junho 26, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>>>foi o momento<<<<<<<<<<


mar . . . edredão bordado a prata

video

foi o momento
não antes ou depois,
foi o tempo certo
que a tempo inventei,
trajei-me de folhas
e molhos de brilhos
fogachos de sol
alumiando aloés,
vesti o despudor
edredão bordado
cobrindo de insónias
os sonos dormentes
que morrem sozinhas
esquecidas . . . na noite.
poema-fotos-video:poetaeusou

64 comentários:

Iana disse...

Poeta amigo

Que mar tão lindo
que delicioso festejar das ondas
que Paz transmite o seu "mar"
momentos esses que deve sempre guardar...

beijos meu amado amigo Poeta
deixo-te o perfume das rosas
para seu fim de semana perfumar
Abraços fortimhos
da rosa amiga
Iana!!!

Multiolhares disse...

E é nesse momento em que olhamos o mar que meditamos sobre a vida e a nossa impermanencia.
Beijos nossos

maria disse...

no tempo certo
surgiste poeta
e vestiste as palavras
que partilhas

beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO POETA, BELÍSSIMAS FOTOS E POEMA... TUDO EM PERFEITA HARMONIA... GOSTEI AMIGO!!!
ABRAÇO-TE COM MUITO CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Duarte disse...

Luz tamisada, que quando chega o estio penetra através do arvoredo conseguindo esse belo efeito que tão bem captaste. Parabéns.

Quanto à palavra, sendo tu pessoa de verso sempre presto, apenas digo que gostei.

Um forte abraço, amigo.

Céci disse...

Esta lindo amigo poeta!

"mar.... edredão bordado a prata" só tu mesmo para esta frase.

Bjinho e um bom fim de semana

Céci

Princesa disse...

Não corra atrás das borboletas !

Plante uma flor em seu jardim e

todas as borboletas virão até ela !

Bom fim de semana
um beijo

Oliva verde disse...

E este mar, lindo, lindo, que nos mostras e nos dizes! É sempre tão bom visitar-te!
Beijinhos

tossan disse...

Foi na hora certa que inventastes o tempo e forjastes estas duas lindas fotos e o belo poema... Abraço amigo

RETIRO do ÉDEN disse...

Poeta Nazareno,

Desta vez senti-me com os pés molhados... belo video...
Gosto imenso da flor do Aloés...é em Janeiro... por aí... que essa flor aparece...salvo o erro...

Pobre flor pisada!
- onde uma ninfa de perfume
ainda se estorce e desenrola...

in Poesia III JGFerreira

Forte Abraço
Mer

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
para ti linda
,
Mar,
azulados, quereres
límpido mar,
espumas dourados rochedos,
mulher marulhar do mar,
musicando
a tal canção que ficou,
só nossa,
cantada ao sabor das marés,
desejada mulher rocha,
banhada de Mar,
,
um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
*
Multiolhares
,
Luna
,
a vida
é mar
sentida
além do olhar
e vislumbrar
para lá do horizonte,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria
,
o mar
é uma rosa
formosa
da Maria
na maresia
do olhar,
,
conchinhas mareantes,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
grato amiga,
,
não me batas
pela minha ausencia,
os amigos são para
as ocasiões, não é ?
,
jinos, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
será que mereço
ás tuas palavras ?
,
um abraço, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
para ti,
,
sinto
a pele do mar
nas asas das mãos
sinto
o sorriso das marés
nos salões de areia
sinto
o sabor a sal
perdido no mar
,
conchinhas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
no meu jardim
há um mar de rosas
e há mariposas
feitas jasmim,
,
marés de jinos,
envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Oliva verde
,
grato amiga
,
e como não
posso viver sem o mar
vou já, já visitá-lo
,
conchinhas amigáveis
envio
,

