março 20, 2009

>>>>>>>>> DIA MUNDIAL DA POESIA<<<<<<<<


para todos os blogueiros - Hoje

21 de Março o Dia Mundial da Poesia
Proclamado pela UNESCO em 1999
a minha achega ao Dia Mundial da Poesia
se eu pudesse
ser o teu solfejo
vulcão compassado
musicando vida,
se eu pudesse
ser a aurora boreal
iluminando o amanhecer
das loucas madrugadas,
se eu pudesse
ser o relógio do tempo
parava as horas
por mim necessitadas
para mitigar a sede
que eu tenho de ti,
ai . . . se eu pudesse !!!
******

***
Poema do Post
*
bússolas sem nexo
rumam o breu do dia
nas extintas estrelas
carpindo cantares,
fados amargurados
embarcam nas vagas
transpondo fronteiras
que já foram chegadas,
meu porto madraço
meu barco sem vida
meu país castrado
perdido nas esquinas,
poema-fotos-video:poetaeusou

76 comentários:

Mai disse...

A espuma desse mar...
Parece querer registrar algum fenômeno... O mar faz movimentos que são muito significativos e nós, por vezes, desprezamos as simbologias...Bela fotografia!

Belo poema.
Carinho,
Mai

Tatiana disse...

Fiquei lendo e relendo...
Identifiquei-me nas palavras!
Entreguei-me nas fotografias!
Desejo que tenhas um belo fim de semana.
Um abraço carinhoso

Multiolhares disse...

Com dor os fados se vivem
com mágoa os fados se cantam
com tristeza as vidas se castram
Com pesar os barcos cansados
aportam na areia
Sem força para continuar
Neste país já sem pontes e esquinas
Para os despojos da existência
deixar

Beijos nossos

Maria P. disse...

...fados amargurados, cada vez mais...
Gosto desse mar.

Beijinho*m*

São disse...

Quando será que esse nosso país amargurado se encontrará, Poeta?
Um abraço.

Cleo disse...

Grande poeta, bom estar aqui. Minha avó era portuguesa e usava muito esta palavra "carpindo", hoje li aqui de novo.

Um abraço pelo dia do blogueiro.
Beijos com carinho
Cleo

Lindas fotos.

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Depois de ver um magnífico pôr do Sol, nada melhor que um bom momento de poesia.
Um abraço
Daniel

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
mar
a força épica
o fôlego etéreo
marulhos dissolvidos
no marejar das marés
,
esotéricas maresias, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tatiana
,
lido e relido
me senti, amiga,
,
marés de ternura, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna,
,
nos olhos mar
goteja o sofrimento,
lágrimas sem sal
de salobros ventos
clamando augúrios
no desperdiçado barco
sem remos, sem rumo,
sem esperança,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria P.
,
amargura . . . galopante,
,
bji,h.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
Quando não deixarmos
enlatar aquelas coisas . . .
percebes . . . ???
,
brisas de amizade e respeito,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Cleo
,
espero que a tua avó,
tivesse sido uma boa
referencia para ti,
,
maresias de ternura,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
tens bom gosto, amigo,
,
um abraço
,
*

Justine disse...

O mar continua vivo, as tuas palavras fulgurantes. Neste "país castrado"...
Abraço e um olhar nostálgico sobre a Nazaré, que estava linda esta semana:))

Isa disse...

Poeta,encantou-me! Li e reli.Disse
o seu poema lindo,recitei-o!
Tenho pena de ñ conseguir gravá-lo
para si a ver se concordava com a
maneira de eu dizer.
Abraço.
isa.

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
o mar hoje
estava sereno
calmo, tranquilo, sossegado,
como prova o vídeo
,
uma gaivota voando de esguelha
clamava:
,
mar
meu deus Baco
embriaga-me
mar
espuma em mim
meu analgésico
das dores impostas,
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Isa
,
e eu gostava de a ouvir,
vou imaginar . . .
,
brisas de amizade, envio,
,
*

Sonia Schmorantz disse...

