abril 02, 2008

-------------------------- compondo em . . . si --------------


capta o meu eco
em sonante refrão
duelos de cantatas
de tons contra sons
capta o meu eco
desafinando a sonata
dissonâncias choradas
contratempos de nós
capta o meu eco
tacteando compassos
nos prelúdios soantes
harmonizando delírios
nas orquestras da vida
poema e fotos: poetaeusou

48 comentários:

gaivota disse...

o meu mar, essa cor, esses cantinhos, só aí, companheiro!
os ecos chegam aqui, afinal tão perto mas longe...
ai a vida anda sem maestro, a orquestra vai desafinando dia após dia, o tom está mais alto ainda...
mas há sol!
uma clave cheia, numa volta de mar para ti, poeta

R.G. disse...

Um suave marulhar das ondas...

Beijo perdido

Maria Clarinda disse...

Deixo de vir e uma vez mais encontro as tuas maravilhas!!!Estive onde os sonhos moram.
Lindas fotos , lindas palavras...só tu meu poeta.
Jinhos mil

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido amigo Poeta, compondo em... si----------
Folha que surgiu de árvore já crescida.
Inesquecível botão,de viçosa flor.
Luz que se esperta em noite escurecida.

Hino que enaltece a voz dum belo cantor.
Alegria que nos afaga enternecida.
Sino que ecoa na casa do Senhor.

Fruto viçoso de árvore verdejante.
Imagem colorida, dum Amor real.
Linda avezita que voa vacilante.
Harmonia e sonho, no Mundo actual.
Alma simples, gentil, coração galante.
Sorriso no olhar,ternura sem igual.

Compondo em ... si ---- Luta pela vida que é Vida;
Nas ondas da Saudade...

Beijinhos de ternura,
Fernandinha

Um Momento disse...

Da janela espreitei ...
Lindas águas mareantes observei
Corri para a outra ao lado
E melhor o seu eco escutei...
Melodias sonantes
Em tons cintilantes
Pela brisa eram sorvidas
Para logo emanarem o seu eco belo e fascinante

Beijo ecoando uma noite serena:)

(*)

Ana disse...

Capto o teu eco na melodia das palavras.
Beijo.

multiolhares disse...

Sentada na janela da falésia
Escuto ecos de ti,
Meu mar
Em murmurantes sonatas
A brisa me conta
Que às orquestras não chega serem
Compostas, precisam de ser tocadas,
Afinadas, tacteando sons, afinando instrumentos, tentando em uníssono
A comunhão do timbre, das notas dos toques
Só com muito trabalho, paciência, persistência,
Finalmente a orquestra da vida está pronta a tocar, ainda assim nunca parando de treinar os acordes.

Beijos nossos

Angel of Light disse...

Todos os dias nós compomos melodias que, aos ouvidos dos outros, poderão ou não embalar... mas nós compomo-las... carregadinhas de amor!

Mais um poema extraordinário do "poetatués". E sabe tão bem acordar de manhã e ter as tuas "janelas" abertas para o mar.

Deixo-te beijinhos cheiiiios de Amor, Paz e Luz!

Serenidade disse...

Magnifica canconeta acompanhada por fotos magnificas que me transmitem muita protecção e vontade imensa de voar...

Serenos sorrisos

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o mar está contigo, amiga
é só escutar as ondas, feitas teclas,

tu não precisas de maestro,
estás sempre afinadinha . . .

conchinhas num dia lindo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
r . g .
,
em suave sentir da r.g.
,
conchinhas primaveris
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Clarinda
,
e a clarificada luz,
entrou em minha casa,
iluminando o imenso mar em mim,
o mar que te envia, clarinda,
um beijo de alva espuma,
Difundindo toda a felicidade,
pelo teu regresso,
,
conchinhas
de amizade, envolvidas em espuma,
,
*

Paula Raposo disse...

