janeiro 27, 2009

>>>>>>>>>>>>>>eu semeio como quero<<<<<<<<<


eu semeio como quero
em palavras inventadas
os verbos encruzilhados
contrapondo as profecias,
eu clamo como quero
em átomos fragmentados
as partículas de Einstein
deambulando fracções
dos teus beijos geométricos,
eu canto gritando ao vento
musicado por Ravel
os meus êxtases convulsos,
por Freud estilhaçados
em estertores desnudados
e nos espasmos . . . sucumbidos,
poema-fotos-video:poetaeusou

87 comentários:

Paula Raposo disse...

O mar soberbo!! Beijos.

angel bar disse...

Bom Dia, pois ainda acerca do meu último post, recebi há 2 anos o desafio de escrever sobre um tema muito polémico e do qual se evidenciaram várias reticências para o escrever. Predadores na Internet. Depois de reflectido o assunto e munida de “verídicos” numa “súmula”, tipo as minhas ;) escrevi “Monstros Electrónicos”. Sei que era difícil pôr-me no papel do sexo oposto e expressar sentimentos desprezíveis para mim. Mas alguém apareceu e disse que se sentia tão perto. Perguntou-me inclusive quem era o homem que tinha escrito!!!! Atingi o desafio. Espero que seja um alerta… Com isto, vários emails que originaram o actual post. Em todo ele meditativo… REAL…….. Bem Haja

GarçaReal disse...

Comentar-te hoje é a dificuldade, pois precisaria de ter em fundo o bolero para me enquandrar na teoria de Einstein e na hipnose Freudiana.

Bjgrande do Lago sem ser geométrico e um pilipar cilindrado para a gaivota

Mai disse...

E semeias palavras como poucos, Poeta.
E se semeias como queres é porque as palavras e as mensagens que semeias, tu as sabe, semear com sabedoria.

Muito, muito bom.

Abraços.

GarçaReal disse...

Voltei voando para dizer que as fotos são lindissimas...

Viva o fotógrafo

Voando parto e deixo caír outro

bjgrande de lá do lago

Teresa Durães disse...

"Cantando espalharei por toda a parte, Se a tanto me ajudar o engenho e arte"

Liar disse...

Adorei poeta!

Vou voltar!

Bjinho

Liar

FERNANDA & ASTROLOGIA disse...

QUERIDO AMIGO ZÉ, BELÍSSIMO VIDEO... O POEMA E AS FOTOS DIGNAS DA TUA GRANDEZA DE ALMA E DA PERFEIÇÃO DE QUE É APANÁGIO O TEU BLOGUE... UM ABRAÇO DE MUITO CARINHO E AMIZADE,
FERNANDINHA

utopia das palavras disse...

Belas fotos!!!

teus versos semeia
teu prazer...
no teu (a)mar
frondoso
de folhas viris
regadas
com o teu amor...!

Beijo, poeta

LOURO disse...

Amigo Poeta,lindas fotos e video!!!
Eu semeio como quero as palavras
inventadas...Belo poema!!!

Abraço,

Lourenço

secreto segredo disse...

Espero conseguir levar o grande poeta que encontrei aqui, para o meu Movimento.

Espero.

Abraços

secreto segredo

Codinome Beija-Flor disse...

Isso é mais que poesia.
Isso é um clamor d´alma.
De uma alma que sabe o que é amor.
Não há como escrever o que não se sente.
Parabéns

Carla disse...

e que do que semeias colhas o que queres..belas fotos que acompanham estas belas palavras
beijos

rosa dourada/ondina azul disse...

O Mar,
sempre belo
mostra a sua força!!!

conchinhas,
(apesar do vendaval)

Eduardo Aleixo disse...

Toda a teoria do conhecimento pára e fica embevecida perante a beleza das palavras do teu poema. Um abraço. Eduardo

dona tela disse...

Ó senhor poeta, que coisas tão lindas. Muito obrigada.

Multiolhares disse...

Como átomo fragmentado
pó das estrelas,
Sinto as partículas já existentes antes
de descobertas, e musicadas
pelas vagas do mar
beijadas pela espuma maré

beijos nossos

Duarte disse...

Lá se foi e deixou uma lagoa!

