abril 03, 2008

>>>>>>>>>>>>>>>>>>> mistérios <<<<<<<<<


quero
despir-me dos passados
nas desnudas madrugadas
amargurando os amanhãs
quero
embebedar-me de choro
com lágrimas de sedição
em espasmos convulsivos
quero
as renuncias extinguidas
pensamentos sucumbidos
em angustiantes mistérios
nos vendavais persistentes
poema e foto: poetaeusou
»álbum A.L.«

54 comentários:

Ana disse...

Duas fotos, duas épocas. Sempre o mistério da poesia das palavras.
Um beijo.

gaivota disse...

mistérios, meu amigo, o Mimosa, sinto-lhe o cheiro de tão perto que está...
outros tempos, outras madrugadas, outros passados
contudo, sempre presentes, vendavais persistentes sem rumo...
conchinhas do mar

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido amigo Poeta... Mistérios... Mistérios da vida, duas épocas o mesmo mar... O mar já refletia a luz prateada
e no céu se escondia o quente dourado
quando, deleitado na areia encantada,
trocas-te um beijo, num abraço apertado!

E as ondas foram invadindo...
os corpos sedentos de um amor sonhado
e mesmo sabendo ser um sonho infindo,
deixas-te o amor ... Nascer!
Como se fosses o Sol e a Lua,
Neste Universo criado por Deus!

Mistérios... que o mar, esconde!!!
Beijinhos de muito carinho,
Fernandinha

Menina do Rio disse...

Despir-se dos passados é como vestir uma nova roupagem sobre a velha pele tão banhada pelas lágrimas...

Um beijo

DoceVenenosa disse...

Em mistérios clarificados senti os quereres que vêm de ti.

Misterioso beijo deixo

***

Maria disse...

Veste-te então apenas de presentes e futuros....
.... é mais saudável.....

multiolhares disse...

Os passados não podem ser despidos
São pele nascida, enraizada dentro de nós
Pelo qual não vale a pena chorar
Pois é arcaico, já passou, livro escrito que pode ser lido mas não deve ser vendaval no presente, nem fazer parte do futuro, mas o dia de hoje sim é o único importante em qualquer vida, pois é ele que pode escrever e deslindar
Os mistérios existentes em nós

Beijos nossos

Serenidade disse...

Quermos, queremos, queremos...
queremos deixar o passado lá trás para que o amanhã seja risonho, mas será que o queremos mesmo? Como o queremps se ainda sentimos a dor que ficou no nosso peito aquando das situações que queremos esquecer??? Pois é fácil falar não é tão fácil é agir, despirnos do passado, pois esse sim seria a maior acção bondosa que fariamos por nós mesmos.... e deixar que ele nos influencie...
Adorei as fotos e o poema. Sei muito bem que é um poema e por isso é bom exteriorizar as situações e sensações de forma exacerbada, desculpa a minha forma de filosofar....

A imagem da nazarena trasmite-me sempre tanta ternura qdo aqui venho....

Serenos sorrisos

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
palavras
nos alterados
mistérios da vida . . .
,
conchinhas coloridas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o cheiro do passado,
em mimos(a)o futuro,
,
conchinhas de iodo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
fernando & poemas
,
o mar é sempre novo, fernandinha,
,
como as flores renascidas,
como as nuvens que se adensam,
como o cantar da cotovia,
como o “ar” bondoso do idoso,
como o sorriso das crianças,
e o cantar de quem gostamos,
e aquela musica que ficou,
e os olhos de quem amamos,
e aquele golo do Ronaldo,
que nos faz esquecer,
a podridão do futebol em Portugal,
e, e, e, e . . .
,
conchinhas de ilhas/mar
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
menina do rio
,
as lágrimas lavam a alma,
logo,
vamos mudar de pele,
se necessário,
e olhar para o atlântico,
como um ponto de união,
tá, ???
,
Olha, que coisa mais linda,
Mais cheia de graça,
É ela, menina, que vem e que passa,
Num doce balanço, a caminho do mar.
Moça do corpo dourado,
Do sol de Ipanema,
O seu balançado
É mais que um poema
É a coisa mais linda
Que eu já vi passar
,
in – vinicius
,
Conchinhas dji… cá
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
DoceVenenosa
,
mistérios transparentes.
de translúcidos quereres,
,
conchinhas de iodo,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
"deste" á costa . . . ????
,
*

Chinha disse...

