junho 28, 2009

>>>>>>>>>>>onde será o meu tempo ?<<<<<<<<<


um mar tocado a sudoeste

video

se o passado já findou
e o futuro
ainda não nasceu
o que faço aqui ?
onde será o meu tempo ?
e se eu não existo ?
talvez, não sei ...
só sei,
que estou á deriva
sem passaporte,
na procura do cais
do meu sonhar,
poema-fotos-video:poetaeusou

71 comentários:

Multiolhares disse...

Perguntas e sentires comuns nos seres habitantes da terceira dimensão,o passado ficou para traz o futuro não existe então é o dia de hoje ,o teu tempo e o de todos nós, se existes? eu penso que eu mesma não existo, não passo de simples projecção do espaço, como a minha imagem vista no espelho,estou a vê-la mas não existe é uma projecção de mim ,que não passo de ilusão.Como te posso responder ao que não sei.
O teu cais pensava que era eu ehehehe

Beijos nossos

utopia das palavras disse...

O teu tempo
é simples
é o tempo
de dizer poesia
hoje...!

Beijinhos

KrystalDiVerso disse...

Caro Poeta, simplesmente não está!... O passado foi demasiado rápido e ultrapassou-nos ficando para trás; o Futuro estás sempre para lá da inalcançável velocidade da luz multiplicada por infinitos desejos de ser alcançada; Esperamos o Presente que acontece... agora. E já passou! Portanto, Tudo que resta do meu caro Poeta;) é a vaga ideia da incerteza de sua existência! É ADMIRÁVEL!

Boa semana sem "crises existenciais"

Escolha entre... beijos e abraços

Valdemir Reis disse...

Olá estou visitando, parabéns pelo belissimo trabalho, excelente. Quem segue acompanhado de um amigo vai mais longe, muito além...
Compartilho o texto a seguir
“A amizade é assim:
É sentir o carinho,
É ouvir o chamado.
É saber o momento
de ficar calado.
Amizade é somar
alegrias, dividir tristeza.
É respeitar o espaço,
silenciar o segredo.
È a certeza
da mão estendida.
A cumplicidade que
não se explica,
Apenas vive!”
Olavio Roberto
Grato de coração por sua atenção e gentileza. Deixo votos de um fim de semana repleto de muitas alegrias, muitas bênçãos e que reine a paz, saúde e proteção, brilhe sempre! Fique com Deus. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades.
Valdemir Reis

SAM disse...

É tão bom caminhar com um sorriso nos lábios pelos sonhos que temos....É tempo que vamos!


Beijos!

Ana Martins disse...

O seu tempo Poeta, é o presente que temos que viver sem pressas e intensamente!

Lindo o poema como aliás não podia deixar de ser, já que nos habituou a poesia de qualidade.

Beijinhos,
Ana Martins

Eärwen Tulcakelumë disse...

Por vezes nossa alma se enche de perguntas, nos deixa com uma sensação de que estamos perdidos, sem o porto seguro diante da tempestade. Sensações dos humanos...frágeis seres somos nós que as vezes deixamos bloquear a nossa imperfeita visão. O poeta retratou bem uma fase que todos passamos, mas sei também que sabe bem onde se encontra o teu ancoradouro assim como o mar sabe que a areia repousa em seu fundo...
Pérolas incandescentes de amizade e paz entrego a ti.

Eärwen

Duarte disse...

Amigo, vives o presente.
Donde quer que seja, mas não longe desse mar que te abraça a diário, é o teu paraíso!
Existem outras artes, segue-as, mas volta ao teu MAR.

Um forte abraço

Maria Faia disse...

"O que faço aqui?"
"Onde será o meu tempo?"

Perguntas importantes meu amigo...
Pelo menos, para aqueles cuja existência tem que ter um sentido solidário e fraternal.

