corte
a raiz aos sonhos,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M. Lourdes
,
que remédio, amiga,
que remédio !!!
,
um mar sereno,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
Na travessa dos defuntos
charlatões e charlatonas
discutem dos seus assuntos
repartem-s'em quatro zonas
instalados em poltronas
é entrar senhorias
a ver o que cá se lavra
sete ratos, três enguias
uma cabraca, cadabra !!!
in-josé Mário branco
,
um mar de Paz,
deixo,
*

sonho disse...

Por vezes tenho é medo de não acordar...
Beijo d'anjo

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
o temor
que eles também têm,
mas que sabem disfarçar !
,
serenas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Amapola
,
Grato fico,
Saudações deixo.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
o breu,
na escuridão
do nosso agir . . .
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Aranjuez
que beija o nosso Tejo .
,
marés de violinos,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
tentam, não,
roubam, roubam mesmo,
,
brisas de luz,
fica,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
até quando, amiga,
até quando . . .
,
marés luzentes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
a fruta do meu pomar,
tem o sabor a verdade,
é a minha realidade,
nada a fará mudar !!!
,
amiga
marés livres, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
eu sei, amiga,
,
e é do medo,
que nascem os heróis !!!
,
suaves maresias, deixo.
*

poetaeusou . . . disse...

*
sonho
,
srsrsrsrsr,
,
é perigoso,
no mínimo para quem
tem horários a cumprir,
,
um mar de estima,
deixo,
,
*

Amor feito Poesia disse...

Prometo ante o silêncio do inverno,
nutrir minhas ilusões fazendo dos nossos "nós" a oração da espera.

(Conceição Bentes)

Beijos & Flores...M@ria

poetaeusou . . . disse...

*
Amor feito Poesia
,
o vento
em suas rajadas afiadas,
cortará
a saudade insuportável,
falando de amor
como quem fala de sede
da fome, da dor !
,
in - Conceição Bentes,
,
conchinhas serenas,
deixo,
,
*

gaivota disse...

os tiranos continuam cada vez mais a solta!
já vim, soubeste da elegância?!?!?!?!?
pilipares

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
já, já,
quero saber o segredo !!!
srsrsrsr,
,
pilipares,
,
*

Baila sem peso disse...

foi assim que andei nos ultimos dias
com o coração na mão em aflição...
não, não por tiranos mas por outros ais,
que me aportaram ao cais
do rio que é a vida...
mas felizmente tudo está mais calmo
e os barcos navegam em água fria
na noite e de dia...
mas percorro a escuridão e digo não
ao medo, que de longe me assobia!
os tiranos...esses sempre causam danos...e enganos...
não ouvi aqui "Concerto de Aranjuez"
mas sei o quão lindo é!
aqui se soltou em paz, na sua vez!

beijinho

© Piedade Araújo Sol disse...

e o silencio
caiu na noite
havia
ecos em mim
e
no manto da noite
apenas um sussuro se ouviu
e
a luz se fez noite
e o silencio se fez eco
maresia se fez
aroma


beij

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
amiga
não tenhas medo dos tiranos,
se são outros ais, tudo se resolve,
digo eu, talvez por não saber,
porém, noto, que o mar se
aquietou, espero que sim !
,
marés de tranquilidade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
© Piedade Araújo Sol
,
e odorada
tu chegaste,
no silêncio do mar,
Deusa da Luz
cavalgando as vagas
brisas surfadas
nas pranchas da vida.
,
suaves marés,
deixo,
,
*