junho 30, 2009

>>>>>>>>>>>>>>>> o barco de barro <<<<<<<<<

desafio lúdico: passos voantes
da: Carmen - http://anseiosdaalma-etc.blogspot.com/

a quilha derrete

na barra da espera
do meu navegar,
o barco de barro
a quilha derrete
entranhando o mar
de argilas estranhas,
onde segredos barrentos
barrando incertezas
escondem nas águas
o barro que eu sou.
poema-fotos-video:poetaeusou

60 comentários:

São disse...

Não me parece, francamente, que sejas feito de barro...

Abraço grande.

utopia das palavras disse...

Dilui o teu sal
na espuma do mar
esculpe-te na onda
que aconchega a maré
faz-te coral
e pérola
no fundo do mar!

Barro cristalizado nos sargaços, no sol e no iodo, barro que é rocha! Será deste barro que és feito?

Beijos

LOURO disse...

Amigo Poeta:

De barro não és
quando navegas
nos mares da Nazaré...

Abraço

Lourenço

Chris disse...

Gostei de visitar este seu espaço.
Parabéns.
Cumpts,
Crisitna Fernandes

rosa dourada/ondina azul disse...

O barro, é o envelope,
duma "Alma" que sente
e que se inspira no Mar!!!

Conchinhas inspiradoras
olhando o Mar infinito,
te deixo,

cristal disse...

Poeta

O amigo é (usando a linguagem dos surfistas) um "tubo de luz"!
Porque partilha esse mar, ora calmo, ora revolto,porque partilha emoções, porque capta momentos de uma enorme beleza,porque...enfim porque é um ser humano dotado de uma grande sensibilidade e atento ao Mundo e à Natureza e por isso lhe digo...Bem Haja

Abraço Grande

Isabel José António disse...

Caro Amigo Poetaeusou

Uma das melhores poesias que tenho lido nestes últimos tempos. Duma belez pura, serena, rude e lindíssima. Parabéns.


Se quiser pode ir ver uma minha no O Caminho do Coração, sobre o ego.

E temos mais nos outros blogues.

Um abraço e que a inspiração nunca lhe falte.

Um abraço

José António

Lena disse...

O mar e mar...
Belo poema e musica
foto's e video's

Saudades..saudades

Um beijo

Quica disse...

Olá Nazareno

Pois eu acho que és feito de barro, porque o barro molda-se e transforma-se em peças belas, sem preço. Sentimo-lo abraçar os nossos dedos, tal como o mar os abraça quando nele nos deleitamos.
O teu barro cheira a maresia, cheira a sete saias, cheira a lágrimas recolhidas em avental branco, cheira a pureza, cheira aterra lavada pelo mar.
bem hajas por nos deixares tocar-te.

Um beijinho cheio de Pó de Estrela (do teu mar)

Papoila disse...

Muito bem moldado esse barro que dizes ser ;)

beijo
BF

Multiolhares disse...

Dizem que no inicio era-mos de barro,Seria? talvez,talvez por isso nos possamos moldar diariamente ás contrariedades, ás vontades, ás mensagens impostas pela vida,Talvez até sejamos barro mole em demasia acabando adormecidos no fundo do mar

Beijos nossos

Baila sem peso disse...

o barro molda a vida
a vida navega no mar
o mar quebra o barco
o barco derrete na onda
a onda esconde o segredo
e segredo é nosso medo
e o medo molda o barro
o barro que molda a vida...

assim é o poeta nazareno
que baila num mar sereno

beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
amiga,
o barro molda-se á vida,
no destino que carregamos . . .
,
brisas suaves, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
cristalizo
ao sentir o mar
barro endurecido
com as marés,
salgado olhar
meu aconchego
rochosa pérola
do meu sossego,
,
amiga
sinto a argila nas veias,
,
maresias nocturnas, envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
navegar é preciso,
diz o poeta,
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chris
,
grato pela visita,
irei conhecer o teu,
,
conchinhas serenas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
o mar
para quem o ama,
é a fonte barrenta
de cristalinos poemas,
,
eternas maresias
de transparentes marés,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
amiga
seguindo a continuidade
surfista, considero esta maré alta,
“ uma boa onda” . . .
é pena as marés baixas, srsrsrsr,
,
búzios soantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isabel José António
,
amigos
Será que mereço ?
,
os Egos,
um tema que me interessa,
,
Um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
o mar esteva bravo, hoje,
ondas muito fortes,
apanhei uma tareia das antigas,
srsrsr,
,
suaves conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Quica
,
moldado no barro da vida, é …
,
Pó da Estrela,
que entrou na minha vida,
Serra Viriato em Sertório feito,
Serra que me deu uma Nora, Nora
que me ofertou uma Matildinha,
natural de Gouveia, fundada
pelos Túrdulos no séc. VI a.C. e,
posteriormente pelos Luso-Romanos.
,
maresias de luz, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
Amiga,
e para serve o barro ?
repara na minha modéstia,
,
Um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
no principio,
foi o verbo, feito barro,
barro vivido,
no âmago da experiencia,
do tempo que nos tempera,
contra ventos e marés . . .
,
Beijos nossos,
,
*

