setembro 04, 2009

>>>>>>>>>>>>>poemas estivais ( 9 )<<<<<<<<<<


30-08 ás 14,37 h, Mar porque me ameaças-te ? que mal fiz ?

video

as tuas palavras
são gestos vertidos
água fugidia
das fontes sonoras,
são mutismos falantes
vozes engolidas
esmagando os ecos
nos ventos calados,
são suplicas sumidas
vestidas de afectos
abraços espremidos
boicoteando as noites.

poema-fotos-video:poetaeusou

50 comentários:

gaivota disse...

09????? á ó repá! variates???
08, penso eu!
pois houve alguma "confusão" nas águas mesmo no canto das pedras...
as lagaceiras, traiçoeiras desconhecem outros tempos...
piliparesssssssss

SAM disse...

Lindas imagens na exata medida das palavras. O poema é lindo e de extrema sensibilidade. Realmente palavras "vestidas de afectos".

"as tuas palavras
são gestos vertidos/
são mutismos falantes
vozes engolidas
esmagando os ecos/
são suplicas sumidas
vestidas de afectos..."


Carinhoso beijo e bom fim de semana!

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
foi no domingo passado,
30 de agosto, menina,
uma "cacetada" de uma onda
que ainda estou "assaratado",
não foi uma lagaceira,
foi um lagação . . .
,
pilipares estontoados,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
Afectos,
São carinhos de GIORGIO ARMANI
É CHRISTIAN DIOR da ternura
São os amores de COCO CHANEL
A meiguice de PIERRE CARDIN
um afável YVES SAINT LAURENT
vestindo a palavra sensibilidade . . .
,
Afectuosas conchinhas, deixo,
,
*

helia disse...

"Vozes engolidas
esmagando os ecos..."

Mas que a voz do Poeta nunca seja engolida...
Um encanto o Poema e as fotos!

gaivota disse...

então porque é puseste 30-09 às 14,37!!! é 08 - agosto....
lolololololol
palecoooooooooooooooooooooooo
pilipares ainda embrulhados em lagaceirassssssssss

FOTOS-SUSY disse...

OLA POETA, BELA POSTAGEM, ESTA TUDO MUITO BONITO...ADOREI.
BOM FIM DE SEMANA!!!
ABRACO DE AMIZADE...

SUSY

Sol da meia noite disse...

Por vezes a vida navega em paradas águas, que sufocam o sentir.

Bom fim de semana, amigo.


Jinho com amizade *

Multiolhares disse...

O mar é beleza
nossos olhos são envolvidos na sua magia ora de águas tranqüilas mas tantas vezes raivosas, tu o sabes, ainda que pensemos que conhecemos o mar, é pura ilusão, pois as suas ondas podem envolver-nos de forma arrebatadora brincarem com o nosso débil corpo e as suas correntes nos impedirem de voltarmos a terra, não somos peixes, ainda que possamos nadar muito bem o mar não nos quer no seu caminho, tu o sabes.

beijos nossos

Lena disse...

Vai ficar para lembrança esse 30/08 as 14h37;
o mal foi estares ali naquele momento.
O mar é assim...
tem seus momentos.

Um beijo Poeta !

Tamy disse...

Olá, td bem?

Seu blog está de parabéns!!! adorei

Beijoss

dá uma passadinha no meu se puder ^-^

www.reflexo-da-alma.blogspot.com

Ana Martins disse...

Caro poeta,
as fotos são deslumbrantes, e o poema então nem se fala!

Beijinhos,
Ana Martins

MEU DOCE AMOR disse...

Pois...se me boicotam os dias...eu boicoto as noites em vozes engolidas...

Vou...me vestir de águia...

Beijinho doce

Sonia Schmorantz disse...

Adorei as imagens, lembram sempre minha ilha também!
O poema é sempre encantador como os demais!
Um abraço, otimo final de semana

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Encanta a toada, assim como a foto da Nazaré e praia.
Abraço,
Daniel

gaivota disse...

assim tá melhor!!!
tou quase no ir, ficar com o vicente 2 dias e depois, açores - 1semana! quando voltar, temos o bife de atum à espera...
piliparessssssssssssss

Efigênia Coutinho disse...

SAUDADES!!!



Amor en Poesía

Sobre la mesa
libros, canciones
odas y sonetos,
donde me inclino
acogiendo mis sueños

De frente a la noche
la voz del poeta
susurrando sueños
en mi corazón desierto.

A estos sueños
me entrego irresistible,
desnuda, sin respuesta.