Beijo amigo, com votos de uma semana feliz,

Maria Faia

Filó disse...

poeta

Existo, o Tempo que vivo é o presente,cada dia tem sido meu aleado e muito amigo para conseguir ultrapassar as adversidades nas quais tropeço. É tempo amigo,mas corre demasiado veloz , quando damos por isso ,passou.
Poeta não é facil conseguir um passaporte com destino a um porto, cais de abrigo...
e dar asas ao sonhos....(pelo menos para mim !)

Um Abraço, meu Amigo

Cleo disse...

Espero que tenhas encontrado o cais dos teus sonhos. encontrado o teu tempo. lindo poema cheio de magia.
Beijos poeta e uma semana iluminada.
Cleo

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
somos simples átomos,
partículas que caminham para
a metamorfose, transformando-se,
,
cais ? não . . .
meu farol, pode ser ?
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
poesia
é o tempo de existir,
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
KrystalDiVerso
,
respeitosamente
não concordo . . .
a existência foi inventada
por pensantes homens que
se julgaram superiores . . .
só existe
quem sabe de onde vem,
porque está aqui, para onde vai,
logo, ninguém existe,
está, simplesmente . . .
,
Ffalar vida é como falar da morte,
como podemos decifrar a morte,
se não sabemos o que é a vida ?
,
vividas saudações, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Valdemir Reis
,
a amizade,
são afectos telemáticos,
são marés de floreadas,
em tela compartilhada,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
SAM
,
vamos no tempo,
semeando sorrisos
na estrada da vida,
,
um mar de luz, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
grato amiga,
,

se pudéssemos
travar o tempo . . .
,
marés serenas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
As sábias palavras
repletas de luz,
vislumbram
as marés de paz
que tu emanas,
,
brisas luzentes
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
o Mar
é um presente,
no presente,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Faia,
,
amiga
a vida é uma
permanente interrogação,
e quando alcançamos a resposta,
já não resta tempo para mudarmos,
,
maresias serenas, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
amiga
o passaporte
é o tal sonho que de real nada tem,
é a desgastada quimera,
o intemporal presente,
feito de instantâneos momentos,
,
um mar de afectos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cleo
,
amiga
os sonhados cais,
são como o horizonte,
ficam sempre além do além . . .
,
marés de jinos, envio,
,
*

Feitio'zinho disse...

Obrigada pelo comentario querido ;)

BeijinhO*

Andradarte disse...

Mais uma vez, um lindo tema.
Tudo o que é arte me fascina.
Alguma entendo e vou e volto.
Outra me deixa inquieto e cansado, pois está à margem do meu entendimento.
Mas arte.....é tudo.
Abraço

Branca disse...

O presente é nosso tempo, o passado-passou, o futuro certamente dependerá de suas escolhas 'hoje', então, viva esse tempo, esse presente, intensamente, plenamente, pra que colha bons frutos futuramente!

Boa semana pra vc.

Isabel José António disse...

Belíssimas fotos e uma evocação de outros tempos!

É verdade que andámos um pouco ausentes, mas foi porque tivemos problemas no nosso computador e o muito trabalho do costume. Agora estamos de regresso com novos posts, para já no Caminho do Coração e no Poesia Viva!

Um abraço e esperamos também por si!

Isabel

Teresa Durães disse...

gostei bastante!!!

Efigênia Coutinho disse...

um mar tocado a sudoeste
se o passado já findou
e o futuro
ainda não nasceu
o que faço aqui ?

ESPERE E VERÁS O LINDO :
FUTURECER
É UM FUTURO RENOVADOR , SEM DOR, ONDE SÓ TEM AMOR...

VENHA CONHECER:

OMELHOR BOLO DE CHOCOLATE DO MUNDO....

Efigênia Coutinho

Quica disse...

Interrogas as minhas interrogações
saber onde estamos, o que somos, para onde vamos, que fazemos?
Não te sei dar respostas. Só sei que somos aquilo que fazemos e que vivemos.
Eu sou mais feliz por aquilo que tu fazes, por isso sei que o que fazes, vale a pena.

Obrigada pelo teu miminho no meu Pó.

