fevereiro 04, 2008

>>>> fui ver o desfile e só vi gaivotas <<<<


em teias urdidas
ferindo a verdade
o pecado insurgiu
no chão feito cama
infernal momento
de tinos selvagens
pudores á deriva
espasmos adiados
nos sonhos frustrados
poema e fotos: poetaeusou

46 comentários:

Maria disse...

... que estás tu a fazer acordado a esta hora, poeta??????
As gaivotas não fugiram à chuva porque estão habituadas...
Excelentes fotos.........

gaivota disse...

ah mig' pois eu também...
mas vi e encontrei-me com outros inxentes...
espreita-me!
já sabes, mai log', na marina...
jinhos!

gaivota disse...

esquecia-me...
mas que dizer das fotos, se eu tenho mesmo em frente (ao vivo e a cores)...,
é só sair à rua, os paneiros/estendais são meus vizinhos...
e o poema,estas coisas não se escrevem, é carnaval, meu!
jinhos!

Helena disse...

que céu escurro poeta !
A Nazaré esta assim ?
deve estar frio também.

um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
vim pôr "indiróidio" nos pézes,
já levei 37 pisadelas e deles
23 cotoveladas e 7 sopapos,
,
que forma de dançar,
da nossa gente,
trazem o carnaval na alma,
lálálálá
,
inté
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
tom xei de fri...
,
jinos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
o poema ?
não se escreve ?
não . . . que não andei,
fugido da chuva, nas teias,
de ruas, ruelas, esquinas e
travessinhas, vestido á nazarena,
com um traje da "nha prima",
que só de bordar o avental,
foram € 1.500, aêurios, fora
os chineles, exclusivo de uma
fábrica da benedita,
devia ter feito um seguro,
ter feito um seguro,
,
teias urdidas pela chuva,
e
frustação de não ir no desfile ...
,
jinos
,
*

multiolhares disse...

Marcha ao poeta

Em louca correria
O desfile dispersou
Os carros não andaram
Mas o poeta ficou
De maquina na mão
Ainda fotografou
Queria fazer um vídeo
Mas a chuva não deixou
Triste destino o teu
À nazarena vestida
Perdes-te a chinela
De meia molhada
Fizeste um poema
Ferido da vida


Beijos nossos
luna

poetaeusou . . . disse...

*
helena
,
céu de chuva, de noroeste,
bategas gélidas,
helena,
mas com um mar lindo,
picado, como a criticar,
marmujando,
humanos estupidos,
quanto maior a crise,
maior o folguedo,
fiz que não percebi e,
o meu olhar ficou raso,
daquele manto branco,
espumoso de vento,
que cobria a extensa planicie,
verde acinzentada do mar,que amo,
,
sussurros do canto das pedras,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Multiolhares
,
Luna
,
Chuva, óh chuva
Como é que foste capaz
Chuva, óh chuva
Deixa a Nazaré em paz
É, hei, hei, hei, heihei
Eu á ASAE, vou pedir
Que a lei,
Faça cumprir
Que sem pudor
Risque deste enredo
Esse traidor
O S. Pedro

Hei, hei, hei
ASAE, ASAEeeeeeee,
Cumpre a lei, cumpre a lei
Hei, hei, hei
ASAE, ASAEeeeeeee,
Cumpre a lei, cumpre a lei

S. Pedro escuta,
A Nazaré está em luta,
Se amanhã te repetires
Á Nazaré é melhor não vires

Hei, hei, hei
ASAE, ASAEeeeeeee,
Cumpre a lei, cumpre a lei
Hei, hei, hei
ASAE, ASAEeeeeeee,
Cumpre a lei, cumpre a lei
,
Letra, musica, edição, produção,
E todas as palavras terminadas em ão,
o,,,,,,,, JE
,
jinos nossos
,
*

gaivota disse...

ah meu vai ao parlapié, o carnaval inda lá mora... um cadinho...
antes que chova mais!!!
o mar tá lindo...................
as fotos, vou pô-las
jokinhas

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
amanhã não chove,
disse-me o s.brás,
,
ji
,
*

marias disse...

Mas olha que também fazem um lindo desfile!...

amanhã e outro dia
o sol brilhará
reinará a folia
e sonhos sonhados
serão realizados

Beijinhos poeta da linda Nazaré

poetaeusou . . . disse...

*
marias
,
amanhã,
vou acender uma vela
á senhora da nazaré,
amanhã,
quero que ela
me proteja da chuva,
amanhã ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,
,
conchinhas
,
*

Sol da meia noite disse...

E não é a vda uma teia... nem sempre bem urdida...
Beijinhos, amigo

andorinha disse...

Que desfile mais belo podias ver?
Um beijo, Poeta.

Manuela disse...

não há pecado...

beijinho...

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
trama vivida
ou
vida tramada,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
andorinha
,
As gaivotas em sintonia
Em bailados esvoaçantes
Emitindo gritos sonantes
num Hino á Alegria !
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Manuela
,
nunca, por nunca ser
,
conchinhas
,
*

Farinho disse...

E que bonitas gaivotas...

