janeiro 29, 2009

>>>>>>>>>>>> porque não me mentes ? <<<<<<<<


se tu sentisses
o que eu sinto
vi-as que eu minto
nesta indiferença,
e se eu minto
o que por ti sinto,
é penitencia
auto-sentença
este mentir,
que me aflige
que me castiga
que me consome,
só porque não sentes
o que eu sinto,
pergunto amor
porque não me mentes ?
poema e fotos:poetaeusou

64 comentários:

GarçaReal disse...

Um sentimento escondido num mentir que é aparente mas corrói a alma pois não consegues ser indiferente...

Belo...Muito belo...Adorei

O filme do cantiflas também o vi, assim como todos os outros...
Era era ímpar, com a sua famosa gabardine.

É bom recordar....

Sempre um pilipar para a gaivota e sempre

um bjgrande do Lago

Multiolhares disse...

Mas poeta…
o amor não mente,
nem é indiferente,
Nem pode ser penitente,
Isso faz parte da paixão
misturada de ciúme,
Que não deixa subir ao cume
Vislumbrar a verdade
E vive cheia de poalha
Não deixando ver o horizonte,
Onde as cores do arco íris
continuam a brilhar.

beijos nossos

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

QUERIDO AMIGO ZÉ, NÃO TE MENTE PORQUE SABE QUE O QUE DIZES NÃO É DE CORAÇÃO, MAS DA BOCA PARA FORA... O VOSSO AMOR É CORRESPONDIDO... É LINDO, SAÍDO DE CORAÇÃO DE POETAS...
O TEU POEMAR É LINDO, MAS O MAR NÃO TE FICA ATRÁS... PARABÉNS AMIGO... ADOREI!!!
UM GRANDE ABRAÇO DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Teresa Durães disse...

por vezes a dificuldade de encarar e a mentira como capa

Sonia Schmorantz disse...

Amor não tem como mentir, porque é dito com os olhos, ou se sente ou não...mas é lindo este poema!
Um abraço

Angel of Light disse...

Olá querido "poetatués"!

bem, estou a ver que os ventos da Nazaré andam a mudar os visuais dos blogs que por ali nasceram... Está bonito! Parabéns!

Mais um dos teus magníficos poemas... o que já é habitual nos teus sentires! As fotos estão lindas!

Deixo-te luzinhas em forma de conchinhas (...hiihi...) sobre o teu lindo coração!

Beijinhos de Amor e Luz!

LOURO disse...

Amigo Poeta,o teu Mar não mente,basta estar atento aos seus sons!!!

Abraço

Lourenço

gaivota disse...

ai a nha praia,a nha praia, ah praia lindaaaaaaaaaaaaaaaa
ah pois é... e vamos em frente que atrás vem gente!
e para que queres tu mais "mintiras"???
na te chegam? vê lá qu'apanhas...
fica a praia mais rica! já vites bem...
assim é que é! toma lá e anda!
também queres mais??? fala pa leiria................
piliparessssssssssssssssssssss

utopia das palavras disse...

O mar não mente
sente...
fala ondulante
nos olhos
da fria
espuma
o seu
lamento...!

Beijos, poeta

stériuéré disse...

Porque mentir é feio mas, por vezes necessário.
Por vezes as loucuras que nos passam pela mente, fazem-nos pensar e sentir coisas loucas.E nem por isso nos devemos sentir indeferentes.Beijinhos amigos da sté
Obrigada pela visita amigo

Nano disse...

me gusta mucho tu blog y tus fotos muy trabajado.
http://nano-misfotos.blogspot.com/
te dejo mi blog por si quieres ir

Paula Raposo disse...

Percebi o sentido do poema (julgo eu!) Mas como detesto mentiras, não mentiria e muito menos admitiria que o fizessem comigo. Desculpa lá o comentário mais longo, mas teve que ser.
Tens que rever a gramática. Beijos.

Gasolina disse...

Faço de conta que minto só para que não vejas as marés que me enches.

Deixo areia, restos de mim.

BEI de MARÉ

Duarte disse...

Gosto de ver o mar galgar a praia e esticar-se pela areia fora...

