janeiro 30, 2009

>>>>>>>>>>>esposam os nossos gemidos<<<<<<


é daqui, deste terraço
que o tule do nosso olhar
desassossega a imensidão,
onde as ondas ritmadas
e os varandins de mantilhas
esposam os nossos gemidos,
é neste altar esmeraldino
que os nossos lábios se unem
salpicando as intempéries
de contracções concertadas,
poema-fotos-videos:poetaeusou

60 comentários:

Multiolhares disse...

Em esmeraldinos mares
onde os olhos se entrelaçam
onde as vidas de cruzam
O tsunami do amor acontece

beijos nossos

Codinome Beija-Flor disse...

E para nós que olhamos daqui (de uma tela de PC).
Sentimos a janela virtual se abrindo. Sentimos e cheiro do mar, a brisa que bate, e vamos sentindo o ritmo desse concerto de emoção.
Abraços

MEU DOCE AMOR disse...

Aqui é o nosso altar!

Viriato era daqui.E cá continua, desbravando o Planalto:)

Beijinho doce

O moço da fotografia c,est toi?

E não é que há mesmo miudos giros???????????

Iscte 72-77 disse...

Muito bonito..é sempre um bom passeio virtual vir até este mar sem fim...

Ana Martins disse...

Um turbilhão de sentimentos!

Gostei, beijinhos.

Sol da meia noite disse...

Só um grande amor pode erigir um altar que o acolha.

Muito bonito o poema.


Jinhos amigos * *

gotadevidro disse...

Nesse altar podes colocar todas as oferendas que achares repletas de beleza.

Bom Fim de Semana


beijinhos

marias disse...

E este belo e magestoso altar cor de esmeralda é um deleite para os nossos olhos espicaçam-do-nos os sentidos.


Bjs

xistosa - (josé torres) disse...

Estive a ouvir o mar, aquele que já não oiço há muitos anos, mas foi-me querido e até me molhava os pés.
Peço desculpa por não ter lido nada.
Ou melhor, li, mas não fixei.
Aandei a ver as montras da casa.
Quer escritas, quer em foto.
Tem uma, que muitos nunca assistiram.
A junta de bois a puxar o barco de pesca.
Por vezes era a força braçal.
Quando os pachorrentos chegavam, já tudo estava a salvo.

Os barcos e traineiras, fundeavam frente à praia, lá longe a quase duas horas a esbracejar ... mas valia uma caldeirada a bambolear.
Depois era a partida rápida, enquanto a comida estava na "moela".
Talvez há meio século ou mais, era assim ...
Não me recordo de nomes.
Tenho montes de fotos, que herdei, mas antigamente não se fotografavam paisagens.
As fotos eram supérfluas e custavam dinheiro.
Mas estive aí no ano em que começou a chover no dia 1 de Agosto e só houve sol no dia 31.
Nunca mais fomos em Agosto.
Passou para Setembro.
E até 20/25, sempre havia sol a brilhar.
E aquele tubo de esgoto, mesmo á mão de semear, que morria nas pequenas ondas da baixa-mar.
Saudades não tenho.
O que passou já foi vivido e só penso no dia de hoje ... amanhã ver-se-á.

Vou voltar, não ao altar, que sou pouco de religiosidades.
Gosto mais de palavras escritas e vivas ...

Até já!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Lindìssimo poema com imagens belíssimas...

Tem as estrelas da manhã
alinhadas em circulo
como um farol de aviso
aos navegantes
incautos e perdidos
que me habitam ...
Se eu pudesse
mascarava-me de lua nova
(que se esconde nas tramas
nebulosas
do meu sentir)
e escarnecia das sombras
fantásticas
que me desafiam
com versos...
(Maria Flor)

Só passei para te desejar um final de semana lindo com muito amor...
Abraços

Violeta disse...

daqui, deste terraço
que o tule do nosso olhar
desassossega a imensidão...
que bonito
As imagens também.
Bom fim-de-semana

Rogéryo de Sá disse...

