setembro 19, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> poesias <<<<<<<<<


sou trovador
de trovas caladas
poeta sem verbos
dispersos em ti,
engendro poemas
de letras perdidas
invertendo as palavras
em desfasados poemas
poema e fotos:poetaeusou

56 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido Amigo Poeta, belíssimas fotos e o teu poema, com aquele encanto que é apanágio do teu blogue... Tudo lindo!!!
Beijinhos de carinho e amizade,
Fernandinha

Juani lopes disse...

una verdad como una casa
eres un gran poeta
saluditos

Filó disse...

Amigo Trovador

Suas trovas engendradas
Palvras, verbos dispersos
Letras perdidas, desfasadas
São poesias , cantadas !

Seus poemas falam sempre!

Um abraço Poeta,

GarçaReal disse...

Quando juntas as letras caídas pelo chão
Fazes delas poemas escritos por tua mão
Belezas espalhadas , belezas sonhadas
De um trovador que canta o mar e o amor.

Bjgrande do Lago com um especial pilipar em tua gaivota

Adorei a música ( é das tais )

Multiolhares disse...

poemas perdidos
em mares de areias

beijos nossos

The Hazy Looker disse...

E pelas tuas poesias continuo a voltar cá. Adoro espreitar este cantinho com cheiro a mar e ler as palavras deste tão doce trovador.

Um beijo grande.

Shadow disse...

Quando a unem as imagens às tuas palavras...crias magia!

Bjs,
Shadow

Teresa Durães disse...

o poeta do amor

poetaeusou . . . disse...

*
fenanda & poemas
,
linda
grato fico,
,
conchinhas carinhosas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
juani lopes
,
poeta é aquele,
que vê o mundo,
com os olhos rasos do bem . . .
,
saluditos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
filó
,
as poesias
são letras aladas
suaves, levadas
pelas maresias . . .
,
brisas esvoaçantes, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
garçareal
,
ver o mar,
é espalhar os odores
é cantar os amores . . .
ouvindo o seu marulhar,
,
pilipares para o lagoreal
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
areal de trovas,
nas marés de poemas,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
the hazy looker
,
esta casa é tua,
e iluminada
quando por aqui passas . . .
,
conchinhas coloridas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Shadow
,
mágicos,
são os teus olhos,
pela tua forma de ver,
,
marés de carinho, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
teresa durães
,
alinho palavras,
voando por aí,
,
maresias, deixo,
,
*

Estella Maris disse...

Que visão e que sentido, parabéns!

poetaeusou . . . disse...

*
Estella Maris
,
grato fico amiga . . .
,
conchinhas de luz, deixo,,
*

dona tela disse...

Um espectáculo! Um espectáculo!

poetaeusou . . . disse...

*
dona tela
,
fora de sitio, fora de sitio,
,
********************

Eärwen Tulcakelumë disse...

És simplesmente um trovador de amor e mar.
Daqueles que nos embalam o coração
E encantam a alma e os olhos...

Pérolas incandescentes de sonoras trovas entrego em tuas mãos.

Eärwen

Chinha disse...

Poeta trovador do mar
Poeta trovador do amar
Poeta trovador do sonhar


Serás sempre poeta

bjinho

Esmeralda disse...

Escreve Poeta, escreve até não mais tinta teres na pena.
Escreve Poeta...
...mas não te cales.
Faz ecoar nas arribas e falesias, os teu canto feito poema...
...poderá alguém ouvi-los.

beijocas

Sol da meia noite disse...

As trovas, mesmo caladas e as poesias, mesmo sem verbos... nunca deixam de ser trovas e poesias...

Um beijinho *

São disse...

Olá, trovador de trovas muito bonitas e de fotos espectaculares...
Feliz final de semana.

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
olhos incandescentes,
de perolas trovantes,
os teus . . .
,
incandescentes conchinhas,
deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
chinha
,
sonhar
e (a)mar ... o mar,
,
um mar de trovas, dou-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Esmeralda
,
escreverei
até que o mar me inspire,
,
conchinhas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
trovador...serei,
com ou sem palavras,
nas musas lavradas,
lavadas maresias,
feitas poesias,
,
um mar de jinos, deixo-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
um são fim de semana,
para ti, são . . .
,
sãs conchinhas, deixo,
,
*

daniel disse...

Poetaeusou

O poema conterá a reflecção que a própria maresia pode induzir. De resto a poesia é um pouco isso: jogar com as palavras, para encontrar a poética.
Un abraço,
Daniel

R.G. disse...

Ao trovador
deixo...

....Um Beijo Perdido

Rosa Maria disse...

Se soubesses as saudades que eu tinha de aqui vir, ler as tuas poesias e sobretudo rever com nostalgia algumas fotos da Nazaré.

Acreditas? Podes acreditar!

Beijos

Maria P. disse...

Palavras e imagens, a harmonia...

Beijinho*m*

ondina disse...

ser poeta é não saber se o que se deseja é ter cá dentro um astro que flameja
ou ter asas de condor?
sempre fazer voar a liberdade do sentir
tão bom, partilhar e exteriorizar
(ainda bem que as minhas filhas adoram beijinhos e xi-corações: pq posso poetizar livre... posso SER)
bjs

poetaeusou . . . disse...

*
daniel
,
técnica explicativa,
de critico arguto,
a poesia é um jogo de palavras,
tenho essa certeza . . .
,
abraço,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
r.g.
,
aceito amiga,
,
conchinhas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
espero que as mitigues,
nesta tua visita,
,
acredito piamente, amiga,
,
conchinhas nostálgicas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria-p
,
ou simpatia, tua . . .
,
bj
h,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ondina
,
ser poeta
é semear liberdade . . .
,
conchinhas nazarenas
em forma de tulipas,
,
*

Dois Rios disse...

trovas caladas que de longe se escutam. pra quê verbos e letras achadas se a razão da trova é sempre a mulher amada?

beijo,
inês

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Concentro-me e encontro aqui um mundo de sonhos. beleza sua poesia.
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
Dois Rios
,
como pedro e inês ?
talvez . . .
,
conchinhas amigas, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
MARTHA THORMAN VON MADERS
,
grato fiquei
volta sempre,
,
conchinhas, deixo,
,
*

mdsol disse...

ue mébmat otsog ed retrevni sa sarvalap.

:))))

poetaeusou . . . disse...

*
mdsol
,
sarvalap saditrevni,
sahlaf saditnesnoc,
,
sahnihcnoc sacitéop,
,
*

Duarte disse...

Caminhos e veredas,
sendas de trovadores.
Assim, entre versos
de palavras tuas,
pois só tu es amo
delas...

Reconhecido

Gerlane disse...

Lindo, poeta!

Abraços pra ti!

Ana disse...

Justamente o verbo é coisa que NUNCA te falta, benza-te Deus.
Não passa um dia, unzinho, que ele não corra, à solta, por estas paragens (excepção feita à Irlanda...)

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
amo e senhor ?
não . . .
pessoa,
camões,
sophia,
natalia,
rómulo de carvalho,
ary dos santos . . .
com certeza,
,
maresias de saudações
deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
achas ?
obrigado,
,
conchinhas envio-te,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana
,
tambem arquitectei
alguns na irlanda . . .
,
mas saía tudo tão verde,
que pensei que estava a
passar-me para o outro
lado da circular, bolas . . .
hehehe
,
rubras poesias, envio-te,
,
*

Pitanga Doce disse...

Fotos como estas já são a própria poesia.

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
tens a poesia no olhar . . .
,
conchinhas,
,
*

Paula Raposo disse...

Gostei deste desfasamento...

Papoila disse...

Um beijo trovador

Adorei

BF