VERDADEIROS AMIGOS SÃO COMO ESTRELAS
NEM SEMPRE OS VÊ, MAS SABE QUE ESTÃO LÁ....
UM ABRAÇO E BOM FINAL DE SEMANA

Silvia disse...

Gostei muito das fotos, vamos castrar as tristezas, celebrando a tua primavera, e o meu outono.
beijo
silvia

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
Nada mais verdadeiro,
corriqueiramente, diz-se,
os amigos são para as ocasiões,
,
amigaveis conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Silvia
,
acabar com a tristaza ?
,
é para já !!!
,
o meu Martinha da Vila
,
São Paulo engrandece a nossa terra
Do leste, por todo o Centro-Oeste
Tudo é belo e tem lindo matiz
No Rio dos sambas e batucadas
Dos malandros e mulatas
De requebros febris
Brasil, essas nossas verdes matas
Cachoeiras e cascatas
De colorido sutil
E este lindo céu azul de anil
Emoldura em aquarela o meu Brasil
,
alegres maresias, envio-te,
,
*

Multiolhares disse...

Escolheste um lindo poema
para emoldurar a dia da poesia,
Se pudéssemos tantas coisas mudaríamos
quem sabe faríamos um mundo onde a poesia
estivesse presente no olhar do homem, cada
vez que olhasse o Universo a paz pudesse surgir.

beijos nossos

M@ disse...

Obrigado pela visita ao meu blog e pelo comentário deixado.
Adoro sua amizade.
Beijo
Manuela
Simplesm____________Simplesme
______Simplesmente*m_______Simplesmente*man
____Simplesmente*manuel___Simplesmente*manuel
___Simplesmente*manuelaSimplesmente_______Simp
__Simplesmente*manuelaSimplesmente_________Simp
_Simplesmente*manuelaSimplesmente*man_______Simp
_Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuela______S
Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuelaSimp__Sim
Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuelaSimples_S
Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuelaSimplesme
Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuelaSimplesme
_Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuelaSimples
__Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuelaSimpl
____Simplesmente*manuelaSimplesmente*manuelaSi
______Simplesmente*manuelaSimplesmente*manu
_________Simplesmente*manuelaSimplesment
____________Simplesmente*manuelaSimpl
______________Simplesmente*manuela
_________________Simplesmente*
___________________Simplesme
_____________________Simple
______________________Simp

Mariz disse...

Amigo...maior que o pensamento...por ESSA ESTRADA amigo vem...
não percas tempo que o TEMPO...é teu amigo, também!

Ser poeta é se mais ALTO!

Homenageio-te hoje...como sempre...

Abraço duma Amiga que te esqueces...por vezes. Mas embora não venha aqui as vezes que gostaria - porque a net nem sempre...
e agora vim com esforço porque estou doente e mesmo de cama - já vão perto de 3 semanas - com uma infecção no aparelho digestivo - sim...também fico doente por vezes...as agulhas nem sempre ESTÃO ACERTADAS...embora me esforce por perceber onde está o mal, que não este físico, mas o outro que me provocou tais dores e mau estar.
É nesse aspecto que me preocupo. Embora seja raríssimo cair á cama, nem com uma simples gripe.
Mesmo assim, estou aqui, para te ver/lendo-te.

Deixo-te um abraço, um poema, um verso, uma canção.
Sempre...
MAriz

Mariz disse...

Esqueci-me de te dizer que te esforçaste e bem porque este é um dos poemas teus mais tocantes.
E deve ser bem ensalivado, e digerido...

Sim...és tu! a pena, o papel e a beleza do coração.

Viva a poesia, viva este dia feitos todos os que escreves para que te possamos ler.

Mariz

Liar disse...