Duarte disse...

A metáfora concede-nos esse dom, o de poder ser de qualquer coisa, até de barro.

Entrelaças conceitos que muito me agradaram, pela força que a palavra alberga.

Um forte abraço

Clotilde S. disse...

Fiquei quase em off por uns tempos, por ter muito trabalho, mas voltei agora com muita vontade de te ler.

Lindos, todos os teus poemas, poeta!

Qual barro, qual carapuça! Tu és porcelana da mais bela e fina!

Brisas do mar e muitas flores de todas as cores!

Clo

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso
,
quero bailar
no meu batel
fiel
no seu vogar
desfraldo a vela
qual barca bela
Voo sem peso
sempre a pairar
e no meu espojo
deste desejo
sinto o arrojo
de mergulhar, mar . . .
,
no baile das vagas,
serenas marés,
te envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
srsrsrsr
,
metafórico abraço,
deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Clotilde S.
,
amiga
porcelana das
Dinastias Ming e Ch’ing ?
,
sou assim tão arcaico ?
srsrsrsrsr,
,
grato pela tua amizade
marés de carinha, deixo,
,
*

susana disse...

Belo poema... o barro moldasse, é assim que tentamos fazer com a vida, molda-la , mas nem sempre com susseso...

Beijo de um anjo

helia disse...

Um belo Poema acompanhado por lindas fotos ! E o Mar sempre presente , O Mar sem fim e de uma grande beleza!

Sol da meia noite disse...

E com barro moldaste um belo poema...!

Jinho amigo *

mariam disse...

Poeta,

Há tanto tempo...
Que bom voltar aqui...

belo poema! mas...
serás feito de dura rocha, amparando tempestades e (a)guardando marés... isso sim :)

deixo uma mão-cheia de cerejas e o meu sorriso :)
mariam

nota:já estava com saudades deste 'Universo' tão especial... mas tive alguns problemas informáticos rsrs

Juani disse...

para mi tu no eres barro, sino poesia hecha persona
saluditos

Papoila disse...

Querido poeta:
Do pó nascemos ao pó voltamos... mas és tudo menos um poeta de pés de barro... :)
Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
susana
,
barro
gomoso pó
da pegajosa vida,
cozida
no forno da esperança,
,
Conchinhas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
hélia
,
grato fico,
amiga,
quando vejo o mar,
os meus olhos
ficam rasos de . . . mar
,
conchinhas coloridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia da noite,
,
poemas cozidos
aos raios do Sol . . .
,
argilas de carinho, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
amenizadas saudades
traz a tua visita,
,
que os poemas sejam rochas,
feitas barro endurecido . . .
,
que as cerejas
sejam um mar de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani
,
grato amiga,
,
porcelanas de amizade
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Papoila
,
gratas palavras
obrigado,
porém,
o barro molda-se,
tal como os poemas . . .
,
marés de jinos, deixo,
,
*

Filó disse...

Poeta

Lindas fotos..
Bonito poema, divinamente cantado por Mafalda Arnaulth..
Magnífico poema por si moldado , palavras de argilas estranhas, que se escondem no Mar , segredos barrentos..incertezas, medos...
Poeta obrigado pela força !

Meu Abraço Amigo !

Ana Martins disse...

Tudo da terra vem e tudo p'ra terra vai, tem razão poeta!

Lindo, sereno, magnifico!

Beijinhos,
Ana Martins

tossan disse...

Não não és de barro e sim de poesia, da espera e do navegar. Abraço

Céci disse...

Lindo Poeta!

