novembro 30, 2008

>>>>>>>>> os sinais do fim do dia <<<<<<<<<


na chegada da noite
conjuram-se
os sinais do fim do dia
o sol-pôr fervilha
nos rasgos do teu olhar
o breu
inicia o seu ritual
sombras
em que a lua é invisível
odores estranhos
e fulgores violáceos
inebriam-me
aliviando
a angustia da espera
do nosso madrugar
poema e fotos:poetaeusou

56 comentários:

Ana Martins disse...

"...aliviando
a angustia da espera
do nosso madrugar "

Lindo e perfeito, caro poeta!

Beijinhos

gaivota disse...

eu nem quero ler..................já me fico embezegada com as fotosssssssssssssssssssssssah meu, neste dia de invernooooooonão se podem dizer coisas lindas como estas nestas fotos de encantar!tá um briolllllllll, piliparessssssssssss

Multiolhares disse...

é no usco fusco que o dia se sespede para a noite reinar

beijos nossos

Sol da meia noite disse...

Esperamos sempre algo...
O lento passar do tempo é um ritual de espera...
Em seus odores e fulgores nos inebriamos...
Esperando que a angústia tenha fim.

O tempo de espera é o mais intensamente vivido, apesar da angústia impedir que dele disfrutemos...

Bela poesia em belas fotos.


Um jinho *

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Zé, belíssimas fotos, um pôr-do-sol- magnífico, de cortar a respiração...
O poema lindo formam um belo conjunto!
"...aliviando a angústia da espera do nosso madrugar"... Fantástico!...

Ao pôr-do-sol,
no campo verde, perto do mar,
só eu e o barco...
Nada mais belo do que a paisagem colorida,
que alcansa o meu parco olhar!

Amigo, boa noite de Paz e Amor!
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Liar disse...

"como sem licença o sol rompe a barra da noite sem pedir perdão..."
Oswaldo Montenegro

Adorei o poema
((*_*))
Cecília MAcedo

Mari disse...

Parabéns pelos 3 anos de blogue!
Que tenha sempre a inspiração para escrever seus poemas e retirar as fotos.
Hoje, talvez, a angústia de ter errado me bateu forte.
Tão ruim errar.
Queria voltar no tempo.
Mas vida que segue.
Conchas de diamante,alegria e parabéns vos deixo.
Mariii

Lena disse...

Parabéns pelo este aniversario
3 anos, ja é criadinho...

Essas fotos são lindas demais,
musica e poema tb.

um bom domingo a beira desse mar,
parece que ouvi a gaivota dizer que tava "brioooooo", tenho aprender a falar nazareno..

Um beijo

São disse...

Meu caro Nazareno: tenho vindo , mas optei por comenter por atacado para evitar repetições.
As fotos estão uma maravilha e o poema agrada-me muito.
Alves Redol foi injustamente esquecido , sim.
Quem como eu leu " Uma Fenda na Muralha" ( passado aí na tua Nazaré), a trilogia do vinho do Porto e, para mim , a sua obra maior, isto é, "Barranco de Cegos" fica muito triste com esta desmemória e desamor com que se tratam os escritores ( e não só ) neste país, que é o nosso.
Para ti e quem amas , uma excelente semana.

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
na alta e clara
madrugada . . .
,
conchinhas da manhã
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
á miga táí uma friagem,
onde tá o buraco do óusório, hó ?
só se deixarem arrefecer o buraco . . .
,
já vom fazer uma feguêra
debaixe da cama . . .
,
pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna
,
lusco-fuscados
andamos todos,
e não parece . . .
,
ou parece ???
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
ritual lento
de amenos odores
e suaves fulgores
seguindo a quimera
ficando á espera
em cada momento,
,
maresias da manhã, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda & poemas
,
grato, amiga,
,
vagas matinais
envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Liar
,
E a primeira estrela da ausência do sol
Hei de ver o verão germinar primavera
E a semente da terra do nosso lençol,
,
Oswaldo Montenegro,
,
conchinhas de luz
deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mari
,
Embora,
errar faz parte da vida,
errar é humano, amiga,
,
o blog era uma vez um girassol,
é um glogue amigo,
endossarei os teus parabéns
,
brisas de ternura, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
o blog era uma vez um girassol,
é um glogue amigo,
endossarei os teus parabéns
,
Á miga,
tá um briolllll,
quinté o gelo é gelado, srsrsr
,
maresias de nazarenas, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
a que podemos agregar,
fanga, gaibéus e avieiros,
,
redol foi um homem magnifico,
alem de ser um bom escritor,
o seu trato, o seu olhar perspicaz,
no seu humor sibilino . . .
estou a vê-lo com a sua boina negra,
a levar o povo (ele) ao povo . . .
,
brisas de maré-cheia, envio-te,
,
*

cristal disse...