Poetaeu sou, é um blogue
Que eu não deixo de ler
Muita poesia ligada ao mar
Que me inspira a escrever

Neste dia da poesia
Venho o poeta felicitar
Peço que não deixes de escrever
Porque eu vou sempre aqui voltar!

Bjinho

Céci ((*_*))

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO POETA.... MARAVILHOSO O TEU VERSEJAR... ADOREI AS FOTOS E VIDEO...UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

poetaeusou . . . disse...

*
Luna
,
poesia
a utopia
da vida,
o reverso
da realidade
no Universo
da liberdade,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M@
,
Manuela,
tenho andado arredio das visitas,
vou tentar normalizar,
,
conchinhas de luz, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariz
,
não penses assim de mim,
a verdadeira amizade a tudo
resiste, além do mais ,
os amigos são para as ocasiões,
,
não te esqueças de tratar de ti,
a saúde está primeiro, OK ?
,
Em terras
Em todas as fronteiras
Seja bem-vindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também
,
conchinhas de amizade,
dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariz
,
deixas-me enrubescido
com as tuas palavras,
,
há se eu me chama-se M.M.,
,
brisas sonantes, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
eu canto o mar
entre a maresia
da poesia
sigo a canção
da Inspiração
feita Liar,
,
maresias poéticas, dou-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & amp POEMAS
,
amiga
,
grato fico,
não me esqueci de ti,
é o tal tempo, desculpa,
,
Um mar de jinos, dou-te,
,
*

Dois Rios disse...

Cheguei um dia depois mas para quem gosta, todo dia é dia de poesia.

E o lugar é esse: vulcões musicando vidas, auroras boreais, loucas madrugadas, amor e sonhos.

Prazer em estar de volta, meu caro poeta.

Beijos,
Inês

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Risos
,
o dia da poesia
será sempre quando quisermos,
“poemar” é fácil, Inês,
basta escrever o que sentimos,
e arquitectar as palavras,
,
gratificado fiquei
com as tuas palavras,
,
brisas de simpatia,, envio,
,
*

cristal disse...

LINDO!LINDO!
Obrigada por ser o Poetaqueé!
Palavras,fotos e video espectaculares(não estou a exagerar,não...)
E por hoje ser o Dia Mundial da Poesia, permita-me que transcreva um poema (um dos meus favoritos)de Eugénio de Andrade:
*Adeus*
"Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mãos à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.
Meto as mãos nas algibeiras
e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro!
Era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.
Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes!
E eu acreditava!
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.
Mas isso era no tempo dos segredos,
no tempo em que o teu corpo era um aquário,
no tempo em que os teus olhos
eram peixes verdes.
Hoje são apenas os teus olhos.
É pouco, mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.
Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor...
já não se passa absolutamente nada.
E, no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.
Não temos nada que dar.
Dentro de ti
Não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.
Adeus"

Abraço amigo
e bom fim-de-semana
(oops.. hoje ocupei muito espaço)

poetaeusou . . . disse...

*
Cristal,
,
e como,
eugénio de andrade,
é um dos meus favoritos ...
respondo assim:
,
As palavras
São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas.
Secretas vêm,
cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.
Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.
Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?
,
in-Eugénio de Andrade
,
cristalinas conchinhas, deixo,
,
*

TristãoeIsolda disse...

Ser poeta é tudo poder, nas letras que formam palavras, nas palavras que formam versos gritando o sentir.

Abraço

Fa menor disse...

Ia para comentar sobre o post e comecei a ouvir a música...

Florbela Espanca... coloquei há pouco no Partilhas... bela!

Mas os seus poemas junto com as fotos também são música!

Bjs

Sol da meia noite disse...

Que haja sempre poesia
que possa iluminar
até mesmo o breu dos dias...

Jinho, com amizade *

tossan disse...

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor! É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim ...
É condensar o mundo num só grito!


E é amar-te, assim, perdidamente ...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!

