fevereiro 05, 2008

>>>>>>>>> quero lá saber <<<<<<<<<


quero lá saber
se não houve desfile,
desfilam os meus olhos
na lezíria verde cinza,
ramadas de espuma
na fronteira do vento,
rochas mergulhadas
nas frondosas marés,
ondas marmujantes
soletrando delírios,
nas vagas desvairadas
espraiadas, nos teus seios,
poema e fotos: poetaeusou

14 comentários:

multiolhares disse...

Podemos desfilar o olhar
Ao sabor dos nossos quereres
Mascarar-mos as vontades
Em roupagem decorada em búzios
Cobrir o corpo desnudo num
Manto de espuma ao luar
Soletrar conchinhas e dançar na praia
assistindo ao dia chegar

beijos nossos
luna

Um Momento disse...

E desfile mais lindo
Estou eu a ver aqui e agora...
Entre palavras cantadas
Imagens focadas
Sentires diversos
Em maresia abraçada
Lindo é realmente o desfile
Este mar... esta ondulação salgada...

Beijo e dia muito lindo desejo!!!

(*)

gaivota disse...

ah mor........
há desfile sim senhor!
já se tão a chegar os carros aqui ao sul, o trânsito já tá cortado...
anda despacha-te, senão saco as fotos todas e tu..., nada!
beijos
mexam-se, toca a dar corda aos pés...

rosa dourada/ondina azul disse...

Há sim, o desfile do mar,
esse, está sempre presente :)


Beijinho,

gaivota disse...

ah repá, ainda a propósito, é sempre bom desfilar os olhos pelo horizonte,
este mar que é nosso,
esta areia onde enterramos os pés
estas meninas reunidas à nossa espera, ou de quem lhes mande algum pão...
e este povo que é d'çêda, tem o carnaval na alma...
Nazaré, Nazaré..........
beijos enormes

Sol da meia noite disse...

... e a vida desfilou, nesse teu sentir, Poeta...

Bjs mil

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
búzios mascarados
de roupas de espuma,
,
beijos nossos
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Um momento
,
Abram alas
Deixem passar
O mar, o mar, o mar,
Dançando maresias,
Marés salgadas a cantar
Ao mar, ao mar, ao mar
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota
,
Já vom …
Tou mais morto quevive,
Não há 112 que salviii,
Vom fazer 3 ou 4 vides,
Se der cãs lentes...
,
Conchinhas da esquininha,
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
rosadourada/ondina azul
,
Ó mar, ó mar, ó mar
Anda bailar,
Junta á minha a tua voz,
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Gaivota,
,
Há chambres, há rooms,
Há murros nos olhos,
Há sopa e tem roupa,
Há cuecas aos folhos,
,
Conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
Sol da meia noite
,
foi no paredão
na marginal
o sol da noite, desfilou,
o seu hino, triunfal,
entre a brisa e a canção,,
o mar escutou,
o mar parou,
o mar vibrou,
com o sol da meia noite, dançou,
,
conchinhas
,
*

Maria disse...

... com uma lezíria assim quem quer saber do desfile????
Lindas as tuas palavras... E AS FOTOS!!!!!!

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
obrigado,
está um dia
maravilhoso,
,
inté
,
*