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
só tu, amigo !!!
,
aquele abraço,
deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
mer
,
amo os Aloés
,
tenho vasos e vasos,
com aloés,
,
para ti,
,
meu aloé
deus das areias
deixa-me amar-te,
protector
das areias nas falésias,
das erosões do tempo,
maresias galopantes,
chuvas dd vertente mar,
perco-me em ti, flor, amor
quero abraçar-te
prender-me, ser raiz,
porque não te amei
selvaticamente ?
porque te pedia
que não me desses tudo,
dizendo que o nosso
amor seria eterno ?
porque contive o meu prazer,
para nos teus olhos,
sentir o teu ?
porque não saciei o meu,
desejo em espasmos,
colorindo os gemidos do vento ?
- poste de Dezembro de 2007 -
,
conchinhas nazarenas, dou-te,
,
*

goiaba disse...

Obrigada pelas "visitas". Também aqui venho de vez em quando.
Abraço

Juani disse...

realmente fue un momento precioso el dia que te descubri
saluditos

Eduardo Aleixo disse...

De prata são as tuas palavras. Não digo de ouro porque o mar é ciumento. Bom fim e semana. Conduz o barco no leme devagar, porque eu ando por aí e não quero abalroamentos. Abraço.

Sol da meia noite disse...

Há um tempo certo, para o acontecer do sentir.

Um bom fim de semana, desejo.


Jinhos * *

Iana disse...

Poeta amigo

Seu mar bravio
em noites de sonhos
um frio...
marés azuladas
um imenso vázio...

beijos amigo
e um fim de semana
lindo...

fica bem :))))
Rosa amiga
Iana!!!

Gasolina disse...

Estou perdida nas tuas fotografias.

Têm tantas palavras quantas as que bordas em poema.



BEI/de MARÉ

sergio b, a. disse...

Portugal Alerta geral.

Existe em Portugal algumas prostitutas infectadas com doenças graves. Muitas delas são brasileiras.
Uma delas tem um blog conhecido e etá se afastando por uns tempos daí.

Cuidado! Eu estou infedatco c/ a sida ou aids.

Sergio B. A

helia disse...

Mais uma espreitadela ao seu blog neste fim de tarde, para me deliciar com as fotos e o Poema

MEU DOCE AMOR disse...

Um beijo doce de bom fim de semana...

Levo o edredão bordado :)

poetaeusou . . . disse...

*
goiaba
,
a casa é tua,
,
amigáveis conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani
,
envio-te,
maresias
aos ombros do vento,
,
saluditos.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo,
,
e hoje terá que haver cuidado,
entre as 13 e as 15 horas caiu
um sudoeste dos antigos,
que a bandeira passou de verde a
vermelha, devido á forte ondulação,
amanhã o mar estará normal . . .
,
Abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
tudo acontece
a tempo, no tempo . . .
como dizes, amiga,
,
em maresias nocturnas,
envolvo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
num mar de rosas
as noites sonhadas
no breu cinzeladas
são marés intensas
bravias, imensas
salgadas, formosas.
,
um roseiral de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gasolina
,
sinto-me perdido
com as tuas palavras,
perdição igual,
que há muito sinto,
da beleza reinante
em que estou inserido,
.
brisas serenas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sérgio B.A. ???????
,
se ela sabe incorre
em crime publico agravado,
se tu sabes quem é, deves dar
conhecimento a quem de direito, para não seres considerado cúmplice . . .
se estás a “brincar”, se te
sentes feliz, continua . . . !!!
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
hélia
,
espreitado me senti,
na Praia, srsrsrsr,
,
Fico feliz,
com a tua simpatia, obrigado,
,
nocturnas e doces maresias,envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
podes levá-lo,
,
não me importa
das frias madrugadas nem
do fresco orvalho matinal,
,
sereno jino, dou,
,
*

mundo azul disse...

_________________________________

...deve ter sido um mágico momento!

O poema é bonito, as imagens são bonitas... Parabéns!


Beijos de luz e o meu carinho...

____________________________________

utopia das palavras disse...