Há sempre alturas na vida em que se torna necessário despir o passado e tentar vestir o futuro.

um beijo

gaivota disse...

e eu a pensar na "ilha do sumiço"
mas agora não me dava jeito nenhum...
há ainda tanto que fazer e tratar!
encomenda gaivotas que eu já vou!
e toma lá batuques

Sol da meia noite disse...

E consegues tu, Poeta, despires-te dos passados? Por muito que queiras...

Jinho

Iana disse...

Saudades...

FOI BOM TE CONHECER!

quando entrei para
o mundo virtual, jamais
pensei que poderia conhecer
pessoas como você, mas
felizmente foi nele que te
conheci, nele aprendi a
gostar, te admirar, te respeitar,
em fim, surgiu esta grande
amizade que mantemos
atualmente, sinto que você
tem alma, fala com o coração
e que tem Deus sempre presente.

muita gente critica
uma amizade virtual, mas
eu sei que mesmo virtualmente,
poderá haver uma amizade
pura e sincera, acho que se
todas as pessoas pensassem
positivamente, o nosso mundo
virtual seria bem mais confiante,
e todas as pessoas poderiam
ter uma amizade tão linda
quanto a nossa.

Foi muito bom te conhecer,
Hoje sou mais feliz, se você
Demora a me escrever, a
Saudade toma conta de mim,
E tudo parece uma eternidade.
nunca deixe de me
escrever, obrigado pela
nossa amizade.

Beijos doces
CARINHOSAMENTE
Iana!!!

Iana disse...

Peço desculpas pela minha falta de atenção ao seu cantinho lindo, mas as coisas não me andam lá muito bem e as vezes visito por dia poucos amigos e nem sempre da tempo para td... mas saiba que nunca esqueço-me de ti!

Algumas pessoas nos encantam
sem pedir a menor permissão.
Aparecem assim de repente,
roubando a cena, e muita das
vezes o filme inteiro.
Preenchem o espaço, iluminam os
cantos, fazem brotar sorrisos,
trazem inspirações.
Invadem nosso mundo
e nossos corações.
São pessoas que realmente tornam a
vida mais bela...
Assim como VOCÊ !!!

Beijos doces e com carinho
Iana!!!

poetaeusou . . . disse...

*
serenidade
,
dor é vida, omite . . .
passado ?
no disco rígido dos teus pensares,
num cantinho põe o teu baú,
abre-o só em caso de necessidade,
,
filosofia lúcida, a tua,
,
conchinhas de Platão, deixo
,

poetaeusou . . . disse...

*
Chinha
,
e agarrar
o instante,
o momento,
o tempo . . . nosso,
,
conchinhas de amizade,
,
*

melita patareka disse...

A natureza é um mistério lindo.Como os teus poemas.

Muitos piu pius e anda comigo

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
se uma gaivota viesse,
e á conchanata me levasse,
quantos gelados sorveria,
trazias acordomar,
com a luna a pagar,
que feliz dia seria,
,
hehehe
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
amizade virtual,
sem preconceitos,
a partilharmos
estados de alma,
cada um no seu cantinho,
nesta bela rede global,
,
grato pelas tuas palavras,
,
conchinhas de ternura, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
iana
,
as desculpas são excessivas,
eu é que apresento as minhas,
sou muito irregular nas visitas
aos blogs amigos,
,
conchinhas coloridas, deixo
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
não, amiga
,
mas,
quero evitar de ficar
amarrado ao passado,
,
conchinhas meditativas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna
,
viver
os instantes,
os ápices do tempo,
,
beijos nossos,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
melita patareka
,
cantar as palavras,
ao som dos pius, piuos...teus,
,
conchinhas
,
*

gaivota disse...

ah coração, tás p'raí a relatar, a relatar...
se soubesses o que me apetecia agora aqui dizer...
é assim, a luna vai pagarrrrrrrrrrrrrr
acredita!!!!!
eiah amigo...lololololololol
e po mar tem tanta corrrrrrr
ao lado temos o farol, o tal!!!
achas que é provocação??? ah meu,
acredita!!!!
jinhossssssssssssssssssssssssssss

Carol disse...

Nós queremos sempre tudo, queremos sempre mais, queremos o impossível muitas vezes...
Para já, quero que saibas que te quero continuar a ler e a visitar!

Iana disse...

Desculpas aceitas de ambas as partes..Rrsrs...

Mas quando puderes vai ao meu cantinho meu jardim, encantar-te juntamente comigo e as flores...

Muitas pétalas de rosas deixo aqui em seu mundo virtual, que para mim é mais que real...