Um abraço de maresia

alertageral disse...

Desculpe senhor, mas não estou a brincar. Tive que me encher de coragem para fazer o que estou fazendo.

Obrigado

Sergio

Regina d'Ávila disse...

Imagens encantam, palavras seduzem. Inspiradora essência para olhos e alma. O poeta e seu lápis brincam com os sentimentos.

Obrigada pela visita..Adoro!! Bjssssssssssss

gaivota disse...

o que faremos nós por todos esses lados... qual tempo... deix'andar o barc'
eu pergunto é pelo verão e quando é que vestem as barracas!!!!!!!
piliparessssssssssssssssssssss

RETIRO do ÉDEN disse...

Poeta Nazareno,

Quando aperta a ansiedade... é quando me pergunto em que dimensão estou?...e aí começam os Se(s)
se ainda existo...se é verdade ... se esta "dimensão" corresponde à realidade...se é sonho...e quando "acordo" vejo que tudo é tão surreal... que se...calhar nem sou eu, mas sim o meu "gémeo" que está a vivenciar tudo isto...neste tempo...e em que tempo? qual é afinal o meu tempo? que é isso de tempo? aqui há um tempo...LÁ o tempo é tão diferente...dizem...

«...Foi no tempo em que o amor deixou o homem que se tornou necessário instaurar a religião, para o substituir. Mas, no tempo quando o amor voltar, a religião apagar-se-á, porque a seu tempo o amor terá entrado novamente no coração do homem.»
in Omraam

...deve ser por isso que não há religião que me preencha em absoluto...todas têm coisas boas e menos boas...acima de tudo não vejo liberdade em se "amar" em nenhuma delas...cada uma defende o seu ponto de vista. Quando o que devia ser avaliado era a conduta de cada um...os seus exemplos...porque falar é fácil, mas colocar em prática o blá,blá,blá...

Se...calhar já me alonguei demais.

Como sempre os seus poemas e fotos estão uma delícia...o Verão continua a inspirá-lo vivamente!

Abraço
Mer

poetaeusou . . . disse...

*
Feitio'zinho
,
o prazer foi meu,
,
conchinhas floridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andradarte
,
grato, fico,
,
discordando . . .
penso que toda a arte, mesmo
a abstracta, não é para ser
entendida em uníssono . . .
as sumidades é que nos querem
impor, com a sua verborreia,
de picaretas falantes . . .
,
as artes, poesia, prosa, pintura,
musica, teatro, escultura, canto,
dança, cinema, grafite, etc,
devem ser entendidas como nós
as vemos ou ouvimos . . .
não há nada mais pedante, do que
ouvir um autor de; . . . afirmar,
não entenderam o que escrevi,
não entenderam o que disse
ou nada entenderam do que fiz,
,
simplesmente,
as obras são de quem as vê.
de quem as lê, de quem as ouve,
,
um abraço deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Branca
,
será amiga ?
as escolhas são tão difíceis,
nas incertezas do tempo,
,
vou seguir o teu conselho,
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel José António
,
acontece também comigo,
ausente nas visitas aos
blogs amigos,
a praia a 50 metros da minha
casa é uma autentica tentação,
,
podem contar com a minha visita,
um espaço onde me sinto bem,
,
conchinhas de amizade, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães,
,
gostei . . .
que gostasses,
,
brisas marítimas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Efigénia Coutinho
,
chocolate,
a minha perdição,
ando eu a nadar 2 horas
diárias para perder peso
e recebo um lambareiro convite,
,
há mas vou, vou e vou . . .
,
Brisas gulosas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Quica
,
doutas palavras,
eruditas, sabedoras . . .
obrigado,
,
marés de carinho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Alertageral
,
força amigo,
cuida – te !
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Regina d'Ávila
,
brandura que encanta
bondade que seduz
benevolência que agradeço,
,
marés de jinos, envio,
,
*

Dois Rios disse...

