janeiro 25, 2009

>>>>>>>>>>>>>> sou o vai e vem <<<<<<<<<



sou o vai e vem
o ascensor dos teus anseios
mulher falésia
claustro rochoso erguido
encosta de delírios multicores
devaneando arribas desejadas,
pedregosa mulher
ribanceira clivada de ardores
êxtases em vertentes de aloés
fossos de secretas volúpias
cerzidas em ardentes evasões

poema e fotos: poetaeusou

66 comentários:

Paula Raposo disse...

Gosto imenso de subir e descer esse elevador! É linda a vista...beijos.

Mai disse...

São as epifânias mais 'concretas' que já li. As tuas e as da Luna.
É que ambos conseguem compor imagem e poesia numa sintonia para além do humano...

Coisa linda de se ver e ler.

É mesmo o infinito do limite....
És Poeta, sim.

Abraços.

Sol da meia noite disse...

Nesta poesia, um sentir que toca outro sentir...
Que se deixa levar...

É muito belo e harmonioso este estado d'alma.


Um jinho *

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO ZÉ, BELÍSSIMO VIDEO, SIMPLESMENTE SUBLIME... AS FOTOS E O POEMA ENTRELAÇAM-SE COM MUITO AMOR POETA... PERFEITO!...
UM GRANDE ABRAÇO E VOTS DE BOM DOMINGO,
FERNANDINHA

Ana Martins disse...

Caro poeta,
as imagens deliciam-nos completamente. Essa paisagem é verdadeiramente bela. Já à uns anos que aí não vou, a última vez que fui, era o meu pai vivo, fomos todos e foi um passeio inesquecível, já fez 10 anos. Mas sempre que aí vou, faço questão de ir ao Sítio e é claro no ascensor.

Parabéns pelo poema e fotos, simplesmente divinos!

Beijinhos,
Ana Martins

São disse...

Obrigada por me dares a foto da Nazaré, ela mesma!
Comentando por junto: gostei, gostei!
Da fonte da juventude, não sei...mas pela nova foto, não me parece que tenhas muita razão de queixa, não, rrrsss
Boa semana.

Multiolhares disse...

Os elevadores sobem…descem …
como a roda da vida, feita de altos e baixos
ora vislumbramos aloés floridos, ora vimos
só a folhagem amarelecida pelo tempo

beijos nossos

utopia das palavras disse...

Pedra
sulco de vida
nas entranhas
rosa bravia
tu vais...
e vens...
e ela fica
sempre formosa
para ti...!

Beijo, poeta

EternaApaixonada disse...

*****

Não sei dizer se causado pela ausência involuntária e a saudade de ler seus posts, achei o blog mais radiante, mais colorido, mais primaveril...
Lindo poema! De uma verdade só!
Que a semana venha com muita inspiração, poeta!
Abraços

*****

GarçaReal disse...

Por aqui haverá breve um ascensor assim...

Esse não conheço...

Há sempre um ascensor de nossos desejos. Por vezes ele parece que só desce...
É preciso apanhá-lo na hora certa.

O temporal toldou o lago cortando ligações...:)

Bom resto de domingo

Bjgrande do Lago

Gostei da foto....

Lucinha disse...

Olá vim conhecer seu blog.. Parabéns voltarei mais vzs se me permitir.. deixo aqui meu carinho e o desejo de um inicio de semana maravilhosos cheio de Paz...

Não importa o tamanho dos sonhos que você tenha, sonhe muito e sempre. Mesmo que seus sonhos não se realizem exatamente como você desejou, saiba que eles se concretizarão da maneira que Deus entendeu ser a melhor para você.
"Uma nuvem não sabe por que se move em tal direção e em tal velocidade. Sente apenas um impulso que a conduz para esta ou aquela direção. Mas o céu sabe os motivos e os desenhos por trás de todas as nuvens, e você também saberá, quando se erguer o suficiente para ver além dos horizontes."
(Richard Bach)

Lena disse...

Um ascensor ja mais que centenario...
quando vou nele, ouve se quase sempre alguém perguntar se ja aconteceu algum acidente ?

As cores resplandescem por todos os lados.

Um beijo

MEU DOCE AMOR disse...

Vai e vem?

Ehehe!!!

cristal disse...

Poeta

Que lindo!
Nunca tinha visto o ascensor assim ladeado por tantas flores de aloés...
Muito belo,o poema de rocha esculpido,lido ao som desta música tão calminha,tão serena.

Obrigada pela partilha.

O Abraço de sempre
e
Fique bem

Maripa disse...

Mulher falésia
pedregosa mulher
perfumada de maresias
enfeitada de aloé.

A sempre bela Nazaré.

Abraço,amigo poeta.

mdsol disse...

