outubro 28, 2008

>>>>>>>>>> nas secretas janelas <<<<<<<<<


vadia memória
daquelas janelas
abismando olhares
na dimensão do tempo
fronteira inconstante
da cândida empatia
matizando impulsos
instintos despertos
nas secretas janelas
viradas para o (a)mar
poema e fotos:poetaeusou

42 comentários:

Gerlane disse...

O encanto do poeta, encantado com as belezas, vistas através das janelas abertas pela natureza.


* Belas imagens marinhas e textuais!

* Abraços, poeta!

Iana disse...

Amigo Poeta...

janelas para o mar
tem o brilho do seu olhar
memórias se vão
em uma grande dimensão
os impulsos
são ondas gigantes
de um poeta amante...
que valoriza
o amor
como um lindo
e belo diamante...

beijos e beijos
uma terça mararavilhosa
com aromas das flores e do mar
sua amiga
rosa
Iana!!!

Lúcia disse...

Pronto - o Eduardo Aleixo 'empurrou-me' para este canto.
Lindo! E o meu mar...
Vou dar uma volta por esta praia com água na boca pelo que já vi:)
Abraço

GarçaReal disse...

100 anos que eu viva não posso esquecer...Aquela janela virada para o mar....

Oiço muitas vezes esta canção.É sempre bom reouvi-la

Tu da tua janela versejas o amor em conjugação com esse mar.

bjgrande do Lago

Eduardo Aleixo disse...

Lindas janelas.
São lindas, por causa do mar.
Mas o mar também é lindo por causa das janelas.
Por isso se chamam as janelas do mar.
São frescas, mas boas para olhar e para amar.
Por isso deviam chamar-se janelas do olhar do mar, ou para olhar o mar, ou para ouvir o mar, ou janelas para amar o mar, ou, simplesmente para amar.
O teu poema é uma janela.
As tuas fotos são janelas de poesia onde te debruças sobre o mar e o o fotigrafaste e bem que ele ficou contente.
E mais ainda, a gente.
Obrigado.
EA

Carla disse...

voam vadios os meus pensamentos...por estas secretas janelas plenas de beleza
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
gerlane
,
e hoje amiga,
o mar está lindo,
bravo, imponente,
com aquela altivez de aviso,
como a dizer não quero
quilhas a perfurarem-me o dorso,
não quero ninguém no areal
quero tocar na areia quando quiser,
,
há noite postarei e
videorei o mar . . .
,
conchinhas bravias, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
iana
,
se visses o mar,
parece uma branca parede,
em ondas de quatro metros,
lindo de morrer ...
como diz uma vizinha
do ceará . . .
,
conchinhas envio-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Lúcia
,
o mar, hoje, está arrasador,
ontem acirrei-o, chamei-o velho,
cansado e piscina sem sal,
,
hoje aí está renovado,
pujante, rejuvenescido,
hoje está mar . . .
,
grato com a visita,
búzios soantes, te envio . . .
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
amiga
espreita, á noite, o meu post,
tenho fotos lindíssimas,
,
o mar está soberbo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eduardo Aleixo
,
o mar está espectacular,
das 14 ás 15 horas a marginal
estava pejada se mirones . . .
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
na fronteira do olhar,
em despertas memórias . . .
,
conchinhas
,
*

gaivota disse...

janelas vivas, naturais, secretas...
ah pois são, e eu não sei???
janelas viradas para o mar com todo o seu esplendor
piliparesssssssssssss

Iana disse...

Poeta amigo

Ah... amigo
deve ser mesmo um
momento de oiro
eu imagino vc vendo esse
tesouro que o mar
vem dando a ti todos os dias

A beleza , a vida, a tudo no mar
da esperança e nos faz sonhar
eu jogo sempre os meus medos
para as ondas levar
ele é tão grande
imenso
é sempre uma linda vista
magnífica mesmo a beleza natural

realmente rapaz é linduuu di morrer
Lol...
beijos amigo
e aproveite sempre essa vista linda
e desfrute sempre
Flores pra vc
Iana!!!

