julho 19, 2009

>>>>>>>>>>>>>>no bosque aquático<<<<<<<<<


onde marés serenas

video

na raiz das algas
ao limo cingidas
divagam sargaços
de esverdeado cristal,
lençóis penetrados
no bosque aquático
simulam searas
aguando suspiros
em leito salgado,
onde marés serenas
inspirando afectos
inventam loucuras
compulsando entregas,
poema-fotos-video:poetaeusou

46 comentários:

Duarte disse...

Neste vaivém de águas serenas, é condição quase obrigada caminhar lado a lado com esse mar, e assim poder desfrutar da sensação dos pés a mergulhar na areia molhada e água fria sem ter que sair a correr... que sensações nos dás , Oh mar!

Bonitas imagens...

Um grande abraço, amigo Zé

Ana Martins disse...

"...onde marés serenas
inspirando afectos
inventam loucuras
compulsando entregas,"

Verdadeiramente poético!

Beijinhos,
Ana Martins

Multiolhares disse...

Como deve de ser bom
Seu um ser do mar, sentir no corpo
o massajar da agua a liberdade a tranquilidade liberta de barulhos de tanto burburinho que vivemos na terra, mas... se o homem habitasse o mar era mais um local de seria destruído.

Beijos nossos

Teresa Durães disse...

a natureza viva!

RETIRO do ÉDEN disse...

Querido Poeta Nazareno,

Foi uma honra ter regressado a comentar o n/espaço.

Pensei que se tinha desgostado do tema.

Sabe...talvez com coisas tão banais como os exemplos de Omraam nós aos poucos cheguemos lá...


Hoje ainda está mais inspirado...se é que isso é possível!
A música linda...
As palavras...que maravilha...
quanto às fotos...e o vídeo... tão calmo esse mar que nem parece a Nazaré...acho que era a sombra do poeta que o acalmava e comandava...

Posso dar-lhe um respeitoso beijinho? pois aceite-o

Mer

Pó de Estrela disse...

Poeta do Mar

Sinto o teu sentir, quando te perdes na calidez da areia que aflora os nossos pés de mansinho.
Senti sereias, vestidas de algas, morando em casas de sargaços que lhes dão abraços.
Que calma, que limpidez, que serenidade e que tumultuosidade tu nos trazes, neste teu canto de encanto e de maresia. Bem Hajas.

Um ENORME abraço de Estrela perdida, num mar de sargaços.

Justine disse...

É profundo o dar-as-mãos entre as tuas palavras de marés serenas e as fotos de mar indomesticável. Sempre a cumplicidade

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
como eu sinto o mar, Duarte,
,
sinto
a pele do mar
nas asas das mãos
sinto
o sorriso das marés
nos salões de areia
sinto
o sabor do sol
perdido na noite
sinto
a boca sedenta
esperando amanhãs
sinto
os olhos alados
nas esperas imaginadas
buscando quimeras
nos frustados acordares.
,
do JE
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
trago nos olhos
os poros do mar
transpirando palavras
em recados caprichosos.
,
do JE
,
Marés de simpatia, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
ouve o som
da brisa toando o mar
eco de búzios sonantes
no iodo das maresias
onde algas secadas ao sol
incrustam a tua pele
do salitre dos meus olhos.
,
do JE
,
Beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
olha amiga
usufrui desta beleza
beleza renovada, sonhado olhar,
entardecer, dos amados crepúsculos
para além dos sentires e do horizonte prevalece o amor puro, da entrega casta,
,
do JE,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Mer,
que ideia amiga
Omraam, é um preferido,
algures num poste meu
avisei que me ausentava
dos comentários por uns dias . . .
,
abrigado areal,
jardim,
canteiros de marés serenas,
flor do mar,
ondulada, por brisas encantadas,
carente de iodo,
preambulo, de corpos mareantes,
,
do JE,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pó de Estrela
,
brada mar, ecoa nas ondas
em marés de coros pujantes
brada ao vento, a voz da terra
puro amante de nobres ideais
mar dá-me as mãos, tuas ondas
a avante vamos, quilha erguida
em forte mastro, abraço de aço
firmes, prontos, unidos, audazes
ao sol, ao luar, rumando ao farol,
,
do JE
,
mareantes conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
nos meus olhos, rasos de mar
sopram desejos salgados,
maré de quereres, onda mulher
brisas ávidas de toques, tacteando
lemes cingidos, abarcados remos,
rumo á descoberta do mútuo abrigo.
,
do JE
,
brisas de simpatia, deixo,
,
*

helia disse...

Algas,limos, marés, o Mar sempre presente e mais um lindo Poema e umas lindas fotos

utopia das palavras disse...

Searas são marés de espera
Onde o sol malha sorrindo
Beijos que o mar colhe da terra
E põe nos teus lábios dormindo!

Saiu-me..!!!!

Beijos

Filó disse...

Este bosque aquático reside num mar calmo e sereno,cujas marés são feitas de afectos verdadeiros, onde não há simulações..
É muito inspirador, daí mais este bonito poema.
Hoje de manhã meu mar ( o da Ericeira ) também estava assim , calmo com água verde e muito transparente.

Poeta , um Abraço Amigo

Ofarol disse...

Poeta.

Cada Poema que escreves, é um "hino"...acompanhado de belas fotografias...desta terra magnifica... em que o "MAR" é sustento... Mas também inspiração...

