março 07, 2010

----------------------------------------------- Dia Internacional da Mulher

Mulher  -  Pablo Picasso
e as Mulheres ?
que povo Deuses, que povo
donos de um país
mas filhos de ninguém.
europeus em cidadania
e enteados da globalização.
modelos
de salgadas veias
olhos vermelhos, cansados rostos.
e as Mulheres ?
olhai o mar
a morte ali e o pão dos filhos ?
mentes paradas, sem discernir
a maré é boa, é hoje !, é hoje !.
rede largada, rede puxada
rede vazia, cheia de nada.
e as Mulheres ?
precário trabalho
tanto labor, dez reis de paga.
transmutando o oco, ficar com o vácuo.
e as Mulheres ?
desempregadas
amanhãs sinistros, abismal miséria,
monstruosas as expectativas
e as Mulheres ?
Deusas da azáfama
no dia a dia
vinte e quatro horas
façanha heróica,
Mãe fonte de vida,
Mulher colo amante,
Filhas, Irmã, Amiga confidente,
Mulher, Mulher, Mulher,
o trabalho, a escola, os filhos, a casa,
o dia, a noite, a cama , o homem, cansada,
Mulher escrava, escrava, escrava…

poema: poetaeusou

74 comentários:

SAM disse...

Querido poeta,um belíssimo poema. Obrigada!

Beijos e linda semana.

Multiolhares disse...

As mulheres são força criadora, uma bênção de Deus, mas que seria delas sem a outra parte do equilíbrio que se chama homem, sabes que não sou muito a favor de um dia de ... todos os dias devem de ser trabalhados,na verdade não sou feminista, penso que não é espezinhando o homem que nos superiorizamos o que precisamos é que o homem nos respeite coisa que na maioria não acontece.
beijos nossos

Filó disse...

Poeta,

LINDO...
Muito Obrigado !

Beijo amigo

Ana Martins disse...

Bela Homenagem!
Também não sou muito a favor destes dias. Dia da Mulher, do Homem, da Criança, deveriam ser todos os dias, assim o Ser Humano o desejasse.

Beijinhos,
Ana Martins

Lilá(s) disse...

Que beleza de postagem hoje! bela homenagem, obrigada.
Bjs

Lena disse...

Obrigada Poeta pelo este poema dedicado a Mulher...

Beijos

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Como é lindo este poema ,uma bela homenagem, pela minha parte, OBRIGADA.

Beijinhos
Sonhadora

Canduxa disse...

poeta,
amigo,

uma linda homenagem a TODAS AS MULHERES....obrigado.

As mulheres são a força da natureza, o amor e a fonte de inspiração de um poeta.

beijinhos gratos

Agulheta disse...

Poetaeusou! As palavras que muito de sensibilizaram referente as mulheres,se calhar fica bem as (nosso)pais,tantas deles ficam de lágrimas e olhos vermelhos pela injustiça,e ao olhar para o lado,o filho se agarra a sua saia,e pede pão!Adorei o poema.
Agradeço a visita,e desculpe por seguir o seu,mas como disse gosto.
Abraço e boa semana Lisa

FlorAlpina disse...

O meu humilde OBRIGADO a um homem que escreve assim ás mulheres!

Bjs da mulher que se veste de flor alpina, e cresce nos Alpes...

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, MAGNIFICO POEMA...UMA LINDA HOMENAGEM A TODAS AS MULHERES...OBRIGADO AMIGO...QUE TENHA UMA FELIZ SEMANA!!!
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

Isa disse...

Que bom ler um poema, à Mulher,com
esta força e admiração.
Obrigada,Poeta Amigo.
Beijo.
isa.

lua prateada disse...

Tudo mudado por aqui.....
Obrigada amigo por te lembrares de nós mulheres e aí ters posto esse lindo poema.
Beijinho com luar para ti

SOL

Fernanda disse...

Querido amigo Poeta!

Chorei de emoção ao ler o poema maravilhoso que dedicas à Mulher!

Quanta sensibilidade no teu bom coração.