Bonito jogo de palavras que expressam amor, muito...

Um forte abraço para ti

Carlos Barros disse...

Vejo um Poema que flutua em tanto querer. Belo em conteúdo e estrutura!
Que a inspiração esteja sempre a te permear.

Abraços.

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
minimizada mentira
ou os poetas
não fossem fingidores . . .
,
Mário Moreno
Um Deus Mexicano
,
bjis para o grande lago,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
poalha
solfejo das brisas
o fruto proibido
do sol-pôr de fogo,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & ASTROLOGIA
,
Ai essas analogias, amiga,
,
o mar, o nosso mar, é único,
e não necessita de poemas,
porque o mar é … um poema,
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
toda a mentira cai,
como as folhas no Outono,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
os olhos
são a alma do amor . . .
,
conchinhas de luz, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Angel of Light
,
só um anjo de luz,
tem tamanha sensibilidade,
,
Bem-hajas amiga,
,
luzentes conchinhas ,
em marés de jinos, te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
Os códigos de sal
do marulhar do mar
só estão ao alcance
dos atentos, como dizes,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota,
,
quiinchentes
são esses marsantana,
tamem vais ó sombráz ?
,
Pilipares
e nadigas queváisdaqui,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
é na espuma da verdade
que as marés espraiadas
marejam brisas sentidas,
,
jinos ondulantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
stériuéré
,
antes
uma mentira piedosa,
como mal necessário,
do que uma mortífera verdade,
o que não é o caso, digo . . .
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Nano
,
grato, amigo,
Irei visitar-te,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
Paulinha,
,
não percebes-te, não,
,
esta casa é tua,
dispõe dela . . .
,
tens que consultar,
o acordo Luso-Brasileiro,
assinado no Brasil, hehehehe
,
Jinos “murais” de muro,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gasolina
,
é no areal das verdades,
que encho as minhas ilusões,
por não enxergar as marés,
,
Jinos espraiados,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
desta vez
a terra é que galgou o mar,
a praia conquistou uns metros
quadrados, num assoreamento o
que não acontecia há muito tempo,
,
aquele abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carlos Barros
,
grato pela visita
registo a tua simpatia,
,
abraço,
,
*

Maripa disse...

Quiseste baralhar-me ...

O poeta é um fingidor...não acredito que mintas assim tanto!

Abraço amigo, de verdade.

Ana Martins disse...

"...só porque não sentes
o que eu sinto,
pergunto amor
porque não me mentes ?"

Que lindo... E tão profundo!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

MEU DOCE AMOR disse...

Mas se sinto tanto e é tão bom ,porque hei-de mentir?

Não quero penitencia, nem castigo nem consomação...simplesmente desdobrar o amor e fazê-lo sorrir...

Beijo doce Querido Poeta do Mar.

Será que Viriato é feito de Luz?

Carminda Pinho disse...

Poeta,
não se mente, que é feio...:)

Beijos

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Como sempre mais um lindo poema de amor.

O orvalho cobre
as flores da manhã,
gotículas frescas
e o alvorecer
da rosa de porcelana,
quando o júbilo
se inventa
numa única palavra dita
e o aroma nos liberta.
(Paula Raposo)

Tenha uma sexta feira linda com muito amor...
Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
sabes muito bem que
são as chamadas divagações,
,
é frustrante sermos sempre
sérios, torna-se monótono …
hehehe
,
verdadeiras conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
são as chamadas,
mentirinhas piedosas,
,
concordas ?
eu tenho dias . . . srsrsr,
,
Jinos de verdadeira amizade, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
vamos então desdobrar o amor . . .
cantá-lo da Palestina ao BPP
do BPN ao Afeganistão . . .
,
amiga, sabes que a cultura geral,
é o que recordamos do muito que
aprendemos . . .
Viriato . . . ora deixa cá ver,
de momento apenas sei que foi
uma Milícia pró Nazi, que o
Salazar, para ajudar o Franco,
enviou para a guerra civil espanhola,
tem piada que um familiar meu,
integrou uma dessas Milícias,
partiu a cantar loas á Pátria
e atazanou os meus imberbes
ouvidos, a falar na, Dolores
Ibárruri Gómez, La Pasionaria,
Finou-se a cantar
>>>> Tengo una Peseta
pero tengo un Franco
hihihihihi, <<<<<
,
em verdade te digo,
fui ontem cuscar o teu canto,
e VIRIATEI, faladura,
,
um jino de carinho
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinto
,
prometo não mentir mais,
prontes,
,
olha,
mas eu quero ser in . . .
e é in . . . mentir,
,
que encruzilhada, pá,
assim não brinco . . .
.
jinos verdadeiros de amizade,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
quem não se rende,
aos poemas da Paulinha,
,
um beijo para a minha amiga,
,
tenho á minha frente o
ultimo livro da Paula Raposo
>>>>> Golpe de Asa <<<<<
,
Um abraço te envio, amigo
,
*