:)))

mariam disse...

Poeta,

um belo ascensor de palavras, isso sim, neste belo poema (e nos outros também!)
as imagens são lindas.
o vídeo, também é fantástico!, mas tirei o som, tinha muuuiiiito vento!

boa semana
um sorriso :)
mariam

Duarte disse...

Enquanto ele esgadanha na pedra caliça, eu deleito-me com essa praia que vai afastando.-se de mim até ficar diminuta, parece que me cabe numa mão. Assim è como guardo Nazaré: a imagem desde o Sitio.

Abraços de amizade

tossan disse...

Assim segues as dretrizes do aloés... Fotos magistrais!
Abraço

gotadevidro disse...

Maravilhosas as fotos!

O sobe e desce de uma vida que pode ser coberta do verde dos aloés.

Boa semana

beijinho

Chinha disse...

No vai e vem da vida , no avançar da noite na procura da madrugada deixo

Um bjinho e votos de boa semana

zezinho disse...

Espetacular a fuçao visao informaçao e paixao!!!Te apresento minha humilde poesia e meu rastro de rima confira!!!Abraço e fui...

Sonia Schmorantz disse...

Para refletir:
Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...
Não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo
de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
(William Shakespeare)

Faça dessa nova semana um novo início rumo à
felicidade.
abraços

Daniel Costa disse...

Poetaeusou

Assim era o amor de ontem. aventura, havia for força de haver ânimo de rachar pedra para ganhar.
Abraço
Daniel

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Chega o vento assobiando
fazendo riscos imaginários
como ondas no céu soprando sobre folhas ,
flores, vidas chega a brisa manhã
canta suaves carinhos
envolve numa doce,
fresca brincadeira
lembranças num rastro
manso luz vento , brisa,
vida tocam rios janelas
todas as casas calçadas
soprando sorrisos
lembrando todos os caminhos
colorindo como se fosse carrossel
verdadeiros roda moinhos
deixando correr a vida
como fosse melodia...
(Maria Thereza Neves)

Tenha uma linda semana
Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
Paulinha
,
Lindíssima, como sabes …
,
Um jino
,
*

poetaeusou . . . disse...

Mai
,
inspiração,
feita beleza nazarena,
humana e real, apenas,
,
um mar de agradecimentos
em marés de conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
a harmonia,
é a deusa da serenidade,
que só a poesia explica,
,
vagas de jinos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
FERNANDA & POEMAS
,
Fernandinha
,
Jinos mil,
,
*

poetaeusou . . . disse...

Ana Martins
,
os últimos 10 anos
mudou um pouco a Nazaré,
avançaram as novas zonas,
preservou-se as zonas antigas,
,
o Ascensor foi modernizado,
está mais bonito e seguro,
merece uma nova visita . . .
,
jinos de simpatia, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
a fonte da juventude
paira nas brisas, brumas
e maresias deste mar
que me encantou
qual sereia em rocha feita . . .
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
ou como as marés . . .
idas e vindas,
sempre diferentes . . .
,
Beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
formosa
é a vida
nos sulcos
nas entranhas
quando me chamas
eu vou
sem ir,
ou não ir,
sendo pedra
sou a bravia rosa,
,
Jinos em maresias,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EternaApaixonada
,
Ouve uma pequena alteração,
para pior, diria eu . . .
não ?
sendo assim
vou olhar com outros olhos,
,
grato pelas tuas palavras,
um mar de jinos, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
Ascensor ?
não é promessa eleitoral ?
aqui de 4 em 4 anos
temos um elevador para a
Pederneira, prometem e fazem,
a prova está, que continuamos
com o mesmo há 120 anos,
mas está novo e seguro !!!
,
Pilipares para a garça
e maresias de um mar mais
manso, para ti,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lucinha
*
as nuvens
são pétalas,
do céu infinito
anilado
de azul celeste,
,
Conchinhas
,
-

gaivota disse...

não sei porquê mas acho que vi estas fotos ainda mais ao naturaliiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
pois é, e o vento e a chuva e o mar a levantar-se com'ós tontinhossssssssssssss
tá bem tá!
os aloés das nossas vidas, como os elevadores, ora para cima ora para baixo...
a reunião vai ser de cêda! depois te conto, ou apareço!
o torneio foi assim, em juvenis ganhou o sporting ao benfica 4-3 e em juniores ganhou o benfica ao sintra em golo de ouro, 3-2
gostei bué de vos ver!!! bué bué!!!
piliparesssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
O ascensor,
foi remodelado,
recentemente,
cabos novos, atracção segura,
realmente houve um acidente
á quarenta anos, único na sua
longa vida de 120 anos . . .
,
O colorido ?
quis saudar a intempérie,
o frio, a chuva, o mar bravo,
e tirar do pensamento o buraco
do ozono, como se diz em bom
Nazareno, se existe um aquecimento
Global, com este frio,
“vou até ali, já venho . . .“
,
jinos espraiados, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
ou . . .
vem e vai . . .
hehehe
,
jinos,
,
*

Teresa Durães disse...

e as falésias que contemplam o mar!

