junho 20, 2008

>>>>>>>>>>>>>> invento <<<<<<<<<


invento
partidas errantes
destinos perdidos
sonhos abstractos
de vidas sem bússolas
invento
inconstâncias tolas
lágrimas esmagadas
respostas desconexas
de assombradas perguntas
poema e fotos poetaeusou

30 comentários:

Multiolhares disse...

Só os poetas inventam, se não inventassem não havia poesia, pois a vida verdadeira essa é guardada a sete chaves ninguém a conhece, só a ficção a poesia inventada sai para as telas

Beijos nossos

gaivota disse...

inventas, meu amigo,
eu, já nem tenho como inventar os espelhos das vidas
mas dá-me fotos de luz, do mar que é nosso e do areal da praia onde vamos caminhando
pipilares em bando, prestes a partir!
e a chegar...
jinhos

Juani lopes disse...

inventa, sueña, imagina
para que cada dia
tu escribas
una nueva y bella poesia
saluditos

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
luna
,
inventar é sonhar,
sonhar é almejar,
almejar é tentar . . . e,
. . . conseguir . . .
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
inventa sonha,
reara no voo das gaivotas,
e voa até ao teu lar, aqui . . .
,
conchinhas
,
*

Ana Ramon disse...

Mostras o mar tal como eu gosto dele assim soberbo levantando milhões de partículas de espuma ao atirar-se pesadamente sobre as rochas.
O mar que eu amo e que receio.
Já te tinha dito que fazes fotos lindíssimas?
:))))
Um beijinho

Sónia Pessoa disse...

Passei aqui por acaso... parabéns pelas imagens fantásticas. Na simplicidade reside a beleza de um olhar...
Espero por ti no meu cantinho.

Sónia Pessoa

Carla disse...

inventas um olhar que se adivinha nas tuas imagens...inventas sensações que reproduzes nas tuas palavras
...bom fim de semana
beijos

poetaeusou . . . disse...

*
Juani lopes
,
sonhar é fácil . . .
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Ana Ramon
,
o mar é sempre belo,
e o teu olhar de beira serra,
aglutina toda essa beleza,
mar,
a metamorfose
das metamorfoses . . .
,
conchinhas maresiantes,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sónia Pessoa
,
grato com a tua visita,
irei conhecer o teu cantinho,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carla
,
vamos inventar,
no minimo . . .
,
conchinhas de simpatia, deixo-te,
,
*

Vieira Calado disse...

Gostei do poema e das imagens.
Bom dia!

poetaeusou . . . disse...

*
Vieira Calado
,
anos luz dos teus,
,
sou um pseudo escrevinhador
,
bom dia,
,
*

Duarte disse...

Belos momentos dum lugar sempre belo: Nazaré.

Impossível inventar.
Está tudo ao sair da porta.
Menos esse mar, imenso,
inconstante, imprevisível.

Abraços

Carol disse...

Que fotos magníficas! E as palavras... Sem palavras!

Teresa Durães disse...

invento personagens que façam colorir os dias

Pitanga Doce disse...

Colei um band-aid na asa e que aqui estou eu.

abraços em sexta de sol.

Ana disse...

Inventa. Inventa sempre.
Quem não tem imaginação vive uma vida rasteirinha.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
Duarte
,
nazaré é luz e cor
o seu mar em harmonia
na alegria
de uma flor,
,
saudações
,
*

Sol da meia noite disse...

Inventar sonhos, amigo Poeta... algo fabuloso!
Que nunca percamos esse poder.

Beijinho *

poetaeusou . . . disse...

*
carol
,
tenho andado
um pouco ausente,
irei visitar-te
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Teresa Durães
,
invento,
invenções
que nunca inventei,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
logo um band-aid.
,
amanhã vou aí,
visitar-te,
,
conchinhas de bom tempo,
,

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
eu,
in-vento
in-vendaval
in-tempestade
in-furacão,
. . . in-tudo . . .
,
conchinhas reais,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite,
,
sonhar é urgente,
sonhar é tão fácil
sonhar é poder, como dizes
,
sonhadas conchinhas
,
*

Chinha disse...

Invento, caminhos que me trazem até o teu poemar...
Invento regressos sempre esperados...

bjitos

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
invento . . . .
a tua chegada . . .
,
conchinhas
.
*

Um Momento disse...

E eu queria inventar uma desculpa para justificar a ausência das minhas palavras aqui ...
Mas não consigo...
Apenas te digo que sempre estive presente e agora...as palavras saltam de mim para ti:)

Um beijo cheio de saudades e mil perdoes por esta ausencia tão grande.

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
momento
,
telepatia,
,
o suficiente . . .
,
conchinhas
,
*