Um abrço poeta.

poetaeusou . . . disse...

*
hélia
,
mar brandura,
pedras poisio de algas,
húmida cama,
coberta de espuma,
no meu flutuante manto.
,
estrelinhas do JE
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
marés
de ondas livres
eis - me aqui,
teu escravo feito.
encantada sereia,
canta ninfa mar,
minha utopia . . .
canta,
o encanto do teu canto,
,
do JE,
,
conchinhas serenas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
furtivamente,
fui ver o mar,
ouvi murmurejar,
uma onda emproada,
acenou-me com altivez,
submergindo o meu sentir,
reconheci o odor
infiltrado em mim,
eureka, gritei,
é o mar da Ericeira,
e . . . num manto verde,
mergulhei . . . candidamente,
,
do JE
,
vítreas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ofarol
,
Carlos
,
fui á "Cambra" ver as listas
o que "fizerem á nha terra"
olha, fui parar ás urgências
ao ver tantas transferencias
anda tudo em pé de guerra
qua cambada de "Tróglauditas"
,
do JE,
,
um abraço,
,
*

Baila sem peso disse...

bosque aquático
onde leio sargaço
e na palavra me embaraço
simplesmente...
me faz lembrar abraço
e nas ondas dele, me enlaço!

só quem do mar saboreia o sal
percebe teus versos de cristal!

Boa semana
Beijo

carmen disse...

Lindo!!!
bjs

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

São sempre assim as maré serenas, estas fazem bem á alma do pescador e do poeta.
Abraço,
Daniel

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
se eu fosse o mar
ordenava ás ondas
que se aquietassem
ao pisares a praia,
pediria ás brisas
que te perfumasse
com beijos de iodo
encharcados de mim
srsrsrsrsrsr,
,
do JE
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cármen
,
anda ver o mar
planície esverdeada
giestas onduladas
barcos feitos foices
nos trigais de espuma
em espirais de cores.
,
do JE
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
é este sossego
que eu quero
olhar o imenso mar
o meu refugio
reinventando em mim
novas esperanças
nas marés
da minha ansiedade.
,
Do JE
,
um abraço,
*

Céci disse...

Ola amigo poeta!

Mais um poema no mar, sobre o mar e do mar!

Escusado será dizer que para mim Mar é mar, e faz-me sentir vivos todos os sentidos. As veses penso se em vez de aquriana, não deveria ser pisciniana!

Adorei!

Bjinhos

C´weci

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
como hoje estou assim,
lá vai . . .
,
Mar
traz-me de volta
o teu meigo olhar
e cicia-me a frase
que eu quero ouvir
no meu mergulhar . . .
,
do JE
,
conchinhas piscinianas,
dou,
,
*

cristal disse...

Olá Poeta

Palavras que nos transportam a um mundo imaginário, que nos transportam a esse bosque aquático de marés serenas...
Que bom este instante de serenidade!
Serenas são também as imagens de mar e a música escolhida.
Apetece aqui ficar mais um pouquinho...
(vou espreitar de novo o mar)

Fique bem amigo

O Abraço de sempre

Marlene Maravilha disse...

O mar faz mesmo parte das nossas vidas. Com ele fica tudo mais fácil. Basta caminhar e ve-lo para encontrar com Deus.
Eu preciso do mar! Revolto ou tranquilo, com sol ou chuva.
As tuas palavras sao sempre belas!
beijo

Fátima Silva disse...

Quando simulamos searas tornamo-nos alimento para alguém.o mar esse eterno companheiro.Lindas imagens que nos fazem viajar mais além...

lua prateada disse...

Como sempre, lindas palavras, lindas fotos...
Beijinho prateado

SOL

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
o meu olhar
transborda de mar
sulcando as marés
das tuas palavras,
,
serenos marulhos,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
ouço o marejar
murmúrios de nós
aos ventos gritados
caminhos do mar
por “Ele” traçados
,
brisas de luz
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fátima Silva
,
alimenta-me mar
com os teus cristais
de límpidos suores
fluindo nas marés
espraiadas em mim,
,
conchinhas serenas,
dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lua Prateada
,
linda
tenho andado
arredado dos comentários
dos coments . . .
,
desculpa, sim ?
,
conchinhas coloridas,
deixo,
,
*

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Amigo poeta passano UMA ILHA PARA AMAR que tem uma surpresa para você, espero que goste.
Abraços

Juani disse...

precioso tu bosque marino
saluditos

Princesa disse...

Eu, menina sonhava
em crescer e ser
feliz.
Que tola eu era
A felicidade estava
ali.
Um Beijo

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
fui,
gostei,
parabens deixei,
pelo teu novo espaço,
,
um abraço, amigo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani
,
preciosas,
as tuas palavras,
,
saluditos, desejo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
Se queres compreender a
palavra 'felicidade',
indispensável se torna
entendê-la como recompensa
e não como fim,
,
in:Saint-Exupéry,
,
linda
não procures a felicidade,
tu encontrarás o tal sinal . . .
,
Um jino, deixo,
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Neste bosque onde mergulho
e de algas me cubro :)))

Deixo
conchinhas serenas,

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
sinto
o ressequido cheiro,
imanando iodo,
das algas cobertas
pelo sol do estio . . .
,
rosadas conchinhas,
dou,
,
*