Duas fotografias maravilhosas! E as palavras captam o seu eco...beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
fernanda & poemas
,
folha, rebento de vida
hino de luz
harmonia que reluz
no bosque verdejante
afagos de ramada, amante
onda de ternura, enternecida
,
conchinhas esverdeadas, amiguinha,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
cintilante janela
onde a sonante brisa
melodia precisa
no eco escutado
das águas, emanado
“um momento” em tela
,
mareantes conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
volvidas palavras
da
encosta do mar,
,
conchinhas coloridas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
em comunhão
aos teus pensares
ecos
de brisas tocadas
janelas
de acordes rochosos
falésias
de persistentes sonatas
cantatas
compostos de vida,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Angel of Light
,
,
que os nossos (de todos) escrevinhados,
e “clickares” retratistas, amenizem,
os compassos, dissonâncias, acordes, sinfonias e orquestras
desta, dorida . . . vida . . .
,
conchinhas amorosas, para ti,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
serenidade
,
voar
e
mergulhar . . . serenamente,
,
conchinhas tranquilas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Paula Raposo
,
e ecoadas por ti,
mais belas ficam,
,
jinos "murais"
,
*

gaivota disse...

as teclas destas ondas, as daqui, estão emperradas...
em breve já me afinarei por outras claves, outros sons, ritmos sonantes, sim, mas esessssssssssssss
"afinadinha", quase, meu amigo, quase, mais um "donaninho"
colcheias e um fá

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
estou "lá" . . .
diz o que se passa ...
,
conchinhas tecladas
,
*

Pitanga Doce disse...

Hoje não posso ouvir tua música porque tenho os olhos da cor deste mar acima. Amanhã, talvez.

rosa dourada/ondina azul disse...

Que bela, a "composição" !



Conchinhas azuis,

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
é atraves do mar,
que vejo a cor
do teu olhar,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa dourada/ondina azul
,

que bela,
uma conchinha azul
,
douradas conchinhas, envio,
,
*

andorinha disse...

Compondo melodias que as tuas palavras harmonizam
Um beijinho.

Iana disse...

As pessoas são como vitrais,
Faíscam e brilham quando há sol,
mas quando a escuridão chega.
Somente revelam a sua verdadeira beleza,
Se houver luz interior!

Desejo que você...

Seja MAIS feliz do que sonhou,
Que receba MUITO MAIS do que pediu
E aproveite o MÁXIMO daquilo que Conquistou!

beijos doces Iana!!!

Sol da meia noite disse...

Captemos o eco da vida.

Jinhos

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
de toantes melopeias
nos esvoaçares das andorinhas
,
conchinhas de amizade
,
*

Rosa Maria disse...

Esse mar visto das janelas ainda lhe dão mais beleza.
E a cor...

Beijinhos

ondina disse...

o faroleiro tem sempre a vista mais aromática do mar, e é sempre o primeiro receber a visita das sereias, apesar de nem todos as poderem ver

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
a luz interior está contigo,
emanas
nas tuas sábias palavras,
,
conchinhas luzentes, para ti,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
o essencial, obvio
,
conchinhas de vida
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
diversas cores,
das rosas de cores diversas,
,
conchinhas rosadas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
ondina
,
embora
em vias de extinção,
substituídos pelas
novas tecnologias,
e as sereias emigraram
para os satélites do bill gates,
já não encantam os argonautas
preferem os astronautas
,
conchinhas de iodo, envio-te
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Capto Poeta!

Embora cansada ...capto.

Ia pois para a Punta...

Beijo

Rui Caetano disse...

Mas que beleza, o que está aqui neste post escrito é o eco de um som eterno de beleza natural. As imagens são divinas.

Gotika disse...

Doce poeta
Quanta beleza tu mostra em cada palavra que escreves...
Em cada foto está a beleza do teu sentir!
Deixo te o sabor do meu beijo gotiko**

Maria P. disse...

Eco (a)mar...

Beijinhos*m*

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
vamos captar,
a calma, a serenidade,
,
bora,
,
conchinhas de respeito, deixo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Rui Caetano
,
é a nazaré,
fotar, clickar, simplesmente,
,
abç,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gotika
,
ai os teus,
tolerantes olhares,
,
gratificado fico
,
conchinhas de gratidão, deixo,
,
*

Acordomar disse...

que linda Nazare nos mostras hoje ;)

Beijocas **

poetaeusou . . . disse...

*
Maria P.
,
so(m)ar,
,
bji,
h,
.

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
lin(d)a
,
a nazaré é sempre linda
e
tu sabes bem, né ?
,
jokas
,
*

MEU DOCE AMOR disse...

Beijinho Querido Poeta.

Sim serenidade!É sempre necessário.

Obrigada pelas palavras;)

poetaeusou . . . disse...

*
MEU DOCE AMOR
,
como é bela a placidez
na imensidão do mar,
,
conchinhas
,
*