fevereiro 22, 2010

----------------------------------------- ordenava ás ondas


é abraçado ao mar
despindo as vagas
que enroupo os poemas
encharcados de mim,
em letras sumidas
de nuas palavras
absorvo encantos
excitando os verbos,
ah ! Poseidon eu fosse
ordenava ás ondas
que se inquietassem
e no seu embalo,
as marés de espuma
conjuravam as mentiras,
despertando inspirações
nas trovas que não entoei.
poema-fotos:poetaeusou

63 comentários:

Lena disse...

Se eu pudesse ordenar ao mundo....

Lindo poema Poeta !

Um beijo

Jacarée disse...

Ai poeta...

Como seria tão bom poder abraçar tudo quanto desejamos.

Abraço

RETIRO do ÉDEN disse...

Lindas ondas, lindo mar.
Poema lindíssimo.
Forte abraço
Mer

Maria disse...

Ah se eu pudesse!!!
deter o tempo, revirar teu pensamento/ ser bruxa,magica,ou usar telepatia...pra que nao partisse assim derrepente/qualquer coisa eu faria...
Beijo magico pra ti - poeta_que_es.

São disse...

Não és Poseidon , mas +es um ser marinho que consegue captar muitissimo bem toda a selvagem lindeza do mar.

Bem hajas!

Baila sem peso disse...

...e eu seguia as trovas na areia
em noites de Lua Cheia
seguia os passos desenhados
pelas passadas de Poeta
que ao pé do Mar se inquieta...
ah! fosse eu sereia
e destruia a mentira
num fogo dentro de pira...
com as lágrimas que o Mar me dá
eu apagava toda a mentira vã
e sorria desde a noite, até manhã!...

o sol fugiu e a alma me ficou no vazio...
aqueles dias que ficamos no meio do frio...
mas temos de abraçar para o mundo girar!...

Beijo triste, mas que existe
logo...no carinho insiste!!!

Isabel José António disse...

Olá Amigo Poeta,

Lindo poema este. Que bela inspiração. Parabéns.

Se eu pudesse as ondas deter
Se a vida não se escapasse
Se eu conjugasse o verbo SER
Talvez a mágoa não ficasse

Se eu pudesse o Mundo mudar
Transformar a dor em amor
Se a cada segundo eu amar
Espalharia o aroma da flor

Mas como nada disso eu posso
Tento transformar-me a mim
Não digo meu, mas digo nosso
Outros seres como eu dirão SIM

Sim à Grande Vida toda inteira
Do grande, imenso ao miniatural
Com a cooperação na dianteira
Erradicando do mundo todo o mal

Um grande abraço, querido amigo.

José António

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, MAGNIFICO POEMA...AS FOTOS ESTAO FANTASTICAS...BELAS ONDAS...ADOREI...QUE TENHA UMA OPTIMA SEMANA AMIGO!!!
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

Fernanda disse...

Amigo Poeta,

Sei que me vou repetir, não hão como não o fazer....
Lindo!Lindo! Lindo!

Se eu pudesse ser esse mar...
Eu sou tão feliz sempre perto do mar, sempre!!!!

As fotos também estão magníficas.
Parabéns
Beijinho

Multiolhares disse...

Então ordena, pois as mentiras é algo que abomino, que um Tsunami de verdades derrubem as mentiras
beijos nossos

MEU DOCE AMOR disse...

Se assim fosse poderia conhecer o fundo do mar e tirar fotografias?

Um beijinho doce

FlorAlpina disse...

AH!
Se eu pudesse ver...
De pertinho...
Esse mar que me traz cativa...
Sumiram-se as letras...
Pra (d)escrever a saudade...
...
Quanto encanto...
No seu belo canto...
Parabéns poeta...
...
Bjs dos Alpes...

Ana Martins disse...

"é abraçado ao mar
despindo as vagas
que enroupo os poemas
encharcados de mim,..."

Isto é poesia, sublime!

Beijinhos,
Ana Martins

Ana disse...

É abraçado ao mar que te vestes em ondas de poesia !
Um beijo grande.

Cildemer disse...

"é abraçado ao mar"

Que saudades eu tenho de o abraçar também:)

***
Beijinhos e estrelas maritimas*******

Daniel Costa disse...

Portaeusou

A inquietação procada pelas mentiras, por vezes, nem as as do mar com as maré, as águas no seu vai e vem lavam.
Abraço
Daniel

Filó disse...

Poeta

Junto do mar embalamos as marés de versos, feitos poemas, de palavras amigas que abraçamos..
Magnífico poema.

Beijo amigo

Secreta disse...

Surpreendo-me , sempre que passo por aqui...

Fa menor disse...

Bem... por um tempo perdi-me na música...
agora embalei-me nas ondas do poema e...
os meus verbos são frágeis perante os abraços do teu mar
:)

Bjos

gaivota disse...

se fosse possível dar essas ordens...
ondassssssssssss de vida
ondasssssssssss de morte
abraçando a dor...
pilipares

Lilá(s) disse...

Como era bom poder abraçar as ondas, o mar...tudo....
Bjs

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Lindas imagens, singelo poema... encantamento certo de alguém que há muito não vinha aqui. Beijos Poeta.

uminuto disse...

e nesse abraço ao mar encontro as tuas letras
um beijo

lita duarte disse...

Poeta,

O mar está bravo.

Beijos.

cristal disse...

