outubro 11, 2008

>>>>>>>>>> NAZARÉ NO OUTONO <<<<<<<<<


como poderei cantar-te
nazaré, areal de outono,
portal da quinta dimensão
em intemporal cenografia,
olhar de catalogo suplicado,
encontros salpicados de mar,
deleite em revoltadas marés,
nas eternas voluptuosidades
agitando a metafísica do amor,
poema-fotos e vídeo:poetaeusou

52 comentários:

gaivota disse...

e eu, como poderei cantar-te nazaré
mas canto nazaré linda noiva do mar
quando daqui vejo esse ar sereno outonal, o calor que abrasa qual mês de agosto, a onda levemente desenrola em ciam da areia e chama-lhe sua!
a maresias chega-me ao de leve misturada num cheiro a quente, como as fogueiras no s.brás...
e o mar tem ciúmes de quem te vai deitar, nazaré!
piliparess e já (ou ainda?)saudades

GarçaReal disse...

Pode ser mais triste, sem movimento , sem as cores de Verão, no entanto não deixa de ter a beleza do Outono, com a sua nostalgia.

Bonitas as fotos

Bom Fim de Semana

bjgrande do Lago

Filó disse...

Que final de tarde tão bonito e tranquilo.
Um areal salpicado de mar de Outono..
Sem duvida, um transporte para nos levar a uma outra dimensão..
Praias de Outono são calmantes naturais...ainda que existam por vezes marés revoltadas !


Um abraço amigo e bons passeios outonais nesse areal imenso e bonito !

Sol da meia noite disse...

Ouve o bater das ondas...
Ao ritmo do vento de Outono...
Cantam o teu sentir...
Em sentida serenata...

Amizade em beijinhos, te deixo * *

Ana Martins disse...

Lindas fotos, e um poema à Nazaré cheio de beleza, como ela mesma merece.
Nazaré é linda e acolhedora.

Beijinhos e bom fim de semana

Desnuda disse...

Encantada amigo! Linda partilha.!

Grande beijo´e ótimo fim de semana

Acordomar disse...

Olaaaa

ja estive nos girassóis ;)

Estas luz deste fim do dia é mágica, é como na minha lagoa...

Neijocas de vento quente. Aí tambem está?

;*** Lina

Acordomar disse...

Neijocas e beijocas :)))

mariam disse...

pronto, Poeta, lá está ela, a bela Nazaré! pois é, eu também gosto dos areais da Ericeira e arredores, assim, agora, vaza de gente... com silêncios entrecortados pelas ondas e o pio das gaivotas e, agasalhada, deixo o ar fresco bater-me no rosto... é bom o Outono.

bom fim-de-semana
um grande sorriso :)

mariam



ah! por favor, espreite de novo o post infra, meu coment. :) obrigada!

Pitanga Doce disse...

Ah, mas que cenário tão diferente do que deixei naquela tarde. A praia vazia assim!

andorinha disse...

Serena a praia, sem multidões, só com o embalo do mar. Linda, assim.
Um beijo.

Madalena disse...

Não te procupes, amigo, já cantaste. :)

Parabéns.

Agora espreita o Outono do que não quero chamar a minha cidade (porque não é!" mas eu amo o Outono.

http://farm4.static.flickr.com/3145/2927267341_a6c9fa41a0.jpg
Bjs BFS

ANA DINIZ disse...

Paixão pelo mar,
Você tem
Deleite em olhar o mar
Em deixar as ondas tocar-te
Em fotografar o mar
Suas aves e algas e peixes
Sua vasta e incessante [vida.


Beijos, Poeta!

Ana

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Poeta, lindo o outono no Mar da Nazaré... Gostei e do poema também... Deixo-te muitos beijinhos de carinho e amizade, desejando-te um belíssimo fim de semana,
Fernandinha

Multiolhares disse...

Assim é a praia , assim é a Nazaré
beijos nossos

daniel disse...

Poetaeosou

Está em voga o Outono, nas totos e na poesia. Um passei, e a vista saíu agradável.
Olha que, com treze graus, já é vinho um pouco acima dos contróis de hoje,
Palavra de conhecedor, da própria produção, uma boa água-pé não deve ter mais de 7,5.
Um abraço,
Daniel

Maria Tarot disse...

bem bonito!tambem gosto muito

Duarte disse...

Aprazíveis praias de outono;
sussurros que vem do mar;
sois que prolonga o anoitecer;
céus que só aqui se podem ver,
Nazaré, só nessa terra;
a que amas, e que adoro.

Reconhecido

Um abraço amigo

Perla disse...

Senti o mar da Nazaré, aqui tão perto, a banhar-me os pés.
Bjs

poetaeusou . . . disse...