O presente é esse
teu mar tocado a
sudoeste.
O futuro é o
sudoeste
tocado no
mar do teu
presente.

Beijo, meu poeta!
Inês

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Linda
,
as barracas já estão vestidas,
a minha é a quarta da primeira
fila a contar das rochas,
éazuliii ás riscas brancas fininhas,
,
começámos hoje,
oficialmente começa quarta-feira,
prontes já não gasto tusto no telelé,
,
Pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
revejo-me,
nas tuas palavras,
gratificado fico
com a força
do teu comentário,
,
na realidade as
religiões nada tem
a ver com a felicidade,
e confirmo citando,
também, Omraam,
,
Uma vez que sabeis que
os vossos estados interiores
produzem ondas e se propagam,
não guardeis a vossa felicidade
para vós, partilhai-a; desse modo,
não só fareis bem aos outros, como
amplificareis esses estados em vós.
Sim, é um fenómeno mágico: para
preservardes a vossa alegria,
deveis saber partilhá-la."
,
in-Omraam Mikhaël
,
Marés serenas, envio,
,
*

KrystalDiVerso disse...

Não esqueça, caro Poeta, que o estar aqui pode não corresponder a uma certeza; aliás você comprova essa mesma dúvida!... Não é certo que esta correspondência de ideias corresponda na mesma proporção do que realmente acontece ou até exista neste espaço onde ás vezes até pensamos existir!!!!... A existência não é garantida e só esse "Cogito Ergo Sum" tem o poder de o confirmar; vista a coisa deste ângulo, quase garanto sua existência já que demonstrando pensamentos bem definidos e de importância superior, o caro Poeta divulga parte de seus pensamentos, não deixando assim grande margem para dúvidas!... Mas, tudo isto passa à velocidade do pensamento e da fugaz existência, quase não dando tempo para arriscar uma certeza definitiva!...

Mas, servido-me dos primeiros coments deste seu post:
Não serão MULTIOLHARES sobre a UTOPIA DAS PALAVRAS?!!!...

Mais uma vez, boa semana

Escolha entre... beijos e abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios d
,
o mar
é sempre belo,
e o presente
está sempre presente,
na fúria das nortadas
nas ondulações do oeste,
nas tépidas águas do suão
o picado do sudoeste
o rabioso do sul
o calmo leste do mar chão . . .
o mar da nossa emoção,
,
um mar de carinho, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
KrystalDiVerso
,
eu quando não concordo,
não estou a afirmar que tenho
razão, tenho opinião própria
que nunca abdico, navego
num mar de duvidas, aliás,
duvidas das quais sou feito,
se observar não sou poeta,
apenas, poetaeusou . . . com
reticencias e olhando bem,
irá descobrir que,
sou aquilo que não sou,
e quando o sou, deixo de o ser …
,
“ Cogito Ergo Sum” passa-me
ao lado, bem distante, até . . .
,
optei ao tempo, por
S. Tomás de Aquino
,
Tantum ergo sacramentum
Veneremur cernui:
Et antiquum documentum
Novo cedat ritui:
Praestet fides supplementum
Sensuum defectui.
Genitori, genitoque
Laus et iubilatio,
Salus, honor virtus quoque
Sit et benedictio:
Procedenti ab utroque
Compar sit laudatio.
,
ainda hoje cantado
não por mim . . .
,
como não é usual citar
terceiros nos comentários,
estranho ter mencionado
o Multiolhares e a Utopia,
a Utopia das Palavras é
uma amiga bloguista,
a Multiolhares é a minha Mulher . . .
,
Saudações amigas, deixo,
,
*

RETIRO do ÉDEN disse...

Amigo e Poeta Nazareno,

...é verdade e gosto de partilhar tudo...está dentro do meu ser...desde que me conheço...mas acontece que por isso mesmo...acabamos por sofrer de mal de inveja dos "outros" a maior parte das pessoas ainda não estão preparadas espiritualmente.