Se temos um em casa, oh Zé! emprega-o,
pois, como Pedro Nunes existiram poucos.

Gostei das tuas palavras inventadas...
Assim como do céu e mar.

Um grande abraço de amizade

mundo azul disse...

_____________________________

...ao som de Ravel, vamos onde queremos!

Por isso é bom ser poeta...Não há limites de tempo e espaço!


Beijos de luz e o meu carinho...

__________________________________

Deusa Odoyá disse...

Olá meu amigo poetaeusou!
Desculpe minha ausência, mas estou retornando aos poucos, por ordens médicas.
Um poema lindo, soberbo.
Sensível as mãos de um poeta sonhador.
As fotos, muito lindas, digna de um poeta iluminado.

Uma semana de muita paz, amor e luz.
Beijinhos doce de sua amiga do lado de cá
Regina Coeli.

angel bar disse...

Mar... tenho o prazer de me deitar e levantar a ouvir o Mar. Dele tiro muitos dos meus pensamentos, dele tiro a Paz, às vezes única, para os dias da minha vida. Boa Semana.

Iscte 72-77 disse...

O conjunto perfeito.Adorei....

Anna e Cesar disse...

E gritas palavras
que dançam em nossa alma,
no mesmo ritmo do bolero de Ravel
E nos inebriam
Ao balanço
das ondas do mar...
Sempre muito bom vir aqui, ler seus poemas belissimos.
Ótima noite,
excelente quarta

Som do Silêncio disse...

De facto...
Poeta...és tu!
:)

Bjs,
Som

mariam disse...

Poeta,

e grão usado nessa sementeira parece não ter joio...
belo poema!
lindo mar
e música que já não ouvia há tanto! parece-me que as rádios preferem pagar as coimas a cumprir as quotas ...

boa semana
um abraço e o meu sorriso :)
mariam


ah! e sorri com a modéstia do seu fino humor ! rsrs

olhodopombo disse...

Fiz alguma confusão de nomes?
me perdoe....

Sol da meia noite disse...

E aqui teu sentir se liberta...
Em sementeira de clamores...

Jinho amigo *

Ana disse...

Tu semeias poesia e eu venho colher os frutos.
Um beijo .

neli araujo disse...

Boa Noite, Poeta eu sou!

Gosto das tuas fotos, dos teus poemas, do mar e das conchinhas que deixas para os amigos pelos blogs.

conchinhas
,
*
de
,
*
carinho

neli

Sonia Schmorantz disse...

Mira-te pelo calendário da flores
Que são só viço e esquecimento.
Desprende-te dos ofícios do dia,
Apaga os números, os anos e anos,
Releva a data de teu nascimento.
E assim, por tão leve sendo,
Por tão de ti isento,
De uma quase não resistência de pluma,
Abraça o momento,
Te apruma,
Tome por bagagem os sonhos
E apanha carona no vento.

(Fernando Campanella)

um abraço

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Enquento o mar urra, o poeta medita, a sua veia poética fragmenta-se olha-o e sussura.

Abraço
Daniel

manzas disse...

Olá bom dia!

Passei para agradecer o belo comentário e pela visita ao meu blogue…
É sempre bom estar aqui e ler o que escreve…
Um resto de uma boa semana, inundada de paz.

Há dias…
Em que acordamos chuvosos
Ensopados em saudades choradas
Sentimentais, românticos
Emotivos, fantasiosos…
Amarrados em manhãs geladas

O eterno abraço…

Juani lopes disse...

tu siembra que yo recogere la cosecha de tus palabras
saluditos

®tossan disse...

sou a matéria
errante
sou o mar
em bolero
sou ego
sou beijo

Abraço

gaivota disse...

grande barroca, ah meu...
então semeia, enquanto podes...
'inda ficas "acelampado" com tanta
onda e espuma...
isto é q'tá um tempeeeeeeeeee
é quase s. brás e tamos nisteeeeeeeeeee
nem parados estão quietos!!!
piliparessssssssss

paula barros disse...

Sabes semear palavras, emoções, pensamentos...belezas!

abraços

Lena disse...

O mar queria te beijar os pés, por tanto gostares do poetizar...
A foto de cima é no canto ?

Um beijo

MEU DOCE AMOR disse...

Sim semeias...e colhes o que queres, realmente?