Déjemme amar
al mundo más allá
en los fráiles torrentes
de tu poesía!

Efigenia Coutinho

Joe disse...

Não tenho cá vindo, mas gostei de ver que continua com a junção das diferentes artes numa só: a arte de se expressar. As fotos são belas, os poemas também. E até há música para criar o ambiente, eheh. Continua a ser um bom blog para se ir visitando!

Filó disse...

Palavras e gestos vestidos de afectos, são suplicas com abraços sentidos.
Poeta acredito que o seu mar não o tenha ameçado, porque o faria ?

Desejo-lhe um excelente fim de semana
Um beijo amigo

Eduardo Aleixo disse...

Que o Outono, que é suave, suavise o mar, e te traga um ano bom. Abraço.

de mim para ti disse...

O mar não fez na sua plena consciência, certamente!
Um abraço
M.

poetaeusou . . . disse...

*
helia
,
um poema
é o eco da alma,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
é isso,
,
pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FOTOS-SUSY
,
grato,
marés de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
devemos seguir em frente,
navegar é preciso . . .
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
o mar não pode ser desafiado
e os seus avisos terão que ser
respeitados, é isso . . .
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
amiga,
,
o lugar certo
na onda errada,
acontece . . .
,
conchinhas luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tamy
.
grato
irei com gosto,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
obrigado Ana,
,
um mar de amizade,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
hé o bicho
hé o bicho
Gavião eu sou . . .
srsrsr,
,
marés de jinos,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
a tua ilha é lindíssima,
parabéns,
,
brisas ao entardecer,
envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
amigo
a Nazaré é um poema,
,
Um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
um jino ao Vicente,
e traz dos Açores
um queijo ou o Pauleta
para jogar na Selecção . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Efigênia Coutinho
,
Saudade es acompañado por la soledad,
es donde el amor no ha desaparecido,
pero ahora la querida ...
Saudade es un amor pasado
aún no aprobada,
rechazar un regalo es que nos duele,
no es un futuro que nos invita ...
La nostalgia se considera que existe
que ya no existe ...
Saudade es el infierno de lo perdido,
es el dolor de los que han quedado atrás,
es el sabor de la muerte en la boca
que siguen . . .
,
In – pablo nerudo
.
Um mar de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Joe
,
Amigo
é apenas uma pequena
contribuição para o
engrandecimento destas estradas
que muito adoramos,
,
Saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
o MAR, porque o faria ?
porque não o respeitei
como era a minha obrigação
ignorando os seus avisos !
o mar através das suas ondas
indica aos responsáveis, as cores
das bandeiras que sinalizam as praias,
estava içada a vermelha e eu não a acatei ,
,
conchinhas prudentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
Amigo,
Outono o melhor tempo de praia,
com o Verão de S. Martinho,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
de mim para ti
,
não fez, não,
inconsciente fui eu . . .
,
Saudações,
,
*

Lilá(s) disse...

Palavras profundas, imagens soberbas! como sempre...

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
Sempre simpática,
obrigado,
,
conchinhas, deixo,
,
*

Teresa Durães disse...

o mar não ameaça nem amedronta. segue a sua natureza

Céci disse...

OLá Poeta Amigo,

E as tuas palavras, assim escritas são um autentico poema com som e cheiro a mar!!

Bjinhos

Céci

Val Du disse...

Poeta

Que imagens belas!

Palavras... vozes ecoando em vários sons e tons.

Bjos

Chinha disse...

Palavras feitas vozes transmitidas em gestos que por vezes são boicotes da noite.

Belo

Gostei da música...Muito

bjinhos

:):)

poetaeusou . . . disse...

´*
Teresa Durães
,
o mar
é o caos da harmonia . . .
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
o Mar
é um poema envolvente
no salitre do olhar,
,
Um mar de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Val Du
,
o eco das tuas palavras,
têm o sabor a maresias,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
grato amiga,
,
conchinhas gestuais, deixo-te,
,
*

Baila sem peso disse...

Águas salgadas de lágrimas
muitas nascentes a chegar ao cais
torrentes de muitos poetas em rimas
audição de muitos ais...
Mar...que não suplica jamais!
Nos envolve e entontece
por vezes nos enaltece...
meu azul e verde que de afectos
por vezes de medos são repletos...
e que mesmo assim, meu mar
não deixo de te amar!!!

bjinhos de afectos, repletos

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
afectos
são ondas repletas
de rimas
de calados ventos
lamentos
de poemas mudos
salgados, desnudos . . .
,
conchinhas floridas, deixo,
,
*