De barro o barco ou tu, será bem melhor que ser rocha, e neste mundo só mesmo quem é de barro quer no mar ou em terra consegue moldar-se a tudo o que nos rodeia.

Bjinhos

Céci

gaivota disse...

olha que da terra do barro sou eu...
o nosso mar está cada vez mais lindo e barcos de barro não andam por lá...
piliparessssssssssss

RETIRO do ÉDEN disse...

Amigo Poeta Nazareno,

«O barro/argila irradia radioactividade e magnetismo solar, que dão vida e força, purifica as células fracas ou menos sãs, ou, ainda, renova-as por outras células sãs e fortes. Em seguida absorve tudo quanto há de mau. É a Natureza que actua com o seu poder bio-radiante e com toda a sua sabedoria.»

in Romolo Mantovani
A Argila - Terra Curativa

«Somos literalmnete feitos de barro.Eis porque o nosso corpo e as suas qualidades fisiológicas e mentais são infuenciadas pela constituição geológica do país em que vivemos.»
in dr.Alexis Carrel


Este blá, blá, blá... não fazia sentido se não houvesse comparação com a descrição acima e com o que a sua poesia/palavras fazem ao nosso EU.

Um Bem-haja,
Mer

poetaeusou . . . disse...

*
Filo
,
as tuas palavras
são fados ao vento,
moldadas,
no mar da amizade
,
conchinhas coloridas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
É, amiga,
,
somos pó,
pó seremos,
,
brisas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
e navegando continuo,
,
um abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Céci
,
“apanhaste”
o sentido do poema, amiga,
na vida é muito difícil,
um bom entrosamento,
teremos que ser moldáveis,
feitos plasticina e nunca
deixarmo-nos cristalizar,
,
marés de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
há miga,
fui tomar banho
em frente ao Aleluia
quando dêpermim,
estava no centro cultural
o mar puxava a Suliiiiiii,
,
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
RETIRO do ÉDEN
,
amiga,
aprendi com o teu
comentário, obrigado,
dou o meu contributo,
,
A concentração de determinadas
minerais na argila, combinados
sabiamente pela natureza, confere-lhe
qualidades especiais para curar.
Seus principais efeitos no organismo são:
• Desinfiltra os interstícios celulares.
• Elimina toxinas.
• Estimulação da micro circulação cutânea.
• Permite a troca de energia dos minerais
com a parte afectada.
• Promove uma microabrasão (peeling suave).
• Regula a produção sebácea.
• Regula a queratinização.
• Regulariza a temperatura do órgão enfermo
uniformizando a irrigação sanguínea.
Existem vários tipos de argila e cada uma é i
ndicada para uma finalidade específica. antes
de usá-la, é preciso conhecer sua composição.
,
Dos meus ficheiros,
Desconheço a fonte . . .
.
Um mar de amizade, deixo-te,
,
*

carmen disse...

Poetaés:

Apesar de vir sempre visita-lo, quase não deixo comentários pois você tem uma lista bem longa... rsrsrs

Mas eu postei o seu (meu) desafio lá no meu Blog e tem comentários lá... se quiser responder... esteja a vontade...

conchinhas para a sua coleção

Lilá(s) disse...

Esta poesia é serena! e os videos do mar encantam-me!
bjs

Ana disse...

De barro todos temos os pés.
Já o resto... é conforme.
Conformemo-nos, então...

Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
carmen
,
tal como eu
o gostar ou não
a nada obriga,
,
brisas serenas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lilá(s)
,
O mar
é o prolongamento
de cada olhar,
,
maresias floridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
é
é isso,
está nos conformes . . .
era o Nacib ???
,
está uma chuvita
molha tolos . . .
,
conchinhas,
,
*

Parapeito disse...

..diz a lenda...que o Calice Sagrado da Ultima Ceia de Cristo era afinal feito de barro :)
* Gostei muito****

poetaeusou . . . disse...

*
Parapeito
,
é uma das teorias . . .
de mármore ou de barro,
o sangraal, veio da casa
de José de Aritmeia, um
rico mercador, tornando-se
discípulo de Cristo, na minha
opinião, o valor simbólico de
quem acredita, será sempre
o que cada um quiser . . .
vamos aceitar, que o Sangraal
fosse de Barro e como
Cristo-Homem disse
,
Bebei dele todos; porque isto é o meu
sangue, fazei-o em memória de mim,
,
Conchinhas de barro, deixo,
,
*