Colhes um Um beijo doce?

:)

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
Paulinha, jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
angel bar
,
essa realidade
existe nestas redes virtuais,
demonstraste uma força
interior, incomum.
é bom que todos nós
possamos reflectir.
,
conchinhas serenas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
um segredo
gosto(ei) muito do Cantinflas,
e no poetado queria iguala-lo
a Einstein recordei o Bolero de Raquel,
interpretado por ele, como é um filme
pouco conhecido, uma sátira ao
Bolero de Ravel, optei pelo original,
,
Jinos e pilipares para o grande lago,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
Amiga,
e assim se perde,
um ministro da agricultura . . . eu,
hehehehe
,
conchinhas de simpatia, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
viva o fotógrafo . . .
.
e eu não sei !!!
hehehe
,
Um mar de pilipares, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
Viva quem canta
que quem canta é quem diz
quem diz o que vai no peito
no peito vai-me(se) um País,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
espero-te, amiga,
,
um mar de jinos, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & ASTROLOGIA
,
grata amiga,
,
As tuas palavras,
obrigam-me a pensar
que o Narcisismo desponta em mim,
,
Jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
regado por poemas
semeio ramagens
nas frondosas marés
aventadas folhas
em mar de quereres
,
jinos nocturnos, envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
.
não mereço, tal,
amigo,
,
abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
secreto segredo
,
se for o Movimento
de Libertação da Liberdade,
conta comigo, srsrsrsr,
,
saudações, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Codinome Beija-Flor
,
mulher sussurro,
fonte de amor
dá-me o teu silêncio
mas mantêm essa mensagem,
vendaval ardente, no teu sigiloso olhar,
,
in-poetaeusou – 2006
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
grato amiga,
simpática, como sempre,
,
Um mar de jinos, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
mar
altaneiro
és o viveiro
de inspirações
emoções
que eu quero cantar,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
será a teoria
levado á prática, amigo ?
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela,
,
realmente a Nazaré
é linda,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
sinto as estrelas
em átomos musicados,
nas fragmentadas maresias
gotejando,
nas partículas de sal,
,
beijos nossos,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
tenho que preservar
o Pedro Nunes,
com o facilitismo nas escolas,
temos que o manter o seu
espírito em reserva . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mundo azul
,
ser poeta,
é imaginar . . .
o inimaginável,
,
um mar de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
Regina,
A rainha da benquerença,
visitou-me e comentou-me
com virtuosa sensibilidade,
grato fiquei, entre amigos
não se apresentam desculpas,
,
preserva a saúde, amiga,
recupera rapidamente,
mas de forma segura,
,
conchinhas serenas, dou-te,
,
*

Anna disse...

Olá grande poeta!!
Deixando aqui conchinhas de carinho!
Ótima noite, excelente quinta!

andorinha disse...

Mesmo que fujas, não consegues escapar à magia do mar, à poesia das ondas.
Um beijo.

poetaeusou . . . disse...

*
Angel bar
,
Ao longe a cidadela de um navio
Acende-se no mar como um desejo
Por trás de mim o bafo de estio
Devolve-me à lembrança o Alentejo,
,
in-covo/rui,
,
Oh, mar sereno,
que até a tua bravura,
nos dá PAZ,
,
conchinhas de paz deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iscte 72-77
,
perfeição da natureza, só . . .
,
perfeitas conchinhas, te envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Anna e César
,

