janeiro 20, 2009

>>>>>>>>>>>>>> ósculando vida <<<<<<<<<


eu sou janela
a porta de entrada
do sol do teu rosto,
tu és o meu livro
páginas acordadas
madrugando poemas,
nós somos o leme
desafiando o destino,
nos ósculos de vida,
em remados beijos,

poema-fotos-video-poetaeusou

82 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO ZÉ, BELAS FOTOS... ADOREI O POEMA E O VIDEO UM CONJUNTO SUBLIME, COMO SÓ OS GRANDES POETAS, FOTOGAFOS SABEM FAZER... NÃO ESQUECER QUE A QUALIDADE É APANÁGIO DO TEU BLOGUE... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Muito bonito!
abraço

Sonia Schmorantz disse...

belo texto e imagens lindas.
um abraço

Multiolhares disse...

Eu sou...
Tu ée...
Nós somos...
Poema, vida

beijos nos

LOURO disse...

Amigo Poeta,fotos,poema e um video
com esse teu mar,um conjunto de cinco estrelas!!!

Abraço

Lourenço

R.G. disse...

Poeta tu és...

Beijo perdido

Justine disse...

Encantam-me as tuas belas metáforas marítimas!
Abraço

Violeta disse...

madrugando poemas - muito bonito
bj

olhodopombo disse...

eu estou
no reflexo da janela
com o sol
a contornar
as formas
ardentes do meu rosto/ser
apontando
o destino em
desafios
sem fins....

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Leme e poesia, tentativa de ir remando remando, se possivel a favoa da maré.
Abraço
Daniel

gaivota disse...

olha lá meu, o mar tá-se a compôr, marés vivas e bem altas, dizem eles, os entendidos, será???
gostei de sentir estes passos, os vossos passos, "apalecados" de norte ao sul...
piliparesssssssssss

Iscte 72-77 disse...

Muito bonito. A foto realça muito, fica lindo no conjunto....

paula barros disse...

Um poema muito bonito, as fotos adoro. A do barco acho fantástica.


abraços

Maripa disse...

Beijos de vida e mar num sol de poema.

Abraço,amigo poeta.

As fotos e o video tão bons,como sempre...

Duarte disse...

CRONISTA, é o que es TU.
Todos os dias aí está a crónica.
Dá igual a climatologia.
TU, sempre presto a dar-nos
um pouco dessa TERRA tua,
que o é um pouco nossa, minha!

Abraços sentidos

The Hazy Looker disse...

Espreita pela janela
Sente os poemas soltos
Voando na brisa morna
E beija-os como quem os ama


Um beijo grande.

utopia das palavras disse...

Acordar o poema
reinventando
o beijo...
folheado
na doce aurora...!

beijo, poeta

MEU DOCE AMOR disse...

Que o leme seja bem dirigido.O esforço e a vontade...

Beijinho doce

MEU DOCE AMOR disse...

Porque será que adoro tanto Martinho da Vila?

bj

Fernanda disse...

Mais um belo poema!
Fotos que nos levam bem longe!
Vídeo de ondas... que o coração sente!

Um abraço

andorinha disse...

Magias que o mar constrói ... as fotos ... as palavras ... as imagens do vídeo. Vida.

Teresa Durães disse...

e no livro as palavras são livres para construirem. Lindas fotos!

Carla disse...

fotos fabulosas e um poema com vida em forma de beijos.
Desculpa só agora ter passado por aqui a desejar um bom regresso, mas o tempo...
gosto de poder passar por aqui e ver as coisas novas e belas que nos ofereces
beijos

GarçaReal disse...

A vida é sempre um livro.

Páginas há que ficarão esquecidas e poeirentas ao longo dos anos.

Outra porém serão as páginas que jamais ficarão amarelas, pois tem vida e amor.

Fotos belas....Sempre

Bjgrande do Lago

Um pilipar ....

Adriana disse...

É sempre bom passar por aqui e ver e ler coisas tão lindas!

Sol da meia noite disse...

Vamos sendo...
O que vamos sentindo...

Jinho, com amizade *

manzas disse...

Por gostar tanto
de ler suas poesias….
Lhe deixo
os meus parabéns,
ao ler me encanto
Por escrever tão bem
Gostei e voltarei...

Sem nada saber
Sem nada dizer
Sem nada falar…
É um simples ser
Que expõem o seu pensar
Proferindo a frase certa…
Ao descrever o seu ver
Distingue-se ao escrever
Como um louco poeta

O abraço…

Juani lopes disse...

tu eres la ventana, donde yo miro todos los dias al mar
saluditos

Lena disse...

Vim tomar um pouco de ar puro, sabor a sal neste mar...lindo !
ler te e ver....

Um beijo

f_mg disse...

simplesmente maravilhoso.
um abraço

Eduardo Aleixo disse...

Gostei muito do " teu livro" e da expressão " madrugando poemas ". As imagens são lindas. Gostei do candeeiro apagando-se para que a madrugada entre no poema. Um abraço.
Eduardo

Andreia disse...

Muito, muito bonito!

Parabéns,
Andreia

rosa dourada/ondina azul disse...

Belo poema,
à Vida
ao Mar!!!

Bonitas fotos e video :)))


conchinhas,

tossan disse...

Tudo soberbo
como sempre está..Abraço

mundo azul disse...

_________________________________

Você tem um modo de versejar que gosto muito!

Casa muito bem seu texto com as belas imagens...


Beijos no coração!

___________________________________

Marlene Maravilha disse...