Não sei explicar porquê, mas lembrei-me deste poema de Xico Buarque

Chico Buarque

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Vivem pros seus maridos
Orgulho e raça de Atenas

Quando amadas se perfumam
Se banham com leite, se arrumam
Suas melenas
Quando fustigadas não choram
Se ajoelham, pedem imploram
Mais duras penas, cadenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Sofrem pros seus maridos
Poder e força de Atenas

Quando eles embarcam soldados
Elas tecem longos bordados
Mil quarentenas
E quando eles voltam, sedentos
Querem arrancar, violentos
Carícias plenas, obscenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Despem-se pros maridos
Bravos guerreiros de Atenas

Quando eles se entopem de vinho
Costumam buscar um carinho
De outras falenas
Mas no fim da noite, aos pedaços
Quase sempre voltam pros braços
De suas pequenas, Helenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Geram pros seus maridos
Os novos filhos de Atenas

Elas não têm gosto ou vontade
Nem defeito, nem qualidade
Têm medo apenas
Não tem sonhos, só tem presságios
O seu homem, mares, naufrágios
Lindas sirenas, morenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Temem por seus maridos
Heróis e amantes de Atenas

As jovens viúvas marcadas
E as gestantes abandonadas, não fazem cenas
Vestem-se de negro, se encolhem
Se conformam e se recolhem
As suas novenas
Serenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Secam por seus maridos
Orgulho e raça de Atenas.

Conchinhas mil te dou e um abração,

Fa menor disse...

Que as mulheres sejam sempre lembradas!

Obrigada!

Bjos

Paula Raposo disse...

Há muito tempo que não vinha aqui. Este visual está muito bonito.
Beijos.

mundo azul disse...

_________________________________


Belíssimo o seu poema!

Fico satisfeita de ter nascido mulher... Só o fato de gerar e criar um novo ser, já é um orgulho e um aprendizado único!


Beijos de luz e o meu carinho, especial!!!

_________________________________

Cildemer disse...

Como dizia Aragon: "a mulher é o futuro do homem"

***
Beijinhos e estrelinhas amigas*******

M.E.L. disse...

Poetaquetués...
Que seria do vigor do mar...
Não fora a rocha para se espraiar...?
Obrigada pelo carinho.
Um cheirinho de
MEL

Renata de Aragão Lopes disse...

"E as mulheres?"

Seguem se desdobrando
para darem conta
de absolutamente tudo! : )

Um abraço,
doce de lira

helia disse...

Um Poema lindo para o Dia da Mulher! Obrigada

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

O poema é um achado de facto. as mulheres, o papel delas na sociedade, está bem explanado neste teu colossal poema. Nos dias de hoje é vegonhoso, deve ser dito, para a sociedade, a mulher em geral, ser descriminada a ponto de ser necessário ter um dia especial.
Abraço
Daniel

Pó de Estrela disse...

Um beijinho doce neste dia de todas nós!

gaivota disse...

mulheresssssssssssss
somos tudo isto!
e mais ainda...
voltando aos poucos, quase com voz!
e a chuva continua...
pilipares

cristal disse...

Fabulosa esta homenagem a todas as mulheres!
e...fez-me lembrar...
" Sobe Luisa,Luisa sobe
Sobe que sobe,sobe a calçada..."

Quantas vezes a mulher sente no corpo e na alma... o esquecimento,o desamor,a rejeição, a indiferença...em troca de toda uma incondicional dedicação!

Obrigada pelas suas palavras poeta,
sobretudo porque vindas de Si, de Um Homem...que assim demonstra conhecer e respeitar a verdadeira essência das mulheres!

Bem Haja!

Abraço amigo

Dois Rios disse...

Que bom ver-me mulher para sentir-me incluída em versos tão belos.

Obrigada, poeta!

Beijos,
Inês

MEU DOCE AMOR disse...

Um belo texto.Adorei.

Escravas...dizes bem.Até da falsidade.Hoje todos gostam e veneram as mulheres.Pura falsidade.(sem ofensa que por aqui não se sente isso)E já não falo do que lá escrevi no Magia e o Fogo...

Beijinho doce Querido Poeta do Mar

Ana disse...

Obrigada, amigo, por este poema. Uma homenagem com a marca da tua sensibilidade. Emocionaste-me!
Um beijo para ti, Poeta.

Ana Isabel disse...

Calçada de Carriche

Luísa sobe,
sobe a calçada,
sobe e não pode
que vai cansada.
Sobe, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe
sobe a calçada.

