outubro 15, 2008

>>>>>>>>sol-pôr, sempre novo, sempre diferente <


o que é o sentir ?
o sentir,
é um poema,
é o sal do teu olhar
é o requebrar do mar
é a palavra decidida
é o mistério da vida
é cortejar a verdade
é semear a felicidade
é ultrapassar a dor
é oferecer-te uma flor
é responder ao teu chamar
é gritar dizendo, ouvi !!!
é caminhar para ti
é não ter medo … de te amar,
poema-fotos-video:poetaeusou

70 comentários:

Juani lopes disse...

todo eso y alguna cosa mas
hoy estoy totalmente de acuerdo contigo
preciosas las fotos
saluditos

Acordomar disse...

o por so sol é sempre diferente, sempre lindo. as tuas palavras tambem

beijocas/Lina

Lena disse...

so escreve assim
um poeta que saiba sentir
que seja sensivel como tu

o video esta muito bom, as fotos também.

um beijo, poeta !

Duarte disse...

Oh! o sentir...
esse mergulho do Sol
na linha do horizonte,
que tão bem fotografaste.
Faz-me sentir arrepios
pela emoção contida.
Isso é sentir, como o que
tão bem cantas e dizes.

Reconhecido

Te abraça um amigo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Poeta... Adorei os teus sentires... Magnífico!...
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

MEU DOCE AMOR disse...

É sentir as tuas palavras...

Um beijinho doce

Sol da meia noite disse...

Em singelas palavras...
Tão bem descreveste o sentir...
E com o amor afastaste o medo...
Que acorrenta sentires...

Tal como o sol...
Também o sentir se renova...
Renasce em promessa...
Em tempo que se cumpre...

Jinho *

Aiagarb . . disse...

Um tema banal quando se vê todos os dias, mas de facto o de ontem nunca foi igual ao que o antecedeu o que virá nunca será igual a qualquer um dos outros que teimosamente não admiramos.

abraço nazareno

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Há o por do sol...Quanta magia encerra aí.
beijos

Maripa disse...

Sentir é isso tudo que disseste,querido Poeta!

Poeta do sentir,do mar, do sol-pôr, do amor...


Abraço amigo.

Carminda Pinho disse...

Poeta,

sentir, é isso tudo e muito mais...
E tu sabes que eu sinto, que tu sabes sentir...

Beijos

Isabel-F. disse...

maravilhoso este teu belo sentir ...


adorei.


e há tanto tempo que não ouvia o Martinhod a Vila. gostei.


beijinhos e tem um bom dia.

Ana disse...

Medo de amar, nunca. Só o amor "é o mistério da vida, cortejar a verdade, semear a felicidade, ultrapassar a dor,..."
Um beijo, Poeta.

lua prateada disse...

Bem já nem sei o que mais belo é, se fotos ou palavras.
Palavras de alguem que ama...ou ...sabe o que é o amor...
Fotos...ver esse pôr de sol nem que seja ao amanhecer é simplesmente delirante.
E...sim, não há um igual, jamais...sou fã deles e também vou para o meu mar contempl´-los...
Beijinho prateado

SOL

as velas ardem ate ao fim disse...

A inveja que tenho desse mar!

um bjo

daniel disse...

Poetaeusou

Um poema e o suave crepúsculo, olhando uma suavidade de mar, fazem ambiente com o teu bonito olhar.
Mais uma vez, todos os ingredientes de um belo poema.
Abraço,
Daniel

poetaeusou . . . disse...

*
juani lopes
.
há dias . . . amiga,
.
saluditos de la amistad,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
achas lin(d)a ?
,
jokas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lena
.
sensibilidade,
,
jinos do cantinho das sereias
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
o sol-pôr,
tem a fantasia dos simples
é a acessível tela
em olhares de barco á vela
em que não entra o yate
e enaltece o barco a remos
nesta magia . . . de sermos,
,
um abraço,
.
*