Consegues com poucas palavras dizer muita coisa!
Gostei muito!
beijo

Marlene Maravilha disse...

Voltei para falar que as fotos sao maravilhosas!
beijo

mariam disse...

Poeta,

um poe(mar) fantástico! um livro grande! que não tarde!


abraços e um sorriso :)
mariam

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA POEMAS
,
Fernandinha
És um mar de simpatia
,
Jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
Gratificante abraço,
Envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
Lindas
As tuas palavras,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Na imensidão do mundo,
,
Beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Louro
,
Estou
Anos-luz
Aquém de ti
,
Abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
R. G.
,
Com
(…) reticencias, amiga,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
Metáforas
São translações,
Da visão
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Violeta
,
Poemas
São espumas ondulantes
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
olhodopombo
,
O destino
É um endereço oscilante
Que requer desafios
E formas de o contornar,
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
Desculpa-me,
Prefiro contra a maré,
Desafiando o sossego,
Por inerte e bafioso,
,
Um abraço de amizade, Daniel,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
Não me digas nada . . .
Eram 17 horas,
Fomos para o canto das pedras,
Veio uma onda perdida,
Perdi a paleca de vista,
Olhei para a espuma pensando
Que o mar estivesse a levá-la,
Mas não, fugiu para a encosta
Nem sei como ela saltou a paliçada,
,
Ao farol estavam vagas de 9 metros,
Lindo de morrer . . .
,
Pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iscte 72-77
,
Grato fico,
Saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula barros
,
Olha eu ruborizado !!!
,
Conchinhas coloridas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

Maripa
,
São os teus olhos, amiga,
,
Conchinhas serenas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte,
,
A Nazaré é de quem
Nos visita, amigo,
,
Hoje com um mar lindo,
Espumando em cor de marfim,
,
Aquele abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
The Hazy Looker
,
Soltados poemas,
De amor ao mar,
De amor ao . . . amor
Dilemas . . .
,
Um mar de beijos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Utopia das palvras
,
Doce acordar
nos beijos da aurora
em poetado mar,
,
Beijadas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
E o leme tremeu três vezes
E três vezes se ouviu,
………….. El Rei D. João II,
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
E eu, e eu,
,
quem que foi que disse
que amar é tolice não é não
sensação
bem maior
do que se pensa
irreverente
ao marcar sua presença
vai e vem
nas marés de muitos tons
toda aquele que acha
nas ondas emoções
do amor que vem
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda,
,
ai se o mar
tivesse janelas . . .
,
conchinhas serenas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
a magia,
é uma gaivota esvoante
em maresias filtradas
onde as brisas das poalhas
sentem o quebras das vagas,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
como as tuas,
quamdo voam por aí,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
Nada te obriga, amiga,
Tu está sempre presente,
……… Aqui . . .
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Tuas palavras
são um Lago de Sabedoria
livro escrito no grande lago,
em páginas desempoeiradas,
,
pilipares em jinos de amizade,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Adriana
,
A casa é tua,
Sempre com a porta aberta,
,
Conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
Somos escravos,
Dos sentimentos,
,
Jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
manzas
,
Sou um
Poetaeusou … com ( . . . )
,
Poetar
É escrever o que sentimos
Arquitectando as palavras,
A nosso gosto . . .
,
Com as tuas palavras,
Gratificado fiquei,
,
Abraço,
,
*

Maria Clarinda disse...

Poeta meu....
Que maravilha de conjunto!
Beijinhos de conchinhas

poetaeusou . . . disse...

*
Juani Lopes
,
Será que o meu varandim
Merece tão sublime honra, ?
,
Saluditos, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
E a prateada espuma
Invadiu o canto das pedras
E continua violentamente,
,
Saudades tuas ?
Acredito que sim . . .
.
Marés de jinos, envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
f. mg
,
Fazei o que quiserdes de mim,
logo que seja nos mares,
Sobre conversas, ao som de vagas,
Que me rasgueis ou mateis!
O que quero é levar para Morte
Uma alma a transbordar de Mar,
Ébria a cair, das coisas marítimas,
,
In- F. Pessoa,
,
Conchinhas pessanas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
O mar
É uma expressão de vida
,
Abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andreia
,
Grato, fico,
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourado/ondina azul
,
O mar
É um vivido poema,
,
Um mar de conchas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Tossan
,
Grato, amigo,
,
Abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
A harmonia
é o alicerço da beleza . . .
,
azuladas conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
Austeridade,
em tempo de crise . . .
srsrsrsr
,
Jinos deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
Maravilhoso,
é estar inserido
na beleza que me rodeia,
,
simpáticas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
O meu Livro
Está recheado de,
Carinho,
Ternura,
Simpatia,
E
Estados de alma
Feitos poemas
Que te ofereço,
,
Conchinhas de luz, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Clarinda
,
maravilhosa
é sempre a tua visita,
,
coloridas conchinhas, envio,
,
*

Ana disse...

Aí está a combinação perfeita.
Ilstrada a preceito como já é hábito.
Eta, mar bravo!

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
oh mar bravo, bravo mar,
dá-me um pouco de bravura,
talvez seja a grande cura,
pôr uns figurões a zarpar,
,
conchinhas serenas, envio,
,
*

Um Momento disse...

Um livro aberto , uma lufada de ar fresco...um sorrir agradecido, um abraço Amigo

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
Um Momento
,
páginas de liberdade . . .
,
conchinhas, deixo,
,
*