Bonito momento, sereno e apaziguador! Gostei, poeta!

Beijinho

(cansadita para poetar)

Maripa disse...

Tão bem casadas as fotos e o poema!

Esse mar prateado transmite-me uma grande paz interior...

Obrigada, poeta.

Abraço amigo.

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
mágicas palavras,
as tuas,
,
conchinhas de luz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
apaziguado, sinto-me,
neste sereníssimo momento,
gostoso,
bonito, apetecível . . .
,
jinos serenos, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
e uma diferente luz,
invade este cantinho
com a tua visita,
,
centelhas de Paz
invadiram este mar
que eu adoro . . .
,
brisas de amizade, envio,
,
*

Violeta disse...

Bom domingo, aqui com chuva...

Alice Matos disse...

Saudades tuas, poeta...
trajado de brilho...
envolto em palavras
que se soltam
e se dão...
como o mar se dá...

Beijos meus...

poetaeusou . . . disse...

*
Violeta
,
um Domingo óptimo,
com chuviscos aqui,
,
conchinhas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Matos
,
o mar
é uma dádiva,
brilhando o nosso olhar,
vibrando a nossa pele,
,
Saudades tantas, amiga,
ía em breve
enviar um SOS . . .
srsrsrsrsr,
,
brisas suaves
,
*

Papoila disse...

Foi o momento certo.

Um beijo ao Poeta
BF

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
acertado instante,
digo eu,
,
conchinhas deixo,
,
*

GarçaReal disse...

Na noite surge o tempo ou no dia se vive o momento...Nada importa...A ordem é alietória.
O que importa é que inventes o tempo e nele te deleites e medites.

Bom final de domingo

Bjgrande do Lago

Papoila disse...

Querido poeta:
Foi o momento certo... de captar o brilho e de o transformar em versos que nos iluminam a alma.
Beijos

Chinha disse...

Lindo o momento dos aloés...Lindo o sol a filtrar a floresta...Lindo o teu momento de poemar.

Que lindo seja teu final de domingo

bjinhos

Princesa disse...

A felicidade mais elevada é aquela que corrige os nossos defeitos e equilibra as nossas debilidades.

Uma boa semana
beijos

mdsol disse...

Conchinhas de passei pertinho da Nazaré

:))))))

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
sábias palavras,
vou navegar
nos meditativos deleites,
,
espraiados de pilipares
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila,
,
Instantes
que a beleza nos dá,
,
iluminadas maresias
envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
adoro os aloés
,
Aloé, céu, terra,
Obelisco do amor,
Abrigo, praia, enseada,
Dunas, fragas, meu mar,
Alquimia harmonizada,
Amplexo, meditando,
Comunhão do universo,
Com a sinfonia das areias.
,
Florestas de frescas brisas,
dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Princesa
,
só é feliz
quem não quer
ir mais além,
,
brisas de felicidade
deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
madsol
,
que pena . . .
além do mar, sol e cor,
assistias ás Marchas de S. Pedro,
antes de uma boa Mariscada,
como é óbvio,
o que perdeste, menina !!!
,
conchinhas nocturnas,
,
*

Ana disse...

Edredão bordado a prata é uma imagem muito sugestiva...

Gostas tanto do aloés que até o fazes florir em Junho?
É de POETA!

O meu, tadinho, só dá flor no Inverno, o grande malandro!

Beijinho

ney disse...

Belas imagens, lindas poesias, muita alma e sentimento. Parabéns! ney.

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
e os meus também
entre Dezembro e Fevereiro,
.
faz hoje 11 anos e dois dias,
um dia muito triste para mim,
vi um Aloé isolado, triste,
parecia chorar, retirei um rebento,
implantei – o num vaso e hoje
tenho doze vasos de aloé, grandes
e pequenos, alguns só com raízes,
e embora meio secos, para mim,
estão sempre floridos . . .
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ney
,
gratificado fico,
,
Sudações,
,
*