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda & poemas,
,
beijinhos de carinho e ternura,
extensivos, a ti
,
Maresias de clara manhã.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
meu doce amor
,
é aceitar
o teu beijinho doce,
é enviar-te
marés de carinhos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
a renovação mental,
o rejuvenescimento do olhar.
a magia do retorno,
,
sentidos jinos,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
aiagarb
,
um tema etéreo,
místico,
um bailado cósmico,
tendo o seu apogeu.
no momento exacto,
do afastamento da terra
da luz solar, segundo galileu . . .
,
abraço nazareno, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
martha thorman von maders
,
magia,
de fantasiado mistério . . .
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maripa
,
sentir
é controlar o pensamento,
,
brisas mareantes, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
carminda pinho
,
sentimos, sentindo . . .
,
maresias frescas, envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
isabel-f.
,

quem que foi que disse
que amar é tolice não é não
sensação
bem maior
do que se pensa
irreverente
ao marcar sua presença
vai e vem
nas marés de muitos tons
toda aquele que acha
nas ondas emoções
do amor que vem
lálálá
,
do meu martinho,
,
marés de emoções, envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
quando se ama realmente,
fazemos o impossível,
para não magoarmos
o ente querido . . .
logo o medo de amar . . .
,
estarei errado ?
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lua prateada
,
sei que sentes . . .
os teus raios prateados
o confirmam . . .
,
sentidas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem até ao fim
,
maré nostrum, amiga
,
sonante marulho, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
a natureza,
nesta quase real beleza
a isso nos obriga . . .
,
um abraço,
.
*

Esmeralda disse...

Não deixes que o medo, a falta de coragem ou a vergonha se metam no meio de um tão grande amor.

Não há dor maior que amar eternamente e eternamente não ser amado.

beijocas

Rosa Maria disse...

Poeta

Que palavras terei de inventar mais para te dizer que nunca me canso de ver as tuas fotos e de me deliciar com os poemas?

Segunda-feira vou aí à praia. Já tenho saudades!!!

Beijos

Teresa Durães disse...

primeiro, lindas fotografias. sentir é mesmo não ter medo

Paula Raposo disse...

Sempre novo, sempre diferente e sempre lindíssimo!! Beijos.

Maria P. disse...

É ousar, como o sol-pôr, assim...lindo...

Beijinhos*m*

poetaeusou . . . disse...

*
*
esmeralda
,
sensatez,
sábias palavras, amiga,
as tuas . . .
,
um mar de jokas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
nenhumas . . .
.
amiga,
a Nazaré está linda ,
um sol de S. Martinho,
um mar que parece uma piscina,
o mar está velho . . . sabias ?
ou talvez cansada . . .
,
Nazaré é luz e cor,
Nazaré é maresia,
Nazaré é meu amor,
Nazaré é poesia,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
sabes que existe,
o medo de não ter medo.
e é muito perigoso, amiga,
,
envio-te brisas, por aí,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
é sempre a tua visita,
que me alegra, muito,
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria p.
,
agradecer-te, ouso,
,
hj
h,
*

Ana disse...

Leio este teu "sentir" e ouço.
Porque o ritmo destas palavras ficaria muito bem declamado por quem o soubesse fazer.
Experimenta e vê se não tenho razão.

Das fotos e do vídeo que posso eu dizer?
Podem ser obtidos no mesmo local e à mesma hora mas nunca são iguais.
A beleza não se repete.

Abraço

Multiolhares disse...

Sentir é tudo o que escreves,
o que dizes sem escrever
o que pensas sem dizer
O que dizes sem falar
Sentir é tudo o que...

beijos nossos

ANA DINIZ disse...

Sentir...

"é responder ao teu chamar
é gritar dizendo, ouvi !!!
é caminhar para ti
é não ter medo… de te amar..."

Sentir é viver morrendo de amor. Quisera não tanto sentir. Mas já nasci amando... Na próxima, vou continuar sentindo. Fazer o q, é do espírito. Estou sensível...

O seu poema é simplesmente lindo.


Beijos,

Ana.

cristal disse...

Olá Poeta


Simplesmente....AMEI este seu poema!
Belíssimo, palpitante de Vida e Amor...
As fotos....lindas,espelhando esse momento único e absolutamente fabuloso que é o pôr-do-sol,hoje muito dourado...

E Martinho da Vila vai cantando:".... o amor só precisa de um coração..."

Perfeito!!!

Um Abraço amigo e uma mão-cheia de douradas estrelas do mar

Filó disse...

