outubro 03, 2008

>>>>>>>>>>>>>> em noite despida <<<<<<<<<


preso ao mar
e do sol cativo,
sou um areal
de contradições,
maré sem ondas,
barco arrombado,
em noite despida
pela tua …ausência,
poema e fotos:poetaeusou

44 comentários:

gaivota disse...

nestas fotos me derreto... (era bom!)
a minha maré é mais com ondas... muitas ondas, cão é ele a galgar o paredão...
afinal o MEO tem coisas diferentes, 2, secos!, em directo e a cores!!!
lololololololololol
parabéns!
sábado já começam os meus meninos em oliveira de azeméis, 1/2 golo já chega para começar!
mas tenho muita fé neles todos, tens que ver, ao vivo, pensa nisso!
jinhossssssssssss

Esmeralda disse...

Começa por cortar as amarras do mar e libertar o sol do cativeiro...
Transforma-te em mar bravo enchendo assim o teu areal de decisões...
Torna a quarto crescente em lua cheia, completando assim as tuas noites vazias...

beijocas

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido Amigo Poeta, belíssimo poema e fotos magníficas!...
E é essa força escondida que te serve de defesa, p´ra vida não ser vencida, logo à primeira fraqueza... Tu homem de coração puro, és o elixir da juventude!
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Ana Martins disse...

Uma ausência com cheiro a mar, escrita com sentimento e beleza.

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
está aqui um vendaval ….
foi toda a noite . . .
,
as meninas vão levadas, miga,
,
pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
esmeralda
,
quantas as vezes ousei,
todas as vezes perdi,
sei que nunca mais lutarei.
nunca impus o que senti . .
,
outonais conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda & poemas
,
que força é essa amiga,
que força é essa amiga . . .
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana martins
,
a beleza das marés
beijadas pelo luar
em noite de sol ausente . . .
,
maresias de iodo, deixo,
,
*

PILAR disse...

Olá Poeta!

Que bom é estarmos cativos dos laços que criamos...

Cativos em liberdade
Reféns da alegria que nos traz o enlaçar

Laços sem nó, que congregam duas vontades de ficar

Por vezes a vida faz magia...e encanta-nos!

Esmeralda disse...

Poeta, a única vez que leutei porque realmente amei perdi...
...perdi uma batalha, outra e outra.
Perdi, mas mesmo assim ainda amo com quem lutei, e sendo este amor tão grande que não desaparece de maneira nenhuma, resolvi manter a esperança acesa num sonho em que um dia uma desta batalhes seja ganha por mim.

beijocas e não desistas

dona tela disse...

Tenho um novo projecto.
Dê-me a sua opinião, se faz favor.

poetaeusou . . . disse...

*
PILAR
,
é . . .
cativos
o que gostamos,
é a sublime liberdade,
a magia que nos encanta,
como escreves,
,
conchinhas mágicas, deio,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
esmeralda
,
não sou um grande exemplo,
por principio, sou incapaz de
influenciar os outros, por
norma nunca insisto, prefiro
sofrer intimamente . . .
,
luta por esse amor,
mesmo de forma passiva,
também se pode lutar . . .
não deixes que a chama se apague,
,
onchinhas, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela
,
amiga
estou no ir,
dingdong, dingdong, dingdong . . .
,
conchinhas
,
*

LOURO disse...

Olá Amigo Poeta,belo conjunto. Gostei!...
Bom fim de semana,
um abraço,
Lourenço

Sol da meia noite disse...

Meu amigo, bem real esta tua poesia.

Sempre nos sentimos presos a algo, muitas das vezes ao que nos liberta.
Sempre oscilamos sendo que as contradições são parte integrante de nós.

Adorei as fotos.

Jinhos * *

Perdido disse...

Ficando para uma outra oportunidade rever e comentar o teu blogue, Venho aqui hoje apenas para informar que o meu novo blogue se intitula "O Lugar & os Monos" e que tem o seguinte endereço [ http://perdido-teste.blogspot.com/ ]. Os postais expedidos de O Tremontelo estão acessíveis a partir do novo blogue. Beijos e abraços. Rodrigo (Perdido).

Maripa disse...

eu...mulher com ondas descansando na praia à espera de maré cheia.

Abraço com carinho.

Pitanga Doce disse...

Não demora muito e este mar não estará assim. Aproxima-se o tempo da ressaca.

abraços

poetaeusou . . . disse...