Poeta

No fim da noite escura
O amanhecer acontece
Nasce o dia azul e rosa
E, já em pleno dia, vê-se a luz do sol raiar...
Palavras sentidas,moldadas pelas mãos do poeta e enlaçadas em imagens de sol e de mar...
Adoro este canção de Jorge Palma,um autêntico hino à amizade...
Muito Obrigada

Um Abraço e um bom domingo

O Intelectual Distraído disse...

poeta não sou
mas reconheço o sol a fervilhar,
os sinais de um poeta maior
poeta és tu...

***

Um Momento disse...

E na chegada da noite a inspiração que te faz brindar-nos com esta bela magia ...

Um beijo de Bom Domingo te sopro :)))

(*)

EternaApaixonada disse...

*****

Poeta, homem Nazareno

Já estava com saudades de cá chegar e ler suas palavras que enternecem o coração!
"Os sinais do fim do dia", em particular, calaram forte em mim... As imagens lindíssimas e, ao som do Jorge Palma, deixam uma vontade de cá ficar... ficar... e sonhar... sonhar...

Meu carinho, bom domingo!

*****

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
é no raiar da beleza
moldada no meu olhar
que sinto as tuas palavras,
,
maresias de sol-pôr,
te envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
O intelectual distraído
,
poetaeusou . . .(com reticencias)
,
grato pela a visita,
,
um abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Um momento
,
sopradas palavras,
violinadas de magia . . . tuas,
,
marés de jinos, dou-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
EternaApaixonada
,
saudades
são sinais de benquerenças . . .
,
brisas de luz. envio-te
,
*

tulipa disse...

Muito obrigado pela presença nos meus blogues e pelas simpáticas palavras lá deixadas com muito carinho.

Não tenho o teu e-mail, pois tenho estado a pedir a todos os meus contactos que dêem um saltinho ao blog da minha sobrinha, que está internada no hospital de Santa Marta, à espera de um transplante de coração, com 26 anos.
Tem sido um sofrimento acompanhar a sua doença e mal-estar associado há mais de 1 ano...
Mas caso lá vás não refiras que fui eu que te pedi, se quiseres lê os seus ultimos posts e deixa umas palavras de força e ânimo, além de carinho que ela precisa.

Bom fim de semana e beijos perfumados.

Blog da sobrinha:
http://pikenatonta.blogspot.com/

Filó disse...

POETA,
Ouvindo esta linda música de Jorge Palma, apetece-me dizer que:
Sou chegada da Guerra..
Tudo fiz...para sobreviver..
Fiz de mim uma heroína..
Quero viver..o que ainda não vivi..
Venho do nada..arrasei o que não quis..
Na minha estrada, com passos desencantados, não quero adormecer,
Sómente...ser Feliz !
Só Sei que entendo o seu olhar, e que bem lhe quero, muito...
Tudo o que já vivi, estou a partilhar consigo...
O que ainda não vivi..um dia inventarei !!!
Os sinais do fim do dia são imensamente belos...
Tocam-nos na alma...esta cor do por do sol, este olhar das gaivotas na imensidão deste Mar...
No entardecer da vida...damos mais valor às madrugadas que nos sorriem e apontam novo dia ..sonhamos com a vida que nos surpreende com coisas bonitas ..
Mas a Lua escondida, apenas consegue vêr o brilho das Estrelas que a rodeiam....
É com esse brilho que vê e sente as pequenas coisas , mas grandes ,porque são feitas de gestos bonitos...de poesia pintada de multiplas cores
Será que a Lua merece tamanha luZ,tanto Sol, e essa imensidão de Mar?

Poeta, meu Grande Amigo,
Hoje meu abraço, deixa-lhe UM BEIJO...
Com o desejo que continue sempre o Poeta do Mar ! a encantar..todas as luas que espreitam no seu céu...
Eu serei sempre uma delas ...

mdsol disse...

a angustia de esperar o VOSSO madrugar... Olha que bom! Vivam os poetas!
conchinhas de bons madrugares!
:))

poetaeusou . . . disse...

*
tulipa
,
que a luz da sabedoria
ilumine os médicos
que a assistem a tua sobrinha,
e que a sua recuperação seja
um êxito,
,
brisas de carinho e ternura,
te envio,
,
*

Daniel disse...

Poetaeusou

A beleza das fotografias do findar o dia inspiraram, a tua maviosa poesia.

Um abraço,
Daniel

Ana disse...

É verdade que o blogue já faz 3 anos?
E depois admiro-me eu de estar velha...

Sendo assim, parabéns ao pai dele que tem sabido fazê-lo crescer são e escorreito. E cheio de beleza, também.
O exemplo está nas fotos de hoje e no poema do fim do dia.

Abraço, agradecido por todos os momentos inspirados que aqui se têm desfrutado.

MEU DOCE AMOR disse...

E um beijinho ajuda aliviar essa angústia?

Belo como sempre.E as fotos...

Beijinho doce

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
do meu espólio
,
os lentos acordares de luas cheias
nas ameias escarpadas de telhados
de noites breu das amareladas ruas
em alva árvore de amanhecida luz
olhares de contemplares nocturnos
de trocados quereres madrugadores
em alvoradas de dias bem dormidos
cerradas noites insoniadas de amores
,
senti as tuas palavras . . .
,
maresias de simpatia,
,
*

Menina do Rio disse...