Assim essas pétalas marcaram por onde eu passar e te levaram ao caminho do meu jardim...

Onde eu deixo as emoções falar
Espero por ti em Uma Rosa e seus Poemas
www.iana-rosaepoemas.blogspot.com

É diferente de Vidas!!!

Beijos no coração
Iana!!!

Pitanga Doce disse...

Hoje o meu "vendaval persistente" deu-me trégua. Já posso ouvir-te a música.

abraços de Pitanga

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
olha
fui ao gelado,
em frente ao mar,
a praia já com bikinis,
mar belo, uma tela de miró,
ouço uma voz querrre fruô,
não, pá, tenho um jardim em frente,
e indico o mar,
olha-me e diz, maiúco,
desceu o paredão a olhar para mim,
hehehe
,
pilipares
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Carol
,
e a realidade,
é que querer não é . . .conseguir,
,
esta casa é tua, amiga
,
conchinhas realistas,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Iana
,
já fui, amiga,
e
botei prosado(ei)ra
,
belo post,
notei que é feito
com muito carinho,
bem hajas
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pitanga Doce
,
que alivio,
gostastiiiiis ?
,
De tão longe veio o mar
Embalando uma sereia
Fazendo sempre a cantar
Pacto terno sobre areia
Saltando da proa a ré
Crianças ouvem cantar
Encanto que vem do mar
É vira, é Nazaré,
,
conchinhas
,
*

Marta Ribeiro disse...

Os melhores caminhos devem ser seguidos com fé e persistência...
Pois os obstáculos que aparecerão...
Deverão ser enfrentados e vencidos
Confie em si mesmo...
Mas não se esqueça jamais, de confiar em Deus
E busque a realização dos seus sonhos, sempre Sorrindo !!!

E...Que o Amor Único de Deus, inspire sempre
Todas as Almas para o Bem...

São disse...

Vendavais persistentes de beleza e emoção continuam a ser os teus poemas, Nazareno.
Estrelas do oceano...

Falando de Amor disse...

Linda sua poesia, parabéns poeta...um abraço desse lado do atlântico!

poetaeusou . . . disse...

*
Marta Ribeiro
,
concordo,
semeados escolhos,
nos percorridos trilhos,
veredas de mim . . .
,
conchinhas serenas, deixo,
.
*

poetaeusou . . . disse...

*
São
,
pseudo-poeta, sou
ruborizado, fiquei
que és verdadeira, sei
e gratificado, estou
,
conchinhas mareantes, mando
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Falando de Amor
,
grato, amigo
bem hajas, desta costa,
,
*

as velas ardem ate ao fim disse...

Gosto de misterio...
bjo

Gotika disse...

Doce Poeta
Quero...
Eu poder ter o dom da palavra...
Para te levar pela minha mão,te mostraria a beleza dos segredos nunca vistos...
Te deixaria dormir em meus braços, para levar te ao mundo dos sonhos de amor...
Deixo te o sabor do meu beijo gotiko

Eärwen Tulcakelumë disse...

Assim é também o meu querer...mistérios de dor que invade a alma...
Como sempre meu amigo, és divino no que escreves e nas tuas fotos.
Desculpa a ausênca desta amiga...mas aos poucos vou lendo.

Pérolas incandescentes de carinho amigo.

Eärwen

Gerlane disse...

Belas, contrastantes e sugestivas fotos, poeta!
Quanta poesia expressa no mar, nos barcos, no tempo que nos traz histórias de amor?... De dor?...

Beijos pra ti!

velaaovento disse...

Tanto queremos, para tantos nadas conseguirmos...
Abraço

Pagic disse...

É bom despirmo-nos dos passados.Mas eles acompanhar-nos-ão eternamente.Que seja então uma aprendizagem.

Qual a melhor forma de acalmar vendavais?

Um beijo e espero por sua visita.

Gostei muito dos poemas.

poetaeusou . . . disse...

*
as velas ardem ate ao fim
,
arcanos segredos,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gotika
,
pudera eu igualar-te
e num mar de felicidade
mergulharia, provando
o sabor dos teus escreveres...
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Eärwen Tulcakelumë
,
passámos a fase
da obrigatoriedade das visitas,
nada abala a nossa amizade,
concordas ???
,
conchinhas de luz
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gerlane
,
a tua perspicácia encanta-me,
,
conchinhas, deixo-te
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
velaaovento
,
tu o disses-te,
,
abçs
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Pagic
,
sempre sábia, pagic
,
irei visitar-te
com todo o prazer
,
conchinhas coloridas
,
*