Saiu de casa
de madrugada;
regressa a casa
é já noite fechada.
Na mão grosseira,
de pele queimada,
leva a lancheira
desengonçada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

Luísa é nova,
desenxovalhada,
tem perna gorda,
bem torneada.
Ferve-lhe o sangue
de afogueada;
saltam-lhe os peitos
na caminhada.
Anda, Luísa.
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

Passam magalas,
rapaziada,
palpam-lhe as coxas,
não dá por nada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

Chegou a casa
não disse nada.
Pegou na filha,
deu-lhe a mamada;
bebeu da sopa
numa golada;
lavou a loiça,
varreu a escada;
deu jeito à casa
desarranjada;
coseu a roupa
já remendada;
despiu-se à pressa,
desinteressada;
caiu na cama
de uma assentada;
chegou o homem,
viu-a deitada;
serviu-se dela,
não deu por nada.
Anda, Luísa.
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

Na manhã débil,
sem alvorada,
salta da cama,
desembestada;
puxa da filha,
dá-lhe a mamada;
veste-se à pressa,
desengonçada;
anda, ciranda,
desaustinada;
range o soalho
a cada passada;
salta para a rua,
corre açodada,
galga o passeio,
desce a calçada,
desce a calçada,
chega à oficina
à hora marcada,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga;
toca a sineta
na hora aprazada,
corre à cantina,
volta à toada,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga,
puxa que puxa,
larga que larga.
Regressa a casa
é já noite fechada.
Luísa arqueja
pela calçada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada,
sobe que sobe,
sobe a calçada,
sobe que sobe,
sobe a calçada.
Anda, Luísa,
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada.

António Gedeão, in 'Teatro do Mundo'


OBRiGADA pelo teu poema.

Abraço

M. Lourdes disse...

Lindas palavras, principalmente vindas dum homem. Concordo com este dia, enquanto homenagem ao início dum movimento.Foi ele que nos ajudou a dar passos no caminho da modificação de mentalidades que nos conduzirá ao lugar que merecemos na sociedade.
Beijinhos
Lourdes

RETIRO do ÉDEN disse...

A Mulher deveria saber colocar-se sempre no seu "posto" e nunca tomar atitudes em que se desvalorizassem.
A mulher neste momento...por mais que se façam dias comemorativos...cada vez estão mais desvalorizadas, pelas suas atitudes e como se apresentam. São olhadas como objectos de prazer e pouco mais. A culpa é somente das mulheres, aquelas que não sabem colocar-se no seu lugar!
Me perdoe poeta...mas todas deveríamos ter a consciência do nosso papel neste MUNDO e respeitarmo-nos/fazermo-nos respeitar...como tal.
Forte abraço
Mer

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
Mulher mar
esverdeados quereres,
,
Conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Mulher espuma
bálsamo eterno,
,
Beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
Mulher eco,
murmúrio amadurecido,
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
Mulher rochedo
dourado saber,
,
também eu, Ana,
ressalva ao Dia da Mulher,
e Dia do Benfica, srsrsrsr.
que para mim todos
são todos os Dias !
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Mulher musica,
a tal canção que ficou,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
Mulher sabor,
cerzindo as marés,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonhadora
,
Mulher incandescente
manto de amor,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
Mulher insónia,
aconchegando madrugadas,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Agulheta
,
Mulher pranto,
brumas reflectidas,
repensando olhares,
,
Conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
Mulher sensibilidade,
porcelana Ming,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
Mulher mãe,
trabalhando vida,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
Mulher doçura,
Favo de Mel,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lua prateada
,
Mulher Lua
semeando Luz,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,
Mulher coragem,
guerreira, reflectida,
,
Ah, como é triste
ver as pobres crianças
banhando-se todas nuas
no Porto do Pireu, (eu vi),
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
Mulher delicadeza,
no cristal da Baviera,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
Mulher afecto,
liberta amizade,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
Mulher mundo,
em anilado olhar,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
Mulher ponte
corrigindo os erros do homem,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M.E.L.
,
Mulher rocha,
enfrentando a vida,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Renata de Aragão Lopes
,
Mulher flor,
uma orquídea, talvez . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
Mulher essência,
brotando amizade,
,
conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
amigo,
Mulher igualdade
nas tuas palavras,
onde eu comungo !
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pó de Estrela
,
Mulher filigrana,
sorrindo, sorrindo,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Mulher lutadora,
gaivota, gaivota !
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
Ver a Mulher
como António Gedeão
(Dr. Rómulo de Carvalho)
,
Chegou a casa
não disse nada.
Pegou na filha,
deu-lhe a mamada;
bebeu a sopa
numa golada;
lavou a loiça,
varreu a escada;.
Anda, Luísa.
Luísa, sobe,
sobe que sobe,
sobe a calçada . . .
,
Conchinhas,
,
*

