fevereiro 02, 2010

. . . . . . . . . . . . . . . . .na senda de Galileu


disperso as utopias
que ofuscam a minha mente
navegando entre o ocaso
e o meu solarengo olhar,
crepúsculo alaranjado
de sumarentos fogachos
vitaminas que absorvo
na senda de Galileu,
vou na barca do alento
dos marciais equinócios
mastros eternos de vida
abrasando as madrugadas.
poema e fotos: poetaeusou

64 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

«dos marciais equinócios
mastros eternos de vida
abrasando as madrugadas.»

Que belas fotos...
Abrasando as madrugadas...
Muito lindo o amanhecer de Sol de Inverno com 2º ... frio mas lindo!
Há quem abrase, apesar do frio!

CSI- também por aí, existe paixão?!
Forte abraço,
Mer

Lídia Borges disse...

Boa viagem rumo ao infinito, nessa barca do alento.

L.B.

Baila sem peso disse...

entre os sonhos e a realidade
no meio de um clarão de utopia
que tinha cor de fruto de fogo
navega o teu gesto na magia
de uma barca que chegará logo
a um destino de tua mente
que só teu coração sente...
e Galileu espreita a estrelas
e quem dera por alento, tê-las...

(gosto muito deste...
e as fotos complementam
e os R.E.M. dão sustento!)

meu beijo com alento

Isa disse...

...«mastros eternos de vida
abrasando as madrugadas.»
Belíssimas fotos!
E a música?!
Beijo-
isa.

São disse...

Abrasando as madrugadas e não só , estão os teus poemas, meu amigo.
As fotos estão deslumbrantes!
Um abraço .

HELENA AFONSO disse...

BELAS IMAGENS PARA UM BELO POEMA....
HELENA

Se7e/5 disse...

Numa noite quente e cheia de tesão estava necessitada de um duro e quente "rolinho de carne" bem dentro da caverna húmida do amor, entrou num barzeco e, foda-se!!, que moço lindo, uma autêntica obra de arte, perfeito e, saltava ás vistas, lindo, lindo, lindo! Um Adônis único com todas as letrinhas do desejo e tentação. Aproximei daquela montanha de beleza e tentei a sorte: -Você quer..., -ainda nem tinha bem articulado a palavra seguinte e já aquele corpão de bronze suado me arrastava para fora do bar. Meio desmaiada de emoção, recobrei meus sentidos num quarto excelente de hotel. Vá livrando da roupa, disse o pedação, e eu livrei, ficando nuinha e brilhando num calor intenso entre minhas coxas que já se escancaravam para receber o “rolão duro de carne”. Quando o gatão começou a despir-se...
O restinho???, nã, nã... só lá no se7e/5

Sandra disse...

Lindo poema, amigo e com aqueles por de sol, deu mais beleza ainda. Muito obrigada pelo seu carinho.
Se vc. ainda não for seguir de todos os meus blogs. fica o mais humilde convite.
Seja bem vindo neles..

Desculpe, a demora para retribuir o meu carinho, mas as vezes, não conseguimos vim, como planejamos. Mas acredito que o importante é estarmos presente.

As amizades verdadeiras, são como árvores, com raizes profundas.

!Um sorriso é a distância mais curta entre duas pessoas".
Por isso venho trazer o meu sorriso, o meu carinho e a minha amizade, mais sincera.
Pois nos tornamos, amigos por este meio tão virtual, mas tão caloroso, pelos recadinhos que são deixados.
Muito obrigado pelas suas doces visitas em todos os meus blogs.
Fico sempre muito feliz com a sua presença.
Um grande abraço.
Sandra

Maria disse...

.... e tu, poeta_que_és,
a publicar beleza no findar do dia/ faz-me vibrar a alma, num misto de tristeza e nostalgia./
e mirando o crepúsculo alaranjado/quanta saudade me vem, de um bem amado.
beijos pra ti.

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, BELISSIMO POEMA...AS FOTOS ESTAO ESPECTACULARES...GOSTEI MUITO...VOTOS DE UMA FELIZ E ILUMINADA SEMANA AMIGO!!!
BEIJOS COM AMIZADE,


SUSY

Justine disse...

Vai sim, que o mar é sempre um beço. Eu fico-me no embalço do teu poema...