Ando a conhecer os blogues cá do sítio e o seu prendeu-me a atenção em particular pela imagem da Nazarena. Que mulher charmosa.

"as intempéries de contracções concertadas" são precisamente o meu leit motive. Não há como um poeta para nos encontrar as palavras.

FERNANDA&ASTROFAX disse...

QUERIDO AMIGO ZÉ, BELÍSSIMO VIDEO, ASTRAORDINÁRIO MESMO... O TU POEMA E FOTOS ESPELHÃO A QUALIDADE DE QUE É APNÁGIO O TEU BLOGUE... PARABÉNS POETA... UM ABRAÇO DE MUITA AMIZADE,
FERNANDINHA

Ana disse...

Perfeita ilustração para o poema.

O rugido do mar certamente abafará todos os outros...

Bom fim de semana
Abraço (a tiritar de frio)

Zé Maria disse...

Quando a imagem se funde com a palavra, quando o olhar se deixa prender na tela [no papel], então, na verdade, acontece.
O quê, cada um o deve descobrir.
Aqui, há descoberta!
Por isso, aqui vale a pena olhar...

Alice Matos disse...

E é desta janela querida que mato saudades da terra que adoptei...

Beijo grande...

mdsol disse...

Viva poeta

Sempre bom voltar aqui
:))

utopia das palavras disse...

Nesse mar
onde as algas
se enamoram
há um altar
de espuma branca
de amor
a transbordar...!

Beijos, poeta!!!!

Duarte disse...

Furiosas de espuma,
de poeirada branca,
contra as rochas escuras,
infatigáveis,
as ondas.


Parabéns por um bem fazer...

Um grande abraço

NickGirl disse...

Sempre um olhar atraves de uma janela é interessante...

novas persepções...

Luz (:

mariam disse...

Poeta,
muito bonito!

casamento das brancas ondas com as finas areias ou do pipilar das gaivotas com o compasso das marés ou ainda do verde do mar com o azul opalino do céu no limiar do horizonte em dias de intempérie...

e pronto já divago...

bom fim-de-semana
um sorriso :)
mariam

ah! só agora pude ler o infra, fez-me lembrar esta música, de um artista que muito gosto e que lhe deixo

http://www.youtube.com/watch?v=W-IEmDWtbOA

M@ disse...

BOM DOMINGO

........ (''''(`-``'´´-´)'''')
..........).....--.......--....(
........./.....(6..._...6)....\
.........\........(..0..)....;../
......__.`.-._..'='..._.-.`.__
..../......'###.,.--.,.###.'...\
......\__)) ####'#'###(((__/
..........##### ########
.......... ############
....../.... ######### ...\
..__\.....\.. ###### /...../ .
(.(.(____)....`.# .´..(____).).)

Chirifulfly disse...

Que lugar lindo. Tempestades de sentimentos, ah!

Bill Stein Husenbar disse...

Fitemos então a maravilhosa vista

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Adriana disse...

Maravilhoso! É sempre bom passar por aqui!

São disse...

Que lindo!!
Feliz semana.

angel bar disse...

E hoje por aqui (Porto Côvo) os terraços e os altares são também brindados com muita chuva...

Aproveito para convidar para um drink:

Convite para Long Drink "Morning Flight" no Angel Bar. Palco de Feras. Bom Domingo.

R.G. disse...

Mas como o meu terraço
não tem vista para o mar
sempre que posso
é aqui que o venho espreitar

Beijo perdido

gaivota disse...

ouve cá, e quando é que é o casamento? e o copo de água é onde, no s.miguel ou no arte xávega???
toca de tratar dos convites!
a vida tá boa e bela, e vou ser a madrinha, mas o casamento é na areia, frente à capitania...
já vos ligo, tenho histórias lindas de morrer!!!
piliparesssssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
vidas entrelaçadas,
nos mares,
dos altares divinos . . .
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Codinome Beija-Flor
,
flor perfumada
quando beijada
pelo beija-flor
canteiro de mar
cheiro a poesia
pétalas de maresia
o teu, comentar,
,
conchinhas floridas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
oui je suis
ou
j'ai été !!!
,
coquilles de la mer pour toi,
au revoi,
,

poetaeusou . . . disse...