Teresa Durães disse...

uma linda homenagem a nós! (apesar de eu encarar todos os dias como nossos também)

Hoje convido-te para dares um salto ao Voando. Bem sei que já sabes do convite mas sempre tens lá uma apresentaçãozinha

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
a Mulher,
é um ser enigmático,
como o sorriso d Mona Lisa,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
Amiga,
como te compreendo !
,
um dia, distante,
uma Mulher avisou-me,
tem cuidado com o Amor, querido,
o amor é a mais rápida via
para a paixão, paixão que só tem
duas saídas, o ódio, ou muito pior,
a compaixão, o dó . . .
Avó, muitas das vezes esqueci
o teu aviso, perdoa-me !
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*

*
Ana
,
Mulher emoção,
fonte lacrimejante
de cristalinos sentires,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Isabel
.
poucos como o
Dr. Rómulo de Carvalho
sentiram os sacrifícios
das mulheres,
bem-hajam
os Homens como ele !
,
concinhas, deixo,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M. Lourdes
,
Mulher Jardim
canteiro de ajuda
em pétalas de solidariedade,
,
Conchinhas,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
aceito, mas não
concordo totalmente,
sou dos que pensam,
que o exibicionismo está
no modo de vermos a postura
dos outros e não nas suas atitudes,
somos livres de falar, de vestir,
de sorrir, insinuar, como quisermos,
desde que não tenha-mos reserva
mental ou segundas intenções !
Amiga,
sei que poderás ter e tens, motivos
para assim tão drasticamente
comentares e eu apenas te respondo,
baseado na nossa amizade,
eu deixo sempre nas mãos do Deus
do Futuro o equilíbrio dos altos e
baixos daquilo a que chamamos vida,
será mesmo ?
,
Um mar de Amizade, deixo-te ,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
É . . .
Mulher todos os dias,
,
vou sim amiga,
andei uns dias fugidio,
dos comentários . . .
,
*

Baila sem peso disse...

hoje aqui para te agradecer
o beijo que deste ontem à Mulher
mas não o dás tu, tantos dias?...
eu prefiro que seja assim poeta
que o sintas sempre e não com meta
como a Vida nos deu...sou sempre Mãe
Amiga, Amante, fonte de tanto...
irmã de tanta hora incerta
recuso-me a ser só um dia, incompleta
mas vindo de ti(outros também que sei)
o meu carinho te agradece
e a alma um tantito enaltece

e deixo meu beijo a quem todos os dias o merece :)

Justine disse...

Mulher Coragem, Mulher Força!
Abraço

Fernanda disse...

Quwrido amigo Poeta!

Decidi dar-lhe um presente que não são bem conchinhas, mas que são também um carinho.
Passe no Rau.
Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
enaltecer a mulher
faço-o todos os dias
em gestos e poesias
entre maresias e brisas
de formas concretas e precisas
como o meu sentimento quer .
srsrsrsr,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
Mulher “tudo”,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,
Amiga,
,
tenho andado fugidio
das visitas,
irei amanhã,
desculpa,
,
conchinhas,
,
*

Ana Paula disse...

Uma homenagem fantástica às "mulheres" que devem ser lembradas todos os dias, especialmente as "lutadoras" que no dia a dia "combatem" obstáculos bem complicados, por vezes sozinhas.
Tenho que deixar aqui também uma homenagem àqueles homens que são também "lutadores" e sabem respeitar a sua companheira.
Um grande beijinho,
Ana Paula

poetaeusou . . . disse...

*
mulher coragem,
encaras o mar
sem barco e sem remos
qual o mal que fizeste,
mulher coragem
que enfrentas só
as ondas da vida
qual o mal que fizeste,
mulher coragem,
que enfrentas
tudo e todos
lutando pela sorte
qual o mal que fizeste,
,
Paula
brisas lutadoras, deixo,
,
*

carmen disse...

Poetaés:

Ando um tanto distante dos blogs, inclusive do meu...

Leia lá o meu post em relação ao dia das mulheres...

Seu post está muito lindo!!!

bjs

poetaeusou . . . disse...

*
carmen
,
amiga
nestes caminhos
a nada somos obrigados,
quantas das vezes
um simples pensamento,
é superior a um ´
complexo comentário,
,
conchinhas,
,
*