Ordenava às ondas...
Me dessem um Abraço
Um abraço irreal, gigante,apertado..
Nesse abraço molhado que coubessem os amigos...todos os amigos
E os outros também meus desconhecidos..todos afinal...nesse abraço irreal.
De braços abertos e em primeiro lugar... iriam aqueles que os homens não querem (abraçar), não querem olhar bem fundo nos olhos.
Que bonita seria essa ONDA de gente!

LINDO,Poeta!

Belas ondas (palavras e imagens) acompanhadas pela voz de João Pedro Pais.

Obrigada por mais esta partilha

Aquele Abraço de sempre

Mar Arável disse...

Muito bom

o ciclo das marés

Canduxa disse...

despindo as vagas
o mar abraça-te
adormeces
feito menino
sonhando...
que sempre serás poeta.

beijinhos coloridos te deixo

Duarte disse...

Ante tudo, amigo Zé, o meu muito obrigado por recordar-me uma das canções que sempre adorei... será pela letra? O que sim é certo é que aquela Maria da Luz segue viva em mim, e, o tom daquela voz, a do Francisco José, também...

O mesmo digo do que nos deixas aqui, meditei, até um sorriso se assomou nos meus lábios, estou seguro disso, qual Poseidon! e pela forma em que crias o verso... fantástico!

Um grande abraço

Sandra disse...

Ola amigo!
Venha ver quem está comigo hoje.
vou te esperar.

Espero que aceite e venha conferir quem está comigo neste lindo cantinho, muito especial..
http://sandraandradeendy.blogspot.com/

Se vc. gostar fica o convite para ser seguidor mais recente. Se já és, te agradeço...
Será um grande prazer te receber por lá.
Carinhosamente,
Sandra/Curiosa....

GarçaReal disse...

AHHH Tanto que queríamos ser...Que lançar ao vento e às marés os sentires retraídos, os momentos vividos e talvez esquecidos...Vidas vividas na espera das que espreitam....

Bjgrande do lago com desculpas pela ausência...

está complicado

helia disse...

E de novo um lindo Poema dedicado ao Mar!

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
olhando em redor,
eu obedecia-te . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Jacarée
,
e é possível,
no pensamento
que não pode ser cortado,
nem com um machado . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer
lindas palavras,
tuas,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
a tua magia,
sabe a poesia . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
ah, mar, mar,
pai do meu êxtase,
quando te contemplo
na tua imensidão . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
são um poemas
as tuas palavras
livres, pensadas
com a verdade
do mar arado
da amizade .
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel José António
,
a tua inspiração
enche-me a alma
trazendo a calma
da gratidão,
,
um abraço.
.
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
dia a dia
a tua simpatia
deixa-me feliz,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,

,
linda, linda, linda,
a tua simpatia . . .
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
a verdade é sublime,
até a nossa verdade,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
fotografias ?
vídeos, documentários,
curtas-metragens,
grandes filmes,
até novelas, queres entrar ?
já tenho argumento . . .
o Polvo e a Morte em Valadares.
é a historia de um polvo
que fugiu á matança das
Praias de Gaia e asilou-se
na Sicília, acontece que um
seguidor do Inspector Corrado
Cattani indeferiu o asilo baseada
na inexistência de acordos entre
o Atlântico e o Mediterrâneo o que
motivou a revolta dos jaquinzinhos.
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FlorAlpina
,
vens ao meu canto
raso de mar
e recordar
tamanho encanto,
,
estrelinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
olhar o mar
é ouvir a poesia,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
Grato amiga,
,
Conchinhas,
Deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
o mar espera sempre
por quem o ama,
,
hoje avisou
que quer estar só,
não pára de espalhar
brancas espumas . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
ah,
se a água lavasse,
as línguas de certa gente,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga,
eu melhor não escreveria,
obrigado,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
surpresa,
é a voz do secretismo,
srsrsr,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
quem embala o mar,
tem a força das ondas,
cantada nos verbos,
como tu o sabes fazer .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
linda
o mar está belo,
amanhã estará melhor !
,
Pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
podemos abraça-lo
no nosso imaginário .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana, Aprendiz de Anjo
,
quando se retorna
as ausências são presenças . . .
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
uminuto
,
palavras,
são brisas escritas,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lita duarte
,
o mar
ruge sem parar
está em dia não
mas é leal
disse-me:
escuta Zé,
só quero respeito
e estar sozinho
no meu cantinho
que é largo, imenso,
peço-te, volta amanhã
passa o aviso !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
na onda das tuas palavras,
sinto o perfume do mar,
abraçando a amizade,
nas marés do teu olhar .
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mar Arável
,
grato, ficarei,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Canduxa
,
junto ao areal,
deixa-me sonhar o mar .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
Francisco José
teve a coragem de criticar
a RTP em directo, por ter pago
um cachet de 80.000 escudos
á Doris Day, enquanto os artistas
Portugueses recebiam 1.500$00 .
é obvio, que do Lumiar foi parar
ã A. M. Cardoso para assinar um
contracto para o Forte de Caxias !
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sandra
,
Amiga
irei Curioso ao seu
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
sábias palavras, amiga,
,
amenos pilipares,
e que volte ao lago
a serenidade possível !
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
o Mar
que me seduz,
,
conchinhas,
,
*

Ana Paula disse...

Acredito que te abraces ao mar para compor esta bela poesia com palavras "encharcadas" de talento.

E se eu também fosse Poseidon acredita que dava ordens a essas ondas para ficarem quietinhas...

Parabéns amiguinho por mais esta maravilha tanto do poema como das fantásticas imagens!!!

Jinhosssssssss