Filó disse...

Um olhar avermelhado no crepúsculo do ocaso..
E na barca do alento vamos remando direito às madrugadas, que se esperam, sejam de luz.
Poeta seus "por-do-sol" são sempre lindos, belo poema e a música dos REM

Beijo amigo

helia disse...

Que maravilha as imagens e o Poema !

Fernanda disse...

Amigo,

Deslumbrantes, ambos, tanto o poema como as fotos.

Abraço

Lilá(s) disse...

hoje foi tão bom viajar num crepúsculo alaranjado...e a músaca soube-me bem!fiz também uma bela viagem.
Bjs

Maripa disse...

"...vou na barca do alento...abrasando as madrugadas."

Belíssimo.AS fotos "...de sumarentos fogachos..." estão cinco estrelas.

Abraço,amigo poeta.

segredo disse...

E k essas madrugadas sejam vistas e vividas com momentos mágicos e intensos!
Beijinho de lua*.*

Naty e Carlos disse...

Belas fotos, alias como sempre.
boa semana
bjs

Ana Martins disse...

Forte e quente poema, lindo!

Beijinhos,
Ana Martins

gaivota disse...

estes equinócios massacram os olhares...
madrugadas abrasadoras, e eu aqui!
por enquanto...
e o s. brás!?!?!?!
viva o sol que há-de aquecer o nosso povo pedralva acima até ao monte a assar chouriças e morcelas!
e eu aqui!
pilipares

GarçaReal disse...

Que a barca que ruma por esse futuro em madrugadas de sol brilhante te leve a bom porto.

Lindas as fotos....Adorei

Desculpa a ausência. Espero breve normalzar.

Pilipares especiais

Bjgrande do lago

SAM disse...

As fotos são lindíssimas poeta. E o poema também.


Carinhoso beijo.

EDUARDO POISL disse...

Passando para desejar uma linda semana.

"Para fazer mudanças não é preciso buscar novas paisagens.
Basta apenas olhar com novos olhos"
(Marcel Proust)

Abraços com carinho

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
CSI,
descreveste esta cena
do crime, com competência.
Superior a qualquer detective . . .
srsrsrsrsr,
,
conchinhas, ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lídia Borges
,
vogarei
na barca dos sete lemes . . .
(Redol)
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
anda ver o sol-pôr
cintilando loucuras
mercúrio escaldante
em esculpidas marés
prenúncios escarlates
prenhe de murmúrios
mergulham na noite
dos impetuosos êxtases
,
Marés de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
sinto o odor
do por-do-sol
evaporado
no meu olhar
musical barca
hino cantado
nas tuas palavras
sabendo a mar
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
deslumbrado fiquei,
com os teus dizeres . . .
,
conchinhas nocturnas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
HELENA AFONSO
,
Gratificado fico,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Se7e/5
,
e como foi
ao acordar ?
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sandra
,
grato fico, amiga,
,
realmente são maravilhosos
estes caminhos virtuais,
feitos de estradas misteriosas
onde poderemos semear a
amizade, o carinho a ternura !
,
Sandra
não sei se te apercebeste eu
“sigo” centenas de blogs
sem ser seguidor obrigatório,
e procedo igualmente com os
selinhos e nomeações, não sou
contra, acontece que sou
terrivelmente indisciplinado,
quase anarquista, não quero
amarras, algemas, quero ser
gaivota, voar sem grilhões,
viver os estados de alma, bons
e maus, porque tudo é vida . . .
é óbvio que estou eternamente
grato aos meus seguidores ,
,
conchinhas coloridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
amiga
sentir saudades
é viver duas vezes . . .
,
um mar de jinos
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
sempre simpática. amiga,
obrigado,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
o mar
enlaçou a praia
e de cravo ao peito
quis dançar o vira . . .
,
embaladas conchinhas,
deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
e na minha barca de luz
reluz
a musica das tuas palavras,
,
um mar luz, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
é ?
agradeço
a tua benevolência !
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda
,
exagero
não achas ?
,
grato pela tua simpatia,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
que bom viajar
nas tuas palavras,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
para ti,
,
ao pôr-do-sol
quero esculpir
a barca bela
feita saudade,
e oferecer-te
no vasto zénite
um horizonte
de amizade
,
conchinhas, deixo,
,

poetaeusou . . . disse...