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
tenho tido problemas na rede,
rede interna, um fio cortado,
já me resolveram o problema,
ÁS 24,01, PODES VER UM POSTE
COM O MAR DE HOJE BRAVISSIMO,
QUE GRANDE NORTADA, DAS ANTIGAS
,
TENHO AS VISITAS ATRASADAS
,
pilipares, dou-te,
,
*

cristal disse...

Poeta
Debrucei-me à janela e fiquei a ver o mar...É nesta imensidão azul, que me consigo encontrar ...
E recordar cheiros, sabores, tantos momentos vividos mas nem todos coloridos....( pois lhes falta a cor do mar!)
Post magnifico!
Amigo, desculpe perguntar,mas estas secretas janelas são da sua Nazaré?
O Abraço de sempre e muitas estrelinhas do mar

Duarte disse...

Janelas ao mar!
Como quer que se contemple é MAR.
Boas fotografias.
Bonito poema.

Saudações de amigo

Multiolhares disse...

janelas que não sendo janelas
são janelas viradas para o mar
beijos nossos

Filó disse...

Janelas rasgadas no rochedo, espreitam ,a imensidão do mar.
Despertam sentidos, mexem com o tempo,as nossas memorias e sonhos também.
Poeta , que olhares soberbos se avistam destas janelas viradas para o mar !

Um abraço amigo,

Shadow disse...

E secretamente guardo estas palavras...

Bjs,
Shadow

poetaeusou . . . disse...

*
iana
,
Ah . . amiga,
se hoje como já disse,
assistisses há maré cheia,
linduuu di morrer,
uma PAREDE BRANCA de iodo e sal,
,
mais logo vais ver,
,
conchinhas floridas, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
cristal
,
as imagens são nazarenos,
o cabo de S. Miguel
Promontório sobranceiro
há Nazaré ou Sitio da Nazaré
a primeira uma passagem na
ponta da falésia a segunda fotada
numa das aberturas dos muros de
protecção, que escoam as águas . ..
só deitados no chão é possível fotar,
,
marulho de mar bravio, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
duarte
,
janelas ao mar !
e diz que o empurraram . . .
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
os olhares são janelas
abertas de par em par
para quando o mar entrar
poderes mergulhar nelas
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
janelas abertas
soberbas de mar,
rochedo erguido
preservando os sonhos,
,
estrelinhas luzentes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Shadow
,
e sem secretismos
eu agradeço . . .
,
suaves brisas, deixo,
,
*

utopia das palavras disse...

horizonte...
infindo...
tantas vezes ceguei
olhando...
o azul
do (a)mar..!

jinhos
ausenda

Mello disse...

Lindas fotos.

Janelas de pedra que se abrem sobre a realidade, como olhos duros, sombrios...


Beijinhos,

Graça Mello

poetaeusou . . . disse...

*
utopia das palavras
,
horizonte,
anilado desejo
azul infindo
de amor marinho . . .
,
brisas de espuma, envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
mello
,
dura vida
inibida
da realidade . . .
,
maresias nocturnas, deixo
,
*

Juani lopes disse...

hoy mis ventanas estan cerradas
solo hay melancolia y tristeza
saluditos

Sol da meia noite disse...

Janelas...
Que guardam memórias...
De sentidos olhares...

Belas fotos!


Jinho de amizade *

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
abre as janelas
de par em par
vais ver que o mar
ficará nelas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
janelas
que hoje, ficaran extasiadas
com a beleza do mar,
,
amiga
mais 20 minutos,
podes partilhar,
ofereço-te o video-mar . . .
,
*

mariam disse...

Poeta,
deixou estas fantásticas janelas semi-abertas... vim com o vento ver o seu mar, hoje bem preciso d'Ele...

um sorriso :)
mariam

Rodrigo Rodrigues ("Perdido") disse...

O poeta
à janela do mar
cantando canções
de encantar

Teresa Durães disse...

estas janelas são lindíssimas

R.G. disse...

Que belas janelas...

beijo perdido

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
ventado mar
em olhada janela ,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
perdido
,
o mar
em janela aberta,
cantando ao vento,
,
abç,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa duraes
,
janelas da vida,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
r.g.
,
olhando as maresias,
,
conchinhas
,
*