*
Iscte 72-77
,
maravilhosas janelas
nestas vias virtuais
como tão bem enalteces,
,
conchinhas de luz,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
um turbilhão
de simpatia, tua.
,
conchinhas de maresia
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
Altar . . . ao mar, amiga,
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
a beleza do mar
o altar do nosso encanto,
,
jino
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Marias
,
falésia
altaneira
de imponente visão,
,
conchinhas dou,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
xistosa - (josé torres)
,
altar da vida,
da etérea ara . . .
,
passei ontem e hoje
pela tua Maia,
lembrei-me de ti . . .
,
faço votos que corra tudo bem,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
belo poema,
da maria flor,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Violeta
,
grato por gostares,
,
deixo-te
conchinhas mareantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Rogéryo de Sá
,
grato pela visita.
irei conhecer melhor,
a tua cidade,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA&ASTROFAX
,
linda
astroFax ???
envia-me por mail
o endereço do fax
do planeta Plutão,
já era ???
assim sendo,
manda-me do Platão . . .
hehehe
,
fernandinha
cheguei esta tarde do Norte,´
são efeitos do vinho verde,
,
um mar de jinhos, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
fui visitar uns
familiares e amigos,
ao Norte, zona do Porto,
no sabado consegui dar
um salto ás praias de Gaia,
Madalena e Canidelo,
tirei fotos e videei o mar,
mas falta ali qualquer coisa ...
sal marinho, talvez . . .
,
conchinhas de mar,
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Zé Maria
,
grato
visita e palavras,
irei conhecer o teu recanto,
,
saudações,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Matos
,
feliz me sinto,
que para alem
desta janela,
amenizes a nostalgia,
deste santuário de cores ...
,
marés de jinos envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
estou sempre
á tua espera,
neste terraço de iodo,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
nas tuas palavras
sinto a brisa do teu olhar
o cheiro de ondas lavradas
sons de vagas quebradas
do mar,
no seu marejar
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
o mar,
cantando pessoa,
com sophia na viola,
e neruda na guitarra,
,
Pelos ventos e vagas
Do mar revolto
Está o poeta
Com seus caracóis e carrancas,
,
in-PABLO NERUDA
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
NickGirl
,

a janela dos encantos,
das tuas palavras,
,
conchinhas de luz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
as intempéries,
das tuas divagações,
são como um cata-vento,
nos olhos de uma águia-real,
,
bonita musica,
como o marejar das vagas,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
M@
,
boa semana te desejo,
,
conchinhas de peluche
envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
chirifulfly
,
sentir o mar
é a vida sentir . . .
,
saudações
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Bill Stein Husenbar
,
vamos,
,
ps: estou atrasado
nas visitas amigo,
amanhã darei um saltinho.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Adriana
,
a porta
está sempre aberta,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
tenho comentado pouco,
,
bom fim de semana,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
angel bar
,
deveria
só chover no Alqueva,
mas o S. Pedro
com toda aquela senilidade . . .
,
aceito o convite,
espero não chegas atrasado,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
R. G.
,
quão feliz
fica o mar
quando aqui o vens espreitar
fica ditoso, mas não diz,,
,
jino,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota,
,
que inchentes
são esses á pariga
siga, siga,
nametentes, nametentes,
,
hehehehe
,
Pilipares,
,
*

Liar disse...

Lindo Amigo Poeta!

Diz-me o que te disseram os buzios da sorte? ((*_~)))

Que vais ter uma semana linda e inspirada?

Boa semana.
Bjinho
Céci

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
indicaram-me o Norte,
os teus dominios . . .
as praias do Norte,
calhadas á Sorte
o Norte teu,
que visitei no
ultimo fim de semana,
como prova o Post de hoje ...
Madalena e Canidelo,
sem colorido,
por chuva haver . . .
,
conchinhas de amizade, deixo,
,
*