fevereiro 12, 2008

>>>>>>>>> as folhas do sol <<<<<<<<<


invento gestos
nas folhas caídas
cobrindo esquinas
de vestidas frases
palavras faladas
poesia escondida
sentenças lavradas
nas fontes da vida
poema e fotos: poetaeusou

28 comentários:

Sol da meia noite disse...

Palavras simples, de complexa profundidade.
E não inventamos nós a vida?...

Beijos, Poeta

multiolhares disse...

A poesia fala
Sem falar
Serve para quem lê
Poder especular
Escrevemos, inventamos,
Frases deslizantes de dor
De amantes
Vestidas nas brumas
Algures entre o mar e luar

Beijos nossos
luna

Paula Raposo disse...

Gostei imenso das fotos...cheias de luz. Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
sol da meia noite
,
vida simples,
vida inventada
complexa, aprofundada,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
multiolhares
,
luna,
,
entre a lua e o mar,
pairam as brumosas brisas,
os deslizantes odores
das marés influenciáveis,
ou não será o mar escravo,
dos caprichos da lua ???
,
beijos daqui
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
paula raposo
,
paulinha
grato
,
jinos “murais”
,
*

gaivota disse...

o teu poema está demais,
lindo!
(eu não fazia melhor...lolololol)
é o que se sente nessas imagens,a luminosidade das folhas secas, caídas
beijinho, hoje, campestre

Sophiamar disse...

Crias o poema
Com inspiração divina
A palavra, o fonema
A beleza feminina

Folhas caídas
Diz a poesia
De afectos vestidas
Com amor e magia


Beijinhosssss

poetaeusou . . . disse...

*
gaivota
,
chegará o tempo de gritar,
agora todo o campo,
agora toda a arvore abrolha,
agora os bosques se cobrem de folhas,
agora o ano está lindíssimo,
,
in virgílio,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
sophiamar
,
não a beleza feminina
tão menosprezada
quase indecorosa
de revista cor de rosa
mas, a mulher sensibilizada
sentimental, divina,
,
Conchinhas
,
*

Maria Luar disse...

No teu rosto começa a madrugada, o luar fica de prata, olho-te, rosto da minha alma.

Abracinho

*
xi
*

GarçaReal disse...

Gestos inventados
Em Pôr do Sol sonhado
Sonhos de alma perdida
Em tua poesia escondida.

Bjgrande daquele lago

Maria disse...

"lá vamos
cantando e rindo"????
no post anterior?
Olha que eu não tenho saudades nenhumas desse tempo......

poetaeusou . . . disse...

*
Maria Luar
,
o rosto da madrugada,
anuncia o amanhecer,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
GarçaReal
,
é ao Pôr do Sol
no lago real
feito areal
garça poeta
a minha meta
o meu farol
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria
,
ólha, chora,
,
eu continuo
a cantar e rir,
sem complexos,
sem medos,
> sem algemas, nem amarras <
,
inté
,
hoje está,
"uma féra nortada"
,
*

Rosa Maria disse...

POeta/amigo

Muito obrigada pelo poema que me deixaste dedicado ao "filhos".

Beijinhos

lua prateada disse...

Inventas gestos e, de tão poucas e simples palavras fazes o maior poema.
Quanto ás fotos ...fico sempre encatada com elas...
Continuação de boa semana
Beijinho prateado
SOL

Maria Luar disse...

Gotinhas de anilado mar
venho derramar no teu peito
na hora de sonhar

soninho colorido

conchinhas

xi

*

poetaeusou . . . disse...

*
rosa maria
,
o sexto ponto,
do teu espelho,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
lua prateada,
,
gestos prateados,
raiados de sol,
no teu comentário,
,
conchinhas
,
*

poetaeusou . . . disse...

*
maria luar
,
grato fico,
,
conchinhas
,
*

Rui Caetano disse...

Os gestos que inventamos em cada folha caída são pedaços de sonhos que construimos.

poetaeusou . . . disse...

*
rui caetano
,
destruidos sonhos,
não concretizados,
,
abraço
,
*

Acordomar disse...

Esta 1ª fotografia está bela bela :))
Bj*

poetaeusou . . . disse...

*
acordomar
,
e no horizonte,
a cor do mar
,
jokas
,
*

Um Momento disse...

Fonte de vida soprada
Alimentando a alma
A quem te lê deliciada
Na tua bela poesia partilhada

Beijo Sincero
(*)

poetaeusou . . . disse...

*
um momento
,
gestos
lavrados na vida,
,

conchinhas
,
*