Há um artigo no DN em que foca a opinião dum diplomata genovês de nome Conestaggio que publicou um livro no qual afirmava que os portugueses, invejosos por índole, sentem com maior desgosto o proveito alheio do que o próprio dano.
Acontece que apesar de ser portuguesa...sinto imensa felicidade em ver o "outro(s)" bem, felizes e a progredir...

bem-haja
Mer

Menina do Rio disse...

Nas belas imagens, um repouso, um porto, um presente onde o tempo se faz sobre o que jaz...

Beijinhos

KrystalDiVerso disse...

Rendo-me!!... Sua resposta arranhou as margens do massacre:)))
Quanto à referência a Multiolhares e utopia das palavras, apenas observação do momento por coincidirem na ordem dos comentários!... Por acaso foi uma admirável coincidência feliz que eu soube aproveitar;)))
Quanto à blogger Multiolhares ser sua Esposa (não gosto do termo "minha Mulher"), não fazia a mínima ideia mas, embora o seja, tal facto não tem qualquer relevância, porque quando se respeitam as pessoas seja em que espaço for as afinidades ou parentescos são de pouca importância. Não é entrave ao elogio ou à crítica, elaborada com todo o respeito e educação.
Quanto ao tratálo por POETA; vamos lá deixarmo-nos de modéstias ou falsas modéstias; no meu blog decidi escolher 20 blogs para linkar e têm, segundo o meu critério, de ser especiais: POESIA da boa onde incluo o poetaeusou (poeta) e outras categorias das quais destaco a VIVÊNCIA de BICHO-DA-MATA (excelente). Quanto a outras categorias... bem, cada uma à sua maneira todos os blogs têm algo de qualquer coisa, quanto mais não seja... maluqueira (no bom sentido)de bradar aos céus. Todos os blogs linkados não o são permanentemente estando sujeitos a substituições, como foi o caso recente, por ex:, do Blog "Um Chá no Deserto", que voltará brevemente. Brevemente, também, serão retirados mais 3 blogs do KrystalDiVerso, simplesmente pelo desgaste repetitivo e falta de actividade! Outro dos critérios depende de quem autoriza, ou não, o link de seus blogs.
Confesso que gostei desta troca de "galhardetes". Num espaço onde os comentários são pouco mais do que sofríveis (blogosfera em geral), é muito interessante algum debate sobre o que se escreve ou o que não se escreve, o que sente e não se sente... e sobre esse seu MAR que não me inspira lá muita confiança; é demasiado poderoso para uma criatura como eu.
Obrigado por este admirável momento e...
Parabéns à Multiolhares e os mesmo parabéns ao PoetaeuSou!

Escolham entre... beijos e abraços

Sonia Schmorantz disse...

Onde será o tempo de cada um de nós, se o ontem é só lembrança, e o amanhã não sei? Sou o que sou ou o que penso que sou? Tantas coisas a pensar...
Um abraço

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
Amiga
gratificado me senti,
,
Uma das leis cósmicas da vida é a
Partilha.
Partilhar é dar um pouco de nós,
dar é o braço armado da nossa
generosidade,

“ que a tua mão não veja
o que a outra faz “
> alguém o disse . . . <
,
partilhadas conchinhas, te envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Menina do Rio
,
um sublime presente
a tua visita,
,
com cheiro a jobim,
como odor a vinicius,
,
conchinhas de cá,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
KrystalDiVerso
,
Amigo
como anti-elitista assumido, não
faço destrinça de quem comenta
e quanto a debates académicos,
há muito que derreti a minha cera …
o meu espaço é um Mar de liberdade
mental e não tendo Links afixados
sigo todos os Blogs, bebo de todos
e em todos me sinto feliz, porque
não há bons ou maus blogs,
existem blogs simplesmente.
,
deixo-te
in - Natália Correia,
,
Pela verdade, pelo riso, pela luz, pela beleza,
Pelas aves que voam no olhar de uma criança,
Pela limpeza do vento, pelos actos de pureza,
Pela alegria, pelo vinho, pela música, pela dança,
Pela branda melodia do rumor dos regatos,
e
acrescento ,
Pela Paz que o imenso Mar me dá !!!
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
nem mais, amiga,
,
se eu soubesse
onde está o tempo
o tempo atempava
e no tempo do tempo
o meu tempo escolhia
voando no tempo
rumo á poesia
e aos ombros do vento
seguia . . . seguia . . .
,
atempadas conchinhas, dou,
,
*

Céci disse...