Florbela Espanca - Ser poeta

Dia da poesia é também o do poeta, mais gosto de ler, prtanto parabéns
Abraço amigo

mariam disse...

Poeta,
porque 'ela' aqui mora. sempre!
neste fim-de-dia da POESIA
deixo um raminho de frésias frescas e o meu sorriso :)
mariam

utopia das palavras disse...

amargura
lavada
em águas
de verso
e brancura
de fado
mareado...!

Gostoso de ler, poeta!

Beijo

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Recomeçar é renascer para a vida
Reconstruir é reparar os danos
Siga em frente sem olhar p'ra trás
Não te censures, pois somos Humanos!
(Pequenina)
Te desejo um domingo com muito amor e carinho
Abraços do amigo Eduardo Poisl

Ana disse...

Poeta que encanta meu coração...
Bjinho

Paula Raposo disse...

Acho muito bem que haja um dia para a Poesia, embora como em todos os outros dias que existem, eu continue a pensar que eles deviam ser todos os dias...para mim, todos os dias são dia de Poesia. Porque a Poesia sente-se, não vive de dias...felizmente. Beijos.

GarçaReal disse...

Tu podes tudo...
Pois és poeta do mar e do amor...Imparável

No dia da poesia pergunto a mim a esta alma que escreve...

Escrevo poesia???????????

Ler-te é privigélio....

Obrigada por poemares

Resto de domingo belo

Sempre para além do pilipar

Um bjgrande do Lago

Parto voando

poetaeusou . . . disse...

*
Tristãoeisolda
,
quero desenhar letras, muitas e
imensas como o mar, gizar sentires,
em abraços mareantes,
dos quais, um te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fa menor
,
poemas
são brisas musicais
ao longo do cais
soprando nas velas
as palavras belas
de deleitados temas
,
brisas poéticas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
não te esqueci, amiga,
,
é na clara noite
que a magia
dissolve o breu
em átomos de poesia,
,
marés de jinos, envio,
,

poetaeusou . . . disse...

*
Tossan
,
nada me impede
de gritar ao vento
o esculpido marulho
do mar que me embala,
,
aquele abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
sinto o perfume
fecundando as falésias
são odores de frésias
subindo ao cume
,
brisas de amizade, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
fados
a sina dos ventos
sugando amarguras
limpando lamentos,
amainando
aguas revoltadas
nas marés cantando
poemas lavados
,
jinos cantantes, envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
e a meta é já . . . ali,
,
aquele abraço, envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
espero que o meu poema,
continue a ser a chave
do teu Espelho Mágico, srsrsr,
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
Paulinha,
e não é que tens razão ?
,
tenho andado ausente,
porém,
não me esqueço de ti,
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
ser poeta
é sonhar, além do sonho,
é voar no infinito
ser Ícaro de pez e sebo,
ser poeta
é sentir o sortilégio
de pilipar sobre um lago
onde uma garça rainha
concede-me tal privilégio,
,
brisas de um bjgrande
,
*

Duarte disse...

Como para mim todos os dias, são dias de poesia, por aqui ando, e aqui acabo de chegar... ainda cheguei a tempo? Espero!

Gostei de tudo o que dizes e expressas, palavras sentidas e com sentido.

Como criaste a tua homenagem ao dia mundial da poesia, passo a somar-me a ele...

Primeiro algo meu... dedicado a Ela em 2003

Fascinação

A minha boca tem fome da tua.
Os meus olhos tem sede dos teus.
Corpos unidos que vibram de emoção,
Ao sentir o forte latir do coração.
Emborrachados sentidos meus,
Fascinados por essa imagem tua.



Como broche de ouro, Miguel Hernandez
El rayo que no cesa - soneto 5

Tu corazón, una naranja helada
con un dentro sin luz de dulce miera
y una porosa vista de oro: un fuera
venturas prometiendo a la mirada.