Um Sentir

De palavras escritas, ditas
Com a magia de um por- do sol à vista
Um mar de alma, transborda, grita
emoção.
É a voz do coração de
um POETA !

Amigo, dizer o que se sente desta forma bonita é um chamamento à vida ...é um caminhar, numa direcção que faz sentido !

Um abraço amigo

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
só o autorizava
a três mestres,
chaby pinheiro,
joão vilaret
ou,
mário viegas
,
repara na minha modéstia,
,
brisas nocturnas deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
sentir é tudo o que dizes,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana diniz
,
sentir,
é ouvir a vida,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
as tuas palavras
são um poema,
que eu sinto . . .
,
marés nocturnas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
obrigado pelas tuas palavras,
é só,
,
marulho de amizade, deixo
,
*

Ana Martins disse...

Um sentir cheio de sentires...

Beijinhos

utopia das palavras disse...

Sentir é sempre um risco...sentir com cuidado!

Adorei o seu blog.
Fotos extraordinárias
Musica do meu coração
e palavras...
palavras translúcidas

Foi um prazer descobrir. voltarei

Abraço
Ausenda

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
desaguados sentires,
,
marés de jinos, deixo,
,
*

mariam disse...

Poeta,
li depressa
voltei atrás e então sim, devagarinho, li de novo...sentir, e a música de Martinho, outro sentir...
e as fotografias, outros sentires para mim, também.

e porque de "sentir" se trata, deixo-lhe uma das músicas que melhor o ilustra, acho, quer na melodia quer na palavra...

um grande sorriso :)

mariam

mariam disse...

http://www.youtube.com/watch?v=0pTgNj7IN80

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
gratificado fiquei,
,
brisas nocturnas, deixo,
,
*

mariam disse...

:)

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
e de novo sentido fiquei
,
o meu Martinho;
,
a minha preferida,
quem foi que disse,
,
O amor chegou
Como água que desce da montanha
Provocando uma erosão tamanha
Desaguou e fez onda no meu mar
Se agigantou
Como o samba que arrasta a minha escola
Com a força que tem uma canção
Que o povo mais gosta de sambar
Quem foi que disse que amar é tolice? Não é, não
Sensação bem maior do que se pensa
irreverente ao marcar sua presença
Vai e vem
Nas marés de muitos tons
Tolo é quem não viaja
Nas ondas e nos sons
Do amor que vem
O amor chegou. . .
,
conchinhas nocturnas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
é do rodrigo leão - rosa ?
,
lindissima,
tenho no meu arquivo, obrigado
,
marejar nocturno-deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mariam disse...
:)
,
expliquei . . .
,
bjis
,
*

Ana disse...

Olha, mem vais acreditar mas quando fiz o comentário pensei nas vozes de dois:
Villaret e Mário Viegas.

Agora, que vais ter imensa dificuldade em convencê-los a aceitar o desafio, isso vais...

Abraço

GarçaReal disse...

Lindissimo

E o Pôr do sol nem se fala...Arrebata o sentir no ocaso da tarde

Bjgrande do Lago

Iana disse...

Amigo Poeta...

O teu olhar
é o sentir
é o ouvir um poema
é se apaixonar é amar

Alma serena
oferecer uma flor
é semear a felicidade
e é colher amor...

ultrapassar a dor
é estar ao pé do mar
jogando os medos
e nunca parar de sonhar...

Beijos magicos e muitas flores frescas trago-te
Sua rosa amiga
Iana!!!

gaivota disse...

pôr-do-sol, meu amigo, sempre novo, sempre diferente, visto do sul... ou do norte, de verão ou de inverno, é sempre lindo, fantástico
na N A Z R É dos meus (nossos) encantos!!!
piliparesssssssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
talvez tenha opção vou
convidar a minha a amiga,
camarada odete santos,
(um jino odete )
,
sobe a calçada
Sobe, Luísa, Luísa, sobe,
sobe que sobe, sobe a calçada.
,
brisas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
não mereço tais mimos,
o sol-pôr, é um dom
da natureza, só . . .
,
brisas mareantes, envio.
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
o mar é o meu refugio,
é o meu canteiro.
meu roseiral,
,
buzios sonantes, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
e eu sei
que tu sabes,
o que dizes . . .
,
pilipares
,
*