Sempre sonhador! Tu és e existes não para ocupara um espaço, mas porque é preciso a tua existência ((*_*)))

Bjinhos

Céci

Sol da meia noite disse...

A eterna questão, aqui tão bem colocada, nesta poesia.
Perdidos no tempo, perdidos em nós, em sonhos existimos...

Jinho amigo *

Pitanga Doce disse...

"se o passado já findou
e o futuro
ainda não nasceu
o que faço aqui "?

Tu? Aprecias esta maravilha que tens aí à volta!

PS: e nas horas vagas me provocas lá na árvore com ideias de guitarras. hhehe

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
tocado fiquei,
,
envolvo-te
num alterado pensamento,
,
se blogamos
logo existimos . . . srsrsr,
,
conchinhas coloridas
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
é . . .
sonhos
são metas por encontrar,
,
um mar de jinos,
envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
nas cordas do horizonte
há guitarras que navegam
e nos trinados que nos legam
trazem-nos um leve rumor
que uma Pitanga Flor
mora ali, mesmo defronte,
srsrsr,
,
Conchinhas dos teus faróis
hehehe
,
*

lilás disse...

Aqui tiras lindas fotos e maravilhosas poesias para nos encantar, certo?

cristal disse...

Olá Poeta

Por vezes(quando tenho tempo) ponho-me a pensar e sinto que parece que a vida me passa ao lado,que sou uma simples espectadora de mim mesma, protagonizando um qualquer filme em que encarno uma qualquer personagem.
Felizmente que disponho de muito pouco tempo para pensar rsrsrs
Gostei deste tempo feito de interrogações!
(e como acontece com frequência as suas palavras trouxeram-me à memória a canção):
"...Quis saber quem sou, o que faço aqui,
Quem me abandonou, de quem me esqueci...lá,lá,lá"

Obrigada amigo

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Lilás
,
se é uma ordem,
obedeço com prazer,
srsrsr,
,
conchinhas serenas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cristal,
,
. . .
Perguntei por mim
Quis saber de nós
Mas o MAR
Não me traz
Tua voz ---------
,
Brisas nocturnas, envio
,
*

Papoila disse...

És o tempo das palavras que embarca de encontro a esse Cais :)
O Teu Porto Seguro
Beijo
BF

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
o Cais
é um ombro ansiado
é um colo abrigado
onde as partidas são ais
,
Amiga,
em embarcados jinos
te envolvo,
,
*

Ana disse...

Ufa, que canseira chegar até aqui!

Vencer 68 extensos comentários é obra e ainda dizem que para baixo todos os santos ajudam:)))))

Vou apostar em como as meninas da segunda foto "falam" um Inglês arrevesado...

Quanto a esse belo mar, a linguagem é universal...

Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
hehehehehehehehe,
,
marés de sabadús, deixo,
,
*

Epee disse...

^^

Assim nos deixamos levar pelo vento, frio e surdo...

assim... à deriva de sonhos
que se arrastam em verdadeiros
pesadelos,
em desesperados gritos que
nos alertam o sono e nos calam
a voz do coração...

assim,
fingimos que resistimos,
ao olhar o passado
e sem ter do que sentir...

porque tal impotência frustra
qualquer perspectiva
de acreditar,
de fazer melhor
o que pior ficou retido no
passado...

sem procura, sem procurados,
restos imortais
da alma velha e cansada...

"se não existo" não há referencial
de querer vida,
sobrevivo,
levando no peito...




saudade
e dor