Esvoaçam com o coração livre
Com as suas asas ao vento.


Beijocas

Rosa Maria disse...

Poeta

Voltei!

Hoje estive na tua "praia" e na Pederneira (não pelas melhores razões...) e o teu mar estava um espanto.

As saudades que eu já tinha...

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
*
farinho
,
esvoaçante maresia,
eleva-se no firmamento,
livre, alado, ao vento.
nas >noites de poesia<
,
conchinhas
,
*

Pitanga disse...

Ah, e querias desfile melhor? E foi só para ti? hehe

poetaeusou . . . disse...

*
Rosa Maria
,
pederneira ?
espero que não se relacione,
com o jardim da saudade,
como eu lhe chamo,
ou a terra da verdade . . .
,
o mar estava altaneiro, belo,
estive a fotar e a videoar,
ao principio da tarde,
sublime o cheiro e o gosto
a maresia, a sal . . .
,
conchinhas
,
*

samaria disse...

para a festa da carne, aquela que a iGrejA »« permite, não se disfarçaram essas aves da tempestade; essas estão sempre despidas e puras, mas quando se juntam têm um espírito de natura tão forte que nem a iGrejA »«permite

poetaeusou . . . disse...

*
pitanga
,
goza
,
amanhã vais aqui ver,
a nazaré no seu melhor,
,
até as gaivotas cantam e dançam,
,pililipando:
,
Parou!
,
Faz muma marcha
Pa balhar a noite toda
Pões a nha cabeça à roda
E os pèzinhes àrrejar
Coisa impertante
Qué a marcha do mê balhe
Ah Mar Alte ê nunca falhe
Já me quere àrrebelar

Tom’anda tás a mangar
Na te ponhas a inventar
Inda dás um jête à espinha
A gente quer ser a gente
Saltar e andar contente
A mais a nossa marcha
,
Marcha d mar alto
,
Conchinhas
,*

poetaeusou . . . disse...

*
samaria
,
o intervalo,
da carne, como dizes,
a preparação da quaresma,
como o ramadão, aliás,
,
erasmo e lutero,
tambem divergiram,
efeito dos moinhos,
das socas holandesas,
ou
das belas tulipas,
irisadas, multicores,
,
conchinhas para os teus rebentos,
e pililipares de gaivotas,para ti,
,
*

gaivota disse...

apetecia-me dizer umas coisinhas...
mas fiquemes assim..........
sabes, já me acostumei a gostar de vocês, de ti!
jokinhas

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
fazes bem, menina,
,
vou para o casino,
e venho aqui de vez em quando,
são 70 metros, vou ver as cegadas,
,
jinhos
,
*

Maria Luar disse...

Apesar do mar tempestuoso, as gaivotas bailaram para o poeta que por elas se deixou seduzir, que as canta e encanta. Amores que o mar explica.

Abracinho

*
xi
*

gaivota disse...

pois as cegadas, também eu queria!!!, mas...
este ano já não dá!
mas até iria ao mar alto...
mas...
alguém ganhou esta "partida"...
vai meu amigo...
70 metros, nem tanto!!!
aiaiaiaiaiai
"a tasquinha do beco"
beijos oh paleco..............

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Luar
*
nas voltas do vira,
no vira e revira
e torna a virar,
as gaivotas dão voltas
nas voltas revoltas
e voltam ao mesmo lugar,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
é
,
mar alto,
casino do tá-mar,
no baile da pederneira,
e no planalto das siteiras,
,
conchinhas
,
*

paper-life disse...

Que bom teres visto gaivotas. assim escreeste melhor ainda. .)

Beijos. :)

Rosa Maria disse...

Poeta

Pois... a ida à Pederneira relacionou-se com isso mesmo...

Beijos

amigona avó e a neta princesa disse...

Lindo!!! E ganharam o 1º prémio, de certeza!!!

Alice Matos disse...

Viste o que teus olhos sabem ver melhor... a poesia...

Quando puderes passa pelo Detalhes, colhe um selo de amizade sincera e guarda-o onde preferires...

Beijinho...

poetaeusou . . . disse...

*
paper-life
,
non
,
inspiradoras gaivotas,
,
conchinhas
*

poetaeusou . . . disse...

*
Rosa Maria
,
lamento imenso,
,
força, amiga
,
jino
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
amigona avó e a neta princesa
,
bigado
,
no próximo ano,
presidirás ao juri nazareno,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Alice Matos
,
olhares em, detalhes . . .
,
vou lá com todo o prazer
,
conchinhas
,
*

Um Momento disse...

Fiquei-me a ver o desfile...

LINDO!!!

O ar mjestoso em cada uma é .... sublime...

Beijo...agradecido

(*)

poetaeusou . . . disse...

*
veleiro, de vela altiva,
mantem a rota,
segue a gaivota,
do vento cativa,
,
buzios sonantes
,
*

Gi disse...

Eu prefiro mil vezes este desfile que aqui deixas. Que espectáculo delicioso. Frustados ? Nunca :)


beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
gi
.
e eu também, gi,
também eu !
,
conchinhas,
*