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
recebo com muita alegria,
os teus comentários,
esculpidos em palavras cristalinas,
,
está lindíssimo o manto dos aloés,
que é atravessado pelo elevador,
tenho vários vasos com aloés,
nenhum me ofertou uma flor,
nunca aconteceu . . . ando triste . . .
,
Um mar de aloés te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
Sinto ao longe o teu cheiro
Como se fosse um canteiro
Perfumado de mil flores
Nazaré, tu és tão bela
Com essas flores na janela
Ó praia dos meus amores
,
Conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
o silencio
dos inteligentes . . . tu,
,
silenciosas conchinhas, envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
envaidecido me sinto,
com as tuas amorosas palavras,
,
eu já sabia, que era muito bom . . .
hehehehe
,
um mar de coloridas conchinhas,
te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
descendo no elevador,
vejo o Eden a aliciar-me,
Nazaré feita Afrodite
eu, pobre Adónis, sem poder
resistir a tanta beleza,
afundo-me na tela, que
Michelangelo não desdenharia pintar,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
grato amigo
pelas tuas palavras,
,
abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
os resistentes aloés,
seguradores das areias,
oferecendo beleza,
,
um mar de jinhos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
no amanhecer repetido,
marés de jinos te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
zezinho
,
gratificado com a visita.
irei conhecer a tua casa,
,
Bué de amizade, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Schmorantz
,
e quem melhor podia opinar ?
William Shakespeare, obvio . . .
,
búzios sonantes, dou-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel Costa
,
perseverança
o segredo da vontade,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
UMA PAGINA PARA DOIS
,
belo poema, amigo
poderia ilustrar o meu
actual post . . . obrigado,
,
um abraço,
,
*

Liar disse...

Lindo Poeta, adoro este jogo de fotos e poesia.

Muita Inspiração

Bjinho

Liar

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota
,

crónica recebida,
vai já para a impressão,
hehehe
,
pilipares
.
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
e o mar mostra-lhe vassalagem,
ora calmo, sereno,
ora bravio, violento,
,
conchinhas
,
*

Ana disse...

Tadinhos desses aloés transidos de frio, a estremecer debaixo de tamanha ventania!

Foste e vieste. Mas cautela com esse vendaval...

Abrço

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
visões floridas
dos pedregosos ascensores
elegantes entre flores
de clivadas verduras
cerzida em arribas duras
ardentes e coloridas,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
*
Ana
,
que ideia . . .
os aloés
em atitude bélica,
altaneira,
marcharam contra
os canhões de vento,
e o vento passou,
e os meus aloés ficaram,
defendendo com as suas raízes
a multicor encosta, contra a erosão
dos ventos, das chuvas e do
Eduardo Nascimento,
porque o vento mudou,
e se o aloé não voltou,
foi pela simples razão
que não partiu . . . ficou . . .
,
conchinhas de pré-sol-pôr,
que eu vou videar
se o vento, deixar . . .

.
*

Adriana disse...

Muito lindo! Amor é sempre amor!

poetaeusou . . . disse...

*
Adriana,
,
será sempre, amigas,
,
conchinhas,
,
*

Carminda Pinho disse...

Os elevadores sobem e descem, mas às vezes param, e... ai que medo...que nem me quero lembrar.:)))

Belas fotos.
Beijos

Vivian disse...

..adoro quando você me visita,
assim como adoro navegar nas
águas mansas do teu poemar.

bjuss

poetaeusou . . . disse...

*
Carminda Pinho
,
olha,
sempre tive medo de
elevadores, até que:
uma noite, 24 horas +-
estou enlatado num, só e a energia, que faltou nesse
momento´e lá fiquei até ás
nove horas do dia seguinte,
com um tabuleiro de fruta e
um garrafão de lexivia em noite
quente de mês agosto, a fruta
foi toda, quento á lexivia não
quis arriscar . . .
,
conchinhas regredidas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Vivian
,
Adorar
Amar
Honrar
Apreciar
Idolatrar
Admirar
Venerar
,
Adorei . . . muito,
,
Conchinhas deixo,
,
*

mulher lua disse...

Enfim, tu amas uma mulher completa, cheiinha de defeitos... ah ah ah

Veijios

poetaeusou . . . disse...

*
mulher lua
,
hehehehe
,
é . . . isso . . .
,
conchinhas
,
*