como balança o mar
no vento dos olhos
vendaval de mim,

o vira da Praia
arregaça a saia
quero ver-te assim,
,
búzios sonantes, vos deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Som do Silencio
,
que bondade
espalha os teus olhos,
,
grato amiga,
,
bondosas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
hehehehe
,
qual coimas ???
come tudo amiga !!!
a musica brasuca conta como portuga,
é MPB, é a nova onda brasileira,
é aquele que foi ministro, é o outro
que impedia o transito em contra-mão,
é o meu MARTINHO DA VILA, é o meu
VINICIUS, que eu amo, é a musica urbana,
á a elis e a simara, é o do Vale da Porca,
que deve ser da Atlântida, está sempre
entre Portugal e o Brásiuuuu, é a Fáfá
de Belém, não sei se ela é do Belenenses
se é Prima do nosso Presidente Cavaco,
é a Lula de “vinha de alhos” é a musica
do Sertão, da frigideira e do micro-ondas,
é tanta musica, amiga, que estava a falar
com o meu mar, altaneiras ondas,
e nesta imensidão começo a ver o
SAMBODROMO, e em cada vaga uma
escola de samba, era a tijuca, a beija-flor,
a da senhora da aparecida, esta não me soa,
a da ilha do governadôôô, que eu aflito,
olhei para a falésia, para a capelinha da
Senhora da Nazaré, e perguntei, Senhora
o que me está acontecer ? queres saber ?
é para dares o devido valor ao sofrimento
do CRISTO REDENTOR,
no Morro do Corcovado . . .
a minha Santinha sempre teve um
subtil sentido de humor . . .
,
E VÓS, AMIGOS BRASILEIROS
desculpem este Joe Soares
de meia tijela . . .
AQUELE ABRAAAAAÇOOO . . .
,
mariam
conchinhas anti-crise, te envio
,
*****

gaivota disse...

notícia fresquinha, como a áuga do mar.... vou parir mais um(a) netoooooooo
lolololololol
pilipares

Maria Clarinda disse...

Oh meu Poeta...que lindas as fotos, que belas as palavras...hoje fizeram o meu dia ter mais luz. Obrigada. Jinhos grandes!

poetaeusou . . . disse...

*
olhodopombo
,
não amiga,
pedi-te licença
para responder ao
nilson barcelli,
,
conchinhas para a Baia, mando,
cidade do meu Martinho da Vila (???)
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
sentir . . .
é o meu poema de hoje,
vais gostar , , ,
,
um mar de jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
na encosta do teu mar . . .
,
búzios sonantes, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
neli araújo
,
conchinhas
são pedacinhos de teias
desprendidas das estrelinhas
e caídas nas areias,
,
conchinhas de ternura, dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sonia Schmorantz
,
carona no vento
para o hemisfério sul
,
Um brinde
à santa paciência dos homens
de boa vontade, à inclusão
do amor, ao coração breve,
à equanimidade, à noite escura
que aguarda a madrugada,
ao Espírito que nos aquece,
à boa palavra, ao alívio da dor,
aos amigos, aos que nos cercam
e um perdão aos que nos ferem ,
aos que nos esquecem...
,
in-fernando campanella,
,
conchinhas de amizade, te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
e ao som
do marulho,
de um mar sereno,
regride á minha adolescência,
ao ler as tuas cativantes crónicas,
,
um abraço amigo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
manzas
,
eu vejo o sol,
nos dias de chuva,
em raios de neve
sem sombras . . . na vida,
,
grato pela visita,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani Lopes
,
palavras
sãp pétalas
das vagas
brumas sonhadores,
feitas maresias,
,
Saluditos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
sou as ondas a quebrar,
nas maresias da amizade
felicidade,
de te ver mar,
,
um abraço fraterno,
luso ou brasileiro
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
já há
couratos
nem chouriços,
para o S. Braz,
vou levar
carapaus secos
,
Pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula barros
,
. . . belezas . . .
desta Natureza,
que me rodeia,
,
partilhadas conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
todo o canto areou,
e pela primeira vez
vi uma poça no cantinho,
foteia aproveitando
a ondulação do vento,
,
jinos de iodo, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
sonhos,
fantasias
e quimeras . . .
não me faltam,
,
um colhido beijo
reparto,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Anna
,
obrigado, amiga,
,
conchinhas de ternura,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
magias
onduladas
em escapadas
de fantasias,
,
jino de luz
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
não querem
saber da crise,
para a frente
é que é o caminho,
-
pilipares,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Clarinda,,
,
com luzentes conchinhas,
te deixo e agradecendo,
,
*

Ana disse...

Bela captação da luz nestas duas fotos!
Já o mar está pouco convidativo nesta altura do ano...
Melhor vê-lo de longe:)))

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
porem,
o mar é sempre belo,
sereno ou rabioso . . .
,
conchinhas de luz,
,
*

João Morgado disse...

Quem assim semeia acaba colhendo,
Palavras suaves e delicadas,
Como os sentimentos que eu ao lendo
Sinto nessas ondas electrizadas.