*
segredo
,
madrugadas
são prenúncios
do sol nascente,
,
Jino,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Naty e Carlos
,
grato, amigos,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
a força do sol,
aquecendo o horizonte,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Linda
,
tádechuva
para as fogueiras,
,
o chouriço e as morcelas,
estão á espera !
hoje começa o Carnaval ,
,
vai-te amarar á pá,
vai-te amarar,
agora, já,
todos se podem casar,
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
amiga
por estes caminhos,
nada nos obriga a . . .
,
gostei,
de teres gostado, srsrsr,
,
pilipares
lembrando o Lago
sempre presente no meu mar.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
grato
pelo carinho
das tuas palavras,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EDUARDO POISL
,
ou não sejam;
os paradoxos de hoje
os preconceitos de amanhã.
In - Marcel Proust
,
Abraço,
,
*

Secreta disse...

E que essa barca do alento te leve sempre mais e mais longe... além do infinito!
:)

gaivota disse...

as mercelas e as chóriças tão m'lhadas... o fogarêro apagou-se, á ó, sinceramente, era preciso ser s. brás pa desatar a chever ôtra vez...
pilipares

Cildemer disse...

Num crepúsculo alaranjado
a beira do mar passeia
um poeta sonhador!
sabe da vida o sabor
que tudo se desfaz em areia
que todos temos nosso fado!

***
Beijos poeta amigo
e que estrelas solarengas
acompanhem o rumo
da sua barca*******

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Poeta,

Essas fotos são suas? Que pôr-do-sol mais lindo... parabéns!

Maravilhosa quarta, querido amigo.

Rebeca


-

Multiolhares disse...

Esse belo por do sol é mesmo como vitaminas que robustecem o olhar fazendo o corpo caminhar para lá do horizonte

beijos nossos

Princesa disse...

•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸

"A vida é um milhão de novos começos
movidos pelo desafio sempre novo de viver
e fazer todo sonho brilhar."
Que todos os seus sonhos brilhem muito!

•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸

BOA NOITE!!!
Beijos
Princesa

poetaeusou . . . disse...

*
Secreta
,
além,
para além do horizonte,
a barca do infinito,
segue o rumos
das tuas palavras,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
assi em casa,
com entremeada . . .
,
Pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cildemer
,
é na sina que abraçada
ao destino compassado
suporto este meu fado
nesta vida desgraçada !
,
conchinhas alentadas,
ficam,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
~*Rebeca e Jota Cê*~
,
sim, são minhas
tiradas a 100 metros,
da minha casa,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
para além do horizonte,
que fica ali . . .
mesmo de fronte !
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸
*
amiga
,
a vida
vive-se
revivendo . . .
,
conchinhas coloridas,
deixo,
*

•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.• * •.¸

Ofarol disse...

Olá Poeta.
Há muito que aqui não vinha, deixar o meu abraço.
Não pode passar este poema sem dar os parabens, ao meu querido amigo...
Belo o conjunto, bom tema musical, fotos magnificas e poema digno de um grande poeta como tu és...

Um grande Abraço

Sonia Schmorantz disse...

Hoje vim convidar você a conhecer o Ilha da Magia, blogger onde arrisco alguns ensaios poéticos
http://schmorantz.wordpress.com/
o link está no leia mais no meu tradicional espaço.
abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ofarol
,
companheiro
,
não mereço as tuas palavras
e tu sabes muito bem - - -
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
irei magiar a tua Ilha,
no http://schmorantz.wordpress.com/
,
um verdadeiro poema é tudo
o que escrevemos de forma sentida .
,
conchinhas, ficam,
,
*

Ana disse...

Que maravilha de imagens do ocaso do astro Rei, registadas pelo teu "solarengo olhar"!!!
O "crepúsculo alaranjado" no teu maravilhoso poema deixou-me também fascinada.
Parabéns amiguinho Poeta!!!
Jinhosssss,
Ana Paula


PS: Vou ver as outras a seguir, tenho-me desleixado:-)))

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
estás sempre presente,
,
as tuas ausencias,
são como constantes
presenças . . .
,
marés de jinos,
,
*