**
Á V/ATENÇÃO:
,
Todas as quadras são do meu
imaginário,
BEBIDAS NO CANCIONEIRO NAZARENO
,
jhc
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
ainda agora vim do mar
de remar contra a maré
já estou pronto para bailar
o vira da Nazaré
,
Pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
Nazaré sem vira
e amor sem ciúme
É pura mentira
É fogo sem lume
,
Bjis para o lago
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
Meu amor á Nazaré
Nem na morte acabará
Quando o corpo não vier
A minha alma aqui virá
,
Búzios sonantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
Em terra de mar tão belo
E tão bela natureza
Nunca, em olhos de mulher,
Devia ler-se a tristeza,
,
Marés de carinho, envio-te
.
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Martins
,
Nazaré do pitoresco
Do trabalho, lenda e crença
Quando alguém lhe diz adeus
Nunca o diz com indiferença
,
.brisas de amizade, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Desnuda
,
Menina que vos banhais
No mar, que tanto vos beija
Cobre-se ás vezes de névoa
Para que o sol vos não veja
,
Maresias de iodo, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
A cor do mar
,
na cor dos teus olhos
há magia que reluz
tento saltar os escolhos
Por esse olhr que seduz
,
Um mar de jokas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mariam
,
Quem se regala na praia
E tenha o sonho nas veias
Ouve no marejar do mar
O cantar das sereias
,
Espraiados sorrisos, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga
,
Plácido mar, em bonança,
Liso manto, azul a cor,
Brinca com ele a criança,
Serve-se dele o amor,
,
Conchinhas de outono, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Andorinha
,
Mar manso, mar cordeirinho,
De agua limpa e transparente,
Mar de amor e de carinho,
Para a praia e para a gente,
,
Marés de Outono, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Madalena
,
Triste o regresso dos barcos
Que voltam sem pescaria
Esforço que se perdeu
Trabalho sem alegria
Lá se afogou no mar alto
A esperança daquele dia
,
Um oceano de carinho, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana diniz
,
A areia com que me visto
Conchinhas que o mar tritura
É cristal tão miudinho
Que fica todo brandura
,
Vagas de jinos, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Fernanda e poemas
,
Morena cheia de graça
Quanto não vale a riqueza
Da formosura tão nobre
Que te deu a natureza
,
Ilhas de amizade, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares,,
.
Luna
,
As ondas no seu quebrar
São rendas, bordados folhos
Apetece-me mergulhar
Mas, através dos teus olhos
,
Beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel
,
Vista do ascensor
Aninhada á beira-mar
Nazaré é uma flor
Que se oferece a quem olhar
,
Abraço,
,
Nota: sei que ronda os 7 graus,
Quis apenas enaltece-la . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria tarot
,
Tua graça ingénua e franca
Despida de pretensões
Tão profundamente encanta
Que não deixa os corações
,
Ventosas venturas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
Sobre as areias da praia
Lá vão os barcos de rojo
Entre duas filas de homens
Colando as costas ao bojo
Ou imitando os bois
Que o lenho da canga junge
Enquanto a longa aguilhada
No coiro lombar os punge
,
Saudações
Em
Pungentes memórias
*

poetaeusou . . . disse...

*
Perla
,
Corre, salta, desce á praia,
Canta o mar, banha os pés
Rodopia a tua saia
Como o vai e vem das marés
,
Marés de ternura, dou-te
,
*

Aiagarb . . disse...

Muito obrigado pela informação.

Abraços nazarenos

poetaeusou . . . disse...

*
Aiagarb
,
de nada meu amigo
tenho que eu contrapôr
é vulgar e é polido
estou sempre ao dispôr
,
saudações nazarenas
,
*

cristal disse...

Olá Poeta

Que dizer do post de hoje?

...Destes encontros salpicados de mar?
...Desta Nazaré, cantada com tanto amor?
...Desta paixão de partilhar emoções?

...Só sei dizer: - OBRIGADO!!!
.
.
.
Por trazer até nós o cheiro a maresia "do mar da Nazaré", o areal imenso e quentinho onde apetece sentar e ficar à espera que as ondas nos venham molhar os pés...

Um Abraço salpicado de mar e muitos sorrisos

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
*
Interpretar a natureza
Cores, sons e harmonias
Faz emergir as poesias
Em palavras onduladas
Nas densas nuvens cantadas
Bátegas de pura beleza,
,
Brisas nocturnas, envio-te
,
*

lua prateada disse...

MAS AFINAL QUEM É FOTÓGRAFO???
Explêndido ...fascinante estas fotos em todo o tempo que aqui venho fico cada vez mais maravilhada com estas fotos de alguém que, apenas pode ser um sêr muito sensível e com um tremendo carinho pela natureza...
Beijinho prateado...

SOL

Eärwen Tulcakelumë disse...

Impossível é não se apaixonar por este mar lindo da tua terra.
Impossível é não se deixar ficar aqui ouvindo a canção do mar.

Pérolas incandescentes de bons momentos entrego em tuas mãos.

Com carinho amigo.

Eärwen

poetaeusou . . . disse...

*
lua prateada
,
é como dizes,
,
o segredo é amar a natureza
sorver o belo, na poesia, nas
imagens, nos gestos do dia a dia,
a tua sensibilidade, em suma …
,
brisas nocturnas, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
*
impossível
é não me sentir feliz,
com as tuas visitas . . .
,
brisas incandescentes
deixo-te,
,
*

Lena disse...

O mar estava mansinho
ja se acalmou, depois do verão...
sempre igual a ele...


beijinhos

rosa dourada/ondina azul disse...

Cores de Outono,
na sempre bela Nazaré :)))



conchinhas outonais,

Juani lopes disse...

preciosa imagenes de tu ciudad
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
Lena
,
penso que o mar
está velho, amiga . . .
,
brisas nocturnas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
é,
nazaré é luz e cor . . .
,
conchinhas nocturnas, envio
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
grato
,
não me esqueci
que vergonha sinto,
,
saudações
,
*