outubro 12, 2008

>>>>>>>>> pedregosa falésia sem temor<<<<<<<<<


quantas vezes aqui estive
e glorifiquei-te minha musa,
pedregosa falésia sem temor
de fragas e arribas escarpadas
heroína anti-erosão labiríntica,
vou afastar o vento sorvedouro
das desfeitas rochas feita areia,
derramar no pudor dos declives
ribanceiras de secretos prazeres
e barrancos excitados de delirios,
nos loucos devaneios dos teus seios
rochedos de desvairada sensualidade
convertidos em espasmos convulsivos
poema e fotos: poetaeusou

40 comentários:

gaivota disse...

ah ah ah ah atão coração!!!
é no canto das pedras que cantas tudo isto..
como poderei eu saber estes cânticos! claro é a voz do mar...
deixa-me brincar nas falésias enquanto as proteções aí continuam e... ninguém respeita!!!
há que haver algum temor, meu...
tu sabesssssssssssssssss
piliparesssssssssssssss

Lena disse...

e que canto !!
até a falésia vestiu seu fato outonal...
ninguém respeita essa protecção, mas anda sempre por la o Zé a prevenir as pessoas...

optimo domingo !

Um beijo

Multiolhares disse...

Até os densos rochedos, se desfazem perante o tempo
Beijos nossos

Sol da meia noite disse...

Imponente lugar...
Altivez que afasta medos...
Que seduz poetas...
Que dita versos...

Jinhos * *

Gerlane disse...

Que lindo, caro poeta!

Só uma alma tão sensível possui a percepção para extrair das pedras uma bela poesia.

Beijos amigos te deixo e, bom domingo!

Sonhadora... disse...

As pedras, as falésias q buscastes em tão expressivo poema deixa elevar a comparação ante tão eminente sentimentos.

bjos da sonhadora!

Duarte disse...

Um desafio à lei da gravidade!
Nessa terra tudo é bonito.
Como impressiona visto assim!
não perde encantos, é natural.

Arriscado poema o teu
Gostei

Bom Domingo

Um abraço

Iana disse...

Poeta amigo...

Rochosas e lindas cobertas de areia e sal...
as ondas nas pedras fazem
seu carnaval...
belezas escondidas guardadas na alma de quem sabe sonhar...
e aprecia a beleza do Mar!!!

Beijos perfumados de sua doce rosa amiga
Bom e abençoado fim de semana
nas sentindo a brisa do mar....
Abraços
Iana!!!

GarçaReal disse...

O desabar das falésias.........
O temor............

A poesia arrancada ao desabar de pedras...Fantástica

bjgrande do Lago e bom domingo

ANA DINIZ disse...

Nossa, Deus! O que isso, Poeta. Rendo-me, completamente, aos teus versos...

Extremamente femininos e sublimes. Arrebatadores... De todos os seus que já pude ler, este é o poema mais bonito.

Senti-me nos braços do amor! Simplesmente, senti-me.


Beijos,

Ana.

ANA DINIZ disse...

Miscigenação cósmica
Amor universalizado
Paradigmas estraçalhados
Beijos pormenorizados
Fusão dos sentimentos dados...


Beijos, Poetaeusou!

Ana

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o promontório
soberbo e altaneiro
não tem medo dos temporais,
,
pilipares, envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lena
,
o Zé Brimbote.
o guardião do cantinho das pedras,
está neste momento a dar de comer
aos pombos . . . aqui na minha rua,
,
mar, pombos, tratar da sua idosa mãe,
e sempre solidário para com todos,
,
hoje o tempo está esquisito, chuva ?
brisas de iodo, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
rochedos vindos do pó,
em pó ficarão,
,
rochas de areia condensada
descondensadas pelos ventos
na contínua erosão . . .
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
arrogantes rochedos...
grandeza sem medo...
fonte de poetas...
de musas sem tempo...
,
marés de jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gerlane
,
amiga
,
as musas,
não têm rosto
pode ser uma gigante falésia
como um simples olhar . . .
e as fantasias e sonhos do poeta,
,
vagas de amizade, envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sonhadora
,
um poema nasce,
não do que vimos,
mas do que queremos ver,
foi e será sempre assim . . .
,
um mar de sonhos envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
o erotismo . . .
a sensualidade . . .
podemos cantá-la,
no nascer de uma folha,
numa pétala caída,
numa madonna em tela,
ou na madonna a cantar,
porque não em arribas e fragas ?
,
abraço
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
iana
,
vejo uma sereia rochosa
a ser cantada pelo mar
que belo o seu marejar
meu deus como ele a afaga
entre o vai e vem da vaga
até a rocha estremece
coisas que o nosso olhar tece
não é sereia … é uma rosa …
,
brisas rosadas, envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
bom seria,
que a erosão
da nossa costa
fosse travada
com a poesia,
,
não concordas, amiga ?
,
pilipares, muitos, para o lagoreal,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana diniz
,
braços do amor,
cais protector,
ou mar revolto, arrebatador,
quilhas que ferem,
o calor dos sentidos . . .
,
vagas de ternura, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana diniz
,
fusão
mistura em nós
etéreo sentir
universo aberto
coberto
de metafóricos quereres
,
marés de amizade, para ti,
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Também a falésia traz a cor do Outono :)))