Mi corazón, una febril granada
de agrupado rubor e abierta cera,
que sus tiernos collares te ofreciera
con una obstinación enamorada.

¡Ay, qué acometimiento de quebranto
ir a tu corazón y hallar un hielo
de irreductible y pavorosa nieve!

¡Por los alrededores de mi llanto
un pañuelo sediento va de vuelo
con la esperanza de que en él lo abreve!


Acabo com um abraço para ti

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
para ti,
,
na flor da amizade
invento a ilusão
etéreo pensar
nos ventos amigos,
as regadas nuvens
esculpindo salpicos
madrugam estimas
de estigmatizados afectos,
,
um abraço amigo,
,
*

tulipa disse...

OLÁ POETA
Tenho andado ausente...embora venha espreitar por vezes, mas não tenho tempo de me debruçar na leitura e na escrita de comentários.
Hoje, vim com mais calma...

Como tenho 2 blogues, num fiz um post à chegada da Primavera e no outro referi-me ao Dia da Poesia e também ao Dia da Árvore.
Convido-te a espreitar ambos.

Beijinhos.

poetaeusou . . . disse...

*
TULIPA
,
olá amiga
,
não necessito de explicações,
há alguns anos que andamos
por aqui . . .
espero que te sintas bem nas
novas ocupações profissionais,
,
Irei visitar-te, amiga,
,
um jino, deixo,
,
*

Juani disse...

con el renacer de la primavera,llega a nosotros mas bella la poesia
hasta pronto

poetaeusou . . . disse...

*
Juani
,
quero sentir
nas minhas veias
pétalas odoradas
de primavera
onde me acalmo,
,
saluditos
,
*

Eärwen Tulcakelumë disse...

Feliz em ser poeta, feliz em poder externar o que alma sente. Feliz por essa partilha maravilhosa. Obrigado a ti Poeta amigo.

Pérolas incandescentes de poesia entrego em tuas mãos.

Eärwen

Mariz disse...

Respondendo ao teu 2º comentário do meu 2º comentário - srsrsr
venho dizer-te - e segundo um poema sufi - "EU sou tu". - se te chamasses M.M.!
Abraço meu quase em jejum, para que o corpo melhore.
Grata
Mariz

mulher lua disse...

Se eu fosse poetisa
Tu serias poesia
Quando escrevesse versos
Eras tu quem rimaria

Eu escolhia o tema
Tu construias o sentido
Eu misturava as palavras
Tu davas-lhe colorido

Eu parava num terceto
Tu lançavas uma quadra
Eu arriscava a quintilha

E vinhas com a sextilha
Eu apostava a oitava
Por fim, fazes-me um soneto

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
feliz
pela tua visita, fico,
para mim o principal,
,
luzentes conchinhas, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MARIZ
,
cuida-te, menina !!!
,
um espirito sadio
requer,
um salutar corpo,
,
brisas serenas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mulher lua
,
T U
,
tu és a poesia
por poetisa tu seres
vê-se como tu escreves
e na forma que tu arquitectas
são palavras que tu sentes,
são poemas que tu me dás,
,
maresias para “TU”,
,
*

Ana Martins disse...

Parabéns, pela excelente forma como assinalou o dia.

Beijinhos,
Ana Martins

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
grato, ana,
,
conchinhas,
,
*

Carminda Pinho disse...

Atrasada, mas não queria deixar de te agradecer estes poemas num dia tão importante, poeta.

Bjs

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
vens sempre a tempo,
,
*
,

Lucy disse...

Poeta,

Espero que não leve a mal de eu colocar no meu blog este poema do post. Claro que lhe serão feitas as respectivas referências.
Caso haja inconveniente, por favor diga que o retirarei imediatamente.

Agradecida,
Lucy

poetaeusou . . . disse...

*
Lucy
,
a casa é tua
e o prazer é todo meu,
grato fico
com a tua atitude,
,
conchinhas serenas, envio,
,
*