E nas sombras, a doce magia sobrepoem-se ao dia nas nesgas do poente...

Um beijinho pra ti

MEU DOCE AMOR disse...

O que é o beijo afinal?

Um beijinho com Magia e Fogo

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
Poemas, poemas . . .
que fazem da poesia,
sua única liberdade ,
,
maresias nocturnos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel
,
as poesias
são palavras do acaso,
,
abraço amigo, deixo,
,
*

Mai disse...

Olá, Poeta.

Que poente maravilhoso.

Vim retribuir teus comentários generosos e aqui me detenho, admirando a beleza dos teus versos e de tua terra, no registros de tuas imagens.

Lindo este espaço.
Posso linkar o teu blog?

Abraços e estrelas do mar.

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
nãoooooooo
,
é do blogue amigo da,
era uma vez um girassol . . .
o meu faz 2 anos a 11 de janeiro,
,
o que prova que estás mais nova,
srsrsrsrsr
,
chuvadas de amizade, deixo
,
*

Gerlane disse...

Os fulgores do sol e os da tua poesia, poeta, são espetaculares!

* Uma semana abençoada pra ti!

* Beijos!

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
um beijo,
não custa nada,
não cusra nada,
dé-me um que eu não digo nada
eu não digo nada
,
espumosos jinos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Menina do Rio
,
As sombras,
são carinhos invisiveis . . .
,
maresias de luz,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
é o vírus
dos sentidos,
,
jinos mareantes, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mai
,
linkar ?
honrado fico amiga,
,
buzios soantes, te envio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
e ruborizado, fiquei,
,
jinos de paz, envio-te
,
*

Filó disse...

Poeta

Também senti as suas palavras..
Leio o seu olhar..
A poesia é isto mesmo, sentires e olhares..
Há poemas que são a vida...
Por isso demasiado importantes ...quando falam de sentimentos...
Minhas palavras expressam o que sinto, tais como as suas, tenho a certeza..
Não gosto de magoar ninguém...mas a poesia só faz sentido se for com verdade, como tudo na vida,
Poeta, Amigo,
Se me permitir deixo lhe mais beijo, de AMIZADE,que julgo ser bem valioso..
O que seria da poesia das nossas vidas sem estes abraços e beijos , quando são verdadeiros !

GarçaReal disse...

Como não podia deixar de ser fiquei a olhar este sol pôr das tuas fotos...
Não escolho nenhum deles, pois ambos são lindos e inspiradores de belos poemas com este que aqui tens.

Bom feriado...Por aqui neve

bjgrande do lago

Duarte disse...

Essa linha até ao sol marca um caminho sem fim...
Inspira!
Quantas palavras de sedução?
Quantos suspiros?
Como dói!
Sigo enamorado desses anoiteceres...

Um grande abraço e obrigado, amigo Zé, pelas palavras que me deixaste.

Reconhecido...

mariam disse...

Poeta,
só agora deu para dar um "pulinho" a este mundo tão particular :)

fotografias lindas!

adoro esta música, já tive o privilégio de a ouvir a 3 metros de mim, numa sala intimista, numa noite mágica, em que J.Palma estava muito feliz (palavras dele)...

adorei este poema, é excepcional, pela beleza e sentimento.

bom feriado e melhor semana
um sorriso :)
mariam

poetaeusou . . . disse...

*
Filó
,
É,
a poesia é vida,
e só há vida com verdade,
,
brisas de jinos, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
a aqui nortada fria,
cuidado com a garçanolago,
,
pilipares, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
justiça apenas, amigo
,
um abraço, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariam
,
também tenho andado, fugidio,
amanha devo normalizar as visitas,
,
um mar de jinos, deixo,
,
*

Filó disse...

Poeta
Não há dúvida concerteza que a vida só faz sentido com verdade...
O seu Jardim é bonito,sim.. Poeta,
não tenho também dúvidas....agora se foi mal interpretado.o que escrevi ....sinceramente não entendo.´..
Porque haveria de desrespeitá-lo ?
Poeta a vida é assim mesmo, feita de encontros e desencontros..
Há, contudo um princípio do qual não abdico é o respeito pelos outros....
Seria incapaz de o fazer !
Meu comentário foi sincero...se lhe foi dado outro sentido ...paciência..
Gosto da verdade sim e de esclarecimento, transparência...
Somos todos pessoas merecedoras de respeito....assim penso.
Poeta, sem mais....e já muito me expus..lamento tudo isto , com excepção da poesia, porque essa sim....vale a pena ser vivida e sentida !

Poeta, um Abraço,

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
nada disso,
,
falei em verdade,
para reforçar as
tuas palavras,
sabes que me honras
com as tuas visitas,
uma ou outra palavra,
a destempo nada vai alterar,
,
conchinhas da manha, envio-te,
,
*