conchinhas ou pedrinhas de Outono,

Filó disse...

Rochedos, magnífica natureza,
Tanto que sabem e tèm para nos contar .
Enfrentam tempestades e vendaváis , e ali permanecem corroidas pelo tempo,mas firmes. Continuam sorrindo para o sol, e a abraçar o poisar das gaivotas !
Alguém que olhe por Elas , para poderem assim continuar !

Poeta,estas falésias, suas musas,
Inspiraram-no num belo Poema.

Um abraço amigo

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,
o sol do outono
de fim de tarde
pintando a falesia de grená,
,
nuvens de outono, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
fiquei cativo das tuas palavras,
que saudades tenho, quando as
gaivotas nidificam nos penhascos
das arribas, pediram asilo ás
Berlengas e lá tornam na época
da nidificação . . .
omiti os meus aloés que seguram as
areias, dos ventos fortes e chuvas,
brevemente escreverei sobre eles,
,
poéticas maresias te envio,
,
*

daniel disse...

Poetaeusou

As escarpas, podem ser apreciadas, se vistas com prudente observação. Na tua poesia fazem um vistão.
Um abraço,
Daniel

mdsol disse...

"rochedos de desvairada sensualidade"
Hoje escolho este verso... Tem dias né?
Conchinhas de (tenho andado muito ocupada...rareiam as visitas)

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
prudente como a serpente . . .
infelizmente alguns querem
nas arribas findar os seus dias,
agora a moda,
é voarem com os carros,
acelerador a fundo, e lá vai...
,
abraço amigo, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
nada obriga-te, amiga,
quando puderes e quiseres,
,
brisas de simpatia, deixo,
,
*

mariam disse...

Poeta,
lindo! é incrível como tira beleza dos declives acentuados e das rochas, dos sons e das maresias...

boa semana
um grande sorriso :)

mariam

Juani lopes disse...

hasta de las piedras tu sacas un bello poema
saluditos

Mello disse...

Lindas imagens e lindo poema.

Um poema profundo e repleto de sensibilidade!

Beijinhos,


Graça Mello

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
sinto o que vejo,
sinto o que ouço,
sinto o que penso,
sinto o que escrevo,
logo a sensibilidade
é importante . . .
,
maresias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
nasci
a olhar para elas,
e sempre senti,
que são minhas amigas,
,
raios de luar, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Mello
,
gratificado fiquei,
com as tuas palavras
,
conchinhas de luz, envio,
,
*

gotadevidro disse...

Quando dos rochedos se observa uma bela paisagem, nasce inspiração para belos poemas.

É o caso

Boas semana

Um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
gotadevidro
,
nem mais, amiga,
e o ambiente que nos rodeia,
é a natureza em todo
o seu explendor,
,
brisas nocturnas, deixo,
,
*

Iana disse...

Poeta amigo...

Dizem que sereias são fadas
que cantam nas águas do mar
e as ondas danças ao ouvir seu cantarolar...
mais tem sempre uma rosa nos lindos cabelos para a perfumar....

Beijos amigo querido
Boa semana em grandeeeeeeeeee...
Sua rosa amiga

Iana!!!

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
rosa das areias
pétalas ao vento
esvoaçar lento
no teu voar
cabelos mar
fadas cantadas
na magia das vagas
dançam as sereias
,
rosadas brisas, deixo-te
,
*