Lena disse...

um lindo poema !

um beijo, Poeta

manzas disse...

Estar aqui presente
Sempre com palavras
Luzentes brilhantes…
É como flutuar
Em águas calmas
E no fundo ver diamantes

Um bom fim-de-semana
Inundado de paz…

O eterno abraço…

Sol da meia noite disse...

É muito complicado comentar este sentir.
Mas para quê inventar uma indiferença que não é sincera?

Jinhos amigos * *

Eduardo Aleixo disse...

Lindo, sim, amigo, o teu poema.
Bom fim de semana.
Abraço.
Eduardo

Chinha disse...

Sempre a beleza presente num poema de sentires escondidos e engalanados por fotos maravilhosas...

Belo poeta do mar

Bjinhos e Bom Fim de Semana

MENSAGENS AO VENTO disse...

______________________________

...ah, poeta! Acaso a mentira consegue fazer alguém feliz?


Lindo, muito lindo o poema!!!

Beijos de luz e o meu carinho...

__________________________________

Ana disse...

Quanta indiferença mentida há por aí...
Às vezes por uma questão de amor próprio...

Abraço (compreensivo)

Carla disse...

...porque sente igual sentir
beijos e bom fds

Justine disse...

Mentir, fingir: é isso que os poetas fazem ou pedem para ser feito. Mas, como sabemos desde que o outro o disse, acabam por acreditar no fingimento e na mentira...e sofrem!

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
grato,
,
um jino mareante,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
manzas
,
palavras flutuantes
em aguas luzentes
acalmados presentes
eternos brilhantes,
,
Abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
Por medo de perder,
Não querer magoar,
Por insegurança,
Por, por, por . . .
,
um mar de jinos, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
Bfs., amigo,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
China
,
o mar
é um poema á beleza,
um presente engalanado
em ornamentados cristais ,
,
búzios sonantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MENSAGENS AO VENTO
,
Não pode, não amiga,
,
é um estado de alma,
uma leitura hipotética,
simbólica, pressuposta,
,
conchinhas de ternura,
envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
no emprego das palavras,
em prosa ou poetada,
o livre arbítrio impera, amiga,
,
sonantes búzios, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
complicação
sentimental, talvez . . .
,
jinos mareantes, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Justine
,
Amiga.
quase, quase . . .
e
o
poeta tem razão,
,
vagas de simpatia, envio,
,
*

Marlene Maravilha disse...

Parece poucas palavras jogadas ao vento, mas sao determinadas ao lugar certo! Como sempre dizes muito! É tudo muito bonito!
beijos

Liar disse...

Nem por amor vale a pena mentir!((*_~))

As tuas fotos tb não mentem, são lindas!

Bom fim de semana

Bjinho

Céci

poetaeusou . . . disse...

*
Marlene Maravilha
,
como me compreendes, amiga,
.
quantas das vezes,
só lemos as palavras
que não estão escritas,
,
Jinos serenos, te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
a verdade acima de tudo,
como as fotos ...que não mentem,
,
um mar de jinos,
envio-te,
,
*

R.G. disse...

Porque o amor não mente


Beijo Perdido

poetaeusou . . . disse...

*
R.G.
,
quando se sente . . .
,
conchinhas,
,
*