*
LOURO
,
grato fico,
bfs,
,
um abraço
,
*

Duarte disse...

Entre canas
silva o vento.
Até gosto!
Deixo-me cair
duna como guarida.
Durmo...
embalado,
ao som da maré.

Abraços

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
existem belos cativeiros,
concordo contigo . . .
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
perdido
,
irei visitar-te,
ao teu novo endereço,
,
abç,
*

tossan disse...

Me encanta o poente tanto o quanto estar aqui. Poesias e imagens incríveis. Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Maripa
,
aproveita a baixa-mar,
e espraia-te nas onda
da contemplação,
sente a beleza
de ser cativa do mar . . .
,
descansadas conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
hoje está um dia lindo, andei
a correr atrás das gaivotas,
vou seleccioná-las, logo,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
duna, a verdadeira,
morgadinha dos canaviais...
,
in-julio diniz,
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
tossan
,
a tua boa vontade, amigo,
,
um abraço,
,
*

Multiolhares disse...

Mas o areal também esta cativo das ondas
Que diariamente a vem beijar, sem contradições
O espera sempre á mesma hora

Beijos nossos

Deusa Odoyá disse...

meu estimado amigo Poetaeusou...

Amigo, não deixes a chama da tristeza lamber a sua alma.
Leve para as profundezas desse mar sagrado, toda sua dor e amarguras.
Retornes sem medo de errar.
Viva e sinta o encontro de um novo amanhecer, dando luz e paz ao seu espírito.
Beijos meu amigo.

Te gosto e saudades.

Regina Coeli.

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
cativo de mim,
espraio o olhar
magestoso mar,
não sejas assim,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Deusa Odoyá
,
belas palavras,
ou não fosses deusa,
viver é urgente . . .
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

Eduardo Aleixo disse...

Cativeiro poético.
A contradição?
Não estás inocente, não.
Roubaste um poema
E escondeste-o no coração.
- Vai contra a legislação!
Condenação:
- Areia serás até ao fim dos teus dias e água salgada só beberás.
E é esse o teu destino:
-Filho das ondas...das areuas peregrino...
---------------------------
- Que comentário desatino!

Abraços de búzios.

EA

Eduardo Aleixo disse...

Onde está areuas é...areias.

EA

R.G. disse...

Uma ausência
que provoca...
um turbilhão de emoções

Beijo perdido

Bom fim de semana

poetaeusou . . . disse...

*
eduardo aleixo
,
contra a legislação ?
quem o não faz neste pais ?
e porque o não faria eu ?
respeitante á condenação,
sei que não mereço perdão,
por isso não desatino,
tenho nas veias o sal,
amargo deste país
dos poemas peregrino
e se me chatear algum fulano
actuo como o manuel maria
du bocage, o sadino … el mano. . .
,
poemas de amizade, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
eduardo aleixo
,
dá para ver . . .
,
ciao,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
R.G.
,
ou . . .
sem a presença querida,
nada tem valor . . .
,
conchinhas nocturnas,
,
*

Lena disse...

Essas fotos me relembram uma praia onde tenho costume de me refugiar em tempos de aperto...
Não seria a de Légua ?

um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
lena
,
em cheio, acetastes,
praia da legua,vai
realizar-se o campeonato
ibérico de pesca e fui mostrar
o local da prova a um amigo de
vila nova de gaia . . .
,
conchinhas, deixo,
,
*

Ana disse...

Vá lá, que ser cativo do mar e do sol não é castigo dos piores...
Bem gostaria muita
gente...

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
sol e mar,
belo cativeiro . . .
e o canal benfica, já agora ...
,
conchinhas de cativado, sol,
,
*

mariam disse...

"Aquela cativa, que me tem cativo,
porque nela vivo,..."«L.V.Camões»

e, Poeta, as ausências nem sempre são funestas, p'lo contrário, fazem ser doces os reencontros!

sorrisos deixo :)

poetaeusou . . . disse...

*
mariam
,
Eu nunca vi rosa
Em suaves molhos,
Que pera meus olhos
Fosse mais fermosa.
Presença serena
Que a tormenta amansa;
Nela, enfim, descansa
Toda a minha pena.
Esta é a cativa
Que me tem cativo;
E. pois nela vivo,
É força que viva.
.
conchinhas
,
*